conecte-se conosco


Cidades

Consulesa dos EUA vai visitar escola modelo em Vitória

Publicado

Jacqueline Ward é consulesa-geral dos Estados Unidos no Rio de Janeiro e vai conhecer a única escola americana na Capital na próxima sexta-feira (10)

A Escola Americana de Vitória (EAV) vai receber a visita da consulesa-geral dos Estados Unidos no Rio de Janeiro, Jacqueline Ward. O momento será de integração e estabelecimento de relações com o mercado internacional de Educação.

A visita acontece na próxima sexta-feira (10). A consulesa-geral será recepcionada pelo head de Inovação do Grupo Buaiz, Americo Buaiz Neto, e pelo diretor-geral da Escola Americana de Vitória, Cristiano Carvalho, que afirmou que o momento é de aproximação com a cultura internacional.

“É uma aproximação da consulesa com instituições de negócios e educação brasileiras. Somos a única escola do modelo americano em Vitória e fizemos esse convite para ela conhecer e pensarmos, em conjunto, operações de intercâmbios científicos e de cunho social para nossos alunos”, disse.

Carvalho ainda destacou que o momento é de abertura de parcerias da Escola Americana de Vitória para o mercado local e internacional.

“É o estabelecimento de pontes e de canais de relacionamento multinacionais. Será um momento de proximidade com o governo americano, interação de alunos e professores com novas oportunidades de ensino”, ressaltou o diretor-geral da EAV.

Na programação do evento, a consulesa-geral estará acompanhada pela consulesa para assuntos econômicos, Gabrielle Moseley, e pelo gerente de expansão da Amcham Brasil, Matheus Vieira.

Leia mais:  Educação: Mais de R$ 38 milhões investidos em reformas de escolas em Cariacica e Serra

Além de conhecer a estrutura da EAV, guiados por alunos do 9º ano — equivalente ao 1º ano High School — os convidados participarão de uma reunião com o diretor-geral da escola e do head de Inovação do Grupo Buaiz. 

Na pauta estão o intercâmbio na área da educação, a participação em projetos sociais, entre outros assuntos.

Escola Americana de Vitória

Recentemente, a Escola Americana de Vitória conquistou, pela Fieldwork Education, duas importantes certificações internacionais na área da educação. A instituição obteve, no final de 2021, sua metodologia de ensino reconhecida pela ICA – International Curriculum Association. 

A EAV é única escola capixaba a contar com os Currículos “Internacional de Educação Infantil” (IEYC em inglês) para crianças de 2 a 5 anos, e “Internacional Primário” (IPC em inglês), na faixa etária de 6 a 12 anos, chancelados internacionalmente.

A acreditação segue critérios rigorosos de análise com validade de cinco anos, sendo necessária a sua renovação no final de cada ciclo. O órgão inspeciona diversos aspectos para reconhecer o emprego de metodologia ativa de ensino internacional.

Leia mais:  Santas Casas e hospitais filantrópicos do ES recebem R$ 4,9 milhões em recursos federais

Recentemente, a Escola Americana de Vitória conquistou, pela Fieldwork Education, duas importantes certificações internacionais na área da educação. A instituição obteve, no final de 2021, sua metodologia de ensino reconhecida pela ICA – International Curriculum Association. 

A EAV é única escola capixaba a contar com os Currículos “Internacional de Educação Infantil” (IEYC em inglês) para crianças de 2 a 5 anos, e “Internacional Primário” (IPC em inglês), na faixa etária de 6 a 12 anos, chancelados internacionalmente.

A acreditação segue critérios rigorosos de análise com validade de cinco anos, sendo necessária a sua renovação no final de cada ciclo. O órgão inspeciona diversos aspectos para reconhecer o emprego de metodologia ativa de ensino internacional.

A EAV oferece educação com imersão na língua inglesa desde as primeiras séries, e possui metodologia diferenciada, com aprendizagem baseada no ensino de competências.

publicidade

Cidades

Crianças e Adolescentes atendidas no Cras realizam visita às polícias civil e militar em Jaguaré

Publicado

Policiais apresentaram o trabalho dos agentes de segurança para os jovens

Crianças e adolescentes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SFCV do Centro de Referência em Assistência Social – Cras, participaram de uma roda de conversa com os policiais em uma visita à 18ª Companhia Independente de Polícia Militar de Jaguaré e à Delegacia de Polícia Civil do município.

A visita teve o objetivo de levar as crianças a conhecer o trabalho das polícias e sua importância na sociedade, além de criar aproximação e construção de conceitos corretos sobre as forças de segurança.

Cerca de 40 crianças visitaram o espaço físico, a rotina de trabalho que envolve o atendimento, investigação, ronda, e tudo mais que envolve as ações das polícias civil e militar.

Após muita interação no bate papo com os policiais, em que os agentes responderam perguntas dos jovens sobre as ações de segurança, houve um momento de andar na viatura e ter contato com instrumentos de trabalho dos policiais como distintivo, colete à prova de bala e outros.

Leia mais:  Prefeito Enivaldo dos Anjos vistoria obras em andamento em Barra de São Francisco

Continue lendo

Cidades

Suzano anuncia intenção de construir fábrica de papel tissue e conversão em Aracruz (ES)

Publicado

Projeto, ainda sujeito à aprovação do Conselho de Administração da empresa, terá capacidade produtiva de 60 mil toneladas anuais

A Suzanoreferência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, anuncia a intenção de construir uma fábrica de papel tissue e conversão em Aracruz, município localizado no norte do Espírito Santo. O projeto, ainda sujeito à aprovação por parte do Conselho de Administração da companhia, prevê que a unidade terá capacidade para produzir 60 mil toneladas anuais de tissue, produto a ser convertido em papel higiênico e papel toalha.

Inicialmente estimado em cerca de R$ 600 milhões, o projeto levará dois anos até estar concluído. Durante o período das obras, a previsão é de que sejam gerados 300 postos de trabalho. Após o início da produção, cerca de 200 colaboradores e colaboradoras, diretos e indiretos, trabalharão na unidade.

“A intenção de construirmos uma nova fábrica reforça o compromisso da Suzano com o desenvolvimento do Espírito Santo. No final de 2019, anunciamos investimento de quase R$ 1 bilhão no estado, incluindo a construção de uma fábrica em Cachoeiro de Itapemirim. A unidade entrou em operação no início de 2021 e agora, menos de um ano e meio depois, anunciamos o plano de viabilizar mais um importante investimento no estado”, afirma Walter Schalka, presidente da Suzano.

Leia mais:  Educação: Mais de R$ 38 milhões investidos em reformas de escolas em Cariacica e Serra

A construção de uma fábrica de papel tissue e conversão em Aracruz está alinhada à estratégia da Suzano de avançar nos elos da cadeia, sempre com vantagem competitiva, e garantir o abastecimento ao crescente mercado brasileiro de produtos sanitários. Em Cachoeiro de Itapemirim, por exemplo, a Suzano tem capacidade para converter papel tissue em 30 mil toneladas anuais de papéis higiênicos, o que equivale a 1 milhão de rolos por dia.

O projeto em Aracruz está sujeito à verificação de condições precedentes e ainda será submetido à análise do Conselho de Administração da Suzano e das autoridades locais competentes.

“Já estivemos presentes nos investimentos anteriores da Suzano, que contou com uso de crédito de ICMS, e continuando com a nossa política de atração criamos ambiente para que a empresa tivesse outro investimento em nosso Estado. Para nós a Suzano é uma empresa estratégica para o Estado. Temos política de uso de crédito de exportação que permite que a empresa faça negociações no mercado, desde que a atividade que seja ampliada gere emprego e ICMS. O que importa para nós é que os empreendedores tenham confiança em vir e estar no Espírito Santo. Nossa tarefa é gerar oportunidades aos capixabas”, afirma o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande.

A Suzano emprega direta e indiretamente cerca de 5 mil pessoas em território capixaba. Mais recente fábrica construída pela Suzano, a unidade de Cachoeiro de Itapemirim é a quinta linha de produção da unidade de bens de consumo da Suzano, responsável pela fabricação de itens como papéis higiênicos, guardanapos e papéis-toalha. A companhia possui fábricas de produção de tissue em Belém (PA), Mucuri (BA) e Imperatriz (MA), além de unidades de conversão em Maracanaú (CE) e Cachoeiro de Itapemirim.

Leia mais:  "Estou curado", diz psicólogo infectado com coronavírus em Linhares

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana