conecte-se conosco


Segurança

Delegado da Polícia Civil mata esposa e enteada em Curitiba

Publicado

O delegado Erik Busetti foi preso em flagrante, suspeito de matar a tiros a esposa e a enteada.

O delegado Erik Busetti da Polícia Civil foi preso em flagrante, suspeito de matar a tiros a esposa e a enteada. O crime aconteceu na noite desta quarta-feira (4), no condomínio Tereza Glazer, na Av. Mascarenhas de Moraes no bairro Santa Cândida, em Curitiba.
A esposa do suspeito, Maritza Guimarães de Souza, 41 anos, também era escrivã da Polícia Civil. A enteada do delegado, identificada como Ana Carolina de Souza tinha 16 anos.

Após cometer o crime, Erik Busetti, pegou a filha do casal de 9 anos, e entregou para os vizinhos cuidarem. Ele teria dito aos vizinhos que cometeu um erro.

Tentativa de suicídio

Depois de desistir de cometer suicídio, o delegado ligou para a Polícia e confessou a autoria do crime. Busetti esperou a viatura da Polícia chegar e foi levado para a sede do Centro de Operações Policiais Especiais (COPE).

Questionado pelos colegas da Polícia Civil o motivo do crime bárbaro, Erik respondeu friamente: “Vocês não tem ideia do que eu estava passando.” A informação é que o casal estava em processo de separação e discussões ocorriam diariamente.

Sobre o Delegado

Natural do Estado de São Paulo, Erik Busetti passou por várias delegacias de Curitiba e da Região Metropolitana. No ano passado estava lotado na Delegacia da Fazenda Rio Grande. Em 2018, se envolveu em uma polêmica ao prender um escrivão de Polícia da própria equipe.

Polícia Civil

Em nota, a Polícia Civil dará uma coletiva de imprensa para falar sobre o caso.

Leia mais:  Confira o resultado final da promoção por seleção de inspetores penitenciários
publicidade

Segurança

Idoso morre cinco dias após ser agredido pelo filho por causa de galinha

Publicado

O suspeito foi detido, mas acabou sendo liberado porque, segundo a polícia, já havia passado o período de flagrante

Um idoso de 66 anos morreu dias após ser agredido pelo filho durante uma briga por conta de uma galinha, no quintal de casa, em Bela Vista, Cariacica.

Após as agressões, que aconteceram há uma semana, ele ficou dias de cama, e quando resolveu ir ao hospital, acabou morrendo. 

Imagens registraram o momento em que o filho de 42 anos foi detido em casa, por policiais do Departamento Especializado de Homicídios e Proteção à Pessoa. Ele acabou liberado pois já havia passado o período de flagrante.

Segundo a polícia, a confusão toda começou porque o pai teria acusado o filho de furtar algumas galinhas que ele criava no quintal. Com isso, eles começaram a brigar, entraram em luta corporal e o pai acabou sendo agredido com socos e pauladas.

Depois disso, ele ainda saiu, bebeu e quando voltou estava com dores. Ele ficou cinco dias de cama e só no sábado (27), quando uma filha dele chegou no local, foi socorrido para um hospital, mas acabou morrendo no domingo (28).

O filho, de acordo com a família, é usuário de drogas e vive sozinho em uma casa na parte debaixo do quintal onde ficam as galinhas. Há algum tempo, ele passou a levar outros usuários e moradores de rua para casa. O fato irritou ainda mais o pai, que durante a briga, quebrou as paredes da residência.

Na manhã desta segunda-feira (29), havia uma pessoa dormindo na casa do filho, mas ele não estava no local. 

Familiares contaram à equipe de reportagem da TV Vitória/Record TV, que após a morte do pai, o homem acabou sendo agredido por populares e está bastante machucado.

A polícia registrou o caso, que será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa de Cariacica.

Leia mais:  6° BPM divulga resultados operacionais de março
Continue lendo

Segurança

Homem apontado como maior ladrão de caminhões do ES é preso após acidente na BR-262

Publicado

A Polícia segue investigando se realmente o suspeito era quem dirigia o veículo no momento do acidente

Policiais da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos prenderam um homem, apontado como um dos maiores ladrões de caminhões do Espírito Santo e da Bahia. Ele estava internado em um hospital da Serra, depois de sofrer um acidente na BR-262.

De acordo com as informações da Polícia Civil, Juscelio Hermogenes de Freitas, vulgo Carioca, era procurado desde o cumprimento da Operação Carga Pesada, realizada em julho deste ano.

Ele estava foragido e foi localizado internado no Hospital Jayme dos Santos Neves, na Serra, após sofrer um acidente na Ponte da Macumba, situada entre os municípios de Viana e Domingos Martins, após ter furtado um caminhão carregado de bebidas, em Paraju, na Região Serrana.

O suspeito teria sido resgatado por um comparsa, que servia como batedor. A Polícia segue investigando se realmente o suspeito era quem dirigia o veículo no momento do acidente. Ele se encontra sob escolta policial.

Leia mais:  Curso de violência contra mulher é oferecido em unidade prisional
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana