conecte-se conosco


Moda e Beleza

Calça xadrez: A estampa que nunca sai de moda

Publicado

Se você não abre mão de uma calça xadrez, saiba que esse é um dos designs mais difundidos, reconhecíveis e onipresentes do mundo, com quase todas as cores disponíveis no mercado. Embora possa ser uma parte importante do código de vestimenta dos hipsters, o xadrez significou muitas coisas diferentes para muitas pessoas de variadas sociedades durante os milhares de anos em que as pessoas usavam aquele tecido icônico.

Se você adora calça xadrez, saiba que essa é uma das estampas mais onipresentes da moda atual. Os designers adoram o padrão e suas conotações que vão do punk ao formal. Considerando sua popularidade, a história da estampa xadrez pode surpreendê-lo. Confira!

A maioria das pessoas não sabem a diferença entre xadrez e tartã. Tartã refere-se aos padrões únicos de tecidos que distinguem um clã ou região geográfica escocesa de outra. O Xadrez, como conhecemos, foi posteriormente apropriado por fabricantes britânicos e americanos, dos quais desenvolveram tecidos estampados que se assemelhavam ao tartã utilizado na Escócia.

Durante o século 18, o tartã foi proibido na Grã-Bretanha, uma vez que existia uma associação com o uniforme da Rebelião Escocesa de 1745 contra a união da Escócia e Inglaterra, tornando o padrão proibido no país por quase meio século sob a Lei do Vestuário. A estampa só voltou a aparecer em 1782, ganhando fama com os maravilhosos vestidos para ocasiões formais.

Muito Chique

Foi apenas no século 19 que a estampa ganhou o nome de “xadrez”, dando seu salto da Europa para os EUA. Nessa época, o padrão era um item básico para pessoas que trabalhavam ao ar livre, como os lenhadores, tornando-se uma super tendência de roupas casuais, principalmente na temporada de inverno.

Xadrez em tudo

Desde a década de 70, o xadrez passou a ser estampa de praticamente tudo, desde roupas a elementos de decoração. Se tornando o símbolo do movimento grunge no início dos anos 90. Bandas, como Nirvana, The Breeders e Pearl Jam agitavam o xadrez em sua moda grunge. Apesar da reputação de contracultura da estampa xadrez, a cultura popular parecia determinada  a transformar a estampa em algo mais tradicional, incorporando o padrão às saias xadrez com suéter.

O xadrez hoje em dia

Atualmente, o xadrez é mais independente. Muitas peças estão fazendo referência aos anos 90 e ao estilo lumberjack do século 20. O que captamos da linha do tempo da estampa xadrez é que não importa a década, o padrão sempre carregará uma atmosfera de irreverência, seja a calça xadrez combinada com camisa branca para ir ao trabalho ou combinado com um look mais despojado compor um street wear. De qualquer forma, essa tendência nunca vai sair de moda. Agora é hora de aproveitar esse clássico fashion e mostrar que o xadrez pode render produções pra lá de cool e pode ser um aliado na hora de criar despojados do streetwear. Como essa estampa vem aparecendo a um bom tempo nas calças, dependendo da composição, pode deixar seu visual mais rock and roll ou clássico. Vale tudo quando o assunto são as calças xadrez!

Leia mais:  Make lavanda é a pedida para o Réveillon; inspire-se
publicidade

Moda e Beleza

Beaded bags voltam a ser tendência

Publicado

Vintage e descolada, a beaded bag volta como tendência para o verão 2022. Com o charme “handmade”, a bolsa feita de miçangas é a cara dos dias mais quentes, sendo que cada modelo poder ter mais de mil contas

As beaded bags figuraram como queridinhas das celebridades internacionais em 2018 e agora, mais uma vez, elas retornam como tendência para o verão 2022. Basta dar uma olhada nas redes sociais e você dará de cara com as bolsas feitas de miçangas, que são a cara dos dias mais quentes. Produzida manualmente, cada beaded bag pode ter mais de mil contas.

Acessórios feitos a mão sempre trazem um charme para o look, uma vez que são delicados e ricos em detalhes. Além disso, uma peça artesanal nunca é exatamente igual a outra. Com as beaded bags não é diferente. Cada trama de miçangas tem uma personalidade própria, acrescendo na produção uma pegada vintage e descolada.

O modelo, que vem diretamente dos anos 70, é perfeito para composições para o dia, combinado com uma camiseta ou um shortinho. Porém, ele também é uma aposta para a noite.  As contas das beaded bags costumam ter uma maravilhosa captação de brilho e, dependendo da cor, podem ser extremamente glamourosas. 

Grandes grifes já estão super de olho nessa tendência, incluindo Chanel e Fendi. Porém, por causa da característica “handmade” do modelo, são as beaded bags autorais que estão ganhando a preferência dos apaixonados por moda. Temos como exemplo Susan Korn, designer e proprietária da marca novaiorquina Susan Alexandra, que se tornou conhecida justamente por suas beaded bags coloridas e divertidas. 

De acordo com Susan Korn, ela sente leveza e alegria quando olha para suas criações, principalmente quando se encontra no cotidiano intenso e caótico de Nova York. As peças da designer já conquistaram os corações de personalidades como a youtuber Emma Chamberlain e modelo Gigi Hadid. 

No Brasil, também temos quem nos represente quando o assunto é beaded bag. A Gla Acessórios foi uma pioneira quando o modelo se tornou febre, em 2018. Também produzem a bolsa marcas como NAEH & Co, VYK, Beads to Go e a BP Beaded Bags. 

Leia mais:  Técnica de fios iluminados será tendência no verão entre as capixabas
Continue lendo

Moda e Beleza

Truque fashion, considerado ‘cientifico’, é usado por Kate Middleton

Publicado

A duquesa de Cambridge, Kate Middleton, é um simbolo de elegância. Seus looks sempre trazem aspectos de sofisticação e praticidade. Um dos seus métodos para conseguir essa artimanha é utilizar a paleta monocromática

Kate Middleton, a duquesa de Cambridge, conhecida por composições clássicas e atemporais, inspira mulheres de diversas idades. A duquesa sempre dá preferência para peças simples, mas que ao mesmo tempo, são elegantes na sua maneira de usar.

Para não errar nessas produções, Kate usa um truque infalível: composições monocromáticas. Essa sua marca registrada é determinada em um tipo de “uniforme”, na maioria das vezes formado por suéteres e calças da mesma cor, com casacos escuros, para dar uma “quebrada” no visual, afirmam alguns stylists ao jornal Daily Mail. 

Os mesmos profissionais da moda, em entrevista para o jornal, relatam que essa escolha “científica” das cores, feita pela Kate, cria um aspecto visual simples e elegante. “Kate é uma grande fã do styling monocromático, criando com frequência combos com suéteres e casacos na mesma matiz para assegurar que esteja sempre elegante”, afirma Hannah Eichler. “Comprar roupas na mesma ‘família’ de cor é uma forma fácil de criar um guarda-roupa – suas peças vão sempre poder ser combinadas”, continua ela.

Hannah Eicher, também complementa que esse truque não é novo na família real. A própria rainha Elizabeth II também é conhecida por utilizar cores do mesmo grupo cromático.

Para você que quer aderir a essa abordagem monocromática, a consultora de estilo Juliana Marangoni em entrevista à CARAS Digital, revela maneiras de usar essa combinação sem cometer erros! De acordo com a consultora de moda, os looks monocromáticos podem ser usados em qualquer tipo de corpo e composto por diferentes tonalidades de cores.

“Uma dica bacana é usar a cor em várias tonalidades ao invés de um único tom, para não deixar o visual cansativo e muito sóbrio. Outra dica é investir nos acessórios em outras cores ou em texturas diferentes no look para ficar mais ousado e alegre”, afirma ela. “A combinação monocromática afina e alonga a silhueta por enxergar a pessoa numa linha única e não dividida em blocos de cores”, complementa Juliana.

Leia mais:  Maisena no cabelo: conheça os benefícios dessa máscara caseira
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana