conecte-se conosco


Moda e Beleza

Cabelos ralos: tudo o que você precisa saber para prevenir e tratar

Publicado

O problema afeta as madeixas de várias mulheres, mas pode ser resolvido. Descubra como!

Os cabelos ralos são caracterizados pelos fios quebradiços, propensos ao frizz e com aspecto “minguado”. Podem ser um grande incômodo para grande parte das mulheres, já que transmitem uma aparência de madeixas sem brilho e vitalidade, influenciando diretamente na autoestima. Mas existe, sim, solução.

De maneira geral, esse problema capilar pode estar relacionado à diminuição da densidade dos fios ou queda de cabelo. Os principais cuidados necessários para que você possa lidar com a questão da melhor forma – e recuperar todo o volume e movimento. Confira!

Cabelos ralos: tudo o que você precisa saber para prevenir e tratar

A profissional explica que não é um dilema identificar quando os cabelos estão ficando ralos, já que a mudança pode ser percebida a olho nu: Quando os fios estão mais fracos, eles tendem a quebrar mais facilmente e cair com maior regularidade. Se a pessoa estiver perdendo uma grande quantidade de cabelo ao longo do dia, é bom ligar o sinal de alerta.

Na dúvida, vale a pena fazer uma observação mais minuciosa da cabeça e, se for o caso, procurar a ajuda de um especialista no assunto. “Se houver grandes áreas com poucos fios ou um aumento de tamanho nas linhas ao dividir o cabelo, evidenciando o couro cabeludo, fique ainda mais atenta”, pontua.

Muitas pessoas acreditam que os dois termos são sinônimos, porém, isso não é verdade. É possível que alguém tenha fios grossos e, mesmo assim, sofra com cabelos ralos em algum momento da vida, por exemplo: “O cabelo ralo é resultado de uma menor quantidade de fios e o cabelo fino, por sua vez, é consequência de fios com menor densidade”.

Causas

Após identificar que os seus fios estão ralos, o primeiro passo é descobrir as causas desse problema, que podem ser diversas. Para iniciar o tratamento adequado e recuperar a vitalidade dos fios, é fundamental ter essa informação em mãos.

Entre os principais fatores causadores dos cabelos ralos estão o envelhecimento e tendência genética. Além disso, vale considerar uma alimentação desregulada e o estresse como possíveis responsáveis pela questão.

Por sua vez, o excesso de química e o uso exagerado de fontes de calor (secador, chapinha, babyliss…) também atuam fragilizando os fios, deixando-os danificados. Então, a combinação desses fatores pode ocasionar na queda capilar.

Prevenção

A tricologista destaca que não se deve esperar chegar a um quadro grave de perda de cabelo para que os fios sejam devidamente tratados. Os cuidados devem começar na prevenção do problema: “Nunca é só sobre cabelo. Precisamos nos cuidar para termos qualidade de vida e mais autoestima”.

Tratamento

As opções de tratamento para os cabelos ralos variam de acordo com a situação e devem ser recomendados por um profissional especializado. “Para aquelas que aderem à química, é possível recorrer a outros tipos de alisamento e, no caso das pessoas mais velhas, os agentes antioxidantes também são ótimos aliados para retardar o processo”

Leia mais:  Máscara de morango pode ajudar no rejuvenescimento
publicidade

Moda e Beleza

Os novos tratamentos que fazem bem para a pele com probióticos

Publicado

Todos os anos é a mesma história: quando chega o inverno e as temperaturas são mais frias, a pele é posta à prova. Secura, desequilíbrios, vermelhidão, perda de brilho, coceira, aperto … No verão, a mesma observação: as crises são bem diferentes, mas é sempre a pele que é a primeira a ser atingida. Nos últimos meses, esses fenômenos recorrentes e naturais foram ainda mais acentuados pelo uso de máscara ou mesmo pelo estresse: ataques adicionais à pele, que parece ter dificuldade em se recuperar. Felizmente, alguns segredos de beleza podem nos ajudar a remediar isso … Você já deve ter conhecido os probióticos por seus benefícios comprovados em nossa flora intestinal, mas você sabia que eles também podem ser benéficos para nossa pele e assim integrar nosso cuidado diário? Neste artigo, fazemos um balanço desta nova geração de cosméticos que nos quer bem.

O que é a microbiota?

Cada um de nós tem, desde o nascimento, o que se chama de flora microbiana, ou seja, vários bilhões de microorganismos, bactérias, fungos, leveduras … que investem nosso corpo, tanto dentro como fora. Assim, nossa pele fica absolutamente coberta por bactérias, é a flora cutânea, também chamada de microbiota.

Se for do lado da flora intestinal, o conhecimento científico é particularmente avançado, no que diz respeito à pele, tantas possibilidades permanecem por explorar! De qualquer forma, uma coisa é certa: as dezenas de bilhões de bactérias que protegem nossa flora cutânea são tão importantes quanto aquelas que habitam nossos intestinos. Para uma pele sã, que irradie beleza ao longo do ano, é portanto imprescindível garantir o equilíbrio da microbiota, que aí está precisamente para a proteger de agressões, infecções, inflamações, envelhecimento precoce…

microbiota-cutanea-beneficios

Por que a flora da pele está desequilibrada?

Embora certos parâmetros – como idade, sexo ou genética – sejam conhecidos por influenciar o equilíbrio de nossa microbiota, sem poder fazer muito a respeito, outros elementos externos também são uma fonte de perturbação. Entre eles encontramos, por exemplo, o clima, a poluição, o estresse, o cansaço ou a temperatura corporal, mas também os ataques que “deliberadamente” aplicamos na pele. Entre os piores inimigos da nossa flora cutânea, está de fato o uso de produtos muito agressivos, que deterioram totalmente o equilíbrio da pele, sem separar as bactérias boas das más que ali se encontram. Dois constituintes principais da barreira cutânea são, portanto, impactados diretamente: o pH e o filme hidrolipídico da pele.

cosmeticos-com-probioticosCosméticos microbióticos, valem à pena?

Probióticos são microrganismos vivos, que anteriormente eram possíveis de ingerir na forma de suplementos alimentares, para ser tomado como uma cura (como se faria com vitaminas, por exemplo). Mas agora, recentemente, novas possibilidades estão disponíveis para nós. De fato, as marcas passaram a introduzir probióticos na formulação de alguns de seus produtos cosméticos, para uma ação cada vez mais estimulante e protetora do sistema imunológico da flora cutânea. Usá-los diariamente promove consideravelmente a diversidade microbiana da pele, fortalecendo a proliferação de bactérias boas. 

Os resultados assim obtidos prometem ser consideráveis: não só para pessoas com tendência a problemas de pele (eczema, acne, rosácea, ressecamento da pele, etc.), mas também para todos aqueles que desejam uma pele radiante de saúde e beleza.

Leia mais:  Máscara de morango pode ajudar no rejuvenescimento
Continue lendo

Moda e Beleza

Como fazer seu cabelo crescer mais rápido

Publicado

Esperar crescer o cabelo pode ser uma tarefa exaustiva. Mas antes de desistir e cortá-lo novamente, há algumas coisas que você pode fazer para maximizar a rapidez com que seus fios crescem. Como fazer seu cabelo crescer mais rápido? Aqui está o que os profissionais recomendam:

Como fazer seu cabelo crescer mais rápido

Saiba o que é o crescimento normal do seu cabelo

O cabelo cresce a uma taxa média de cerca de meia polegada por mês. Algumas pessoas têm cabelos que crescem mais rápido que a média e outros mais lentos. O crescimento do cabelo é complexo, com uma série de fatores que influenciam, incluindo hormônios, estresse, genética e envelhecimento. Isso significa que seu cabelo cresce a quantidades diferentes em momentos diferentes da sua vida. Por exemplo, durante a gravidez, seu crescimento acelera, graças a uma onda de estrogênio e progesterona, especialmente após o primeiro trimestre. Mas depois que você dá à luz, os níveis hormonais caem, geralmente levando à perda de cabelo pós-parto.

Evite danos e quebras.

Dano deve ser evitado se você estiver tentando crescer seu cabelo. Os cabelos danificados não crescerão tanto tempo, porque normalmente se quebram antes mesmo de ter a chance de crescer até o comprimento desejado. Esqueça as ferramentas quentes (secador, chapinha, babyliss…) o máximo possível e mantenha o cabelo bem hidratado com máscaras e tratamentos de condicionamento. Deixe os rabos de cavalo e coques por um tempinho também. Eles podem puxar os cabelos ao redor da linha da raiz, ao longo do tempo.

Como fazer seu cabelo crescer mais rápido: Suplementos (Gummy Hair, Iluminus Hair etc)

Quando se trata de aumentar o crescimento do cabelo, os suplementos podem não ser a pílula milagrosa que afirmam ser. Suplementos e vitaminas só podem ajudá-lo com o crescimento do cabelo se você realmente é deficiente desses nutrientes. Seu corpo só pode ingerir uma certa quantidade de nutrientes e, uma vez que essas necessidades sejam atendidas, qualquer coisa extra simplesmente se torna desperdício.

Portanto, se você já é saudável e consome alimentos ricos em nutrientes diariamente, não verá muitos benefícios com vitaminas e suplementos extras. Moral da história: se você sente que pode ser deficiente ou estar com uma dieta desequilibrada, não faz mal tomar uma vitamina. As vitaminas e nutrientes mais importantes para cabelos saudáveis ​​são as vitaminas B, especificamente biotina, além de zinco e ferro.

Comer alimentos que melhoram a saúde do cabelo.

No caso do seu cabelo, o ditado é verdadeiro: você é o que você come. Em outras palavras, uma dieta saudável é igual a cabelos saudáveis. Se sua dieta está desequilibrada e há deficiências, o crescimento do cabelo pode sofrer. É melhor comer uma dieta bem equilibrada, com muitos vegetais folhosos, vegetais variados, grãos integrais, nozes e carnes magras. A carne e o marisco são uma grande fonte de zinco, e a biotina pode ser encontrada em ovos, carnes, nozes, abacate, batata doce e laticínios. Assim como os suplementos, eles não fazem seu cabelo crescer mais rápido do que o normal, mas ajudam a restaurá-lo. Se o seu crescimento for inferior há um desequilíbrio alimentar, estresse ou doença.

Como fazer seu cabelo crescer mais rápido: Faça o caminho certo.

Como e quando você lava o cabelo faz uma grande diferença. Seu couro cabeludo abriga seus folículos capilares, os minúsculos órgãos que fazem seus cabelos crescem. Um couro cabeludo inflamado, irritado ou danificado pode atrapalhar a sinalização nos folículos e, por sua vez, alterar a saúde do ciclo capilar e potencialmente levar à redução do crescimento e / ou disfunção do ciclo capilar.

Então, o que causa inflamação? O shampoo a seco é um dos principais culpados, junto com outros produtos do mesmo tipo. Se você usa regularmente shampoo a seco como substituto de uma lavagem real, obterá acúmulo de silicones de condicionadores, sprays de cabelo e produtos de modelagem. É importante limpar regularmente com produtos de limpeza suaves e sem sulfato para manter o couro cabeludo em boa saúde. Ingredientes anti-inflamatórios adicionados, como óleo de alecrim e ácido salicílico do salgueiro, podem atenuar os processos inflamatórios. Como regra, você deve limpar duas vezes por semana ou mais, dependendo do seu tipo de cabelo e couro cabeludo.

Condicionamento profundo

O condicionamento profundo é essencial para evitar quebras e pontas duplas, portanto, faça isso uma vez por semana. Procure ingredientes para a construção e reparação de cabelos, como queratina hidrolisada e proteína de trigo, bem como óleos hidratantes naturais, como baobá e linhaça.

Evite silicones (procure dimeticona no rótulo), porque, embora eles façam com que seu cabelo pareça brilhante, eles realmente o revestem, levando a acumulações ao longo do tempo que podem impedir a penetração de umidade, tornando os cabelos mais quebradiços e propensos a quebrar.

Para maximizar as vantagens, use um condicionador profundo que possa ser deixado durante a noite. Se você colorir, tratar quimicamente, aquecer seu cabelo regularmente ou tomar muito sol, as fibras capilares são mais fracas, portanto, será necessário um TLC extra. O cabelo hidratado é mais elástico e, portanto, mais protegido e menos propenso a quebrar. Infundir seu cabelo com muita umidade ajudará a mantê-lo longo e forte.

Corte o cabelo?

Nós vamos acabar com esse mito agora – cortar o cabelo na verdade não faz o cabelo crescer mais rápido, mas cortes regulares ajudam a manter o crescimento. Os becos sem saída fazem o cabelo parecer mais curto, para quem quer que ele seja mais comprido, aparar as pontas regularmente é sempre uma boa ideia.

Como fazer seu cabelo crescer mais rápido: Penteie sabiamente.

O cabelo molhado é o cabelo mais vulnerável; portanto, tenha cuidado ao lidar com ele. Para evitar quebras, tente não escovar os cabelos quando estiver molhado. Em vez disso, desembaraçar o cabelo antes de tomar um banho com um pente largo e escovar novamente quando estiver pelo menos parcialmente seco. As ferramentas certas também podem ajudar. Para iniciantes, invista em uma boa escova desembaraçadora com cerdas almofadadas feitas com ingredientes naturais, como cerdas de madeira e javali, que são mais suaves em seus fios.

Mude sua fronha.

Você se sentirá uma princesa – e terá o cabelo de uma – quando dormir em uma fronha de seda. A seda não pega e puxa seu cabelo, além de não retirar a umidade como o algodão. Da mesma forma, elásticos de cabelo de baixa qualidade também podem danificar o cabelo. Procure por laços de plástico em espiral, sem costuras, e evite grampos de metal que possam prender e quebrar os cabelos.

Leia mais:  Máscara de morango pode ajudar no rejuvenescimento
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana