conecte-se conosco


Entretenimento

Carolina Ferraz não quer mais fazer novelas: ‘Deixo para os jovenzinhos’

Publicado

Nova apresentadora do ‘Domingo Espetacular’ fala ainda sobre beleza, maternidade e envelhecimento

“Não, não quero, cansei!” Essa são as palavras de Carolina Ferraz, nova apresentadora do Domingo Espetacular,  sobre a possibilidade de ela voltar a fazer novelas. “Novela é muito tempo da vida da gente. Sou atriz, vou seguir atuando, posso fazer minisséries, participações, cinema. Vou continuar com o teatro que é a minha paixão, mas realmente, novela, eu deixo para os jovenzinhos”, diz ela, emendando uma inconfundível gargalhada.

O temor do envelhecer é algo que passa longe na vida de Carolina Ferraz. Aos 52 anos, a atriz e apresentadora diz ter orgulho das marcas de expressão que o tempo trouxe a ela, mas confessa que, quando cisma, procura dar uma suavizada na pele.

“Não tenho nada contra procedimentos. Tenho tudo a favor. Acho que quem faz bem feito, fica um espetáculo!”

Adepta da ioga facial, Carolina diz ter tido excelentes resultados. “Gosto de tudo que é natural… Não tenho nada contra procedimentos. Tenho tudo a favor. Acho que quem faz bem feito, fica um espetáculo! Quero um dia poder mudar de ideia e fazer. Por acaso eu não fiz porque eu sou atriz. E a ioga facial é muito interessante porque ela dá uma supertonificada nos músculos. Sinto que mudou muito o meu aspecto”, conta.

Mãe de duas meninas, Valentina, de 25 anos, do primeiro casamento, com Mário Cohen, e Isabel, de 5, do atual marido, o médico Marcelo Marins, a apresentadora acredita que a diferença de idade entre as duas filhas não a fez mudar.

Carolina Ferraz e a filha Isabel, de 5 anos

“Acho que eu sou a mesma pessoa. Engraçado, porque as pessoas me perguntam muito isso. São dois momentos diferentes, mas é a mesma pessoa, só que 20 anos depois. Eu diria que para a Isabel é mais chato porque eu não dou mais conta de trepar em árvore, é muito difícil (risos). Eu antes trepava em árvore em um segundo, subia, era cheia de energia, toda animadona. Hoje, eu continuo animadona, mas eu já quero pescar, quero dar uma caminhada, uma nadadinha no lago… Eu não estou a fim de ficar… Para isso, passo o bastão para papai”, diz, aos risos.

“Só tenho mais quilometragem. É um carro. Rodou mais. Claro, que eu conheço caminhos melhores, já pasei várias vezes por ali, sei que ali tem um buraco, mas é o mesmo carro. É nesse sentido que eu digo. As pessoas têm uma fantasia de acharem que eu possa ter mudado. Eu sou a mesma pessoa, que dita as mesmas coisas. Gosto de acordar cedo… Mas é claro que eu tenho mais experiência. E a experiência faz com que você administre as coisas de uma maneira mais fácil. De fato é isso: acredito que sou a mesma pessoa 20 anos mais velha”, acrescenta.

Leia mais:  TV Globo e Maju Coutinho são processados por auxiliar de produção
publicidade

Entretenimento

Agenda cultural: lives de rock, sertanejo e congo animam o fim de semana

Publicado

Neste sábado (24), as “Patroas” vão dominar o palco virtual. Marília Mendonça Maiara & Maraisa preparam uma live especial, daquelas de não deixar ninguém parado. Já pode ir preparando os petiscos e os drinks. A live começa às 20h e será transmitida pelo Youtube

O aquecimento para o show ficará por conta de outra grande estrela da música sertaneja: Roberta Miranda. A artista fará uma apresentação especial, a partir das 19h, também pelo Youtube

Parte da história da popularização do Congo no Espírito Santo, Jura Fernandes se apresenta, neste domingo (25), no show “Guitarra Canta Congo”. O show irá homenagear o Congo Pop, uma mistura dos elementos tradicionais percussivos com guitarra, baixo e outros instrumentos. O show será transmitido a partir das 16 horas, pelo Youtube.

“A apresentação é, também, para mostrar como o Congo pode e deve alcançar nossos jovens e os transformar em propagadores da cultura. Será um momento dançante, com músicas importantes e a abordagem de temas como preservação do meio ambiente e inclusão social”, frisou o compositor.

Fechando a programação virtual do fim de semana, o rapper Emicida fará duas apresentações gratuitas do seu aclamado show “Amarelo”, também disponível na plataforma de streaming Netflix. 

A primeira live será realizada neste sábado, a partir das 21h30, pela plataforma Cultura em Casa. O segundo show virtual acontece no domingo (25), a partir das 20h, no canal do Youtube do Sesc Rio de Janeiro

Eventos presenciais também animam o fim de semana do capixaba 

Com a queda no número de casos e mortes provocadas pela covid-19, bares e restaurantes da maioria dos municípios capixabas já podem reabrir sem restrições de horários. Na Grande Vitória, além de comida e drinks maravilhosos, alguns estabelecimentos também oferecem atrações culturais para divertir a noite dos capixabas.

PUB 426, por exemplo, receberá nesta sexta-feira (23) o grupo Fixer. A atração musical começa às 21h. No sábado (24), será a vez da banda Trilha animar a noite. A apresentação começa às 20h. Já no domingo (25), a partir das 16h, vai rolar Beatles Acústico na calçada.

O projeto “Chama”, do Embrazado, recebe nesta sexta-feira, a partir das 21h, o grupo Samba JúniorCarielloJess Benevides Bero Costa para agitar a noite. Já o “Nosso Sábado” terá apresentação do grupo paulista Presença, e ainda PedalasambaBalada do Maycon Fabrício V. O espaço estará aberto para o público a partir das 15h. 

A programação do Embrazado não para por aí. No domingo será a vez do projeto “Pagodear” animar o fim de tarde e a noite dos capixabas. O espaço estará aberto a partir das 16h.

Nesta sexta-feira, os DJs LouisyPri BravinTuzzãoThaylanismorre7 Farah Victor agitam a noite na Bolt. O espaço estará aberto, a partir das 22h, no formato lounge bar. 

Já na Wanted, vai rolar, nesta sexta-feira, “Esquenta acústico” com Felipe Brava e apresentações de Jenifer e Diego Santana. No sábado, além do esquenta Mikaely Lahass com Rayanne MeiraLéo Lima e Luca di Belucio.

Evandro & Ranieri, o grupo Comichão e o DJ Bruno Fischer vão animar o seu “sextou” no Wood’s Up Vitória. No sábado, será a vez da dupla Higino & GabrielJuliano Couto e do DJ Bruno Fischer comandar a trilha sonora do espaço. Em ambas as datas, o Wood’s estará aberto a partir das 23h.

Curta sem fim de semana com responsabilidade! Até a próxima 😘

Leia mais:  Aglomerar em festa de famoso é “genocídio do bem”
Continue lendo

Entretenimento

“Querem me pintar de louca”, desabafa ex sobre advogados de DJ Ivis

Publicado

Pamella Holanda chora e diz que não tem onde morar: “Nos deixou sem casa de propósito”

Pamella Holanda publicou vídeo em seu Instagram nesta sexta-feira (23) para falar sobre as recentes repercussões de seu caso. A ex-mulher de DJ Ivis, que denunciou as agressões que vinha sofrendo do músico, disse que atualmente não tem lugar para morar e que está contando com ajuda de parentes.

Em seu Instagram, ela postou dois vídeos refletindo sobre o que tem passando e revelou inclusive que DJ Ivis tentou contato com ela e chegou a pedir perdão por meio de carta enviada pelo advogado.

“Eu sempre soube que algumas coisas que estão sendo veiculadas iam ser usadas contra mim. Era do meu conhecimento. Era uma das razões pelas quais eu tinha medo de me separar do Ivis. Na terça-feira eu recebi uma ligação de um dos advogados dele, um dos que tem mais proximidade dele. Me ligou para ler uma suposta carta que o Ivis tinha escrito para mim. Nessa carta ele tenta apelar para o emocional, fala o quanto tem sido difícil. Falou também um pouco da Mel, mas muito pouco. No final, me pediu perdão”, começou ela, em vídeo.

A influencer também contou que não se sensibilizou com o conteúdo da carta. “Eu já sabia que iam fazer isso. Ontem foram misteriosamente vazados áudios de brigas minhas com ele. Eu sempre soube desses áudios, porque ele sempre gravava as nossas brigas. Filmava, produzia. Produzia defesa para ele, porque sabia que estava errado, e que também ia ser descredibilizado. Contra fatos não há argumentos, contra imagens também não. Ele apagou as imagens da última casa em que moramos, mas meus advogados conseguiram recuperar. Tem ele me ameaçando com uma faca, algumas gravações e áudios de ele falando que vai mandar me matar. Que já estava há um ano se planejando para se separar de mim, que não tinha nada no nome dele, nem casa, nem carro e nem nada. Eu sempre soube que a defesa dele ia adotar essa estratégia”, desabafou.

Ela ainda frisou que entende que atualmente a ideia da defesa de Ivis é descredibilizá-la. “Querem apelar para isso, apelar para opinião pública. Querem me pintar de louca, desequilibrada. Eu consigo vir aqui com tranquilidade porque não que eu esteja preparada [para enfrentar isso], mas tinha noção de que poderia ser usado contra mim, para me difamar, injuriar, para dizer que sou péssima mãe”.

Depressão pós-parto
Pamella contou em lágrimas, na sequência, que chegou a ter depressão pós-parto quando a filha, Mel, nasceu, e que logo após voltar para casa, da maternidade, ela foi agredida por Ivis. “Era um ambiente hostil. Eu era agredida o tempo inteiro. Não só fisicamente, mas com palavras, falta de respeito. Eu fui agredida inclusive depois que cheguei do hospital, da cirurgia. Depois da complicação que tive no parto”.

Leia mais:  TV Globo e Maju Coutinho são processados por auxiliar de produção
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana