conecte-se conosco


Camisa 10

Com dois gols de Richarlison, Brasil vence Arábia Saudita e avança em 1º do grupo

Publicado

A seleção brasileira deslanchou no segundo tempo e chegou ao triunfo com gols de Matheus Cunha e outros dois de Richarlison

O Brasil encontrou mais dificuldades do que o esperado, mas confirmou o favoritismo diante da Arábia Saudita, venceu por 3 a 1 e confirmou sua vaga no mata-mata dos Jogos Olímpicos de Tóquio. 

Em Saitama, a seleção brasileira deslanchou no segundo tempo e chegou ao triunfo com gols de Matheus Cunha e outros dois de Richarlison, o nome do jogo e o novo artilheiro da competição.

Com isso, o Brasil avançou às quartas na liderança do grupo D, com sete pontos, fruto de duas vitórias e um empate. Os árabes, que balançaram as redes com Al Amri, e mostraram coragem e organização, se despediram da Olimpíada sem pontuar e na lanterna da chave. 

O outro classificado do grupo foi a Costa do Marfim, que segurou um empate com a Alemanha e eliminou o time europeu, atual vice-campeão olímpico.

Garantida nas quartas, a seleção atual campeã olímpica ainda não tem adversário definido. Certo é que será o segundo colocado do Grupo C, que pode ser Espanha, Austrália, Argentina ou Egito. O rival será conhecido ainda na manha desta quarta e o duelo decisivo está marcado para o próximo sábado, às 7 horas (de Brasília), em Saitama.

O Brasil fez bons 20 primeiros minutos, apertou a saída de bola do adversário e chegou ao seu gol por meio da bola aérea aos 13 minutos. Claudinho bateu escanteio da esquerda e Matheus Cunha apareceu na primeira trave para desviar de cabeça e abrir o placar. Foi seu primeiro gol em Tóquio após oito finalizações. Destaque na jogada para a bola roubada de Antony antes de o time ter dois escanteios e, em um deles, originar-se o gol.

Leia mais:  Flamengo ultrapassa Palmeiras e é o líder do ranking dos clubes da CBF

Embora não tenham feito uma grande apresentação, os brasileiros chegarão invictos e com moral para o mata-mata olímpico. Nesta quarta, engrenaram na etapa final à medida que encontraram os espaços na defesa dos árabes.

Pouco produtivo, Antony teve a chance de ampliar o resultado ao receber cruzamento perfeito de Arana, mas mandou de cabeça no travessão. No rebote, Claudinho arrematou em cima da marcação.

Ocorre que o Brasil enfrentou um adversário que, mesmo sem chance de classificação, entrou em campo disposto a surpreender. Os árabes, ao contrário da Costa do Marfim no último jogo, não se intimidaram diante dos brasileiros, subiram a marcação e se arriscaram no ataque.

A seleção brasileira encontrou o gol pelo alto e foi dessa mesma maneira que levou o empate. Aos 26, Diego Carlos saltou, mas não alcançou a bola, e ela sobrou para Al Amri. O zagueiro desviou de cabeça no cantinho, sem chance de defesa para o goleiro Santos.

Arana e Claudinho, dois dos que mais tomaram a iniciativa no primeiro tempo, tiveram uma oportunidade cada para recolocar o Brasil em vantagem, mas o meia cabeceou mal e o lateral soltou uma bomba que fez a curva ao contrário e saiu muito perto da trave esquerda. No fim, Antony ainda perdeu um gol incrível. O jovem atacante do Ajax recebeu passe de Matheus Cunha e, dentro pequena área, desviou devagar para a meta. Mas o goleiro Al Bukhari se jogou nos pés dele para fazer a defesa.

Leia mais:  Kleber Andrade recebe evento cultural neste sábado (04)

O Brasil melhorou seu desempenho com a entrada de Malcom no intervalo. Jardine colocou o atacante no lugar de Antony, que até conseguiu bons dribles, mas falhou na objetividade e enfeitou demais as jogadas.

Saiu dos pés de Matheus Cunha a melhor oportunidade de gol no segundo tempo. Matheus Henrique concluiu para a defesa do goleiro e, no rebote, com o gol escancarado, Matheus Cunha, bateu de primeira e mandou na trave.

Até que Richarlison apareceu para recolocar o Brasil à frente. A zaga afastou após cobrança de escanteio e a bola sobrou para Bruno Guimarães, que rebateu de cabeça em direção ao camisa 10. O “pombo” desviou de cabeça para as redes.

Jardine oxigenou a equipe ao lançar mão de Reinier, Menino e Gabriel Martinelli no fim da partida. Reinier teve a chance para ampliar após tabelar com Malcom na área, mas parou no goleiro Al Bukhari. Nos acréscimos, Richarlison balançou as redes novamente. Mas Malcom estava impedido na origem do lance e o gol do atacante do Everton não foi validado.

Não fez falta porque Richarlison marcou mais um aos 47 e desta vez valeu. Ele apareceu na pequena área para completar cruzamento rasteiro de Reinier, sacramentar o triunfo em Saitama e assumir a artilharia do torneio olímpico, com cinco gols, ultrapassando o experiente goleador francês Gignac.

publicidade

Camisa 10

Capixabas ajudam Brasil a conquistar bronze no Mundial de canoa havaiana em Londres

Publicado

Jefferson Cabral, Carlos Fernando Bolsanello, João Paulo Helal e Wesley Oliveira fizeram história ao trazerem a primeira medalha ao ES na modalidade

Tem capixaba se destacando na canoa havaiana no velho continente. O Campeonato Mundial de Sprint Va’a, que aconteceu entre o período de 8 a 16 na Inglaterra (Dorney Lake), mesmo local onde foi disputado as provas de canoagem e remo olímpico dos Jogos de Londres (2012), tiveram quatro atletas do Espírito Santo conquistando o bronze por equipe brasileira.

A Master 40 V12 Masculino 500 metros, conquistou a medalha de bronze e tinha em sua formação quatro atletas capixabas: Jefferson Cabral, Carlos Fernando Bolsanello, João Paulo Helal e Wesley Oliveira.

A competição contou com mais de 30 categorias, 22 países e 1309 competidores. O Brasil encerrou com a conquista de 15 medalhas, como comparação nos dois últimos Mundiais realizados Tahiti (2018) e Austrália(2019), o Brasil havia conquistado 02 medalhas em cada. 

No total, o Brasil conquistou no torneio mundial uma medalha de ouro, sete medalhas de prata e sete medalhas de bronze. Além disso, esta foi a primeira conquista da primeira medalha em Mundial por atletas capixabas.

Leia mais:  Seleção não quer disputar a Copa América. Saída pode ser time B

Continue lendo

Camisa 10

Segunda rodada do campeonato da 3ª Divisão vai movimentar estádios dos bairros e interior neste domingo (21)

Publicado

Neste domingo (21), as equipes do Campeonato de Futebol Amador da 3ª Divisão vão entrar em campo pela segunda rodada da competição. Os jogos vão movimentar os Estádios do Vasquinho, no bairro Interlagos, do Manoel Ribas Neto, no bairro São José, do Antônio Ferreira de Souza mais conhecido como Tafarel, no bairro Santa Cruz, além dos estádios da Vila de Povoação, Farias e do distrito de Bebedouro, a partir das 8 horas. Na primeira rodada, os atletas mostraram que sabem fazer gols e balançaram a rede 55 vezes.

Conforme o regulamento, as equipes estarão divididas em sete chaves e todos os times de cada chave irão se enfrentar durante a fase classificatória.  Os dois primeiros colocados de cada chave, além das duas equipes que tiverem o melhor terceiro lugar, vão garantir passaporte para as oitavas de final do torneio.

O campeão e vice-campeão vão subir para a 2ª Divisão em 2023. Os dois primeiros colocados serão premiados com troféus e medalhas. Também haverá premiação em troféu para o artilheiro e o goleiro menos vazado da competição.

Leia mais:  Flamengo ultrapassa Palmeiras e é o líder do ranking dos clubes da CBF

Neste ano, a competição conta com 28 equipes e envolve cerca de 700 atletas na disputa do título. O campeonato é promovido pela Prefeitura de Linhares, por meio da secretaria municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer.

A tabela completa dos jogos está disponível no site da Prefeitura de Linhares: www.linhares.es.gov.br

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana