conecte-se conosco


Segurança

Coronel Sartório assume comando da Polícia Militar do Espírito Santo

Publicado

O coronel Márcio Eugênio Sartório assumiu, nesta segunda-feira (18), o posto de Comandante-Geral da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), no lugar do coronel Moacir Leonardo Vieira Barreto Mendonça, que deixa o cargo por motivos de saúde. A decisão da troca foi anunciada no início da tarde pelo governador Renato Casagrande, que acompanhou a solenidade de passagem do Comando, realizada no Quartel do Comando-Geral, localizado no bairro Maruípe, em Vitória.

“Queria agradecer ao comandante Barreto que prestou um serviço extraordinário. Uma pessoa séria, decente, trabalhador e que comandou com dedicação total a nossa Polícia Militar, essa grande instituição. A PM é uma das instituições mais respeitadas da nossa sociedade e quem a assume carrega toda essa responsabilidade. O coronel Sartório terá que exercer com muita dedicação e foi escolhido pelas características de Comando, pela experiência, pelo lado operacional, pela convivência e respeito da tropa”, afirmou o governador.

Casagrande ainda prosseguiu: “Temos necessidade de que a Polícia Militar interaja com a sociedade, que dialogue, se integre e que tenha sintonia com as demais forças de segurança estadual e federal. Triste pelo afastamento de Barreto, mas feliz por dar posse ao Sartório”, disse.

A mudança no Comando já vinha sendo discutida há cerca de uma semana, desde que o coronel Barreto manifestou ao governador o desejo de se afastar do cargo para cuidar da saúde. A escolha de Sartório, que estava à frente do Comando de Polícia Ostensiva Metropolitano (CPOM), se deu pelo fato de ter longa experiência operacional, grande lealdade e o respeito da tropa.

O novo comandante da Polícia Militar falou sobre a responsabilidade de dar sequência ao trabalho realizado pelo coronel Barreto. “Quem o conhece sabe exatamente do que estamos falando. Eu assumo com uma grande missão de representar a nossa tropa, que tenho certeza absoluta que é a melhor do Brasil”, disse o coronel Sartório.

Na solenidade, o Subcomandante Geral da Corporação, coronel Aleksandro Ribeiro de Assis fez a leitura da alocução, uma carta de despedida de coronel Barreto ao deixar o cargo. Na carta, o coronel, que não pode comparecer à troca de comando, agradeceu aos oficiais e praças e ao alto comando da Polícia Militar. Ao governador Renato Casagrande, o coronel agradeceu a confiança e atenção dada à Corporação.

“Não só por ter confiado a mim tão nobre missão, num dos momentos mais desafiadores que a Polícia Militar já enfrentou nos últimos anos, devido a marcas dolorosas de um passado ainda vivo, mas também por sua liderança empática, estimulando sempre diálogos maduros com entendimentos necessários para superar dificuldades oportunamente. Não houve um momento sequer que o senhor deixou de ouvir os anseios que levei aos seus ouvidos, como Porta-Voz da instituição, valorizando meus argumentos, respeitando minhas posições institucionais voltadas à valorização concreta da tropa e, sobretudo, dando deferência, atenção e respeito ao que representa o Comando-Geral da PM”, disse na carta.

A experiência do novo comandante e o legado deixado por coronel Barreto foram lembrados pelo secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Roberto Sá: “Hoje fazemos uma passagem de comando por necessidade e temos que fazer um registro de reconhecimento da brilhante escolha do governador, quando nomeou o coronel Barreto como comandante-geral. Representou lealmente e com coragem a Polícia Militar do Espírito Santo. Ele passa o comando com resultados importantes, com a polícia sendo reconstruída, mas mesmo assim muito eficiente. O coronel Sartório foi comandante Metropolitano, tem muita experiência e tenho certeza que terá muito sucesso. Eu estarei à disposição para auxiliar no que for preciso”.

Participaram da solenidade os secretários de Estado, Tyago Hoffman (Governo); Coronel Aguiar (Casa Militar); Davi Diniz (Casa Civil); além do comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Cerqueira e o delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Santos Arruda.

Curriculum

Leia mais:  Sejus recebe 11 veículos do Departamento Penitenciário Nacional

Natural de Cachoeiro de Itapemirim, o coronel Sartório é graduado no Curso de Formação de Oficiais com pós-graduação nos cursos de Instrutor de Equitação e Gestão em Segurança Pública.

Atuou no Regimento de Polícia Montada de dezembro de 1994 a julho de 2013, nas funções de chefe da seção de pessoal, de Planejamento e de Logística, comandante do 1º Esquadrão, subcomandante e comandante. Também foi diretor adjunto de Comunicação Social da PMES de julho de 2013 a julho 2015, comandante do 1º Batalhão, diretor de Saúde da PMES e comandante de Polícia Ostensiva Metropolitano.

Como esportista, o coronel Sartório também se destaca representando a corporação e o Espírito Santo no hipismo. Foi sete vezes campeão estadual e cinco vezes vice-campeão e bicampeão brasileiro militar e tem vários títulos em competições nacionais militares.

publicidade

Segurança

Quase 13 mil aparelhos que burlam sinais de TV por assinatura são apreendidos pela Receita Federal

Publicado

Nos últimos quatro meses de 2020, a Receita Federal apreendeu cerca de 900 mil aparelhos do tipo

A Receita Federal apreendeu, nesta segunda-feira (25), um total de 12.800 aparelhos que burlam sinais de transmissão de canais de TV por assinatura, os conhecidos TV Box. A apreensão encontrou diversos modelos do aparelho no Porto Seco de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro.

O trabalho foi resultado do trabalho da Divisão de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal na 7ª Região Fiscal, que compreende os estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo.

Esta não é a primeira apreensão do tipo. Nos últimos quatro meses de 2020, a Receita Federal apreendeu cerca de 900 mil aparelhos do tipo. Apenas no Rio de Janeiro foram aproximadamente 800 mil unidades, o equivalente a um prejuízo de R$ 600 milhões para o crime organizado.

Uma das apreensões aconteceu em outubro do ano passado. Na época, mais de 60 mil aparelhos foram apreendidos no Porto de Itaguaí e nos Portos Secos de Nova Iguaçu e Resende, em todo o Estado do Rio de Janeiro. A apreensão representou um prejuízo superior a R$ 50 milhões ao crime organizado, especificamente a grupos de milicianos que se dedicam ao contrabando e a essa modalidade criminosa.

Leia mais:  Operação contra lavagem de dinheiro é realizada no Espírito Santo e em outros três estados
Continue lendo

Segurança

Irmão de um dos traficantes mais procurados do ES é preso

Publicado

Thiago Moraes Pereira Pimenta, mais conhecido como “Panda” é irmão do “Marujo”, que segundo a polícia, é responsável por comandar o tráfico de drogas nos bairros Da Penha e São Benedito

Durante a nova fase da Operação Sentinela, da Polícia Militar, seis suspeitos foram detidos na tarde desta segunda-feira (25) no Bairro da Penha, em Vitória. Entre eles está o irmão de um dos homens mais procurados do Espírito Santo.

Thiago Moraes Pereira Pimenta, mais conhecido como “Panda”, é irmão do “Marujo”, que segundo a polícia, é responsável por comandar o tráfico de drogas nos bairros Da Penha e São Benedito, na capital. Thiago já possuía dois mandados de prisão em aberto por tráfico de drogas.

A polícia também informou que esta é uma detenção de suma importância para desarticular o tráfico de drogas no Bairro Da Penha. Segundo o comandante da PM, Coronel Caus, o irmão do Marujo também chefia o tráfico de drogas no bairro e estaria diretamente ligado ao irmão.

Além dos suspeitos, a polícia também apreendeu três armas de fogo, sendo duas pistolas de 9mm e uma pistola 380, seis celulares, crack, maconha, haxixe, rádios comunicadores e munições de vários calibres. Ainda de acordo com informações da polícia, todo material apreendido foi encontrado em casas onde estavam o Thiago e os outros cinco homens detidos.

Leia mais:  Operação contra lavagem de dinheiro é realizada no Espírito Santo e em outros três estados
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana