conecte-se conosco


São Mateus

Câmara de São Mateus revoga decreto de retorno das atividades e adia reabertura dos trabalhos

Publicado

O aumento na curva da contaminação pela Covid-19 no Espírito Santo e o surgimento de novos casos em São Mateus levaram a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores, em consenso, a revogar o Decreto 026/2020, datado de 30 de março de 2020, que previa reabertura gradual do Parlamento nesta terça-feira, 05 de maio.

Com a nova decisão, o Legislativo mantém as medidas de quarentena de vereadores e servidores da Casa por mais 15 dias, até o retorno gradativo às atividades administrativas e legislativas sem prejuízos aos trabalhos, que continuarão sendo executados sob o regime home office, neste período, a contar desta terça-feira (05), mantendo vigentes os termos dos Decretos 020 e 021/2020, datados consecutivamente de 20 e 23/03/2020.

CASOS

De acordo com Boletim Epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (04), pela secretaria municipal de Saúde, São Mateus registra 200 casos notificados, 71 foram descartados, há 100 casos suspeitos e 29 confirmados. Desse grupo que foi infectado pelo novo coronavírus, um paciente morreu e quatro foram curados. Conforme aponta o boletim, Guriri continua no topo do mapa de contaminação, chegando a ter 10 casos confirmados.

CONFIRA A NOTA OFICIAL

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Mateus, Estado do Espírito Santo, vem a público informar que com base no Decreto nº 11.414/2020, datado de 21/04/2020, emitido pelo Chefe do Governo  Estadual do Estado do Espírito Santo consubstanciado pela Portaria  nº 068-R, datada de 19/04/2020, baixada  pela Secretaria de Estado da Saúde – SESA, que dispõe sobre o mapeamento de risco para o estabelecimento de medidas qualificadas para o enfrentamento da emergência  da saúde pública e, sobretudo diante do último Boletim Epidemiológico, declarado pela Secretaria Municipal de Saúde,  no dia de hoje, ou seja, 04/05/2020, esta Casa de Leis em cumprimento ao  Art. 6º do Decreto 026/2020, datado de 30/04/2020, que determina que no caso de emissão de novos Boletins Epidemiológicos que registrem aumento de contaminados pela Pandemia Infecciosa Viral e ou registro de pico da pandemia em nosso município, regiões circunvizinhas e/ou até mesmo em nosso Estado, o Decreto 026/2020 perderá parcialmente os seus efeitos a qualquer tempo, retornando à plena eficácia os termos dos Decretos 020 e 021/2020, datados consecutivamente de 20 e 23 de março do ano em curso até que a Mesa Diretora se reúna para baixa de novo Decreto. Assim sendo A Diretoria SUSPENDE temporariamente as atividades administrativas e legislativas, sem prejuízos dos trabalhos que continuarão a ser executados sob o regime home office “tele-trabalho”, pelo período de 15 (quinze) dias a contar do dia 05/05/2020, mantendo vigente os termos dos Decretos 020 e 021/2020, datados consecutivamente de 20 e 23/03/2020.

São Mateus/ES, 05 de maio de 2020.

JORGE LUIZ RECLA DE JESUS           
Presidente

CARLOS ALBERTO GOMES
Vice-Presidente

JOZAIL FUGULIM
1° Secretário

AQUILES MOREIRA DA SILVA
2° Secretário

Leia mais:  Presidente diz que nova Câmara conquistou respeito e não se curvará à ofensiva de descontentes com o progresso
publicidade

São Mateus

Partidos protocolam impeachment de Daniel e esperam que a Câmara cumpra o seu papel

Publicado

Jeziel (advogado), Nillis (PL), Eliezer (PRTB) e Eguinado (PCdoB).

PRTB, PP, PCdoB e PL foram os únicos que defendem a cassação do prefeito e estranham omissão de lideranças e entidades

Numa ação de respeito e responsabilidade com o destino do município de São Mateus, apenas quatro partidos políticos de São Mateus protocolaram o pedido de impeachment do prefeito afastado, Daniel Santana, na Câmara de Vereadores. O fato aconteceu nesta segunda-feira (25) e os partidos PRTB, PL, PCdoB e PP, juntamente com o advogado Jeziel Oliveira de Almeida estiveram representados pelos seus presidentes municipais. Outro pedido de impeachment foi protocolado semana passada.

O que fato que vem causando estranheza para a população mateense é a omissão de lideranças e entidades em favor dos interesses do município, uma vez que o fato que gerou o afastamento do prefeito foi gravíssimo e levou a Polícia Federal a dar voz de prisão, não só ao chefe do Executivo como a vários de seus assessores.

“Por onde andam o deputado e os outros candidatos nessa hora? ”, questionou José Maurício dos Santos, aposentado, morador do bairro Santo Antônio. “Nos causa indignação também que a justiça, a OAB, Ministério Público do Estado, outros partidos políticos e até mesmo o Tribunal de Contas deram às costas para São Mateus”, completou.

Eliezer Nardoto (PRTB), Nillis Castberg (PL), Cassio Caldeira (PP) e Eguinaldo Santana (PCdoB) foram os únicos que se apresentaram em defesa do município e fizeram valer o papel político de seus partidos que desejam cumprir o seu papel em sintonia com a maioria da população mateense. “Agora esperamos que a Câmara de Vereadores cumpra o seu papel”, disse Eliezer, acreditando que o Legislativo saberá fazer o que todos esperam que faça, “que é ser justo com a nossa demanda apresentada nesta segunda-feira”, enfatizou.

Podemos justifica ausência

De acordo com os presidentes dos partidos que protocolaram o pedido de impeachment na Câmara Municipal, o presidente do Podemos, Valdemir Andrade de Santana, não esteve presente e não assinou o documento por estar fora da sede do município e no lugar que se encontrava, Nova Lima, a comunicação por celular foi o empecilho para avisá-lo do horário, em que todos estariam dando entrada no documento pedindo a cassação do prefeito afastado Daniel da Açaí.

Leia mais:  Projeto trabalha autoestima e empreendedorismo com internos do Centro de Detenção Provisória de São Mateus
Continue lendo

São Mateus

Câmara define apoio para ONG de proteção a pets em São Mateus

Publicado

São Mateus – A Câmara Municipal integrará a parceria firmada entre a Prefeitura de São Mateus e a organização não-governamental Voluntários Independentes pelo Amigo (Vipa) na proteção animal. O apoio foi oficializado na última quinta-feira (21) numa reunião entre o prefeito em exercício Ailton Caffeu, o presidente da Câmara Municipal Paulo Fundão e dirigentes do Vipa, no Centro Administrativo da Prefeitura, no Bairro Carapina.

Em mensagem publicada na rede social Instagram, após a reunião com os representantes dos poderes Executivo e Legislativo, a presidente da ONG de proteção animal que tem sede em Guriri, Maria da Conceição Gonçalves Felizardo, conhecida como Ceiça, compartilhou confiança na parceria.

“Saímos com boas notícias e com esperança de que o apoio virá através da união do Município (Prefeitura) e da Câmara. Na reunião ficou combinado que o Vipa apresentará um plano de trabalho detalhando as necessidades e o mesmo será enviado para análise da Prefeitura e aprovação da Câmara. Uma luz de esperança se acende. Todos pela causa animal” – escreveu Ceiça.

Em mensagem na sexta-feira (22), o presidente Paulo Fundão reiterou a parceria. “Coloquei-me à disposição para ajudar e a Câmara Municipal contribuirá com 50 mil reais, transferindo à Prefeitura para ajudar o Vipa” – destaca o vereador.

Nas redes sociais, internautas elogiaram a iniciativa que une Vipa, Prefeitura e Câmara Municipal. Muitos conclamaram ajuda para o socorro a animais abandonados à própria sorte pelas ruas, “machucados, maltratados e com fome”.

Houve quem inclusive lançou preces a Deus e pedido de intercessão também a São Francisco de Assis, considerado protetor dos animais. Entre tantos comentários, muitos parabéns para os voluntários do Vipa, principalmente à presidente Ceiça, por não desanimar diante da crueldade que atinge animais em São Mateus. Há relatos de abandonos recorrentes em bairros mais afastados do Centro, para evitar que os animais retornem à casa dos donos.

Na repercussão da reunião entre a ONG e os chefes dos poderes Executivo e Legislativo de São Mateus foi conclamada ainda a implantação de um centro de controle de zoonoses no Município.

HOSPITAL VETERINÁRIO
Esta semana, a Câmara Municipal aprovou por unanimidade a Indicação n° 726/2021, que requer a implantação de um hospital veterinário público em São Mateus. A proposta partiu do presidente do Legislativo Municipal, vereador Paulo Fundão, e foi aprovada na sessão da última terça-feira (19).

Leia mais:  Carlinhos é convidado pela vice-governadora para discutirem projetos para São Mateus
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana