conecte-se conosco


Segurança

Caminhão com cerca de 120 kg de cobre é interceptado em Vitória; carga foi apreendida

Publicado

De acordo com a Guarda Municipal de Vitória, o veículo havia saído de um ferro velho clandestino com o material

Cerca de 120 quilos de cobre que eram transportados por um caminhão foram apreendidos, na tarde desta quinta-feira (22), em Vitória. Segundo a Guarda Municipal, os funcionários de uma empresa que faziam o transporte não tinham os documentos que comprovassem a origem do material.

A apreensão aconteceu na avenida Leitão da Silva. De acordo com o inspetor Francisco, os funcionários da empresa tinham saído de um ferro velho clandestino com a carga. 

“Nos recebemos a informação, pelo Núcleo de Inteligência da Guarda Municipal, que o caminhão estava recolhendo materiais recicláveis em um ferro velho clandestino, que já havia sido fechado pela prefeitura. Ao intercept´á-lo, encontramos os fios de cobre”, disse. 

De acordo com o agente da Guarda, o material pode ter origem nos furtos e roubos de fios elétricos e de telefonia. No entanto, não é possível confirmar a procedência do cobre. Os funcionários não sabiam da origem. 

O veículo, os funcionários e o material apreendido foram levados para a Delegacia Patrimonial de Vitória. Para evitar situações como essa, o inspetor fez um alerta para quem compra e vende material reciclável. 

“Tem que saber a origem do material. Quando você não sabe, pode ser material de furto e roubo. Ser for de uma obra, de residência, o fio será diferente dos postes de energia”, explicou. 

De acordo com a Polícia Civil, os conduzidos foram ouvidos e liberados e o material será encaminhado para a perícia.

Leia mais:  Divulgada a classificação dos candidatos nos concursos da PMES
publicidade

Segurança

Adolescentes são apreendidos em São Mateus por diversos furtos

Publicado

Nessa quarta-feira (12), policiais civis de Jaguaré, em operação conjunta com a Polícia Militar (PMES) de São Mateus, realizaram incursões nos bairros Alvorada, Pedra D’água e no Centro da cidade de São Mateus, com o objetivo de localizar e apreender os adolescentes de 13 e 17 anos, que praticaram furtos no comércio no município de Jaguaré. Durante a ação, foi apreendida em poder dos adolescentes uma quantia de R$ 3.277,50, em espécie, proveniente do furto ao comércio de Jaguaré.

Os adolescentes, moradores de São Mateus, são autores de diversos furtos em estabelecimentos de municípios vizinhos, como Pinheiros, Nova Venécia e Montanha. Os adolescentes estão sob liberdade assistida, pelo fato de terem praticado crimes da mesma natureza anteriormente.

“Um dos adolescentes estava na praça da rodoviária de São Mateus, quando os policiais civis chegaram, abordando-o, e com o desenrolar da conversa para o descobrimento dos fatos, o adolescente contou onde estaria seu cúmplice que ajuda na prática dos furtos”, contou a titular da Delegacia Regional de Jaguaré, delegada Gabriella Zaché dos Santos.

Os adolescentes foram conduzidos ao plantão da 18ª Delegacia Regional (DR) de São Mateus, sendo autuados e, após familiares assinaram um termo de compromisso, os adolescentes foram reintegrados para as suas famílias.

Leia mais:  Condomínios vão ter que comunicar violência doméstica à Polícia
Continue lendo

Segurança

Governo do Estado firma parceria com TJES para implantar Processo Judicial Eletrônico e integração com Delegacia On-line

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, se reuniu, na tarde desta terça-feira (11), com representantes do Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJES) para firmar parceria que permitirá a implantação do Processo Judicial Eletrônico (PJe) e a integração com a Delegacia On-line da Polícia Civil (DEON). Para desenvolver o projeto de modernização tecnológica e aquisição de equipamentos de informática e softwares, serão disponibilizados recursos da ordem de R$ 16.383.795,00.

Em sua fala, o governador destacou a importância da parceria entre os Poderes Executivo e Judiciário capixaba. “A modernização do sistema vai agilizar o andamento dos processos, ao mesmo tempo em que a integração com a DEON permitirá que nossos policiais tenham mais tempo para atuar diretamente na proteção da sociedade. É mais uma forma de oferecermos um serviço mais eficiente e economizando recursos públicos”, pontuou Casagrande.


“Certamente a renovação do parque tecnológico do Tribunal de Justiça, além de ser importante para o Poder Judiciário, é também de grande importância para o Poder Executivo no que diz respeito, por exemplo, às Varas da Fazenda Pública e às Audiências de Custódia, assim como para toda a sociedade. Trata-se de um grande avanço”, avaliou o presidente do TJES, desembargador Ronaldo Gonçalves de Sousa.

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, salientou que o Governo do Estado tem o compromisso com a transformação digital e a oferta dos serviços públicos de maneira moderna e dinâmica. “Esta iniciativa está em ascensão na Administração Pública Estadual, que tem buscado alternativas e feito investimentos para ampliar a eficiência da administração pública. A parceria com o Tribunal de Justiça é mais um passo dado em direção à modernização e à prestação de serviços de qualidade à população capixaba”, disse Hoffmann.

O sistema DEON atualmente integra todos os registros eletrônicos de Boletim de Ocorrência lavrados pela Polícia Civil (PCES), Polícia Militar (PMES) e Corpo de Bombeiros Militar (CBMES) e outros órgãos conveniados, como Guardas Municipais e Polícia Rodoviária Federal (PRF), numa única base de dados, integrada ao sistema de inquérito eletrônico. Com isso, forma-se uma base de dados totalmente integrada, possibilitando o cruzamento de informações e otimizando o trabalho dos agentes de segurança pública. 

A integração do sistema DEON com o Poder Judiciário Estadual trará ainda mais avanços, pois, são mais de 1,3 mil procedimentos de flagrante de delito feitos por mês na plataforma e mais cerca de 1 mil procedimentos nos crimes de menor potencial ofensivo. Todos são enviados fisicamente à Justiça, consumindo tempo dos policiais, deslocamento de viaturas, gastos com papel e impressão, além de toda burocracia e carga administrativa que envolve os registros de entrada e saída dessa documentação.

Com a integração, as medidas judiciais (busca e apreensão, prisão etc.) poderão ser apreciadas com mais agilidade, pois toda parte de tramitação física que envolve a movimentação de documentos e processos passará a ocorrer em poucos segundos entre a Polícia Civil e o Poder Judiciário, permitindo que o Estado ofereça serviços mais eficientes à sociedade, assim com a economia aos cofres públicos.

Oferta de Serviços Públicos Digitais

Leia mais:  Divulgada a classificação dos candidatos nos concursos da PMES

O Estado do Espírito Santo ficou em quinto lugar no ranking nacional de Oferta de Serviços Públicos Digitais, criado pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep-TIC), que reúne órgãos públicos do segmento de Tecnologia da Informação (TI).

Esse ranking leva em consideração dois pilares: Eficiência na Máquina Pública e Oferta de Serviços Digitais. No primeiro, o Espírito Santo atingiu a 3ª colocação com 95,3 pontos, numa escala que vai de 0 a 100. No segundo, o Estado alcançou a quinta posição com 87,3 pontos, com a nota máxima podendo chegar a 100.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana