conecte-se conosco


Cidades

Aulas de música para crianças e jovens de Baixo Guandu com inscrições abertas

Publicado

Com 60 vagas disponíveis, projeto Músicos para o Futuro é apoiado pela Fundação Renova e tem inscrições abertas até dia 10 de agosto  

Estão abertas as inscrições para crianças e adolescentes de Baixo Guandu (ES) que queiram aprender a tocar um instrumento e estudar música.  Com oferta de 60 vagas, o projeto Músicos para o Futuro atenderá alunos com idades entre 8 e 17 anos, que vivem em áreas de risco social.

O projeto visa promover a cultura na região por meio das oficinas e apoiar as famílias dos participantes. A iniciativa é desenvolvida pela Associação Lira Guanduense (Aslig) e foi uma das selecionadas para ser apoiada pelo Edital Doce, da Fundação Renova. 

As inscrições poderão ser realizadas até o dia 10 de agosto, de forma on-line, através do preenchimento do formulário clicando aqui ou presencial, comparecendo na Escola Ginásio Brasil, das 14h às 18h. Durante nove meses, os inscritos terão acesso a aulas de percussão, flauta, trombone, trompete, clarinete, saxofone e violão. Para cada modalidade, há um número limitado de vagas e, por isso, o aluno deverá optar no ato da inscrição.

Após a matrícula, os jovens receberão o contato dos organizadores para receberem informações sobre os horários e o início das aulas, previstas para começarem ainda em agosto. “O projeto selecionado por meio do Edital Doce trará oportunidades para fomentar a cultura e desenvolver o talento de várias crianças e adolescentes na música”, destaca Érika Carvalho, analista do Programa de Educação e Turismo, Cultura, Esporte e Lazer da Fundação Renova.

Leia mais:  Institutos promovem ações socioassistenciais a 6 mil famílias em cinco municípios capixabas

Por conta do cenário da pandemia, as turmas contarão com, no máximo, 10 participantes e seguirão os protocolos de segurança recomendados pelos órgãos de saúde, como o uso de máscaras e o distanciamento para a execução das atividades. Além disso, durante as aulas, os alunos terão à disposição álcool em gel para a higienização das mãos e dos equipamentos. No caso das aulas que utilizam instrumentos de sopro, será disponibilizado um item para cada participante. 

As dúvidas poderão ser esclarecidas por meio do número (33) 99812-3053 ou encaminhadas para o e-mail [email protected]

Sobre o Edital Doce

O Edital Doce, uma iniciativa da Fundação Renova para fomentar e apoiar projetos de cultura, turismo, esporte e lazer nas regiões atingidas pelo rompimento da barragem de Fundão, vai destinar cerca de R$ 12,5 milhões para 228 projetos em Minas Gerais e no Espírito Santo.

Por conta da pandemia, a equipe de monitoramento do edital repassou aos proponentes orientações necessárias para as condições de execução das atividades, considerando os protocolos de saúde e segurança recomendados pelos órgãos de saúde.

Leia mais:  Páscoa: pesquisa do Procon de Linhares encontra diferença de quase R$ 17 no preço do quilo do bacalhau

Serviço:

Projeto Músicos para o Futuro

Inscrições: Estão abertas até o dia 10/08

Público: Crianças e adolescentes com idades entre 08 e 17 anos

Link de inscrição: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeeAcNqIDNdsBNu1SaEJzz8aG99NRpcuzqpQxxcG33useE46w/viewform

Presencial: Escola Ginásio Brasil, localizada na Av. Dez de Abril, 960, no centro de Baixo Guandu, das 14 às 18h.

 

Sobre a Fundação Renova

A Fundação Renova é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, constituída com o exclusivo propósito de gerir e executar os programas e ações de reparação e compensação dos danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão.

A Fundação foi instituída por meio de um Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC), assinado entre Samarco, suas acionistas Vale e BHP, os governos federal e dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo, além de uma série de autarquias, fundações e institutos (como Ibama, Instituto Chico Mendes, Agência Nacional de Águas, Instituto Estadual de Florestas, Funai, Secretarias de Meio Ambiente, dentre outros), em março de 2016.

publicidade

Cidades

Prefeitura de Jaguaré debate criação de Associação de Segurança Pública com sociedade organizada

Publicado

Encontro reuniu representantes de entidades da sociedade civil e poder público; participação da sociedade em decisões de Segurança Pública é opinião em comum para todos os participantes

Em reunião realizada entre representantes da Prefeitura Municipal de Jaguaré, da Câmara Municipal e de entidades da sociedade civil, foram debatidas propostas para a criação de uma associação com forte representatividade que possa promover e apontar ações estratégicas para garantir efetivamente a segurança pública no município, em substituição ao Conselho Municipal de Segurança Pública – Comsej.

O encontro foi realizado no Plenário da Câmara Municipal de Vereadores e contou com a presença do prefeito Marcos Guerra, do subsecretário municipal de Segurança Pública, Miller Kutz, do secretário municipal de Planejamento Urbano, Robson Grobério, o presidente da Câmara, Jean Costalonga e o vereador Tião Soprani.

Também estiveram presentes, o comandante da Polícia Militar, Major Borba, o sargento Rogério Pontes, o soldado Renan Brumatti, de Vila Valério, a presidente da CDL, Maria Cristina de Lima e o presidente do Sindicato Rural, Jarbas Nicoli e representantes de diversas entidades civis, além de membros do Comsej. Durante a reunião foi apresentada a situação do Conselho e foi apresentada a possibilidade de um novo modelo de organização, no formato de associação.

Em busca do melhor formato

Toda forma de organização que busque melhorias para a sociedade é válida. Em especial numa área tão sensível a todos nós, que é a Segurança Pública. Esta reunião tem o objetivo de avaliar o melhor caminho a seguir com autoridade, pois aqui estão reunidos atores da sociedade que ajudam a impulsionar o desenvolvimento municipal. Portanto, é preciso que todos se dediquem e estudem uma solução em conjunto com a sociedade, pois, a Constituição Federal afirma que a Segurança Pública é dever do Estado e responsabilidade de todos”, ressaltou o prefeito Marcos Guerra.

Leia mais:  Páscoa: pesquisa do Procon de Linhares encontra diferença de quase R$ 17 no preço do quilo do bacalhau

Opinião seguida também pelo presidente da Câmara de Vereadores, Jean Costalonga, para quem a participação da sociedade é fundamental. “Nós incentivamos a participação das pessoas em todos os assuntos que dizem respeito à vida comunitária. Em especial, os assuntos relacionados à segurança, que

Necessidade de reestruturação

De acordo com o secretário municipal de Planejamento, Robson Grobério, o encontro resultou em ações concretas. “É sempre bom ter um novo modelo para avaliarmos, nesse caso a associação. Mas, a maioria decidiu por tentar reestruturar o Conselho novamente. Para tanto, criamos uma comissão para levantar as possibilidades”, destacou Grobério.

“O Comsej foi criado em 1997 com o intuito de aproximar a PM das pessoas e, na época isso trouxe muitos benefícios para Jaguaré, que ficou conhecida por ter o melhor Conselho Municipal do Estado, por isso esse órgão é muito importante funcionando de forma adequada”, afirmou o subsecretário municipal de Segurança Pública, Miller Kutz.

O comandante da 18ª Companhia Independente de Jaguaré, Major Tiago Borba destacou a importância da participação da comunidade nas decisões dos assuntos relacionados à segurança. “Esses assuntos só podem apresentar caráter definitivo e duradouro se houver a participação da comunidade. O que as forças de segurança, isoladamente, podem fazer é muito limitado por que o tema Segurança Pública é muito amplo e complexo. Vai muito além de posicionar viaturas nas ruas e fazer patrulhamento. É preciso interação com a comunidade, troca de informações, debate sobre prioridades, dos anseios, das dores que as comunidades carregam”, pontuou o comandante. Major Borba ainda lembrou que o tema Segurança Pública envolve todos na sociedade, posto que é uma necessidade básica do ser humano. “Sem segurança você não consegue fazer nada”, afirmou.

O professor, gestor social e advogado Bernardo Augusto Gomes Rodrigues, destacou que o debate realizado teve uma particularidade significativa, que foi o envolvimento de vários segmentos. “Aqui estiveram reunidos, poderes públicos locais, as forças de segurança, produtores rurais, líderes comunitários. O grande destaque foi a necessidade desse envolvimento e participação, além de comprometimento das pessoas em órgãos que buscam o bem estar da sua população. Pouco importa a forma que seja organizada a sociedade civil. Que seja por conselho, associação, desde que atenda a necessidade de ter pessoas envolvidas nesse processo de organizar a sociedade civil de jaguaré. Isso é importante”, afirmou o Professor Bernardo.

A decisão dos presentes foi a criação de uma comissão para tratar dos assuntos do Conselho e a possibilidade de criação de uma associação. Outra reunião já está marcada para daqui a duas semanas com o objetivo de levantar informações sobre o conselho e as características de um formato associativo.

Leia mais:  Edital Doce ES prorroga prazo de inscrição de projetos

Continue lendo

Cidades

Senac-ES abre novas vagas gratuitas para curso de Técnico em Estética

Publicado

O Senac-ES acaba de abrir 20 vagas  gratuitas para o curso de Técnico em Estética. Desta vez, além dos requisitos socioeconômicos, como renda familiar inferior a dois salários mínimos, pessoas egressas da educação básica e trabalhadores – empregados ou desempregados, os candidatos participarão de um processo seletivo com avaliação escrita em língua portuguesa, matemática/raciocínio lógico e redação dissertativa sobre um tema da atualidade. Os interessados devem ter mais de 18 anos e estar cursando o 2ª ano do Ensino Fundamental em diante.

As inscrições acontecem  nos  dias 6 e 8 de setembro, na unidade do Senac de Vila Velha, localizada no bairro Divino Espírito Santo. Já a prova escrita está agendada para o dia 22 de setembro, das 9h às  11h , no auditório do Senac Vila Velha. O resultado será divulgado no dia 3 de outubro, após as 18h, no site www.es.senac.br.

O período de matrículas e apresentação da documentação comprobatória será de 4 a 7 de outubro, também na unidade Senac de Vila Velha, onde o curso será ministrado a partir do dia 13 de outubro. Todas as informações sobre requisitos, prazos e o conteúdo do teste escrito está disponível no edital do programa no site da instituição.

Leia mais:  Páscoa: pesquisa do Procon de Linhares encontra diferença de quase R$ 17 no preço do quilo do bacalhau

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana