conecte-se conosco


Camisa 10

Cruzeiro pagou pai de santo na luta contra o rebaixamento de 2019

Publicado

Cruzeiro pagou pai de santo na luta contra o rebaixamento de 2019

O Cruzeiro realizou três depósitos de pagamento a um babalorixá (comumente chamado de pai de santo), que chegaram a R$ 6 mil, durante a luta contra o rebaixamento do Brasileiro, ano passado. Os pagamentos foram feitos entre outubro e novembro, da conta do clube, ao membro religioso.

A informação foi publicada inicialmente pelo UOL Esporte e confirmada pelo GloboEsporte.com, que teve acesso ao depósito dos pagamentos a Reginaldo Muller Pádua. Os pagamentos foram autorizados por Benecy Queiroz, supervisor administrativo do clube, e endereçados para efetivação do pagamento para Juliana Moreira, membro do departamento financeiro do clube.

Primeiro pagamento feito foi no dia do jogo contra o São Paulo — Foto: Twitter/Mineirão

Dois deles foram realizados em dias de jogos do Cruzeiro, pelo Brasileiro. O primeiro depósito (R$ 2.500), via TED, foi efetuado, em 16 de outubro, às 15h36 (de Brasília). Horas antes do jogo entre Cruzeiro e São Paulo, no Mineirão, vencido pela Raposa por 1 a 0, com gol de Thiago Neves.

O segundo, no valor de R$ 3 mil, ocorreu em 13 de novembro, às 14h26, três dias depois do empate sem gols no clássico com o Atlético-MG e cinco dias antes do jogo decisivo com o Avaí, que também terminou empatado sem gols.

O terceiro e último depósito foi de R$ 500 e ocorreu em 28 de novembro, às 11h56, dia da partida contra o CSA, em disputa direta contra o rebaixamento. O Cruzeiro perdeu por 1 a 0, no Mineirão, e se complicou bastante na tentativa de escapar da queda.

Os serviços, como consta na ordem de pagamento do dia 16 de outubro, teriam sido realizados em Brasília. A reportagem tentou falar com o presidente do Cruzeiro, na época, Wagner Pires de Sá, mas ele não atendeu às ligações, nem respondeu às mensagens.

O supervisor do Cruzeiro, Benecy Queiroz, também não respondeu às mensagens, nem atendeu às ligações. Responsável pelo futebol na época, Zezé Perrella disse, por meio de mensagem, desconhecer a situação.

O babalorixá foi também procurado pela reportagem, mas não atendeu às ligações. Ao UOL, ele afirmou que o acordo foi feito com Perrella e que ainda falta o depósito de R$ 4 mil.

– Ficou entre eu e ele (Zezé Perrella), como isso chegou até você, não sei. Realmente, eles não mandaram para mim os R$ 4 mil, mandaram só R$ 6 mil. Quem vai poder falar direitinho é o (Zezé) Perrella – disse Reginaldo Müller.

O Cruzeiro não conseguiu escapar do rebaixamento, ano passado. O clube teve o descenso inédito concretizado na última rodada, ao ser derrotado por 2 a 0 para o Palmeiras, no Mineirão.

Leia mais:  Corinthians e Fla. Com clubes, Ambev se livra da Globo. E economiza
publicidade

Camisa 10

Após ameaça de boicote, Catar libera uso de biquínis em etapa do Circuito Mundial de vôlei de praia

Publicado

Doha receberá disputa entre mulheres pela primeira vez. no dia 8 de março. Melhor dupla da Alemanha, porém, havia ameaçado não participar caso houvesse restrição

O Catar voltou atrás e não vai impor nenhuma restrição contra o uso de biquínis durante etapa do Circuito Mundial de vôlei de praia. Doha, capital do país, receberá a disputa pela primeira vez a partir do dia 8 de março. O possível veto às peças, porém, gerou uma ameaça de boicote pela principal dupla da Alemanha, Karla Borger e Julia Sude. A etapa vale pontos no ranking olímpico.

O órgão regulador do esporte no Catar, porém, afirmou que não haverá restrições ao uso da vestimenta. Em nota, a FIVB disse que consultou a Associação de Voleibol do Catar antes da mudança da definição local.

– Após novas discussões, o QVA confirmou que não há restrições para jogadoras vestindo uniformes padrão durante o evento em Doha, se assim o desejarem – afirmou.

A FIVB, que rege as normas do vôlei, disse ter consultado as jogadoras em janeiro, antes de definir a disputa do evento em Doha. As atletas, porém, lembraram do forte calor da capital do Catar para exigir o uso de biquínis.

– A FIVB acredita firmemente que o vôlei de praia feminino, como todo esporte, deve ser julgado pelo desempenho e esforço, e não pelo uniforme. Portanto, durante a competição em Doha, caso os jogadores solicitem o uso do uniforme padrão, eles estarão livres para fazê-lo. A FIVB e o QVA estão unidos no compromisso de sediar um evento acolhedor, seguro e inclusivo que permita aos atletas competir em o seu melhor.

Leia mais:  Maradona defende Ronaldinho: 'Não é delinquente; seu erro é ser ídolo'
Continue lendo

Camisa 10

Pai dos goleiros Alisson e Muriel morre após mergulho em barragem

Publicado

José Becker, de 57 anos, teve corpo localizado na noite desta quarta, em Lavras do Sul

O pai dos goleiros Alisson e Muriel morreu após mergulhar em uma barragem em Lavras do Sul, município que fica a 320 km de Porto Alegre. José Agostinho Becker, de 57 anos, tomava banho em uma propriedade da família quando aconteceu o incidente. O corpo chegou a ficar desaparecido desde o período da tarde e foi localizado na noite desta quarta-feira.

A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros de Caçapava do Sul, que foi acionado pela Polícia Civil de Lavras do Sul diante da ocorrência.

A assessoria do Alisson diz que a família dos jogadores pediu privacidade no momento. Nas redes sociais, já há muitos comentários nos perfis de Alisson e Muriel manifestando apoio.

O fato ocorreu por volta das 17h. Segundo o Corpo de Bombeiros, uma equipe foi ao local para demarcar exatamente onde José Becker mergulhou. A ideia era avançar nas buscas quando amanhecesse, mas o corpo do pai dos goleiros foi encontrado.

Leia mais:  Milan anuncia a contratação de Ibrahimovic
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana