conecte-se conosco


Brasil

Brasil registra mais de 33 mil denúncias de violência contra idosos no primeiro semestre de 2021

Publicado

Familiares, muitas vezes, agridem e humilham verbalmente idosos que não escutam bem

O Disque 100 registrou mais de 33.600 denúncias de violência contra idosos somente no primeiro semestre deste ano. E a deficiência auditiva, consequência do processo natural de envelhecimento, quando não é tratada, é mais uma causa, dentre tantas, de violência contra os mais velhos. São inúmeros os casos de agressões verbais e maus-tratos, principalmente por parte de familiares.

A violência psicológica, uma das formas mais com comuns, é uma triste realidade. Ela é caracterizada por atos de humilhação, desvalorização moral ou deboche, que abalam a autoestima do idoso e podem desencadear situações de isolamento, bem como depressão e distúrbios nervosos.

Estudo conduzido pela socióloga Maria Cecília Minayo, pesquisadora emérita da Fundação Oswaldo Cruz, mostrou que, em todo o mundo, mais de 60% dos casos de violência contra idosos ocorrem dentro de casa. “Normalmente os agressores vivem dentro de casa com a vítima. Dois terços desses agressores são filhos, que agridem mais do que as filhas, seguidos por noras ou genros, e cônjuges, nesta ordem. Os idosos quase não denunciam, por medo e para proteger os familiares”, revelou Minayo, acrescentando que “a violência faz parte da comunicação, quando se fala gritando, desprezando, abusando”, lembrou a pesquisadora.

A socióloga explica que a razão é cultural e atinge todas as classes sociais. “Essa ideia de que o idoso já não serve mais, é tão errônea no Brasil que 55% dos idosos brasileiros ou mantém financeiramente suas famílias ou ajudam a manter suas famílias. Retirá-los do convívio é como ‘deixa ele lá, tá quietinho, é velho’, quando ele deveria estar integrado na família”, pontuou.

Leia mais:  Deputados de oposição querem a saída de Weintraub do Ministério da Educação
Como lidar com idoso com perda auditiva não tratada

A perda de audição não tratada ainda é bastante comum. Por isso, para o familiar, o mais importante é ter calma para lidar com essas situações. Com frequência, o idoso que não ouve bem pergunta “o quê?” várias vezes durante uma conversação. E é preciso repetir quantas vezes for necessário, com frases curtas, até que ele compreenda. Isso vale, inclusive, no caso dos idosos que estão na fase de adaptação do aparelho auditivo. Não grite ou fale muito alto. Ao invés de ajudar, isso acaba dificultando o entendimento. O melhor é falar pausadamente. Gesticular também pode ajudar muito.

A fonoaudióloga da Telex Soluções Auditivas, Luciane de Sousa, pede que os familiares tenham paciência, principalmente neste momento em que as máscaras ainda são necessárias. “Falar um pouquinho mais alto, usar bastante os gestos, repetir as frases. A perda auditiva não tratada pode causar alguns problemas cognitivos, pode levar até ao Alzheimer”, ressaltou.

É fundamental também que crianças e adolescentes que convivem com esse idoso sejam educadas para que tenham paciência e carinho com ele. O apoio dos netos e sobrinhos é fundamental para que ele se sinta bem à vontade em família. Antes de tudo, dê você mesmo o exemplo!

Leia mais:  Novas cultivares de café arábica são indicadas para plantio no estado do Espírito Santo
É preciso ter paciência também para convencer o idoso, muitas vezes, a buscar tratamento. Enfatize que o que vai resguardá-lo de todas essas dificuldades e chateações é voltar a ouvir! E que isso é possível! O primeiro passo é buscar a orientação de um médico otorrinolaringologia e/ou fonoaudiólogo para avaliar o tipo e o grau de perda auditiva. Na maioria dos casos, o uso de aparelhos auditivos é a opção para a reabilitação auditiva.

“Atualmente, há no mercado uma diversidade de modelos de aparelhos auditivos que, por serem pequenos, discretos e com design moderno, estão ajudando a derrubar resistências e preconceitos. É extremamente importante que a pessoa com perda auditiva se beneficie da tecnologia para voltar a ouvir os sons da vida, retomando a autoconfiança e a alegria do convívio em sociedade”, aconselha, por sua vez, a fonoaudióloga Marcella Vidal, Gerente de Audiologia Corporativo da Telex.

Por isso, é imprescindível que aos primeiros sinais de dificuldade para ouvir se busque tratamento. Após a avaliação audiológica, caberá ao fonoaudiólogo indicar o tipo de aparelho auditivo é mais apropriado para cada paciente.

A violência contra os idosos pode ser denunciada pelo Disque 100, em delegacias, por meio do 190 e pelo WhatsApp (61) 99656-5008. O governo garante a preservação da identidade do denunciante.

publicidade

Brasil

Avião cai em condomínio de luxo no Rio e deixa dois feridos

Publicado

Vítimas do acidente na Barra da Tijuca seriam o piloto e o copiloto. Ambos estão em condições estáveis de saúde, segundo hospital

Um avião bimotor caiu em um condomínio de luxo na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, na tarde desta segunda-feira (15), e deixou duas pessoas feridas.

A informação foi confirmada pela Polícia Militar, que recebeu um chamado para atender à ocorrência ainda em andamento (leia a nota na íntegra abaixo).

Equipes do Corpo de Bombeiros se deslocaram para o Condomínio Santa Mônica, na zona oeste carioca, para realizar o atendimento às vítimas, que foram encaminhadas ao Hospital Municipal Lourenço Jorge.

A direção da instituição informou que ambos estão em condições estáveis de saúde.

Fabricada em 2010, a aeronave modelo Conquest 180 realizava um voo experimental na região. O bimotor não possui operação autorizada para táxi aéreo e está registrado em nome de Milton Augusto Loureiro Júnior, de acordo com informações da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Leia a nota da Polícia Militar:

Leia mais:  Findes promove painel com especialistas para elaboração da Rota Estratégica da Construção

“A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que, durante a tarde desta segunda-feira (15/8), policiais militares do 31° BPM (Recreio dos Bandeirantes) foram acionados para verificar uma queda de aeronave, no interior de uma residência localizada na Rua Josué de Castro, na Barra da Tijuca. No local, os militares constataram que a aeronave se tratava de um avião modelo monomotor. Duas pessoas ficaram feridas na ocorrência que ainda está em andamento.”

Continue lendo

Brasil

Inscrições abertas para a 2ª edição do Santander X Brazil Award 2022, programa de empreendedorismo destinado a universitários e startups

Publicado

  • Ganhadores do Santander Award receberão uma mentoria com especialistas e até R$ 80 mil para acelerar seus projetos

  • Os três vencedores por categoria terão a oportunidade de participar do Santander Global Award, extensão internacional do projeto que leva as melhores startups para competir com empreendedores globais.

  • As inscrições permanecerão abertas até 23/08 na plataforma Santander X; o programa é divido na categoria Launch, voltado para universitários empreendedores, e a Accelerate, focada em Startups que deverão ser formadas por universitários

O Santander Universidades Brasil está com inscrições abertas para a 2ª edição do Santander X Brazil Award, programa que apoia universitários e startups com mentoria, incentivo financeiro, assessoria personalizada para o lançamento e aceleração dos projetos, além de promover conexões com pessoas do universo do empreendedorismo.

O Santander Award foi lançado para apoiar o empreendedorismo para aqueles que são entusiastas no tema. O programa é composto por 2 categorias: a primeira é a categoria Launch, focada em universitários que estejam realizando a graduação ou que já sejam pós-graduados nos últimos 5 anos para apresentar o seu projeto inovador e conhecer melhor o universo do empreendedorismo. Os participantes devem possuir um MPV (Mínimo Produto Viável) desenvolvido dentro do ambiente acadêmico. Para se inscrever nesta categoria, acesse https://www.santanderx.com/calls/santander-x-award-brazil-2022-launch?utm_source=Web&utm_medium=Referral&utm_campaign=XAwardBr_Launch_Brasil_NDP.

Leia mais:  Órgãos federais atuam em conjunto em estados atingidos pelas chuvas

Os inscritos passarão por uma primeira avaliação e apresentarão o protótipo da sua ideia. Os 100 pré-selecionados serão avaliados pela equipe organizadora do projeto, tendo a chance de serem escolhidos para os 10 semifinalistas que apresentarão o seu MVP – uma versão compacta de uma solução – em um pitch de até no máximo de 4 minutos em inglês para executivos do Santander e de mercado. Os 3 melhores projetos, o Santander dará um prêmio em dinheiro. Para o grande vencedor será R$ 10.000, para o 2º colocado R$ 7.500 e para o 3º colocado R$ 5.000.

A categoria Accelerate é focada em Startups que deverão ser formadas por universitários, professores ou empreendedores da incubadora de universidades que desejam apresentar sua empresa e alavancar seu negócio. As startups inscritas passarão por uma primeira avaliação dos critérios de seleção e apresentarão os projetos e produtos. A empresa precisa ser fundada em território brasileiro e possuir um investimento captado de até US$ 100 mil – US$ 1 milhão. Para concorrer nesta categoria, se inscreva pelo link https://www.santanderx.com/calls/santander-x-award-brasil-2022-accelerate?utm_source=Web&utm_medium=Referral&utm_campaign=XAwardBR_Accelerate_Brasil_NDP

Leia mais:  Petrobras abre concurso com 757 vagas de nível superior

“O Santander Award visa não só o apoio financeiro, mas também a conexão de atuais e futuros empresários a uma rede de especialistas em empreendedorismo espalhados pelo mundo, com foco em inovação e tecnologia. Nenhuma outra iniciativa conecta todos esses benefícios juntos”, explica Nicolás Vergara, Superintendente Executivo do Santander Universidades no Brasil.

As 100 pré-selecionadas também passarão por uma triagem para a semifinal, que será realizada entre as 10 melhores startups. Nesta fase, os selecionados para a banca de executivos do Santander e de mercado farão uma apresentação de 4 minutos.

Para as 3 melhores Startups, o Santander dará um incentivo financeiro, para que possam acelerar seu negócio. Os prêmios serão de R$ 80.000 para o 1° colocado, R$ 60.000 para o 2° e de R$ 40.000 para o 3° colocado. Os 6 vencedores terão a oportunidade de participar do processo de seleção do Santander Global Award, competindo não só com empreendedores nacionais, mas com universitários e startups de todo o mundo. 

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana