conecte-se conosco


Mundo Cristão

Ateia com pensamentos suicidas recorre à Bíblia e tem encontro com Jesus

Publicado

Quando as Bíblias de Gideão foram deixadas na sala de aula, onde a professora Julie Mellor dava aulas, ela foi hostil. Por 7 anos, o Novo Testamento ficou na prateleira da sala de aula sem que ela tivesse sequer tocado nele.

“Eu era ateia. Eu não tinha tempo ou necessidade de Deus”, diz ela em um vídeo do Jesus Peeps. “Achei que os Gideões estavam ocupando meu tempo de aula e para mim eles espalhavam contos de fadas entre as crianças”.

Nascida em Melbourne, na Austrália, Julie era uma professora com formação em mestrado na Universidade de Cambridge, na Inglaterra.

Embora não acreditasse em Deus, ela iniciou no Movimento da Nova Era, quando então problemas surgiram em sua vida.

“Passei por um período traumático e pensei que minha vida estava arruinada e sem possibilidade de reparo”, diz ela. “Na verdade, eu estava pensando em suicídio [quando disse], Deus, vou acreditar e orar a você por um mês, e você tem que me mostrar o bem.”

Ela se lembrou do Novo Testamento guardado e negligenciado.

“Devo ter sido tocada em algum lugar da minha alma”, diz ela. “Peguei um dos Testamentos vermelhos e coloquei na minha estante, e ele ficou lá por 6-7 anos intocado.”

Em seu “teste gratuito de 30 dias sem compromisso”, ela folheou os versículos que podem ser encontrados no final do Novo Testamento de Gideão. Cada um ministrou a ela: “Aquela lista saltou no meu coração”, lembra.

Intrigada, Julie mergulhou no Evangelho de Mateus.

“Aquelas eram as palavras que eu exatamente precisava que alguém me dissesse, tão reconfortantes”, diz Julie. “Eu imediatamente entendi que Jesus era o que todos buscavam”.

“Ali estava eu, me encontrando com Jesus. Eu zombei Dele durante toda a minha vida adulta e ainda assim Ele me arrancou daquele lugar escuro”, tstemunha.

Hoje, Julie é casada com o evangelista australiano de cura internacional John Mellor, que foi pela primeira vez aos aborígenes no interior e orou e jejuou por milagres para validar sua mensagem. Um derramamento de curas sobrenaturais trouxe avivamento à região. Até o feiticeiro local admitiu que estava curado.

Eles também ministraram na Escócia, onde testemunharam uma erupção de curas milagrosas que chamou a atenção das pessoas e levou centenas a Cristo.

O casal escreveu livros e agora ministram em seu Christian Outreach Center, em Buderim, Queensland.

Leia mais:  Igreja Católica dos EUA tira mais de 900 padres de lista de abuso sexual
publicidade

Mundo Cristão

Musical cristão será lançado na Netflix em março

Publicado

A Netflix lançou na quarta-feira (24) o trailer do seu novo musical cristão “A Semana da Minha Vida”. O filme, com previsão de lançamento para o dia 26 de março, se passa num acampamento de verão religioso e conta com músicas de nomes consagrados do gospel.

O filme conta a história de um adolescente problemático chamado Will Hawkins (Kevin Quinn), que por causa de problemas com a lei, terá que escolher entre ir para a detenção juvenil ou para um acampamento de verão cristão, como forma de punição.

Will escolhe ir para o acampamento e se sente deslocado no início, mas “Will abre seu coração, descobre o amor com uma menina do acampamento (Bailee Madison) e o sentimento de pertencer ao último lugar que ele esperava conhecer”, de acordo com a Netflix.

O musical é recheado de movimentos de dança no estilo High School Music e músicas gospel animadas. É esperado que o repertório musical inclua sucessos de artistas cristãos como For King and Country, Amy Grant, Steven Curtis Chapman e Michael W. Smith.

O produtor e co-roteirista de “A Semana da Minha Vida”, Alan Powell, afirmou ao The Christian Post que sentia falta de bons musicais baseados na fé, então ele decidiu produzi um.

“Musicais são os meus favoritos, e eu só me lembro de pensar: ‘Não sei por que não há nada na categoria gospel. Não faz nenhum sentido para mim, vendo como a música é, provavelmente e indiscutivelmente, o maior negócio dentro da cultura cristã”, disse Powell, que trabalhou no filme cristão “The Reason”.

Leia mais:  Igreja Católica dos EUA tira mais de 900 padres de lista de abuso sexual
Continue lendo

Mundo Cristão

Irmão Lázaro é intubado após complicações da Covid-19

Publicado

O cantor e vereador de Salvador, Irmão Lázaro, foi intubado na manhã desta quinta-feira (25) devido a complicações da Covid-19. Ele foi para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital de Feira de Santana e aguarda transferência para o Hospital Aliança, em Salvador.

Segundo informações da assessoria do parlamentar, Irmão Lázaro começou a apresentar os sintomas da Covid-19 há 10 dias, mas teve o resultado positivo apenas no fim de semana.

Ele foi internado no leito clínico do hospital na segunda-feira (22), mas nesta quinta apresentou piora no quadro de saúde, precisando ser intubado.

“Diante do exposto, sua família e amigos reforçam o pedido de orações, enquanto crê e espera que, com a permissão de Deus, sua saúde será restaurada. Agradecemos, por fim, todo o apoio, preces e carinho recebidos até aqui”, diz a nota da assessoria que pode ser lida abaixo na íntegra.

Nota de Esclarecimento
Quadro Clínico Irmão Lázaro

Queremos por meio desta nota informar aos amigos e admiradores que Irmão Lázaro foi transferido para UTI na manhã desta quinta-feira (25) precisando ser entubado no final da manhã, devido a complicações causadas pela Covid.
Diante do exposto, sua família e amigos reforça o pedido de orações, enquanto crê e espera que, com a permissão de Deus, sua saúde será restaurada.
Agradecemos, por fim, todo o apoio, preces e carinho recebidos até aqui.

“O que Deus tem pra ti é bem maior”

O cantor, de 54 anos, iniciou sua carreira na música aos 18 anos de idade, com uma passagem expressiva no Olodum. Após enfrentar problemas com drogas, Lázaro se converteu ao cristianismo e passou a compor e cantar música gospel.

Depois de ingressar na carreira política, Lázaro passou pela Câmara dos Deputados, em 2014, e passou a integrar a Frente Parlamentar Evangélica. Ele foi eleito vereador de Salvador nas eleições de 15 de novembro de 2020.

Leia mais:  STF retira ideologia de gênero da pauta de votações
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana