conecte-se conosco


Política e Governo

Conselho Gestor do Plano Espírito Santo – Convivência Consciente se reúne pela primeira vez

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, participou, nesta quarta-feira (06), da primeira reunião de trabalho, por videoconferência, do Conselho Gestor do Plano Espírito Santo – Convivência Consciente. O encontro teve a participação da vice-governadora Jaqueline Moraes, de representantes das Secretarias de Desenvolvimento (Sedes); Governo (SEG); Economia e Planejamento (SEP); Mobilidade e Infraestrutura (Semobi); Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti); e Fazenda (Sefaz), além da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), o ES em Ação e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Durante a reunião, foram apresentados o cenário de 2020 e as perspectivas para 2021, além do decreto que institui o Conselho Gestor do Plano e o documento balizador do Plano Espírito Santo, que está disponível para consulta no site da Sedes. Foram definidas ainda as ferramentas para acompanhamento e monitoramento do Plano, modelo de governança e a definição da periodicidade dos encontros.

Em sua fala, o governador Casagrande abordou os objetivos do Plano Espírito Santo – Convivência Consciente, assim como a importância do diálogo constante com a população e a transparência das ações.

“Lançamos o Plano Espírito Santo visando mitigar os impactos causados à sociedade capixaba e criamos diversas medidas que tiveram a colaboração da iniciativa privada. Agora vamos tocar os projetos, tornando realidade a previsão da geração de 100 mil empregos. Criamos o Conselho Gestor do Plano, no qual nos reuniremos para deliberar as ações para atingirmos as metas. Seguimos enfrentando, mas aprendendo a conviver com a pandemia do novo Coronavírus”, completou Casagrande.

O secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, frisou a importância desse diálogo aberto e transparente do Governo com a sociedade e do poder público com o setor produtivo, bem como as instituições mantendo a colaboração constante de todos para conduzir e debater desenvolvimento do Estado do Espírito Santo.

“Queremos elaborar uma agenda programada para ao longo do ano que seja produtiva e monitoramento constante de todas as ações previstas no Plano Espírito Santo – Convivência Consciente. Gostaria de ressaltar que a população também poderá opinar e participar conosco deste trabalho. Este é um diferencial do Estado do Espírito Santo, a oportunidade de debater de maneira ampla e democrática com toda a sociedade”, disse Kneip.

A subsecretária de Estado de Gestão de Projetos da Sedes, Fabrine Schanwz, explicou mais sobre o documento balizador do Plano. “A partir dele, teremos chance de atualizar de maneira constante os dados, monitorar as entregas e prestar contas à sociedade. Nesta publicação estão presentes os princípios norteadores do Plano Espírito Santo, destacando que, de acordo com o nosso governador, as pessoas são a nossa prioridade, além das ações voltadas para o desenvolvimento e mais do que a recuperação econômica. Temos ainda os eixos de atuação do plano, detalhamento de cada um, com a relação de ações previstas”, afirmou.

Ainda durante o encontro, o diretor de Integração e Projetos Especiais do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), Pablo Lira, apresentou os indicadores da pandemia trabalhados pelo IJSN e instituições parceiras, bem como o histórico da gestão de risco da pandemia no Espírito Santo.

“O Espírito Santo tem se destacado como estado modelo na gestão da pandemia, mitigando os efeitos na saúde e também na economia. O resultado do PIB capixaba do terceiro trimestre já destaca que o Estado está tendo uma recuperação econômica em 2020, com crescimento de 10,3% em relação ao segundo trimestre. Desempenho superior ao brasileiro, que foi de 7,7%”, pontuou Lira.

O diretor do IJSN também destacou alguns fatores portadores de futuro, que possibilitam ao Espírito Santo sair na frente na retomada do crescimento econômico. “O Espírito Santo conta com um equilíbrio fiscal e financeiro desde 2012, atestado pela Secretaria do Tesouro Nacional. Também é o primeiro Estado a instituir um Fundo Soberano, que poupa recursos provenientes do petróleo para as gerações futuras, numa visão de desenvolvimento sustentável. Temos uma ambiência favorável à atração de investimentos. E o Plano Espírito Santo é um robusto plano de retomada econômica, que articula diferentes e importantes instituições e instâncias capixabas, com o objetivo comum, que é o desenvolvimento e a retomada econômica do Estado neste período de pandemia”, observou.

Plano Espírito Santo – Convivência Consciente

Leia mais:  70% dos empresários esperam que economia retome entre 4 e 6 meses

Apresentado no dia 26 de novembro de 2020 pelo governador do Estado, Renato Casagrande, ao lado de autoridades e lideranças da sociedade civil, o Plano Espírito Santo — Convivência Consciente é um conjunto de ações envolvendo órgãos do poder público e do setor produtivo para promover o desenvolvimento econômico, priorizando as pessoas e com o objetivo de reduzir os impactos sofridos pela população capixaba em decorrência da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

São previstos quase R$ 33 bilhões em investimentos dos governos do Estado, Federal e do setor privado até o final de 2022. A estimativa é de que sejam criadas mais de 100 mil vagas de emprego.

O Plano é resultado de um grande pacto, que foi selado entre o poder público e o setor produtivo para o enfrentamento dos desafios impostos pela pandemia, exigindo que as ações sejam executadas a partir de uma visão interdisciplinar e multisetorial, com foco em respostas inovadoras.

Eixos

Ao todo, serão sete eixos de atuação: Desburocratização; Medidas Tributárias; Crédito e Financiamento; Monitoramento dos Impactos na Economia; Aceleração dos Investimentos Públicos e Privados; Inovação e Tecnologia e Geração de Emprego e Renda.

Leia mais:  Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda é tema de LIVE nesta terça-feira

publicidade

Política e Governo

Governador autoriza início da segunda fase das obras do Hospital Geral de Cariacica

Publicado

O governador Renato Casagrande assinou, na manhã desta quarta-feira (27), a Ordem de Serviço para início da segunda fase das obras do Hospital Estadual Geral de Cariacica. Na primeira fase, o Governo do Estado investiu R$ 25,4 milhões no processo de terraplanagem e fundação, cujos trabalhos duraram quase dois anos. Nesta nova fase, o terreno contará com uma área total construída de 37.976,67 metros quadrados, distribuída em seis blocos. O investimento é da ordem de R$ 146 milhões, com prazo de execução de 1.260 dias.


O Hospital Geral de Cariacica está localizado na Rodovia Leste-Oeste, no bairro Campo Belo, e receberá um pronto-socorro clínico e cirúrgico, Unidade de Terapia Intensiva (UTI), maternidade de alto risco e cuidados intensivos neonatais. Também serão atendidas especialidades, como clínica médica, neurologia, nefrologia, cardiologia, cirurgia geral, maternidade e cirurgia de cabeça e pescoço.


A edificação está dividida em seis blocos, sendo o bloco B o mais alto deles, com oito pavimentos, que vão abrigar pronto-socorro, farmácia, ambulatórios, centro de diagnósticos, centros cirúrgicos, internação, laboratórios, necrotério, setores administrativos, de limpeza e zeladoria, cozinha, lactário, manutenção, além de contar com 550 vagas de estacionamento e um heliponto. A previsão de inauguração do Hospital Geral de Cariacica é para o segundo semestre de 2024. 


No total, serão 408 leitos, entre censáveis (de internação) e não censáveis (de apoio). A previsão é de que sejam realizados mais de oito mil atendimentos por mês no Pronto-Socorro e cerca de 120 mil atendimentos na UTI, UTI neonatal (UTIN), maternidade e clínicas médicas e cirúrgicas. As obras serão executadas pelo Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES). Após a conclusão das obras, o hospital ainda contará com um investimento em equipamentos hospitalares, estimado em R$ 35 milhões.


Em sua fala, o governador Renato Casagrande destacou que o hospital é um sonho dos cariaciquenses e vai atender pacientes não apenas do município, mas de todo o Espírito Santo. “Sabemos que Cariacica sonhava com esse hospital e é muito bom estar dando essa ordem de serviço para o início da fase 2, que é a construção do hospital. Antes, já havíamos autorizado as obras de construção da fundação. Mais à frente serão adquiridos os equipamentos e a previsão é de que o hospital esteja pronto em 2024”, pontuou.

Para esta nova etapa, a unidade passará a englobar também em sua obra o conceito de sustentabilidade, com a construção de uma estação de tratamento de esgoto e reúso de água servida; captação da água de chuva para irrigação dos jardins; uso de energia solar no sistema ‘grid-tie’, que é quando a energia solar é transformada em energia elétrica e volta para a rede da concessionária (EDP/Escelsa), proporcionando maior economia na conta de energia elétrica.

Para o diretor-presidente do Departamento de Edificações e de Rodovias, Luiz Cesar Maretto Coura, a construção do Hospital Geral de Cariacica é um avanço para o Estado. “A segunda fase das obras desse hospital é um de nossos objetivos primordiais nesta gestão. Esta Ordem de Serviço é o pontapé inicial para cumprirmos essa meta. É uma obra que trará estrutura na área da saúde para a população de Cariacica e de várias cidades sem estrutura hospitalar. Estamos felizes com mais essa conquista”, afirmou Maretto.

Ainda durante a solenidade, o governador mencionou os investimentos do Estado em Cariacica. “É um município importante que poderá sempre contar com a ajuda do Governo do Estado. Como estamos fazendo com o Estádio Kleber Andrade, que voltará a ter grandes eventos; com a universalização do saneamento básico; com as obras nas rodovias Alice Coutinho e José Sette. São muitos sonhos que estamos ajudando a realizar, mas ninguém faz nada sozinho. Quero agradecer à bancada federal que destinou R$ 74 milhões em emendas, ao ex-prefeito Juninho e aos vereadores de Cariacica, que destinaram este terreno para construção do hospital e também à Assembleia Legislativa que sempre nos apoia. Hoje Cariacica dá mais um passo para realizar este sonho”, destacou Casagrande.


A subsecretária de Estado de Atenção à Saúde, Quelen Tanize Alves da Silva, reforçou a importância da obra para a Região Metropolitana da Grande Vitória. “Além das questões assistenciais e da complexidade hospitalar que a unidade poderá ofertar, ela também trará à região ainda mais desenvolvimento, com crescimento do mercado e geração de empregos. Pensando na assistência, temos também a possibilidade de ampliar o escopo de residências médicas ofertadas pelo Estado”, lembrou.

Saúde Integral

Leia mais:  Espírito Santo conquista 1° lugar do Brasil no Ideb 2019 e alcança melhor índice dos últimos 10 anos

Com os objetivos de modernizar e qualificar a resolutividade clínica, a gestão dos serviços de saúde e ampliar e adequar a infraestrutura física e tecnologia do Sistema Único de Saúde (SUS) capixaba, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa), definiu no planejamento estratégico importantes entregas para os quatro anos de gestão. Entre essas entregas está a construção do Hospital Geral de Cariacica, que contará com mais de 400 leitos para atender os usuários do SUS de todas as regiões do Espírito Santo, que necessitem de atendimento clínico geral, maternidade de alto risco e ambulatorial adulto.

“Temos essa unidade como um dos projetos prioritários da saúde capixaba, em um conjunto de ações não só para a modernização, mas também para ampliar o acesso ao atendimento e ao cuidado hospitalar no Estado”, destacou o gerente de Projetos da Secretaria da Saúde, Gilberto Vieira.

Além do Hospital Geral de Cariacica, fazem parte dos projetos prioritários as obras dos hospitais de Urgência e Emergência “São Lucas” (blocos 4 e 5), em Vitória, também construído pelo DER-ES; Atenção Clínica, em Cariacica; Maternidade São Mateus e Roberto Arnizaut Silvares, ambos em São Mateus. Além da implantação dos projetos do Sistema de Logística Integrada; o Samu para Todos; Melhor em Casa, e a criação do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi).

Leia mais:  Empresa assina venda de concessões terrestres do Polo Cricaré no norte do Espírito Santo
Continue lendo

Política e Governo

Governo entrega obras em escolas e de duas novas barragens em São Roque do Canaã

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, esteve, na manhã desta terça-feira (26), no município de São Roque do Canaã para a inauguração de obras em escolas e de duas novas barragens. São mais de R$ 4 milhões em investimentos do Governo do Estado, visando a ampliar a oferta de vagas para crianças e adolescentes, além de melhorar a segurança hídrica da região.


“Estamos fazendo entregas em São Roque do Canaã nas áreas da educação e infraestrutura. Nosso governo é de entregas, seja com obra, tecnologias ou equipamentos. Estamos reestruturando nossa rede de ensino, tanto estadual quanto municipal por meio de convênios. A comunidade escolar tem respondido, pois conquistamos o melhor Ensino Médio do País e estamos melhorando também o Ensino Fundamental”, pontuou o governador.

Durante a agenda, Casagrande participou da entrega das obras de construção da Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Tia Neida, localizada no bairro Vila Verde, e da reforma da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Felício Melotti, localizada no bairro Santa Júlia. Ao todo, os investimentos somam R$ 1.577.868,00.

“Mesmo na pandemia não paramos e tentamos criar um vínculo da escola com os alunos. Criança e jovem fora da escola é presa fácil para atos ilícitos. Por isso é importante o retorno das aulas agora em fevereiro. A marca do nosso governo é o investimento em educação, pois é o caminho para oportunidades”, completou o governador Casagrande, que foi acompanhado nas agendas pelo secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo,


Na EMEI Tia Neida, foi construída uma nova sede, que conta agora com sete salas de aula, sala de leitura, refeitório, pátio coberto, banheiros infantis e de funcionários, cozinha, lactário, despensa, lavanderia, rouparia, depósito de material de limpeza, copa para funcionários, diretoria, entre outros. A nova unidade possibilitará a ampliação de 100 vagas, totalizando 250 crianças atendidas.

Já as intervenções na EEEFM Felício Melotti, contemplaram os serviços de controle de cupins e substituição parcial do madeiramento do telhado da cobertura; substituição das telhas de cerâmica tipo colonial por telhas de fibrocimento; substituição completa do madeiramento do telhado do pavimento térreo; substituição de todo forro de PVC do pavimento superior e banheiro dos alunos do pavimento térreo para atender às intervenções no telhado e nas instalações elétricas; e a substituição do piso cerâmico por granilite e execução do barrado cerâmico nas áreas descobertas e refeitório.

O prefeito do município, Marcos Guerra, destacou a importância das obras. “Queria agradecer ao Governo por estes investimentos em São Roque. Temos que trazer os jovens para a escola e temos ainda um desafio grande, que é enfrentar a tecnologia e usá-la para atrair os jovens para a escola. Precisamos fazer um trabalho forte para trazer as crianças que precisam para dentro da creche e com essa estrutura podemos absorver muito mais”, disse.

A diretora da EEEFM, Soneide Caliari Mariani, também agradeceu pela realização da obra. “Meu sentimento é de gratidão por tudo que estamos recebendo. Importante dizer que a todo momento em que foi solicitada alguma melhoria para nossa escola, o Governo nunca perguntou quantos alunos temos aqui. As melhorias não foram pautadas na quantidade de alunos, mas no respeito e zelo pelos alunos e pela comunidade. Por isso, em meu nome, dos servidores, dos pais, alunos e toda comunidade escolar, nossa gratidão”, afirmou.


Novas barragens

Leia mais:  Seag lança 1º chamada para composição de banco de projetos de pesquisa

A agenda oficial do governador em São Roque do Canaã incluiu também a inauguração das barragens Santa Júlia (Agrovila) e Alto Santa Júlia. As obras trazem maior segurança hídrica para região, tendo em vista que o volume de armazenamento total é de 175.925 metros cúbicos de água, beneficiando a população local nos períodos de escassez de chuvas. O investimento total foi de R$ 2.948.898,07 do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag).


“Estamos inaugurando essas duas barragens, pois sabemos que sem água não existe vida. Precisamos recuperar áreas florestais, fazer caixas secas e dar tratos adequados ao solo, pois só existe uma forma de produzir água: cuidando do solo. Sabemos que o município de São Roque do Canaã necessita de infraestrutura e temos capacidade, dentro de um planejamento, de ir executando obras”, garantiu o governador.

Para a conclusão das obras, a Seag providenciou a construção do Acesso ao Monge, que facilitará a operação e manutenção das barragens, tornando-as mais seguras, uma vez que o acesso por meio de passarela metálica facilitará a chegada de pessoas e equipamentos que eventualmente se façam necessários nas atividades. O secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Paulo Foletto, também participou das agendas.

Leia mais:  70% dos empresários esperam que economia retome entre 4 e 6 meses
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana