conecte-se conosco


Mundo Cristão

Capelão pede que marinheiros cristãos falem de Jesus após onda de suicídio em navio

Publicado

“A esperança que podemos dar é a mensagem do Evangelho, é Cristo”, disse Louis Lee

O capelão da Marinha dos Estados Unidos, Louis Lee, pediu aos militares cristãos que compartilhem Jesus com os colegas, após uma onda de suícidio a bordo de um porta-aviões, ancorado em Newport News, onde passa por uma manutenção prolongada.

Em um período de dois anos, seis marinheiros cometeram suicídio no navio USS George Washington. Um deles foi Xavier Sandor, de 19 anos, cujos pais disseram que o filho relatava as condições difíceis do trabalho a bordo.

“Era um canteiro de obras e ele trabalhava em turnos de 12 horas à noite. Então, não conseguia dormir durante o dia no navio”, contou Mary Graft, mãe de Xavier.

Nós sempre pensávamos ‘Xavier, vai melhorar’, sem saber quais eram realmente as condições. Vai me assombrar pelo resto da minha vida”, disse o pai, John Sandor.

O capelão Lee explicou que os jovens marinheiros podem ficar vulneráveis em meio a circunstâncias extremamente desafiadoras na Marinha e por isso precisam conhecer Jesus.

Leia mais:  “A oração é o pilar que vai sustentar sua vida em tempos difíceis”, diz pastor

“Eu diria que a esperança que podemos dar é a mensagem do Evangelho. É Cristo”, disse ele à CBN News.

Louis encorajou os militares que são crentes a compartilharem as Boas Novas do Evangelho com os colegas que ainda não conhecem Jesus.

“Temos capelães, mas, mais ainda, há bons marinheiros cristãos que podem compartilhar o Evangelho ou talvez um membro da família, que ora por eles ou, quando falam com eles, incentivam que confiem no Senhor e leiam a Bíblia”, explicou o capelão.

E acrescentou: “Conheci um marinheiro que distribuía folhetos e só Deus sabe como isso é eficaz”.

Segundo o almirante John Meier, comandante das Forças Aéreas Navais do Atlântico, a manutenção prolongada de navios pode ser uma das missões mais difíceis, principalmente para novos militares.

“Essa é claramente nossa população de maior risco em termos de como se adaptam à vida militar, como embarcam em um comando, como processam em um navio que está em um estaleiro. Sem dúvida, é mais desafiador entrar nesse tipo de ambiente do que em outros”, explicou.

Leia mais:  Ir à igreja é prioridade para brasileiros pós-quarentena

A Marinha está investigando os suicídios a bordo e os marinheiros estão recebendo atendimento psicológico.

Alguns dos militares foram autorizados a viver em uma estação naval próxima, em vez de ficaram confinados no navio, durante a manutenção que já dura quase cinco anos.

Caso você esteja com pensamentos suicidas procure ajuda especializada como o CVV e os CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) da sua cidade.

O CVV (https://www.cvv.org.br/) funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados) pelo telefone 188, e também atende por e-mail, chat e pessoalmente. São mais de 120 postos de atendimento em todo o Brasil.

publicidade

Mundo Cristão

Após ser atacada, Bruna Karla fala a multidão: “Não abra mão de viver o Evangelho”

Publicado

A cantara gospel Bruna Karla virou alvo dos holofotes da grande mídia nas últimas semanas, após declarar em uma entrevista que se recusou a cantar em um “casamento homossexual” a convite de um amigo. Como resultado, diversos famosos atacaram a artista, com parte da imprensa lhe chamando de “homobófica”.

Bruna Karla, contudo, não se mostrou abalada pela intolerância religiosa contra a sua fé. Em vez disso, ela reafirmou para uma multidão de pessoas que foram prestigiar o evento  Louvorsão 93, realizado na Praça da Apoteose no sábado do dia 2, os seus princípios cristãos.

“Como é bom e maravilhoso a Igreja estar reunida adorando Aquele que vive e reina para todo o sempre. E esse amor que a gente sente um pelo outro, que transborda, vem de Deus. É esse amor que nos sustenta, que nos mantêm de pé”, disse a cantora.

Ao ouvir a multidão de pessoas lhe manifestando apoio, com dizeres como “Bruna, eu te amo”, a cantora gospel se emocionou e brincou com o público. “Vocês vão me fazer chorar aqui?”, disse ela.

Leia mais:  Diretora da Anvisa: “Porque Ele vive, posso crer no amanhã”

Bruna Karla fez o encerramento do evento, que contou com a presença de personalidades do mundo político, como o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro. A cantora argumentou que os cristãos não devem abrir mão na defesa dos seus princípios e valores.

“Este é o tempo em que a Igreja se coloca de pé. Este é o tempo em que a Igreja não depende do que estão falando aí fora. A Igreja depende do Deus vivo. Não abra mão de viver o Evangelho. Não abra mão de ser quem Deus te chamou para ser”, disse Bruna.

O presidente da República, por sua vez, falou sobre a defesa moral que o seu governo faz da família e agradeceu o apoio dos evangélicos. “Agradeço a Deus pela minha segunda vida, a ele também a missão de estar na frente do Executivo Federal”, disse ele.

“E se essa for a vontade dele continuaremos juntos por muito tempo, modificando o nosso Brasil. A todos vocês meu muito obrigado, agradeço o apoio de cada um e termino com aquela [a frase] projetada lá atrás por Silas Malafaia, que com toda certeza será eternizada: ‘Brasil acima de tudo, Deus acima de todos’”, concluiu o presidente.

Leia mais:  Marchas pró-vida na Europa: milhares de cristãos unidos e esquerdistas irados

Continue lendo

Mundo Cristão

Renomado cientista admite que a ciência não preenche “o vazio em nosso coração”

Publicado

Para quem se dedica a conhecer um pouco do mundo científico atual, não é mais novidade o fato de que a ciência, por si mesma, não traz respostas aos maiores dilemas da vida humana. Essa realidade também foi constatada pelo renomado cientista aeroespacial romeno, Dragos Bratasanu.

O “Dr. Dragos”, como é mais conhecido, já foi nomeado para o prêmio MIT Innovators Under 35 como uma das “mentes mais brilhantes da Europa”. O seu sucesso no mundo científico, contudo, não foi suficiente para preencher “o vazio” em sua vida.

Mesmo sendo um destaque na National Geografic por sua pesquisa junto à NASA (Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço), o cientista se viu mergulhado em uma depressão que lhe fez rever todos os seus conceitos sobre o sentido da vida.

“A dor era tão intensa que peguei meu travesseiro e clamei a Deus do fundo do meu coração: Se você é real, eu preciso de você agora”, disse ele em uma entrevista à CBN News.

Leia mais:  Marchas pró-vida na Europa: milhares de cristãos unidos e esquerdistas irados

Busca por sentido

A necessidade de sentido em sua vida, fez com que o Dr. Dragos buscasse respostas em várias crenças religiosas. Ele ainda não tinha noção de que a fé em Jesus Cristo não é mais “uma” entre muitas, mas sim a revelação da própria verdade acerca de Deus.

Entre idas e vindas em religiões asiáticas e espíritas, ele só veio a ter os primeiros contatos com algo mais sólido do cristianismo quando leu um livro de Katheryn Kuhlman, uma pregadora cristã dos Estados Unidos, a qual faz uma série de relatos de milagres em sua obra.

“Você simplesmente não pode negar as evidências. Eu li que as piores e mais horríveis doenças foram curadas. E entendo que o papel da ciência não é definir o que é possível e o que não é possível, ou dizer o que podemos ou não fazer. O papel da ciência nada mais é do que observar, explicar e entender. É isso”, disse o cientista.

O Dr. Dragos, então, posteriormente foi chamado a entregar a sua vida para Cristo. Como um cientista acostumado a lidar com evidências, ele uniu o seu conhecimento empírico aos fatos ligados à fé, e acabou se convertendo ao Evangelho.

Leia mais:  “A oração é o pilar que vai sustentar sua vida em tempos difíceis”, diz pastor

Com isso, a sua conclusão agora é de que “a ciência e a tecnologia transformaram nosso mundo de maneiras belas e surpreendentes, mas não são suficientes para preencher o vazio em nosso coração.”

“Precisamos sentir o fluir do Espírito de Deus dentro de nós para termos uma vida significativa e com propósito”, diz ele. “Quando você vai até Jesus com o coração aberto, não à igreja, não à religião, mas para uma dimensão mais profunda, sentindo o amor e o poder de Deus, então o céu se abre.”

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana