conecte-se conosco


Segurança

Casagrande autoriza construção da Delegacia Regional de Cachoeiro de Itapemirim

Publicado

Os investimentos na melhoria da infraestrutura para as forças de segurança pública no Espírito Santo não param. Nesta sexta-feira (15), o governador Renato Casagrande assinou a Ordem de Serviço para as obras de construção da 7º Delegacia Regional de Cachoeiro de Itapemirim. Também foi anunciada a publicação do edital para reforma e ampliação da 2º Companhia do 3º Batalhão da Polícia Militar, em Guaçuí. Somados, os investimentos do Governo do Estado ultrapassam R$ 7 milhões.


“Aqui em Cachoeiro, demolimos o prédio antigo que tinha aqui, pois era um problema para a vizinhança. Nosso governo acabou e o seguinte não deu sequência. Muito bom estar aqui hoje para dar início a essa obra tão importante. Será a delegacia mais bonita do Estado. No mandato passado fizemos a delegacia de Guaçuí. Agora vamos reformar e ampliar a Companhia da Polícia Militar daquela cidade para que possamos dar mais dignidade de trabalho aos nossos policiais e mais condições de atendimento à população”, afirmou o governador.

Casagrande destacou que as melhorias fazem parte do escopo do Programa Estado Presente em Defesa da Vida. “As pessoas ainda têm desconfiança do poder público, mas com seriedade, as obras se tornam realidade. É assim em nosso governo. Em 2011, recebemos o Estado destruído na área da segurança pública e entregamos em 2014 com uma estrutura organizada. Voltei ao governo em 2019 e encontrei a segurança pública da mesma forma: destruída e desmotivada. Desde então, quase toda semana estamos dando ordens de serviço ou entregando algum equipamento para reestruturar a segurança pública”, pontuou.

As duas obras serão executadas pelo Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES). As obras da 7ª Delegacia Regional da Polícia Civil, em Cachoeiro de Itapemirim, vão acontecer no Bairro Independência e contam com investimentos de R$ 5,37 milhões. O projeto arquitetônico foi elaborado com uma área total construída de 1.367,31 metros quadrados, composta de dois andares. O prazo de conclusão das intervenções é de 720 dias.

O espaço vai abrigar a Superintendência de Polícia Regional, Gabinete do Chefe da Regional, Seção de Apoio Administrativo, Seção de Apoio Operacional, Seção de Registro e Verificação de Ocorrências, Seção de Inteligência, Análise e Estatística, Delegacia de Plantão Regional, Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa, Delegacia Especializada de Narcóticos, Delegacia Especializada de Investigações Criminais, Delegacia Especializada de Infrações Penais. O prédio conta ainda com ambientes de recepção, sanitários acessíveis masculino e feminino, cozinha, almoxarifado, arquivo, sala para material apreendido e estacionamento.

Ainda durante a solenidade, o governador Casagrande anunciou a publicação do edital para obras de manutenção preventiva e corretiva da 3ª Cia. do 13º Batalhão da PMES, localizada no Centro de Guaçuí. Serão investidos R$ 1,68 milhão nas intervenções, que contemplam ainda a substituição de pisos e esquadrias, demolição da laje existente e reconstrução do telhado para as viaturas locais, substituição da estrutura de madeira e telhas termo acústicas, revestimento e pintura das paredes, revisão da parte elétrica e manutenção das instalações hidrossanitárias.


“O Governo do Estado vem investindo forte na reestruturação das forças de segurança e esses anúncios são um bom exemplo. Desde o mês de dezembro, o governador vem fazendo entregas, autorizando obras e demonstrando todo o apreço que tem pelas forças de segurança. Essas obras vão dar mais dignidade e estrutura para os policiais civis e população de Cachoeiro de Itapemirim, que é um dos municípios mais importantes do Estado, além dos policiais militares que atuam em Guaçuí. Esse é o programa Estado Presente, que se preocupa com todas as vertentes na promoção da segurança”, afirmou o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho.

No mesmo sentido, o diretor presidente do DER-ES, Luiz Cesar Maretto Coura, destacou que as obras vão garantir melhores condições de trabalho aos policiais e de atendimento à população. “A área de segurança pública estava praticamente abandonada, mas o Governo do Estado através desses investimentos está finalmente devolvendo ao servidor público as condições para desempenhar bem o seu trabalho”, comentou.

Leia mais:  Unidade prisional reforça desinfecção de ambientes
publicidade

Segurança

PMES realiza formatura do estágio de adaptação de oficiais médicos do HPM

Publicado

A Polícia Militar do Espírito Santo (PMES) realizou, na manhã desta quinta-feira (4), a solenidade de conclusão do Estágio de Adaptação de Oficiais (EAO) que irão atuar no atendimento médico do Hospital da Polícia Militar (HPM), em Vitória. A agenda teve a participação do governador do Estado, Renato Casagrande, que deu as boas-vindas aos novos oficiais e os parabenizou pela conclusão do curso mesmo em momento de pandemia.


“Parabéns a todos os formandos e seus familiares. Estive aqui no início do Estágio de Adaptação e agora estão formados. Há muitos anos que não tínhamos entrada de médicos oficiais no HPM, que é uma unidade de grande importância para a Polícia Militar e também para toda a sociedade capixaba. Estamos fazendo investimento na estrutura física, contratando médicos e queremos dar passos adiante no Hospital”, afirmou o governador.


A turma de nove médicos tenentes agora está apta a prestar serviços para os pacientes do hospital. Os profissionais são especializados em neurologia; medicina do trabalho; infectologia; cardiologia; oftalmologia; e ortopedia. Além do atendimento direto aos pacientes, os novos oficiais serão empregados nas atividades da Diretoria de Saúde em apoio à administração do HPM.

O EAO foi integralmente realizado na Academia da PMES, em Tucum, Cariacica. O estágio contou com carga de 329 horas distribuídas em 22 disciplinas nas áreas jurídicas, formação policial e gestão do serviço de saúde como: Direitos Humanos; Direito Administrativo; Direito Penal Comum e Militar; Legislação e documentos de saúde; Gestão Hospitalar; Gestão de contratos; Treinamento Físico; Ordem Unida e até mesmo disciplinas eminentemente operacionais como Uso da Força e Armas de Fogo e Policiamento Ostensivo Geral.

O investimento na saúde dos policiais militares, bombeiros militares e seus dependentes retorna para a população na forma de melhor prestação de serviço. O Governo do Estado, dentro das diretrizes de reestruturação das forças de segurança do programa Estado Presente em Defesa da Vida, manteve o concurso público que resultou no reforço dos quadros da unidade pela primeira vez desde a inauguração.

Casagrande lembrou que o HPM é voltado ao atendimento dos militares, mas que também pode ser utilizado, em casos excepcionais, para o atendimento à população em geral. “Por isso, esse investimento em nossa rede pública é fundamental, ainda mais em momentos como este que estamos vivendo. As nossas forças policiais estão trabalhando e se dedicando no enfrentamento à criminalidade. Por isso, ter uma estrutura é fundamental, também na área de saúde. A criminalidade é audaciosa, mas estamos mostrando resultado”, pontuou.

Além disso, o Governo do Estado investiu em diversas reformas necessárias para o melhor atendimento e funcionamento da unidade.

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho, destacou a importância da valorização dos profissionais da área, com as melhorias promovidas no HPM, sinônimo de orgulho da Corporação.

“Diariamente nossos policiais militares dedicam suas vidas para proteger a sociedade. Nada melhor do que ter estrutura para cuidar da saúde, até como forma de reconhecimento, algo que o governador Renato Casagrande tem buscado todos os dias. Investindo na estrutura

para dar as melhores condições de trabalho possíveis. O HPM é um patrimônio importante e sinônimo de orgulho. Parabenizo a todos pela formatura e desejo uma grande jornada aos novos oficiais médicos”, afirmou Ramalho.

O comandante-geral da PMES, coronel Douglas Caus, agradeceu ao Governo do Estado pelo entendimento da necessidade de recompor os quadros do HPM, ampliando o atendimento prestado aos policiais.

“Essa data representa um marco histórico da nossa instituição. Temos que agradecer ao nosso governador Renato Casagrande pelo interesse em oxigenar o HPM e realizar os investimentos. A última turma formada foi em 1993. Após 28 anos apresentamos à sociedade esses honrados profissionais. Estamos em uma busca incessante de melhorar nossos serviços para a família militar estadual. É uma necessidade diante da árdua missão que os profissionais exercem. A gente valoriza o trabalho e a dedicação dos nossos profissionais quando apresentamos investimentos nessa unidade”, expressou.

Leia mais:  Beneficiários do auxílio de R$ 600 são alvo de golpes, alerta Febraban
Continue lendo

Segurança

Homem é detido ao tentar furtar placa de sinalização de rua

Publicado

Ele retirou a placa do lugar no dia anterior e escondeu o objeto. Na quarta-feira, voltou ao local para concluir o furto

Um homem foi preso em flagrante depois de tentar furtar uma placa de sinalização de rua, no bairro Jabour, em Vitória. Ele foi detido pela Guarda Municipal, que disse acreditar que ele venderia o objeto para comprar drogas.

Em um vídeo registrado no momento da ação, é possível ver o homem tentando retirar a placa de sinalização do chão. Ele força de um lado para o outro, até que ela fica bamba. Segundo a Guarda Municipal, o homem foi identificado como Amarildo Corrêa Belo, de 40 anos e iniciou o crime na noite de terça-feira (02) quando a região estava vazia.

Ele escondeu a placa, mas na quarta-feira (03), voltou ao local. Amarildo foi localizado e preso em flagrante por agentes da Guarda Municipal de Vitória, na rua Aldomário Soares Pinto, que fica na região da Grande Goiabeiras. No momento da prisão, ele ficou agitado e os agentes precisaram algemá-lo.

Amarildo seria usuário de drogas e é conhecido na região pela equipe da Guarda e também por moradores. Segundo agentes, o objetivo do homem seria vender a placa de sinalização para comprar e fazer uso de drogas.

Ele foi encaminhado para a Delegacia Regional de Vitória e o caso será investigado pela Polícia Civil. Ainda de acordo com a Guarda Municipal, a depredação do patrimônio público traz muitos prejuízos para os cofres públicos.

 

Leia mais:  Polícia acaba com baile clandestino em Vitória, mas festa foi até de manhã

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana