conecte-se conosco


Segurança

BPMA apreende arma, munições, pássaros silvestres e carne de caça em Linhares

Publicado

As apreensões aconteceram nesta sexta (24). Militares da 2º Companhia, juntamente com a equipe de Operações Táticas em Mata Atlântica (Cotama) do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), apreenderam arma, munições, pássaros silvestres e carne de caça em Linhares.

Os policiais apreenderam uma espingarda calibre 36, 15 munições calibre 36, um papagaio chauá, uma jandaia e uma paca abatida. A apreensão foi realizada em Regência no município de Linhares durante atendimento de denúncia em dois pontos da região.

Uma pessoa foi conduzida à Delegacia de Linhares, juntamente com todo material apreendido.

Leia mais:  Crimes cibernéticos aumentam no Espírito Santo
publicidade

Segurança

Casagrande descarta mudar comando da Sesp e da PM

Publicado

O governador Renato Casagrande descartou mudar o comando da PM e da Secretaria de Segurança no Estado. Atualmente, os postos são ocupados pelo coronel Douglas Caus e pelo coronel Alexandre Ramalho, respectivamente.

O burburinho da possibilidade de mudança nos postos-chave da segurança pública estadual veio após a repercussão da carta assinada por 15 coronéis com relatos de insatisfação ao governo e ao comando-geral da PM. Na carta, os coronéis falam em baixos salários, desmotivação, estresse da tropa e falta de diálogo. “A preocupação maior é certamente a formação de um cenário, já presenciado em tempo pretérito, onde a ausência de diálogo conduziu para consequências inesquecíveis e danosas para toda a Corporação”, diz trecho do documento em referência à greve da PM em fevereiro de 2017.

Questionado pela coluna De Olho no Poder se Coronel Ramalho iria deixar a Sesp, o governador respondeu: “Em hipótese nenhuma”. E deu a mesma resposta ao ser perguntado sobre Coronel Caus: “Estou satisfeito com o trabalho do Ramalho e do Caus”, respondeu Casagrande.

Nos bastidores, porém, a relação não estaria nada amistosa entre Caus e Ramalho. Oficiais militares e interlocutores do governo ouvidos pela coluna disseram, reservadamente, que os dois, que são da mesma turma de formação na PM, andam “batendo cabeça”, divergem com relação à estratégia de policiamento e que há entre eles uma “guerra de vaidades”, com disputa de holofote, tendo como pano de fundo a eleição do ano que vem.

A própria carta dos coronéis, endereçada ao secretário Ramalho e atropelando Caus, seria um indicativo do desgaste da relação, além de um ato – que está sendo lido na caserna – de insubordinação, uma vez que não foi respeitada a ordem hierárquica para o envio do documento. Ao receber a carta, Ramalho a encaminhou para o comando da PM.

Coronel Ramalho já admitiu à coluna a possibilidade de disputar uma vaga de deputado federal na eleição do ano que vem. Se isso se concretizar, ele deve deixar o posto de secretário em abril do ano que vem – 6 meses antes da eleição. A vaga de secretário a ser ocupada com a possível futura saída de Ramalho em abril também seria objeto de disputa dentro da PM, envolvendo Caus. Assim como também estaria no centro de uma disputa o posto de comandante da PM, caso Caus subisse para ser secretário.

Transferência

Na tarde de ontem foi publicado o “Boletim Especial do Comando Geral número 63” com mudanças e transferências envolvendo dois dos coronéis que assinaram a carta-manifesto. O coronel Carlos Ney de Souza Pimenta, que estava no comando do Policiamento Ostensivo Especializado (CPOE) – que atua em Vitória e tem sob seu guarda-chuva, por exemplo, o BME –, foi transferido para estar à frente do 6º Comando de Policiamento Ostensivo Regional (CPOR), na Serra.

Já o coronel Laurismar Tomazeli, que estava no comando do 6º CPOR, vai para o comando do CPOE. Também ocorreram outras mudanças entre as duas unidades e com outros quatro oficiais de patentes menores.

Oficiais ouvidos pela coluna disseram que se trata de um ato administrativo, sem peso de punição, mas que mais mudanças devem ocorrer. “Se a carta foi um ato de insubordinação e o corregedor, coronel Moacir Barreto, assinou a carta, como ele vai investigar ele mesmo?”, questionou um oficial à coluna.

Leia mais:  VÍDEO | Delegado do ES reage a tentativa de assalto e mata suspeito em Campinas
Continue lendo

Segurança

Suspeito tenta invadir casa e morre após receber golpe ‘mata-leão’ em Cariacica

Publicado

Ao perceber a invasão , o dono da residência entrou em luta corporal com o suspeito para evitar um assalto

Um rapaz foi morto, na madrugada desta segunda-feira (06), após tentar invadir uma residência no bairro Oriente, em Cariacica. O dono da casa entrou em luta corporal com o suspeito e deu um golpe ‘mata-leão’ na tentativa de imobilizar o criminoso.

De acordo com testemunhas, tudo aconteceu por volta das 3 horas. O local que foi alvo da invasão é composto por diversas residências. O jovem teria tentado entrar em uma casa que fica nos fundos, onde moram um casal e três filhos.

Ao perceber que alguém estaria tentando entrar no local, o dono da residência atingiu o suspeito com uma paulada. Ao entrar em luta corporal, ele acabou aplicando o chamado golpe ‘mata leão’.

Quando o suspeito desmaiou, ele acionou a Polícia Militar. No entanto, ao observar que ele demorou para recuperar os sentidos, ele acionou também o Samu, que verificou que já não havia sinais vitais.

A perícia foi acionada e o corpo foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória. A identificação da vítima não foi informada.

Leia mais:  Crimes cibernéticos aumentam no Espírito Santo
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana