conecte-se conosco


Internacional

China dá proteção máxima a animal que pode ter passado o coronavírus

Publicado

Pangolim, tido como iguaria por muitos chineses, terá cuidado ambiental igual ao do urso panda. Governo quer acabar com o abate do animal para consumo

A China anunciou uma lei que dará proteção ambiental máxima, de primeira classe, ao pangolim. De acordo com as teses mais aceitas até agora pelos cientistas, essa espécie teria sido a hospedeira intermediária que transmitiu, pela primeira vez, o coronavírus para seres humanos. Com a elevação, o pangolim passa a ter o mesmo status de cuidado reservado naquele país ao urso panda gigante.

A transmissão inicial para o homem teria ocorrido em um mercado da cidade chinesa de Wuhan onde a espécie e outros animais silvestres são vendidos como alimento. O pangolim é considerado iguaria na China e suas escamas são usadas em remédios para aumentar a lactação e contra a impotência, o que aumenta o interesse pelo abate. As autoridades pretendem criar um centro de pesquisa e um banco de genes para estudar melhor o animal.

Os pangolins teriam sido contaminados pelo coronavírus por uma espécie de morcego ou de cobra. A elevação da proteção ambiental foi justificada como forma de proteção para resgatar e reprimir o abate ilegal e o tráfico da espécie, informa a Xinhua, a agência oficial de notícias do governo chinês.

O pangolim é um dos mamíferos mais caçados do mundo. Segundo a rede de monitoramento de animais silvestres Traffic, cerca de um milhão teriam sido abatidos nos últimos dez anos. Vinte toneladas de partes desse animal são comercializadas anualmente por traficantes, acrescenta a organização.

As autoridades chinesas proibiram em 2007 o abate de pangolins não criados em cativeiro. E, em agosto de 2018, vetou por completo as importações comerciais do animal e de produtos vindos dele.

Mesmo assim, a população da espécie permanece em queda, por causa da destruição progressiva das regiões de vida e reprodução e das raras punições a quem mata pangolim retirado da natureza para comer.

No último mês de fevereiro, em meio à pandemia de coronavírus, as autoridades chinesas anunciaram leis severas de combate ao comércio ilegal de pangolins e outras espécies silvestres, junto a campanhas para tentar diminuir drasticamente ou mesmo acabar com hábito de usar esses animais como alimento naquele país.

A medida foi bem recebida por grande parte da população. Muitos pediram o aumento das punições a caçadores, traficantes e consumidores e a interrupção do uso das escamas em remédios. “Por favor: soltem os pangolins. Os humanos já têm muitas coisas para comer”, escreveu um deles na internet.

Leia mais:  Senado paraguaio cassa senador que pediu morte de brasileiros
publicidade

Internacional

Brasileira fica em 2º lugar no Miss Universo; Mexicana vence

Publicado

A gaúcha Julia Gama era uma das favoritas, mas acabou perdendo a edição 2020 do concurso para Andrea Meza

Não foi dessa vez que o Brasil conquistou novamente o Miss Universo, mas foi por pouco. A edição 2020 do concurso aconteceu na noite deste domingo (17), em Miami (EUA) e tinha a brasileira Julia Gama como uma das favoritas. A gaúcha de 28 anos ficou em segundo lugar e perdeu apenas para Andrea Meza, do México. Janick Maceta, do Peru, ficou na terceira posição.

Julia se destacou bastante na 70ª edição do Miss Universo e chamou a atenção entre as 74 candidatas. Além de muito bonita, ela também fala espanhol, inglês e mandarim e foi muito bem durante todo o evento.

“As mulheres são uma parte muito importante da sociedade e só porque não somos incentivadas da mesma forma que os homens, não significa que não temos o nosso potencial. O mundo precisa da contribuição das mulheres. Nós estamos aqui por um motivo e convido as mulheres a entenderem que somos as líderes das nossas vidas e fazer muito pela nossa comunidade. Então, vamos erguer nossas mãos”, respondeu a braileira ao ser questionada sobre o papel da mulher na sociedade. 

Mexicana Andrea Meza leva a coroa do Miss Universo

Mexicana Andrea Meza leva a coroa do Miss Universo

O Brasil venceu o Miss Universo em duas oportunidades apenas. A primeira vez foi em 1963 com a também gaúcha Iêda Maria Vargas. A segunda aconteceu em 1968, com a baiana Martha Vasconcellos.

Por conta da pandemia do novo coronavírus no mundo, o concurso foi suspenso em 2020 e a última vencedora, a sul-africana Zozibini Tunzi, ficou com a coroa por quase um ano e meio.

Leia mais:  Pequim usará vacina chinesa como critério para concessão de visto
Continue lendo

Internacional

Motorista acende cigarro após passar álcool em gel nas mãos e incendeia carro

Publicado

De acordo com publicação, o condutor sofreu queimaduras de 1º e 2º grau nas mãos e na parte interna das coxas. Ele foi hospitalizado e passa bem

Um motorista da pequena cidade de Rockville, em Maryland, nos Estados Unidos levou um susto ao higienizar as mãos dentro de seu carro. É que depois de passar álcool em gel nas mãos, o condutor decidiu acender um cigarro e acabou botando fogo no próprio carro.

O momento foi registrado por um helicópitero de uma emissora de TV que passava pelo local no exato momento. As imagens compartilhadas pelo NYPost, mostram os bombeiros correndo para apagar o fogo que se alastrou por todo o carro.

Motorista acende cigarro depois de passar álcool em gel nas mãos e carro pega fogo (Foto: Reprodução/Twitter)

“Usar desinfetante para as mãos e fumar um cigarro é uma combinação ruim em áreas sem ventilação, como um carro”, disse um funcionário do Serviço de Bombeiros e Resgate do Condado de Montgomery em entrevista. 

De acordo com a publicação, o motorista que não foi identificado estava fumando um cigarro e então começou a usar o álcool em gel, que pegou fogo e incendiou todo o carro como uma espécie de coquetel molotov.

Motorista acende cigarro depois de passar álcool em gel nas mãos e carro pega fogo (Foto: Reprodução/Twitter)

O homem foi levado para o hospital, onde foi tratado por pequenas queimaduras e outros ferimentos sem risco de vida. O veículo, por outro lado, foi incendiado além do reparo. “O paciente sofreu queimaduras de 1º e 2º grau nas mãos e na parte interna das coxas e foi transportado para o hospital. Ele passa bem”, informava um tweet do corpo de bombeiros.

Motorista acende cigarro depois de passar álcool em gel nas mãos e carro pega fogo (Foto: Reprodução/Twitter)

Motorista acende cigarro depois de passar álcool em gel nas mãos e carro pega fogo (Foto: Reprodução/Twitter)

Leia mais:  OMS: Não há provas de que covid-19 se espalhou em Wuhan em 2019
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana