conecte-se conosco


Internacional

Ator de Hollywood é preso por golpe de R$ 1,2 bilhão em esquema de pirâmide

Publicado

Zach Avery foi preso por comandar um esquema Ponzi em Hollywood enganando investidores dizendo que distribuia filmes de grandes plataformas

O ator Zachary J. Horwitz, mais conhecido por seu nome artístico de Zach Avery, foi preso na terça-feira em Los Angeles em conexão com um grande esquema Ponzi de Hollywood, que as autoridades federais alegam que enganou investidores em mais de US$ 227 milhões (cerca de R$ 1,2 bilhão), segundo relato do Los Angeles Times.

Avery é acusado de fabricar acordos de licenciamento com a Netflix, HBO, e outras plataformas, a fim de garantir financiamento para sua distribuidora de filmes, 1inMM Capital LLC, de acordo com o FBI. Em uma declaração juramentada apresentada no tribunal federal de Los Angeles, o agente do FBI John Verrastro disse que Avery usou os fundos para “benefício pessoal” e para fazer pagamentos a investidores anteriores “no estilo de um esquema Ponzi clássico”. Ele usou parte do dinheiro para comprar sua casa em Beverlywood em 2018, agora à venda por US$ 6,5 milhões. A casa de seis quartos conta com piscina, adega e academia.

Avery fundou a 1inMM Capital LLC, com sede em Los Angeles, em 2013, alegando distribuir filmes em inglês para o mercado latino-americano por meio de parcerias com a HBO e a Netflix, disse o FBI. Em 2015, ele supostamente enviou aos investidores garrafas de uísque Johnny Walker Blue Label, junto com um relatório anual que dizia que a empresa havia “adquirido e distribuído com sucesso 49 filmes por meio do banner 1inMM Capital sem incorrer em uma única perda no processo.”

O ator Zach Avery em cena de Last Moment of Clarity (Foto: Reprodução)

Ele também afirmou ter expandido sua parceria com a Netflix e a HBO para distribuir filmes para a Austrália e Nova Zelândia. “Com este crescimento, temos a capacidade de distribuir com segurança e lucratividade mais de 25 filmes adicionais por ano, criando ampla oportunidade para investimento e crescimento substancial de nossa próspera biblioteca de filmes”, diz o relatório anual, de acordo com Verrastro.

Desde dezembro de 2019, ele deixou de cumprir mais de 160 pagamentos e deve aos investidores US$ 227 milhões apenas no principal, afirma a declaração. Cada um dos pagamentos é supostamente vinculado a um único filme que Avery e a 1inMM Capital alegaram deter os direitos de distribuição e licenciar para a HBO ou Netflix.

Avery está enfrentando acusações de fraude eletrônica e compareceu ao tribunal na terça-feira por teleconferência. O procurador assistente dos Estados Unidos, Alexander Schwab, supostamente pediu ao juiz que mantivesse Avery detido até o julgamento, dizendo que ele pode arriscar fugir, relata o Los Angeles Times. “As chances de que o réu tenha parte desse dinheiro guardado são muito altas”, disse ele.

Apesar das preocupações, um juiz definiu a fiança de Avery em US$ 1 milhão, mas ele permanecerá sob custódia até que a fiança seja aprovada. Uma audiência foi marcada para 13 de maio para discutir o assunto, disse o Ministério Público dos EUA. Os trabalhos de atuação de Avery incluem ‘Last Moment of Clarity’, ‘The White Crow’ e ‘Farming’. Ele também foi um figurante no filme de guerra de Brad Pitt, ‘Corações de Ferro’ (‘Fury’).

Leia mais:  Máscara de pandemia de quatro séculos atrás se destaca em competição entre museus
publicidade

Internacional

‘Homem-Aranha’ invade supermercado e briga com clientes e funcionários

Publicado

O homem fantasiado nocauteou uma mulher e causou tumulto no estabelecimento em Londres

Um homem fantasiado de Homem-Aranha invadiu um supermercado em Londres e partiu para cima de clientes e funcionários. O covarde agressor nocauteou uma mulher, que imediatamente caiu no chão. Seis pessoas ficaram feridas e cinco foram presas depois de causarem o tumulto em cenas inacreditáveis e lamentáveis.

Atenção: imagens fortes!

As imagens, que viralizaram na internet, mostram a confusão que aconteceu na noite de quinta-feira (22) em Londres, na Inglaterra. Assustadas, algumas pessoas filmam as cenas de violência, enquanto outras tentam apartar a confusão. Gritos e xingamentos são ouvidos. Veja abaixo um trecho (e um outro momento clicando aqui):

Cinco pessoas foram presas por causa da briga. Segundo o The Sun, duas meninas, de 17 e 18 anos, e três homens, de 31, 35 e 37 anos, foram detidos pela polícia. Uma mulher de 20 anos foi levada ao hospital com ferimentos leves; outras cinco receberam atendimento médico no local.

Homem-Aranha invade supermercado e agride funcionários e clientes (Foto: Reprodução/Twitter)

“A polícia foi chamada às 22:40hrs de quinta-feira, 22 de julho, por causa de um grupo de pessoas envolvidas em um tumulto em um supermercado em Lavender Hill, SW11. Os oficiais compareceram junto ao Serviço de Ambulâncias de Londres. Uma mulher de 20 anos foi levada ao hospital com ferimentos leves. Outras cinco pessoas foram atendidas no local”, disse o porta-voz da polícia ao site Metro.

Não está claro o motivo que teria iniciado a confusão. Nas redes sociais, as pessoas condenaram os agressores que atacaram mulheres e idosos, além de criticarem o fato de ninguém apartar de fato a briga: “Nenhum dos homens ao redor se preocupa em intervir”, criticou uma usuária. “Mundo enlouquecido”, comentou outro.

Leia mais:  Covid, Corona e Lockdown, nomes da moda na Ásia
Continue lendo

Internacional

Menino de 3 anos morre após ir ao dentista para tratar cáries e receber anestesia

Publicado

A família da criança ainda está aguardando os resultados da autópsia do hospital

EUA – Para a maioria das pessoas, ir ao dentista é um verdadeiro incômodo. Mas no caso da criança que você conhecerá nesta história, o momento foi mais difícil do que o esperado, pois o paciente acabou perdendo a vida após a ida ao profissional de saúde bucal. O caso vem comovendo nas redes sociais.

O pequeno Abiel tinha apenas três anos de idade quando foi levado ao dentista. Por estar apresentando cáries, sua mãe, identificada apenas pelo nome de Nancy, o levou ao consultório para tratar do problema, mas a mulher nem imaginava que iria ver o filho com vida pela última vez.

Dentro da sala do dentista, indicado por amigos de Nancy, Abiel recebeu a anestesia para realizar o procedimento adequado para seu problema. Tudo estava correndo bem, até que, cerca de meia hora depois, a bochecha da criança começou a inchar de maneira anormal, o que preocupou o médico. 

Além do inchaço, os batimentos de Abiel começaram a cair. A mãe do menino estava do lado de fora do consultório esperando sua sessão terminar.

Ela não acreditou quando viu chegar uma ambulância para o filho. “Tudo vai ficar bem“, foram as últimas palavras da genitora, tentando acalmar o menino.

Os médicos do hospital de uma cidade do Kansas, nos Estados Unidos, chegaram a tentar reanimar o garoto, mas infelizmente não tiveram sucesso no procedimento.

Depois que a morte de Abiel foi confirmada, o corpo foi levado para a autópsia para descobrir o que provocou a morte da vítima. Os resultados do exame ainda estão sendo aguardados pela família.

Leia mais:  Torre Eiffel ficará fechada por causa de coronavírus
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana