conecte-se conosco


Camisa 10

Brasileiros beneficiados pelo Bolsa Atleta participam dos Jogos Olímpicos de Inverno na Suíça

Publicado

Delegação brasileira conta com 12 atletas participando da competição; cinco recebem o investimento federal

delegação brasileira que disputa os Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude, em Lausanne, na Suíça, conta com 12 atletas, em competição até o próximo dia 22. Desses, cinco são contemplados pelo programa Bolsa Atleta, programa do Governo Federal de patrocínio individual. São três competidores na categoria Nacional, um na Internacional e um na Atleta de Base.

Na categoria Nacional, recebem a bolsa as atletas Taynara da Silva (biatlo e esqui cross-country), Eduarda Ribera (esqui cross-country) e Noah Bethonico (snowboardcross), enquanto Rhaick Bonfim (esqui cross-country) é contemplado com a Internacional. Larissa Brito Cândido, do skeleton, recebe como Atleta de Base pelo atletismo. 

Segundo o secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento, Emanuel Rego, o incentivo é destinado ao desenvolvimento do esporte como um todo. “A nossa missão é favorecer o maior número de modalidades, para que possam chegar ao alto rendimento. Um evento grande como os Jogos Olímpicos da Juventude, que têm o papel de preparação olímpica, eu acredito que seja um modelo de investimento de futuro”, explica.

Leia mais:  Ministério Público recomenda que CBF suspenda o futebol no Brasil

Tóquio 2020

Nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que ocorrerão em julho de 2020, o Brasil será representado por 152 atletas, 36 já estão confirmados e, destes, 34 recebem o Bolsa Atleta.

Caio Bonfim, que pertence ao grupo de Alto Rendimento e é medalhista na modalidade de Marcha Atlética em mundiais e em Jogos Pan-Americanos, vai para sua terceira Olimpíada. Ele recebe auxílio do programa e garante que sem esse apoio não chegaria onde chegou. “A gente treina, se dedica, mas precisamos de estrutura e o Bolsa Atleta traz isso. Você pode investir no seu esporte, pode se dedicar ainda mais com suplementação, viagem, calçado. O programa te dá esse suporte para você conseguir fazer o que você ama”, disse.

O Bolsa Atleta foi criado em 2005 e é o maior programa do mundo de patrocínio direto ao competidor. O programa já concedeu quase 70 mil bolsas para 27 mil atletas, com investimentos que superaram R$ 1 bilhão de reais. A inscrição no programa deve ser feita pelo site esporte.gov.br. Lá, o interessado encontra os pré-requisitos para participar do programa, a legislação aplicável e os editais, onde são publicadas as listas dos atletas que atendam os requisitos. 

Leia mais:  Estadual de canoa havaiana na Lagoa Nova movimenta a cadeia do turismo de Linhares

publicidade

Camisa 10

Capixabas ajudam Brasil a conquistar bronze no Mundial de canoa havaiana em Londres

Publicado

Jefferson Cabral, Carlos Fernando Bolsanello, João Paulo Helal e Wesley Oliveira fizeram história ao trazerem a primeira medalha ao ES na modalidade

Tem capixaba se destacando na canoa havaiana no velho continente. O Campeonato Mundial de Sprint Va’a, que aconteceu entre o período de 8 a 16 na Inglaterra (Dorney Lake), mesmo local onde foi disputado as provas de canoagem e remo olímpico dos Jogos de Londres (2012), tiveram quatro atletas do Espírito Santo conquistando o bronze por equipe brasileira.

A Master 40 V12 Masculino 500 metros, conquistou a medalha de bronze e tinha em sua formação quatro atletas capixabas: Jefferson Cabral, Carlos Fernando Bolsanello, João Paulo Helal e Wesley Oliveira.

A competição contou com mais de 30 categorias, 22 países e 1309 competidores. O Brasil encerrou com a conquista de 15 medalhas, como comparação nos dois últimos Mundiais realizados Tahiti (2018) e Austrália(2019), o Brasil havia conquistado 02 medalhas em cada. 

No total, o Brasil conquistou no torneio mundial uma medalha de ouro, sete medalhas de prata e sete medalhas de bronze. Além disso, esta foi a primeira conquista da primeira medalha em Mundial por atletas capixabas.

Leia mais:  Ministério Público recomenda que CBF suspenda o futebol no Brasil

Continue lendo

Camisa 10

Segunda rodada do campeonato da 3ª Divisão vai movimentar estádios dos bairros e interior neste domingo (21)

Publicado

Neste domingo (21), as equipes do Campeonato de Futebol Amador da 3ª Divisão vão entrar em campo pela segunda rodada da competição. Os jogos vão movimentar os Estádios do Vasquinho, no bairro Interlagos, do Manoel Ribas Neto, no bairro São José, do Antônio Ferreira de Souza mais conhecido como Tafarel, no bairro Santa Cruz, além dos estádios da Vila de Povoação, Farias e do distrito de Bebedouro, a partir das 8 horas. Na primeira rodada, os atletas mostraram que sabem fazer gols e balançaram a rede 55 vezes.

Conforme o regulamento, as equipes estarão divididas em sete chaves e todos os times de cada chave irão se enfrentar durante a fase classificatória.  Os dois primeiros colocados de cada chave, além das duas equipes que tiverem o melhor terceiro lugar, vão garantir passaporte para as oitavas de final do torneio.

O campeão e vice-campeão vão subir para a 2ª Divisão em 2023. Os dois primeiros colocados serão premiados com troféus e medalhas. Também haverá premiação em troféu para o artilheiro e o goleiro menos vazado da competição.

Leia mais:  Contemplada pelo Bolsa Atleta, Juliétty Tesch disputa Campeonato Sul-Americano no Rio de Janeiro

Neste ano, a competição conta com 28 equipes e envolve cerca de 700 atletas na disputa do título. O campeonato é promovido pela Prefeitura de Linhares, por meio da secretaria municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer.

A tabela completa dos jogos está disponível no site da Prefeitura de Linhares: www.linhares.es.gov.br

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana