conecte-se conosco


Mundo Cristão

Bieber diz que “ego e poder” afetaram seus valores e fala em mudança por Jesus

Publicado

O cantor pop Justin Bieber está em uma maratona de pequenos testemunhos pessoais desde quando resolveu se voltar para Jesus Cristo, resgatando princípios básicos da sua fé desde criança, os quais parecem ter ficado de lado quando o jovem alcançou fama mundial com apenas 13 anos.

Apesar de reconhecer que o seu ingresso na música se deu “por amor”, Bieber reconheceu que com o passar do tempo, conquistando fama e poder, a vaidade passou a tomar o lugar da humildade, desconfigurando aos poucos a sua personalidade cristã.

“Eu deixei o ego e o poder assumirem o controle e meus relacionamentos sofreram por causa disso. Eu realmente desejo relacionamentos saudáveis. Quero ser motivado pela verdade e pelo amor. Quero estar ciente dos meus pontos cegos e aprender com eles”, disse ele, segundo a Fox News.

A certeza de que Justin Bieber tem da sua necessidade de mudança, no entanto, não é fruto de uma consciência individual acerca de si mesmo, mas da fé que o jovem cantor tem depositado em Jesus Cristo.

O retorno para a Igreja do Senhor, neste caso a denominação Hillsong, em Nova York, EUA, também lhe ajudou a perceber a responsabilidade que possui diante da escolha entre o mundo e os princípios da Bíblia Sagrada.

“Quero seguir os planos que Deus tem para mim e não tentar fazer isso sozinho”, reconhece Bieber, indicando que já pensa em ampliar a sua família com um filho. O cantor é casado desde 2018 com a modelo Hailey Baldwin, que também é evangélica e apoia o marido em seu retorno para Cristo.

“Eu quero desistir dos meus desejos egoístas diariamente para que eu possa ser um bom marido e futuro pai”, disse ele. “Estou grato por poder andar com Jesus enquanto Ele mostra o caminho”.

Por fim, o cantor destacou que suas falas e publicações nas redes sociais tem um objetivo, que é testemunhar o que Deus tem feito em sua vida, mas que isso não é motivado pelo desejo de convencer ninguém, mas tão somente compartilhar a sua mudança.

“Eu quero muito contar minha história para que, se isso ressoar a alguém, que possam aprender com ela”, conclui o cantor.

Leia mais:  Universidade cristã processa governo Biden por “ideologia de gênero” nos banheiros
publicidade

Mundo Cristão

Twitter classifica imagem de família orando como conteúdo sensível

Publicado

Imagem de família orando na mesa é classificado como conteúdo sensível enquanto mídias pornográficas abrem livremente.

O Twitter mandou um aviso para uma publicação de humor na conta @JoaquinTeixeira como um “conteúdo sensível”, depois que ele compartilhou uma imagem de uma família orando antes da refeição com a legenda “falta isso hoje”.

Seguidores do usuário foram avisados de que a imagem teria, supostamente, conteúdo sensível, enquanto que uma foto com conteúdo pornográfico não foi classificada como sensível.

Terrorismo

A rede social já foi alvo de críticas por permitir propaganda do grupo terrorista Talibã, mesmo após ter censurado o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Jack Dorsey, um membro do Congresso americano, denunciando o notável “duplo padrão” por banir o ex-presidente Donald Trump da plataforma, mas permitir o Talibã.

Lamborn acusou o Twitter de não impor qualquer de seus esforços de verificação de fatos sobre as contas talibãs, ou bani-los em vista da proibição do site sobre “organizações violentas”.

Leia mais:  Astronauta cristão leva Bíblia para missão na estação espacial
Continue lendo

Mundo Cristão

Grupo afirma que desenho da Netflix prepara crianças para abuso sexual

Publicado

Netflix é criticada por desenho com conteúdos inadequados

Um grupo de observadores da mídia familiar está pedindo às autoridades que investiguem a série “Big Mouth” da Netflix por potencialmente violar leis de pornografia infantil, alegando que a série prepara crianças para abuso sexual.

Em uma reportagem o grupo Parents Television and Media Council expressou preocupações com a série que se concentra em estudantes do ensino médio passando pela puberdade e retrata crianças de 12 e 13 anos em situações sexuais e se envolvendo em diálogo sexual.

O relatório contém capturas de tela e listas de exemplos de “conteúdo sexualizador ou sexualmente explorador envolvendo crianças” ao longo dos 10 episódios da quarta temporada da série.

O PTC descobriu que ao longo de todas as 4 horas e meia de programação inclusas na  quarta temporada de “Big Mouth”, cada minuto de programação apresentava “quase 4 ocorrências de sexo, violência e linguagem profana, indecente ou obscena”.

A quarta temporada continha 17 casos de nudez animada, a maioria com os genitais de personagens menores de idade. Além disso, foram registradas “190 referências sexuais ou casos de insinuações sexuais”. A série também continha uma infinidade de palavrões, incluindo linguagem sexualmente carregada.

“Deveria chocar a consciência ver as crianças sexualmente exploradas por causa do entretenimento e do lucro financeiro, como é o caso em “Big Mouth”. Ver crianças usadas dessa maneira para o entretenimento de adultos viola nossas sensibilidades, especialmente quando, em todo o país e em todo o mundo, a agressão sexual está aumentando, e mulheres e crianças estão sendo mantidas em cativeiro sexual”, disse o presidente do PTC, Tim Winter, em um comunicado segundo The Christian Post.

Em 2018, a Netflix fez uma parceria com o Facebook para distribuir um jogo chamado “Hand Masters” baseado na série, que estava então em sua primeira temporada. Descrito como o “primeiro jogo internacional de masturbação”, o jogo recompensa os jogadores com base em sua capacidade de usar seu smartphone para simular masturbação masculina por 20 segundos.

“Eles estão encorajando os adultos a ver essas crianças como objetos sexuais ou encorajando as crianças a imitar o comportamento que estão vendo no desenho animado. Qualquer cenário é muito preocupante”, observou a diretora do PTC Melissa Henson.

Leia mais:  STF retira ideologia de gênero da pauta de votações
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana