conecte-se conosco


Cidades

Câmaras temáticas apontam desafios e oportunidades da microrregião litoral sul

Publicado

Desafios e oportunidades nas áreas de turismo, recursos pesqueiros e infraestrutura logística do litoral sul capixaba foram apresentados, nesta quinta-feira (05), em Anchieta, durante a reunião do Conselho de Desenvolvimento da Microrregião Litoral Sul, como parte do Plano Regional de Desenvolvimento do Estado. O plano busca criar um ambiente de articulação e integração de interesses das microrregiões, a partir das vocações, desafios e oportunidades identificadas para cada área, visando ao desenvolvimento regional integrado de forma equilibrada e sustentável do Espírito Santo.

A microrregião litoral sul foi a primeira a realizar reunião de apresentação de relatórios com resultados de câmaras temáticas. Outras microrregiões, que já definiram seus temas prioritários para realização de ações, também realizarão reuniões com esse mesmo objetivo. Após a validação dos resultados dos relatórios, o próximo passo será a definição dos objetivos estratégicos e a construção de planos de ação para o desenvolvimento econômico e social de cada microrregião.

Segundo o secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, a reunião realizada com membros do Conselho de Desenvolvimento da Microrregião Litoral Sul foi produtiva. “O trabalho das câmaras temáticas nos possibilita identificar quais são os gargalos e quais são as ações necessárias a serem desenvolvidas no âmbito do Governo do Estado, dos municípios e da sociedade civil, para que possamos destravar esses gargalos e avançar na diversificação do desenvolvimento econômico e social em cada uma das microrregiões do Estado, dentro de uma visão sistêmica”, disse.

A secretária de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional, Cristina Engel, que é representante do Governo do Estado no colegiado, também participou do encontro e destacou a produtividade do grupo que compõe o conselho da microrregião.

“Acredito que o mais destacável é o fato de sermos um grupo extremamente produtivo. As tarefas propostas foram cumpridas, as câmaras técnicas mostraram bons resultados e com isso, nós estamos avançando para que, efetivamente, o plano de desenvolvimento regional seja formulado e baseado não só em uma estrutura política participativa, mas também que agregue o conhecimento produzido por essas pessoas”, comentou.

Cristina Engel também ressaltou o clima harmonioso da reunião: “Foi um encontro muito feliz, ou seja, as pessoas estavam alegres por participarem dessa ação. Fomos extremamente bem recebidos e eu acredito que todos saíram satisfeitos”.

Já o subsecretário de Desenvolvimento e Integração Regional e coordenador do Plano, Paulo Menegueli, destacou que o trabalho dos conselhos regionais e câmaras temáticas favorecem as articulações para o desempenho das atividades nas microrregiões. “O que observamos nesses grupos de trabalho é uma grande articulação e sintonia para a realização de ações conjuntas. Temos um Plano que será executado de forma estratégica e que beneficiará toda a microrregião. Estamos aliando um plano de Governo aos reais anseios da população em prol do desenvolvimento, e isso é extremamente benéfico”, explicou.

Também participaram do encontro os prefeitos de Rio Novo do Sul, Tiago Fiorio; de Iconha, João Paganini; além de representantes de outros órgãos e instituições.

Desenvolvimento Regional

O Programa Regional de Desenvolvimento foi lançado pelo Governo do Estado em abril deste ano. Fazem parte do comitê gestor as Secretarias de Economia e Planejamento (SEP); da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti); de Desenvolvimento (Sedes); além da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) e do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN).

Ao todo, nove conselhos regionais foram implantados nas microrregiões que compõem o Espírito Santo. Já na Grande Vitória as ações são realizadas pelo Conselho Metropolitano de Desenvolvimento da Grande Vitória (Comdevit), que reúne sete municípios: Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica, Viana, Guarapari e Fundão.

A política de desenvolvimento regional tem como diretriz o equilíbrio do desenvolvimento em todo Estado, buscando potencializar os arranjos produtivos existentes e gerar novas oportunidades. A ação do Governo se orienta pela busca do equilíbrio e contemplará ações bem estruturadas, focadas na busca de investidores capazes de consolidar ou adensar cadeias produtivas já existentes.

Leia mais:  Vila Velha reduz em 12% número de acidentes de trânsito com vítimas fatais
publicidade

Cidades

Aulas retornam na segunda-feira (01) em Jaguaré

Publicado

Jaguaré – A Prefeitura Municipal de Jaguaré, através da Secretaria Municipal de Educação, informou que as aulas presenciais no sistema municipal de ensino retornarão nesta segunda-feira (1/3/2021) para os alunos das Escolas Municipais.

As unidades de ensino já foram preparadas para receber os estudantes de acordo com os protocolos de prevenção ao coronavírus, que devem ser seguidos pelos pais, estudantes e toda a equipe escolar. Para tanto, serão respeitados os protocolos estabelecidos em conjunto com a Secretaria de Saúde. O Plano de Retorno às aulas segue as diretrizes que estão regulamentadas nas circulares 1 e 2/2021 e nas portarias Nº 50-R, Nº 179-R, Nº1-R e Nº2-R de 2020.

O ensino será no sistema híbrido e com revezamento. As crianças serão divididas em grupos que intercalarão a presença na escola: enquanto um grupo vai à escola, o outro fica em casa, e vice-versa. As aulas presenciais serão opcionais e todos os estudantes farão Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNPs) em casa. Os responsáveis pelos estudantes preencheram um termo autorizando o formato escolhido e serão comunicadas sobre os cronogramas de aulas.

Equipes da Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Saúde darão suporte às escolas para que as normas de prevenção ao coronavírus sejam seguidas pelas unidades de ensino.

Leia mais:  Espírito Santo pode ter chuva de um mês em cinco dias, afirma Climatempo
Continue lendo

Cidades

Prefeito Lorenzo Pazolini faz entrega de novos uniformes para o início das aulas presenciais

Publicado

Vitória – Portões abertos a partir de segunda-feira (1º de março) para receber os alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) na rede de ensino de Vitória. As aulas já voltaram por meio do portal AprendeVix ou das atividades impressas distribuídas pelas escolas.

Antes do retorno presencial, o prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, acompanhado da vice-prefeita, capitã Estéfane, e da secretária de Educação, Juliana Rohsner, fez a entrega de uniformes para estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Juscelino Kubitscheck de Oliveira, em Maria Ortiz, na manhã desta quinta-feira (25).

“Este é um momento muito importante para nós e para a cidade de Vitória. Obrigado por acreditar na nossa gestão. Trabalhamos muito para honrar um compromisso que assumimos com a nossa capital, respeitando a vida, mas entendendo que os estudantes não podem mais permanecer em casa. Agradecemos aos pais pela confiança nesse retorno, e tenho certeza que teremos um início de ano muito bom”, afirmou Pazolini.

Entre os estudantes que receberam o kit, composto por dois novos uniformes completos, Samira Gomes Santos, de 14 anos, era só felicidade. “Não aguento mais ficar em casa, quero muito voltar para a escola. Estou muito ansiosa e feliz que as aulas vão voltar”, contou a aluna, com um sorriso que era visível mesmo usando a máscara.

Responsabilidade

Ao se dirigir às famílias que estavam presentes na solenidade para retirar o material impresso referente ao período remoto que os estudantes farão em casa, a secretária Juliana destacou a responsabilidade quanto ao cumprimento dos protocolos de biossegurança de combate ao coronavírus.

“Estamos em um momento decisivo para a nossa rede, reabrindo as escolas para receber os nossos estudantes. Mas retornar presencialmente exige muita responsabilidade tanto nossa, enquanto Secretaria de Educação, quanto dos profissionais que atuam nas escolas e das famílias também”, disse.

Calendário

O retorno das atividades presenciais está condicionado ao Mapa de Risco divulgado pelo Governo do Estado, que permite aulas presenciais em cidades consideradas em risco baixo ou moderado.

Veja o calendário na rede municipal de ensino:

• 22 de fevereiro: retorno das aulas para todos os alunos da rede, Ensino Fundamental, Educação Infantil e Educação de Jovens e Adultos (EJA), em modelo remoto emergencial, por meio do AprendeVix.
• 1º de março: retorno presencial das turmas do Ensino Fundamental II (do 6º ao 9º ano) e das turmas da EJA.
• 15 de março: retorno presencial das turmas do Ensino Fundamental I (do 1º ao 5º ano).
• 29 de março: retorno presencial das turmas da Educação Infantil, grupos 5 e 6.

Leia mais:  Região noroeste capixaba ganha 3 escolas de tempo integral
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana