conecte-se conosco


Camisa 10

Daniel Dias diz que suas chances de ouro foram tiradas após novas regras

Publicado

Nadador de 33 anos e dono de 24 medalhas paralímpicas fala sobre seu último ato nas piscinas e o que vem depois

Quando deixar as águas do Centro Aquático de Tóquio, em 1º de setembro, o nadador Daniel Dias, de 33 anos, colocará uma braçada final na mais exitosa carreira de um atleta paralímpico brasileiro. Ao pegar a toalha para se recompor da maratona de seis provas — e, quem sabe, caminhar ao pódio — o paulista estará aposentado das piscinas, após 15 anos de trabalho.

A jornada lhe rendeu um volumoso número de medalhas: 24 em Paralimpíadas, 14 delas de ouro, sete de prata e três de bronze. Na conta também é possível incluir 40 medalhas em Mundiais, 31 delas de ouro. Mesmo com a jornada brilhante pelo retrovisor, o paulista garante que deixa a carreira no auge, embora deva enfrentar percalços inéditos nos Jogos Paralímpicos deste ano.

O primeiro e mais decisivo deles é fruto do processo de reclassificação na natação paralímpica. Iniciado em 2018, o procedimento reorganizou os atletas de acordo com novas estratégias de avaliação. Com a escalação refeita, Daniel teve seus seis recordes mundiais batidos por adversários inéditos — que antes estavam classificados em categorias acima da sua por, até então, apresentarem níveis de deficiência considerados menores que os dele.

— Estou sendo afetado em todas as provas, essa é a grande verdade. Mesmo que eu seja otimista, é preciso usar a razão nesse caso. Sendo bem sincero, tirou todas as minhas chances de ouro em Tóquio — disse o atleta antes de embarcar para o Japão.

Para ele, a mudança de classificação é “subjetiva” e prejudicial para toda a delegação brasileira. Uma das principais críticas é o fato do processo ter ocorrido no meio de um “ciclo” — o período de quatro anos (neste caso específico, cinco) entre o fim de uma Paralimpíada e o início da próxima. A atual reclassificação foi realizada em janeiro de 2018, entre os Jogos do Rio e os de Tóquio, previstos inicialmente para 2020, mas postergados por causa da pandemia da Covid-19 e com data para começar no próximo dia 24.

— Ocorreu uma mudança no sistema de classificação de toda a natação. Foi incluída uma avaliação do atleta na água. É algo diretamente relacionado ao quanto ele consegue desempenhar (seus movimentos) na piscina — explica João Paulo Casteleti, chefe da classificação funcional do Brasil.

Embora não possa mudar a classificação para a competição de Tóquio, Daniel conta que se candidatou a uma cadeira no conselho de atletas do Comitê Paralímpico Internacional com o objetivo de propor novas categorias para os competidores, de maneira mais justa. “Muito triste o que está acontecendo”, resume.

— A natação vai perder um pouco a credibilidade. Como é possível que eu evolua meus tempos, mas não traga medalha para o Brasil? — questiona o nadador, garantindo que não entrará “derrotado” em nenhuma prova, apesar do cenário adverso.

Impacto da pandemia

A despedida das piscinas ocorre após um longo hiato sem competições, fundamentais para o avanço do desempenho dos atletas — normalmente, os campeonatos são usados para avaliação dos próprios treinos e comparação com o estágio de desenvolvimento dos adversários.

Daniel conta que não disputa provas internacionais desde o Mundial de 2019, em Londres, mas mesmo assim conseguiu manter os treinos ao longo da pandemia. Segundo ele, os problemas enfrentados nesta temporada não são a razão para deixar as piscinas profissionalmente:

— Vou me aposentar e estou muito em paz com isso. Não é uma decisão fácil a ser tomada, afinal, é uma vida dedicada a isso, e não foi algo que decidi do dia para noite. Em conversas com a família, com os filhos, fui ponderando as coisas e vi que meu ciclo na natação deveria se encerrar em Tóquio mesmo.

Ele analisa que poderia tranquilamente continuar nas provas, se assim quisesse. E que não está em “decadência”. Chama o encerramento da vida de atleta como algo muito “pessoal” e atribui a decisão também à necessidade de compartilhar mais momentos com os três filhos, Asaph, Daniel e Hadassa.

— Queria estar mais próximo deles, aproveitar alguns momentos que fui abdicando ao longo da vida de atleta. Não quer dizer que o Daniel se arrependa, pelo contrário, faria tudo de novo. Fui em busca dos meus sonhos e minha família me apoiou nisso — afirma.

Agora, diz o atleta, é hora de retribuir toda a compreensão e o apoio que recebeu:

— Chegou um momento que eu vi o que meus filhos me pediam. Coisinhas simples, mas por causa dos treinos eu não tinha energia para brincar, ou não podia jogar futebol com eles por medo de lesões. São coisas que para eles ficarão marcadas.

As crianças, ele conta, pularam de alegria ao ouvir seu desejo de se aposentar. No mesmo instante, passaram a listar a quantidade de coisas que poderiam fazer juntos com a presença do pai.

Leia mais:  FIFPro lamenta demissões de jogadores e reduções unilaterais de salários por parte dos clubes
publicidade

Camisa 10

Após dois meses de namoro, Gabriel Jesus anuncia que será pai: “Notícia maravilhosa”

Publicado

Jogador de futebol namora Raiane Lima, para quem dedicou o gol em sua comemoração, fazendo sinal de bebê chupando o dedo

Gabriel Jesus anunciou que será pai! Com uma foto do gol que marcou pelo seu time, o jogador anunciou a gravidez de Raiane Lima, sua namorada. “Que dia! Muito feliz pelo gol, por essa vitória tão importante para a gente e por uma notícia maravilhosa. Esperando meu primeiro filho. Uma comemoração para um momento mais do que especial”.

O jogador e a influenciadora assumiram a relação em julho deste ano, mas oficializaram o namoro esse mês, quando mostraram a aliança usada pela modelo. Os dois já haviam sido visto juntos no meio do ano, após polêmicas de que Raiane teria traído seu ex-namorado com o craque do Manchester City. Ela negou que sequer se envolveu com o deputado Rodrigo Novaes.

Nos stories, Gabriel publicou a foto e marcou a namorada, com a declaração “Te amo” na legenda. E Raiane, que não posta muitas fotos em suas redes, compartilhou a publicação do jogador.

Famosos e amigos do jogadora parabenizaram o casal na publicação de Gabriel. Rafael Zulu, Edu Dracena e mais deixaram mensagens de carinho. Raiane também comentou o post com muitos corações e respondeu algumas mensagens.

Amigos deixam parabéns para Gabriel Jesus e Raiane Lima (Foto: Reprodução/Instagram)

Raiane Lima e Gabriel Jesus (Foto: Reprodução/ Instagram)

Leia mais:  Neymar teria dado 'sim' para a diretoria do Barcelona, diz jornal
Continue lendo

Camisa 10

Flamengo no topo: Veja os elencos mais valiosos fora da Europa

Publicado

Rubro-Negro tem time com maior valor de mercado longe do Velho Continente. Palmeiras e River Plate vêm na sequência

O futebol europeu concentra verdadeiras seleções intercontinentais, com jogadores do mais alto nível reunidos e disputando entre si. No entanto, fora da Europa, vários clubes conseguem montar equipes muito fortes no papel, mas também com bom valor de mercado. Confira os elencos mais valiosos que estão fora da Europa.

Flamengo (Brasil) - Valor do elenco: 147,75 milhões de euros (R$915,79 milhões) - Número de jogadores: 31

Flamengo (Brasil) – Valor do elenco: 147,75 milhões de euros (R$915,79 milhões) – Número de jogadores: 31.

Palmeiras (Brasil) - Valor do elenco: 143,2 milhões de euros (R$887,59 milhões) - Número de jogadores: 32

Palmeiras (Brasil) – Valor do elenco: 143,2 milhões de euros (R$887,59 milhões) – Número de jogadores: 32.

River Plate (Argentina) - Valor do elenco: 103.93 milhões de euros (R$644,19 milhões) - Número de jogadores: 29

River Plate (Argentina) – Valor do elenco: 103.93 milhões de euros (R$644,19 milhões) – Número de jogadores: 29.

Atlético-MG (Brasil) - Valor do elenco: 98,45 milhões de euros (R$610,22 milhões) - Número de jogadores: 29

Atlético-MG (Brasil) – Valor do elenco: 98,45 milhões de euros (R$610,22 milhões) – Número de jogadores: 29.

Boca Juniors (Argentina) - Valor do elenco: 86,48 milhões de euros (R$536,03 milhões) - Número de jogadores: 27

Boca Juniors (Argentina) – Valor do elenco: 86,48 milhões de euros (R$536,03 milhões) – Número de jogadores: 27.

Grêmio (Brasil) - Valor do elenco: 84,95 milhões de euros (R$526,54 milhões) - Número de jogadores: 34

Grêmio (Brasil) – Valor do elenco: 84,95 milhões de euros (R$526,54 milhões) – Número de jogadores: 34.

São Paulo (Brasil) - Valor do elenco: 81,05 milhões de euros (R$502,37 milhões) - Número de jogadores: 33

São Paulo (Brasil) – Valor do elenco: 81,05 milhões de euros (R$502,37 milhões) – Número de jogadores: 33.

Monterrey (México) - Valor do elenco: 78,4 milhões de euros (R$485,94 milhões) - Número de jogadores: 23

Monterrey (México) – Valor do elenco: 78,4 milhões de euros (R$485,94 milhões) – Número de jogadores: 23.

Tigres (México) - Valor do elenco: 72,9 milhões de euros (R$451,85 milhões) - Número de jogadores: 26

Tigres (México) – Valor do elenco: 72,9 milhões de euros (R$451,85 milhões) – Número de jogadores: 26.

Corinthians (Brasil) - Valor do elenco: 71,25 milhões de euros (R$441,63 milhões) - Número de jogadores: 31

Corinthians (Brasil) – Valor do elenco: 71,25 milhões de euros (R$441,63 milhões) – Número de jogadores: 31.

 

Leia mais:  A final é brasileira! Santos atropela o Boca e decide Libertadores com o Palmeiras

 

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana