conecte-se conosco


Política e Governo

Comunicação e solidariedade são novas propostas de Majeski para o combate à Covid-19

Publicado

Uma das tecnologias mais antigas e eficientes presentes na telefonia móvel pode ser uma aliada no combate ao novo coronavírus no Espírito Santo.

Já está tramitando na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei 414/2020, de autoria do deputado estadual Sergio Majeski (PSB), que estabelece o encaminhamento diário de informações por meio do serviço de mensagens curtas de texto, o popular SMS, pelo Governo do Estado ao cidadão, com a finalidade de apresentar informações sobre as medidas de enfrentamento à propagação e ao combate à COVID-19 e para conscientização sobre a situação atualizada da pandemia.

“Pode ser uma mensagem direta para o cidadão saber como está o índice de contaminação no seu bairro, na sua rua. É um serviço de baixíssimo custo, acessível em praticamente todos os celulares e smartphones e que nem necessita que o cidadão tenha pacote de internet contratado. Entendemos que embora estes dados já estejam disponíveis no Painel COVID e que a mídia os divulgue diariamente nos telejornais, temos a certeza de que milhares de capixabas não são informados sobre a real situação da pandemia em sua região. Dessa forma, cabe ao Poder Público estabelecer novos mecanismos para conscientizar a população. A telefonia móvel está presente em quase todas as residências, tem uma abrangência significativa, tornando a comunicação diária muito eficiente”, destaca Majeski.

Solidariedade e benefícios na doação de plasma

O cidadão que contraiu o novo coronavírus e se curou da Covid-19 pode contribuir com o tratamento de casos graves da doença ao doar plasma nas unidades do Hemocentro do Estado do Espírito Santo (Hemoes).

Além de ser um ato de solidariedade, para estimular a doação, o Projeto de Lei 379/2020 do deputado Majeski inclui os doadores de plasma na mesma lista de benefícios já garantidos aos doadores de sangue e amplia para dois anos a validade da carteira de doador que for emitida durante a vigência do Decreto de Calamidade Pública no Estado do Espírito Santo em decorrência da pandemia da Covid-19.

“O objetivo é salvar vidas. É mais uma proposta que busca estimular as doações neste período crítico em que os estoques de sangue estão baixos, como forma de incentivo aos doadores regulares e aos novos. Uma única doação de plasma garantirá direito aos benefícios existentes aos doadores de sangue e pelo dobro do período atual, com a ampliação da validade da carteira de doador”, completa Majeski.

Crédito da foto: Leonardo Tononi
Sugestão de legenda: O SMS é uma tecnologia eficiente e barata, capaz de informar e alertar o cidadão rapidamente.

Leia mais:  Governador acompanha entrega de alimentos da Agricultura Familiar aos estudantes da Rede Estadual
publicidade

Política e Governo

Casagrande se junta a governadores para responder Bolsonaro sobre ICMS

Publicado

Por diversas vezes nos últimos meses, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) culpou os governadores pelo alto preço dos combustíveis

O governador Renato Casagrande (PSB) se juntou a dezenove chefes de executivos estaduais para divulgar uma carta nesta segunda-feira (20) negando ter aumentando o ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias) de combustíveis. 

A carta diz que o problema é nacional, e cobra “verdade” do governo federal para solucionar o problema.

“Os governadores dos entes federados brasileiros signatários vêm a público esclarecer que, nos últimos 12 meses, o preço da gasolina registrou um aumento superior a 40%, embora nenhum estado tenha aumentado o ICMS incidente sobre os combustíveis ao longo desse período”, afirmam no documento. 

Também assinaram a carta governadores como Flávio Dino (PSB-MA), Ronaldo Caiado (DEM-GO), Rui Costa (PT-BA), Cláudio Castro (PL-RJ), Romeu Zema (Novo-MG), Eduardo Leite (PSDB-RS) e Ibaneis Rocha (MDB-DF).

No Espírito Santo, alíquota do ICMS sobre a gasolina é de 27% sobre o preço cobrado nos postos. 

Por diversas vezes nos últimos meses, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) culpou os governadores pelo alto preço dos combustíveis. “Cresceu a arrecadação de ICMS em cima de uma ganância”, disse em julho deste ano. 

Especialistas dizem que o dólar tem grande influência nesse comportamento, já que desde 2016 a política de preços da Petrobrás está atrelada a variação do valor do barril de petróleo no mercado internacional e do dólar. 

Os derivados de petróleo sobem sempre que o câmbio sofre desvalorização (ou seja, o real fica mais barato) e o preço do barril aumenta. 

Leia mais:  Deputado Gandini debate o cronograma de execução das obras de duplicação da BR-101
Continue lendo

Política e Governo

Inscrições para o primeiro Hackathon Cibercidadão do Governo do Estado começam nesta segunda (20)

Publicado

O Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest), por meio do Laboratório de Inovação (Lino) abre, nesta segunda-feira (20), às 17 horas, as inscrições para o primeiro Hackathon Cibercidadão. Os interessados podem se inscrever gratuitamente pelo site www.cibercidadao.prodest.es.gov.br até o dia 8 de outubro.

A iniciativa é pioneira, porque será realizada de forma totalmente on-line e faz parte do Programa Cibercidadão, lançado pela autarquia neste ano. Intitulado de Hackathon Cibercidadão, o evento é composto por duas categorias (estudante e independente). Na primeira, podem participar os que estão matriculados em cursos técnicos ou de graduação da área de Tecnologia da Informação (TI), com reconhecimento do Ministério da Educação.

Na categoria independente, podem se inscrever os que apresentam conhecimento no setor de TI, independentemente de vínculo com instituição de ensino. Nesse caso, enquadram-se os autodidatas, alunos com pós-graduação, profissionais de Tecnologia da Informação e pessoas interessadas em TI.

As inscrições podem ser feitas somente por grupo, que deverá ter de três a cinco componentes, sendo que apenas um membro pode estar relacionado com a categoria independente. Todos os participantes receberão um certificado e o grupo vencedor será premiado.

Critérios

Leia mais:  Pandemia: Indicação de Majeski propõe mais apoio para favorecer estudo em casa

O Hackathon Cibercidadão será de 22 a 24 de outubro, com 48 horas de duração. O evento será feito no formato on-line pelas plataformas Youtube e Discord. Os trabalhos serão avaliados pela comissão julgadora, considerando os critérios de originalidade, design, solubilidade (capacidade de resolver uma demanda focal), viabilidade e pitch (apresentação rápida).

Na avaliação da coordenadora do Programa Cibercidadão, Camila Zacche de Aguiar, o hackathon é uma oportunidade de serem desenvolvidas soluções potenciais para melhorar os serviços públicos por meio do uso estratégico da tecnologia a partir de ideias enviadas pelos cidadãos.

Para o presidente do Prodest, Tasso Lugon, o evento é importante para os capixabas terem um maior envolvimento com o Programa Cibercidadão. “Esse é o primeiro de uma série de hackathons que vamos promover para a população ter uma participação mais efetiva e colaborativa com o setor público”, destacou.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana