conecte-se conosco


Política Nacional

Bolsonaro promete atacar ‘opiniões distorcidas’ sobre área ambiental

Publicado

Em cúpula do Mercosul, feita de modo virtual pela primeira vez, presidente também defendeu finalização rápida de acordo com a União Europeia

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (2), na cúpula virtual do Mercosul, que entre as principais ações futuras de sua administração está a de desmentir informações negativas que têm sido divulgadas sobre a atuação do governo na área ambiental.

“Nosso governo dará prosseguimento ao diálogo com diferentes interlocutores para desfazer opiniões distorcidas sobre o Brasil e expor as ações que temos tomado em favor da proteção da floresta amazônica e do bem estar das populações indígenas”, declarou.

O desmatamento da Amazônia e a forma como o Brasil combate a destruição da natureza são alvos de críticas de ambientalista e governos de todo o mundo e colocam em risco futuros acordos comerciais do país e do bloco.

Para Bolsonaro, que teve a seu lado durante a videoconferência o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, os “históricos acordos selados em 2019 com a União Europeia e a associação europeia de livre comércio” mostram que o bloco está “no caminho certo”.

“Apelo a todos os presidentes para que, como eu mesmo fiz, instruam seus negociadores a fecharem os textos. Atuemos com o firme propósito de deixá-los prontos para assinatura neste semestre”, pediu Bolsonaro.

Leia mais:  TSE irá julgar se LGPD pode impor sigilo a doadores de campanhas

Bolsonaro também afirmou que o Brasil está disposto a avançar em outras parcerias internacionais. “Queremos levar adiante as negociações abertas com Canadá, a Coreia, Cingapura e o Líbano, expandir os acordos vigentes com Israel e a Índia e abrir novas frentes na Ásia, e temos todo interesse em buscar tratativas com os países da América Central.”

Segundo ele, o “Mercosul é nosso principal veículo para nossa inserção [nas negociações mundiais]”.

A 56ª reunião de cúpula de chefes de Estado do Mercosul, bloco formado por Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, foi a primeira realizada de modo virutal

A presidência da cúpula estava a cargo do presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez. Nesta quinta ele passar o comando rotativo do bloco para o presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou.

Bolsonaro disse ainda que espera que a Venezuela, do presidente Nicolás Maduro, “retome o caminnho da liberdade” e criticou a não participação de Jeanine Áñez Chávez, da Bolívia, na cúpula. “Nesse mesmo espírito de valorização da democracia lamento que o governo da presidente Jeanine Áñez, contrariamente à vontade do Brasil, não tenha podido participar dos nossos trabalhos ao longo do semestre.”

Leia mais:  Ministro Onyx Lorenzoni discute ao vivo com âncora da CNN

Jeanine Áñez foi proclamada presidente da Bolívia após a saída de Evo Morales. Seu governo, no entanto, é contestado internamente e por outros países, mas não pelo Brasil.

Antes de Bolsonaro, o presidente do Paraguai afirmou que, apesar da pandemia, os negócios envolvendo o Mercosul foram essenciais para garantir parte das negociações de seu país.

O presidente argentino, Alberto Fernández, defendeu a unidade do bloco na “maior crise econômica dos últimos tempos”. “As diferença que podem surgir devem ficar em segundo plano”, disse.

Fernández diz esperar que logo o mundo supere a pandemia, mas o desafio é sair dela pensando em um planeta mais igualitário. “Como podemos pôr fim à desigualdade que lastima dia a dia a América Latina? Estou certo que podemos fazê-lo. Tenho respeito a todos os líderes do mundo, mesmo sabendo que não penso igual a muitos deles, mas estou aqui para que trabalhemos mais juntos que nunca, para que entendamos a oportunidade que nos está dando a história.”

publicidade

Política Nacional

Mario Frias sofre infarto e é levado para UTI de hospital em Brasília

Publicado

Segundo boletim médico, o ex-secretário de Cultura está internado na UTI sem previsão de alta

O ex-secretário especial de Cultura Mario Frias foi internado na noite de segunda-feira (4), com quadro de “infarto agudo do miocárdio”. Frias divulgou um boletim médico nas redes sociais que informa que foi necessário que ele passasse por um cateterismo com retirada de trombos.

Ele está internado na UTI do Hospital Santa Lúcia, na Asa Sul, em Brasília. Não há previsão de alta. Por conta do estado de saúde, ele informou que cancelou a agenda dos próximos dias.

Frias tem 50 anos e já foi internado em outras ocasiões para passar por procedimentos no coração. Em 11 de dezembro de 2020, o ex-ator fez um cateterismo de emergência após sentir mal-estar. Ele precisou refazer o procedimento em maio de 2021.

O cateterismo cardíaco pode ser realizado para diagnosticar ou tratar doenças do coração. O procedimento é feito com a introdução de um catéter na artéria do braço ou da perna, até o coração.

Leia mais:  Ministro Onyx Lorenzoni discute ao vivo com âncora da CNN

Continue lendo

Política Nacional

Ministro do STJ vem o Espírito Santo na próxima sexta-feira (08)

Publicado

Sérgio Kukina participará palestra para membros do Poder Judiciário e público em geral, no TJES

Na próxima sexta-feira (08), o ministro Sérgio Kukina, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), estará no Estado para participar de uma palestra no Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES). Ele é o convidado da Escola da Magistratura (Emes), em evento que debaterá tópicos relevantes na jurisprudência da Corte superior.

Segundo informações da assessoria de imprensa do TJES, a palestra está marcada para acontecer das 10h às 12h, no Salão Nobre do Tribunal, e será aberta para integrantes do Poder Judiciário estadual e o público em geral.

O ministro

Kukina é ministro do STJ desde 2013. Atualmente, é presidente da 1ª Seção, membro da 1ª Turma e da Comissão de Regimento Interno. Graduado e mestre em Direito pela Universidade Católica do Paraná,  ele já atuou como promotor de Justiça e procurador de Justiça do estado do Paraná, além de ter sido ouvidor do STJ no período de 2020 a 2021.

Leia mais:  TSE irá julgar se LGPD pode impor sigilo a doadores de campanhas

Inscrição

As vagas para participar do evento são limitadas, de acordo com a capacidade do espaço. Inscrições para confirmação de presença na palestra: formulário.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana