conecte-se conosco


Segurança

Com visitas suspensas, Sejus promove interações para manutenção do vínculo familiar de internos

Publicado

Com a suspensão das visitas nas unidades prisionais como medida de prevenção ao novo Coronavírus (Covid-19), a Secretaria da Justiça (Sejus) tem buscado alternativas para manter o contato de internos com seus familiares. As ações de aproximação são realizadas de diversas formas, seja por envio e recebimento de cartas por e-mail, ligações assistidas e até com trocas de mensagens pelo WhatsApp.

Os contatos são realizados de acordo com os recursos disponíveis em cada unidade prisional e somente para os familiares credenciados. A subsecretária de Ressocialização da Sejus, Roberta Ferraz, explica que toda a ação é acompanhada por servidores do sistema prisional. “A Sejus tem se empenhado ao máximo para minimizar os impactos do distanciamento social recorrendo a estratégias de aproximações remotas entre internos e seus familiares. Nesse sentido, as unidades prisionais têm fornecido notícias e informações aos entes queridos dos internos como forma de amenizar a ansiedade e a saudade que esse isolamento tem causado. Cabe ressaltar que todos os contatos são acompanhados por servidores do setor Psicossocial e técnicos das unidades”, afirma.

As ligações assistidas são as formas mais usuais realizadas nas unidades, mas a Sejus tem estudado a possibilidade de implantação da televisita, ligação por vídeo, como alternativa de interação a ser implementada de forma padronizada em todo o sistema. Para isso, questões técnicas e estruturais são analisadas. A Secretaria também está em constante diálogo com representantes da Comissão de Mães de Detentos do Espírito Santo. O objetivo é sanar dúvidas, bem como receber propostas e aprimorar medidas de interação.

P.C.J.S., interna do Centro Prisional Feminino de Cariacica (CPFC), diz que as ligações assistidas têm ajudado a suprir a saudade da família. “Com as ligações assistidas temos falado com nossa família todos os meses, já que não podemos ter as visitas presenciais devido à pandemia.  É um momento reconfortante. Não podemos ver, mas sabemos que nossa família está sendo abraçada com esse contato, mantemos o vínculo e temos notícias deles lá fora”.

Novos credenciamentos de familiares continuam sendo efetivados eletronicamente nos canais de atendimento por WhatsApp (27 – 99257-4718) e e-mails das unidades prisionais (https://sejus.es.gov.br/unidades-prisionais).  A família que ainda não é cadastrada pode entrar em contato com esses canais para enviar os documentos necessários ao credenciamento. A análise da documentação é realizada em 30 dias.

Atividade religiosa

Assim como alternativas para manutenção do vínculo familiar, a assistência religiosa nas unidades tem sido mantida em novo formato, com apresentação de cartas e vídeos enviados pelas entidades religiosas e até, em alguns casos, com mensagens transmitidas em programas de rádio e TV montados nas unidades prisionais de Linhares (Centro de Detenção e Ressocialização) e Barra de São Francisco (Penitenciária Regional).

Leia mais:  Mulheres e meninas em regime de internação participaram de ato cultural nos '16 Dias ES'
publicidade

Segurança

12ª Companhia Independente inaugura nova placa do projeto Rede Comunidade Segura

Publicado

A 12ª Companhia Independente inaugurou uma nova placa do Projeto Rede Comunidade Segura nesta segunda-feira (25), em Mata da Praia, Vitória.

Foram afixadas placas no edifício Rio Madeira, que já cumpriu todas a etapas para participação do projeto. Os militares aproveitaram a oportunidade para conversar sobre segurança com os moradores presentes.

O projeto possui um aplicativo que auxilia na interação entre a Polícia e a comunidade na buscas de resultados cada dia mais positivos para a segurança pública.

Leia mais:  Mulheres e meninas em regime de internação participaram de ato cultural nos '16 Dias ES'
Continue lendo

Segurança

Quase 13 mil aparelhos que burlam sinais de TV por assinatura são apreendidos pela Receita Federal

Publicado

Nos últimos quatro meses de 2020, a Receita Federal apreendeu cerca de 900 mil aparelhos do tipo

A Receita Federal apreendeu, nesta segunda-feira (25), um total de 12.800 aparelhos que burlam sinais de transmissão de canais de TV por assinatura, os conhecidos TV Box. A apreensão encontrou diversos modelos do aparelho no Porto Seco de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro.

O trabalho foi resultado do trabalho da Divisão de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal na 7ª Região Fiscal, que compreende os estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo.

Esta não é a primeira apreensão do tipo. Nos últimos quatro meses de 2020, a Receita Federal apreendeu cerca de 900 mil aparelhos do tipo. Apenas no Rio de Janeiro foram aproximadamente 800 mil unidades, o equivalente a um prejuízo de R$ 600 milhões para o crime organizado.

Uma das apreensões aconteceu em outubro do ano passado. Na época, mais de 60 mil aparelhos foram apreendidos no Porto de Itaguaí e nos Portos Secos de Nova Iguaçu e Resende, em todo o Estado do Rio de Janeiro. A apreensão representou um prejuízo superior a R$ 50 milhões ao crime organizado, especificamente a grupos de milicianos que se dedicam ao contrabando e a essa modalidade criminosa.

Leia mais:  Festa clandestina na Serra termina com troca de tiros entre criminosos e policiais
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana