conecte-se conosco


Mundo Cristão

Caio Fábio critica Silas Malafaia: “Você não sabe nada de evangelho”

Publicado

O pastor Caio Fábio publicou um vídeo criticando duramente o pastor Silas Malafaia. O motivo é pela desaprovação de Malafaia ao aborto legal da menina de 10 anos que foi estuprada pelo tio no Espírito Santo.

Caio Fábio disse que a Constituição Brasileira ampara a disposição de qualquer mãe que tenha ficado grávida devido a um estupro e fez questão de salientar que o amparo é para mãe de qualquer idade.

Ele também disse que além da questão de estupro, existem outras cláusulas de concessão que permitem o aborto no país.

Caio citou também que a Constituição determina que se houver perigo de morte para mãe, não importando a idade, a lei determina que “a mãe tem prioridade sobre a sua sobrevivência acima do filho que ela carrega”.

Ao falar sobre Silas Malafaia, ele criticou o vídeo do líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo que “apelou para uma relação de preservação de direitos humanos entre Brasil e Estados Unidos” e afirmou que ele “não sabe nada de evangelho”.

Leia mais:  Bispos católicos criticam Joe Biden por causa da política de aborto

Caio Fábio disse que o próprio Jesus foi um transgressor da lei e da Constituição judaica em todo tempo.

“Jesus transgrediu a lei, a Constituição judaica, pra todo lado, o tempo todo. Jesus é uma transgressão ambulante da lei, da Constituição judaica, em todos os sentidos”, afirmou Caio Fábio.

Caio chamou Malafaia de “menino covarde e frouxo”, e disse que Malafaia anda com segurança porque ainda hoje é um covarde e que não o respeita.

“Você é um garoto covarde, até hoje você é um menino frouxo, entendeu? Frouxo, covardão. Anda com seguranças, tem medo. Você é um apavorado. Eu te conheço e infelizmente, não te respeito”, atacou Caio.

Ele ainda disse que Malafaia queria defender a morte da criança grávida e do filho em nome das leis.

“Então, você vem dizer isso, que era em nome das leis que você queria defender a morte de ambos, mãe e filho? Porque ali, garoto, não iria sobreviver ninguém, nem a mãe nem o filho, mas você prefere dois mortos do que um salvo. Você não conhece o princípio de Jesus de que o sábado, a lei foram feitos para o homem e não o homem para a lei e para o sábado. Jesus ensinou isso uma quantidade enorme de vezes em circunstâncias diferentes, mas você não quis aprender.”

“Jesus, tem misericórdia desses crentes cheios de intolerância e de ódio. Tem compaixão desses que não consegue enxergar um palmo além do nariz e que ainda são guiados por loucos. São cegos guiando outros cegos e todos caminhando para o mesmo precipício. Tragédia”, finalizou.

publicidade

Mundo Cristão

Vídeo do pastor José Carlos Lima falando sobre casamento viraliza

Publicado

O pastor José Carlos Lima, da Assembleia de Deus na Paraíba, é conhecido por sua forma franca e objetiva de expor seus pensamentos e conduzir os sermões. Um vídeo com um recorte de uma pregação, falando sobre casamento, se tornou viral.

“Dois meses foi o nosso namoro e noivado. Com dois meses. Nós estamos casados há quarenta e cinco anos. Que os irmãos tomem exemplo para vocês. Esse negócio de casa [e em] cinco, seis anos [dizer] ‘não gosto mais de você’… toma vergonha na cara, rapaz. A gente casa para viver e só a morte separar ou a vinda de Jesus com o arrebatamento”, diz o pastor no trecho recortado.

No Instagram, inúmeros usuários comentaram as palavras do pastor em um sermão de dois anos atrás. Lima é também o 2° vice-presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB).

Lima, recentemente, esteve no centro de outra polêmica por uma entrevista sua concedida à emissora TV Diário, em que afirmou que não admite que uma mulher mande no marido ou se intrometa nos papeis masculinos.

“Eu não admito que a mulher mande no homem. O homem é o cabeça da mulher. A Sagrada Escritura diz assim. Então, se há qualquer dificuldade, sentem-se os dois, procurem conciliar o problema, mediar a situação”, declarou o pastor assembleiano.

Em seguida, Lima reiterou que a família é um projeto de Deus e Suas diretrizes são indispensáveis para que essa instituição seja bem-sucedida: “Procurem viver em paz. Nós estamos no tempo do fim. É muito deselegante ver um casal brigando, em litígio. É horroroso isso”.

“Não quero dizer que aqui na igreja não exista alguém nessa situação. Mas, quando eu tomo conhecimento, eu chamo [para aconselhamento]”, encerrou.

Leia mais:  Decisão do Vaticano sobre casamento gay gera post furioso de Elton John
Continue lendo

Mundo Cristão

Pastora é assassinada em frente igreja com golpes de barra de ferro

Publicado

Odete Rosalina Machado da Costa tinha 82 anos; suspeito do crime seria usuário de drogas

Uma pastora da Assembleia de Deus, de 82 anos, foi morta na porta da igreja, em Goiânia. O acusado do crime estaria sob o efeito de drogas.

Uma multidão se reuniu na porta da igreja evangélica logo após o crime. A família da pastora Odete Rosalina Machado da Costa estava desesperada.

Pastora de 79 anos é assassinada em igreja com golpes de barra de ferro, em  Goiânia

A pastora estava reunida com um frequentador da igreja, quando um homem apareceu no portão, que estava trancado. Sem roupas e gritando muito, ele pulou o muro, quebrou uma porta de vidro e passou a atacar os dois com uma barra de ferro. A pastora tentou pedir socorro ao vizinho, mas foi golpeada novamente e morreu.

Antes do crime, sistemas de segurança gravaram o homem, de 22 anos, caminhando nu pela cidade. Em um vídeo, ele parece discutir com uma câmera. Em outro, ele é visto segurando uma faca.

O rapaz foi preso em um terreno baldio. Ele seria usuários de drogas e teria deixado uma clínica de reabilitação há dois meses. O suspeito mora com a mulher e uma enteada e, na madrugada desta sexta, segundo a polícia, entrou em surto antes de sair de casa. O homem que estava com a pastora no momento do ataque teve ferimentos leves.

Um dos filhos de dona Odete Rosalina é o cantor e compositor Delino Marçal, ganhador do Grammy latino de 2019, na categoria música gospel.

Leia mais:  Bispos católicos criticam Joe Biden por causa da política de aborto
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana