conecte-se conosco


Brasil

Deputados de oposição querem a saída de Weintraub do Ministério da Educação

Publicado

Cerca de vinte deputados e dois senadores de vários partidos de oposição apresentaram nesta quarta-feira (5), no Supremo Tribunal Federal (STF), denúncia em que acusam o ministro da Educação, Abraham Weintraub, de crime de responsabilidade. O grupo é liderado pelos deputados Tabata Amaral (PDT-SP) e Felipe Rigoni (PSB-ES), que foram a coordenadora e o relator de uma comissão externa da Câmara que apontou falhas nas políticas públicas geridas pelo MEC.

Em coletiva à imprensa, Rigoni explicou que a denúncia se baseia em dois eixos principais. O primeiro diz respeito a infrações político-administrativas, que teriam ferido os princípios da eficiência, da transparência e da impessoalidade. “O ministro da Educação resolve o problema de uma pessoa que reclama, no Twitter, que a prova dela do Enem estava errada. Enquanto isso, todos os outros que enviaram e-mails para o Inep ou não tiveram suas provas corrigidas são prejudicados nas inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu)”, exemplificou.

O parlamentar listou outras algumas ações do ministro que, segundo Rigoni, teriam relação com essas infrações, como problemas no Exame Nacional do Ensino Médio e a falta de empenho de R$ 1 bilhão recuperados pela Operação Lava Jato e que seriam destinados à Educação. A quantia que deixou de entrar nos cofres do MEC corresponderia a 17 vezes o que foi gasto com creches em 2019.

Leia mais:  Desemprego recua para 12,6% e atinge 13,5 milhões no 3º trimestre

Decoro
Tabata Amaral acrescentou que o segundo eixo de denúncias diz respeito à quebra de decoro. Ela citou como motivos xingamentos feitos pelo ministro da Educação a cidadãos via redes sociais e o desrespeito a parlamentares quando vem ao Congresso. A parlamentar informou que, além da mobilização de deputados e senadores, um abaixo-assinado vai colher assinaturas da população em apoio à demissão de Abraham Weintraub.

“Que a população se mobilize, se una a nós, para que quem sabe – e me resta essa esperança – o presidente da República entenda a gravidade da situação e sequer dependa desse julgamento do STF, mas tome a decisão, ele mesmo, de trocar o ministro da Educação”, declarou Tabata.

Governo
Vice-líder do governo na Câmara, o deputado Carlos Jordy (PSL-RJ) rebateu as críticas e disse que “a oposição está incomodada pela revolução feita pelo ministro na área da Educação”.

Jordy lembrou problemas ocorridos no Enem em governos anteriores. “Nós tivemos vazamento de gabaritos e a questão ideológica, que fazia com que o aluno fosse obrigado a registrar a sua forma de pensar de acordo com a cabeça do examinador, simplesmente para não reprovar”, comentou. “Agora, por ser o presidente Bolsonaro e o ministro Abraham, a oposição quer atacá-los e dizer que este foi o pior Enem, o que não é verdade.”

Leia mais:  MP autoriza suspensão do contrato de trabalho por quatro meses

publicidade

Brasil

Suzano lança Relatório Anual 2021 e Central de Sustentabilidade com mais de 450 indicadores

Publicado

Plataformas reúnem principais destaques do ano e um raio-X de importantes dados da companhia

Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, lança nesta semana o Relatório Anual 2021, documento que reúne os principais destaques do ano, bem como seu Resumo Estratégico. A divulgação acontece de forma simultânea à apresentação da nova Central de Sustentabilidade, uma reformulação da então Central de Indicadores, que agora contempla informações relacionadas à gestão e estratégia da companhia, além dos indicadores atualizados sobre os principais aspectos operacionais e socioambientais.

O Relatório Anual 2021 tem como objetivo trazer, de forma transparente e equilibrada, o resumo do ano passado, assim como o contexto no qual a Suzano está inserida. Explica como a Suzano coloca em prática no dia a dia seu Propósito Organizacional de “Renovar a vida a partir da árvore”, e como a inovabilidade – inovação a serviço da sustentabilidade – está presente em projetos de escalas e maturidades diferentes, e nas diversas áreas da companhia.

Além disso, destaca grandes marcos do ano, como a evolução da companhia na emissão de títulos atrelados a aspectos socioambientais, a ampliação da lista dos “Compromissos para Renovar a Vida”, as metas de longo prazo da empresa, o lançamento do Projeto Cerrado, o anúncio da criação de uma joint venture com a finlandesa Spinnova, entre inúmeras outras iniciativas e desafios, em um ano ainda marcado por adversidades relacionadas à pandemia da Covid-19.

Leia mais:  Ministério do Turismo divulga valores para apoiar cultura nos estados

Na Central de Sustentabilidade é possível acessar dados relativos ao padrão Global Reporting Initiative (GRI) e outros frameworks, como Sustainability Accounting Standards Board (SASB), Task Force on Climate-Related Financial Disclosures (TCFD), Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e Métricas do Capitalismo Stakeholder, do Fórum Econômico Mundial (WEF), entre outros.

A Central se configura, dessa forma, como o principal hub de conteúdo sobre sustentabilidade e ESG da Suzano. São, ao todo, mais de 450 indicadores com dados sobre consumo de água, manejo florestal, desenvolvimento social, emissões, cadeia de valor e metas de longo prazo, entre outros.

O acesso ao Relatório Anual 2021 e seu Resumo Estratégico pode ser feito no hotsite https://www.suzano.com.br/r2021/. A Central de Sustentabilidade pode ser acessada no endereço http://centraldesustentabilidade.suzano.com.br/.

Sobre a Suzano

Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 98 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br

Leia mais:  INSS: veja o que muda nas regras para pedir a aposentadoria em 2021

Continue lendo

Brasil

Policiais rodoviários são mortos a tiros por homem em situação de rua em Fortaleza

Publicado

O crime foi cometido por um homem em situação de rua, que foi abordado pelos agentes enquanto caminhava pela via em meios aos carros

Dois policiais rodoviários federais, identificados como Márcio Hélio Almeida de Sousa e Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho, foram mortos a tiros em uma rodovia em Fortaleza, o crime ocorreu ontem, quarta-feira (18),

O crime foi cometido por um homem em situação de rua, que foi abordado pelos agentes enquanto caminhava pela via em meios aos carros. 

No momento da abordagem, houve luta corporal. Diante disso, o suspeito conseguiu pegar a arma de um dos agentes e atirou contra as vítimas, que morreram na hora. 

Um policial à paisana flagrou toda ação e atirou contra o morador em situação de rua, que também morreu no local. 

Os policiais mortos estavam realizando uma ação de apoio a um caminhão que havia quebrado na faixa central da rodovia BR-116 com a avenida Oliveira Paiva, no bairro Cidade dos Funcionários. O crime  é investigado pela polícia.

Leia mais:  MP autoriza suspensão do contrato de trabalho por quatro meses

PRF no Ceará homenageou agentes nas redes sociais

Em nota, a Polícia Rodoviária Federal no Ceará afirmou que Márcio Helio Almeida de Souza tinha 15 anos na instituição. Ele nasceu em Baturité, e atuou em diversos setores da PRF, com lotação no Ceará e em Roraima. Márcio era casado e deixa um filho.

Já Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho, ingressou na PRF em 2005. Ele é natural de Viçosa e atuou nos estados do Maranhão, Roraima e Ceará. Raimundo era casado e deixa duas filhas.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana