conecte-se conosco


Cidades

Dia das Mães: Procon-ES orienta sobre compras e trocas de presentes

Publicado

O Dia das Mães será comemorado neste domingo (08) e a chegada da data movimenta o comércio. Para quem ainda pretende comprar um presente, o Instituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-ES) recomenda cautela para que as compras de última hora não sejam feitas por impulso.

O diretor-presidente do Procon-ES, Rogério Athayde, explicou que, antes da escolha do presente, o consumidor precisa avaliar a sua situação financeira e não se deixar atrair por promoções, pois nem sempre a oferta anunciada representa de fato uma redução no preço do produto.

“Pesquisar os preços em diferentes lojas é fundamental para quem quer economizar. É recomendado negociar valores, formas de pagamento e pedir descontos para pagamento à vista. O consumidor tem que ter em mente que o presente ideal é aquele que agrada e que não vai desequilibrar o seu orçamento”, ponderou Athayde.

Compras

– Na hora da compra, pesquise em vários locais os preços dos produtos e dos serviços que pretende adquirir e considere sempre a possibilidade de pagar à vista ou em pequenas parcelas sem juros;

– Fique atento aos produtos em exposição. Todos os itens devem apresentar seus preços de forma clara. Os produtos expostos na vitrine e no interior da loja devem exibir o preço à vista, a prazo e a taxa de juros aplicada;

– O lojista deve exibir, em local de fácil acesso, as formas de pagamento aceitas pelo estabelecimento;

– Aceitar cheques é uma liberalidade dos estabelecimentos. Porém, a partir do momento em que o cheque é recebido, o lojista não pode fazer restrições, como não aceitar cheques de contas recentes. Vale lembrar que as lojas não são obrigadas a receber cheques de terceiros, de outras cidades ou administrativos;

Leia mais:  Governador participa de inauguração de usina solar em Linhares

– Caso o presente escolhido seja um eletrônico ou eletrodoméstico, o consumidor deve testar sempre que possível o funcionamento do produto na loja. Quando o produto for entregue em casa, deve somente atestar o recebimento após conferir o perfeito estado do mesmo;

– Na compra de produtos em promoção, o consumidor também tem seus direitos garantidos. É comum que cartazes nas lojas informem que produtos comprados na promoção não podem ser trocados, mas se o produto apresentar defeitos, o consumidor tem direito a reparação ou a restituição do valor pago. Todo produto ou serviço tem garantia legal, segundo o Código de Proteção e Defesa do Consumidor (CDC);

– O Código de Proteção e Defesa do Consumidor determina que toda a oferta de produtos seja cumprida pelo fornecedor que a veiculou. Portanto, se alguma empresa negar o que prometeu, é possível reclamar, desde que munido do material publicitário;

– Os produtos devem ser entregues e montados, se necessário, no dia e hora pré-estabelecidos no ato da compra;

– Não pode ser exigido um valor mínimo para a utilização do cartão de crédito. Entretanto, o lojista poderá determinar valores mínimos para parcelamento;

– Independente do presente escolhido, a nota fiscal deve ser exigida, pois ela é essencial para a troca, garantia e eventual reclamação.

Trocas

Antes de concluir a compra, o consumidor deverá se informar se a loja aceita trocas e verificar as condições para realizá-la. Essa informação é muito importante, pois as lojas físicas não são obrigadas a trocar produtos sem defeito simplesmente porque não agradou ou o tamanho não serviu.

“Muitos consumidores acham que podem realizar a troca de produtos em perfeito estado, no prazo de sete dias, mas isso só é possível para as compras realizadas fora do estabelecimento comercial, como internet. As trocas de produtos não defeituosos adquiridos em lojas físicas são uma liberalidade do estabelecimento e não uma obrigação”, detalhou Athayde.

Leia mais:  Detran esclarece sobre o funcionamento do órgão entre 14 a 18 de junho

O diretor do Procon-ES acrescentou ainda que, se a loja aceita trocas, não poderá estabelecer restrições quanto aos dias e horários para a realização do procedimento, segundo a Lei Estadual nº 10.689/2017. “Sendo assim, informações do tipo ‘não trocamos aos sábados’, são proibidas”, disse.

Athayde também lembrou que, se o produto apresentar algum problema, é obrigação do lojista ou do fabricante sanar o defeito em até 30 dias. “Todo produto tem garantia legal, segundo o CDC. Leve o produto até a loja ou para a assistência técnica autorizada para reparo e guarde a ordem de serviço”, acrescentou.

Além disso, antes de ir ao caixa, é importante verificar se o produto não tem algum defeito aparente e realizar testes de funcionamento.

Reclamação

Os consumidores podem registrar suas reclamações pessoalmente na sede do Procon-ES, localizada na Avenida Jerônimo Monteiro, nº 935, Centro, Vitória, de segunda a sexta-feira, mediante retirada de senhas às 9 horas, para o atendimento da manhã, e, às 13 horas, para o atendimento da tarde. Outra unidade do Procon-ES está localizada na Unidade Faça Fácil, em Cariacica, que atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e, aos sábados, até as 13 horas. O agendamento para o Faça Fácil deve ser feito pelo site facafacil.es.gov.br.

A população também pode registrar reclamações, sem sair de casa, pelo e-mail [email protected]. Dúvidas podem ser solucionadas pelo WhatsApp (27) 3323-6237.

É preciso que o consumidor tenha disponível o RG (Carteira de Identidade), CPF, nota fiscal e outros documentos que possam comprovar a reclamação.

publicidade

Cidades

Navios da Marinha são abertos para visitação de graça neste sábado e domingo

Publicado

Serão diversas embarcações e cerca de 1.700 militares atuando durante operação da Marinha do Brasil

Quem tem vontade de conhecer de perto alguns navios e o trabalho da Marinha do Brasil terá oportunidade neste fim de semana, no Porto de Vitória. Neste sábado (02) e domingo (03), embarcações serão abertas para visitação pública das 14h às 17hs.

Os navios chegaram ao Porto de Vitória nesta sexta-feira (1°) e permanecem até segunda (04). Meios da Marinha do Brasil estão no local para a realização da Operação ADEREX-ANF/22, com a participação de cerca de 1.700 militares atuando na área marítima compreendida entre o Rio de Janeiro e Vitória.

A visitação pública será realizada com o uso obrigatório de máscaras em toda a área operacional do Porto de Vitória e distanciamento mínimo de 1 metro entre os visitantes, em função da pandemia do novo coronavírus.

Como será a operação?

A operação é uma grande oportunidade de capacitação, em que a Força de Fuzileiros da Esquadra conduzirá uma incursão anfíbia, preparando os efetivos para a projeção do mar para terra, a fim de contribuir para elevar o grau de adestramento dos meios navais e aeronavais da Esquadra e do Corpo de Fuzileiros Navais, avaliando e controlando exercícios e táticas.

Leia mais:  Banestes lança simulador on-line de financiamento de imóveis

O Grupo Tarefa será composto pelos seguintes meios operativos: NDM Navio-Doca Multipropósito Bahia – G40 (foto), NDCC Almirante Saboia – navio de desembarque de carros de combate – G25, Fragata Constituição – F42, Fragata Liberal – F43, Navio-Patrulha Oceânico Amazonas – NpaOC, Navio de Apoio Oceanográfico, subordinados ao Comando do 1º Distrito Naval e ao Comando da Força de Superfície (ComForSup), além de aeronaves subordinadas ao Comando da Força Aeronaval (ComForAerNav).

Além disso, haverá participação da Força Aérea Brasileira (FAB) para o apoio de Patrulha Marítima e Destacamentos de Mergulhadores de Combate subordinados ao Comando da Força de Submarinos (ComForS).

Continue lendo

Cidades

Banestes lança laboratório próprio de inovação com foco no mercado capixaba

Publicado

Na tarde dessa quarta-feira (29), foi oficialmente lançado o hub de inovação do Banestes, chamado de Baneshub. O laboratório terá uma sede física, com instalações na Enseada do Sua, em Vitória, com capacidade para cerca de 90 pessoas trabalharem em diferentes projetos de inovação e também com espaço para realização de eventos, treinamentos, pílulas de inovação, dinâmicas, dentre outras atividades.

Recentemente, a área passou a integrar a diretoria de Tecnologia da instituição, vinculada à gerência de dados e de inovação, sob o comando do diretor Tasso Lugon. Desde então, o projeto de concretizar a existência de um laboratório de inovação próprio do Banestes pôde se concretizar.

O diretor-presidente do Banestes, Amarildo Casagrande, reforçou que esse é mais um importante marco na história de 85 anos do Banestes. “Pela primeira vez, o banco dos capixabas passa não só a integrar o ecossistema de inovação como também a ser uma referência, com a existência do seu próprio hub e desenvolvimento de atividades próprias que irão proporcionar a expansão dos negócios, novas parcerias com startups e fintechs, amplitude aos processos de digitalização, entre outras oportunidades. Nós temos trabalhado internamente em prol do fortalecimento da cultura de inovação, e o lançamento do Baneshub é fruto do trabalho de diversas pessoas e equipes que se conectaram, desde 2019, ao desafio proposto. Uma grande vitória para todo o time Banestes”, ressaltou.

Leia mais:  Banestes lança simulador on-line de financiamento de imóveis

O lançamento aconteceu com a realização de um evento de apresentação, na sede do hub de inovação de engenharia e construção capixaba, o Base27, que tem parceria firmada com o Banestes. Participaram do evento a diretoria do Sistema Financeiro Banestes, convidados e lideranças de áreas diversas do banco.

Durante a apresentação da nova iniciativa do banco, o diretor de Tecnologia, Tasso Lugon, destacou ainda que o objetivo não é exclusivo à digitalização, e sim, ao movimento de transformação digital com foco na melhoria da experiência do cliente. “A área de inovação, apesar de vinculada à diretoria de tecnologia do Banestes, não visa somente à transformação digital. Os meios digitais, com o avanço tecnológico, permitem que o Baneshub seja um ambiente que vai fomentar a inovação para toda a estrutura do banco, cooperando com o desenvolvimento e evolução de novos serviços e também com frentes de análise de dados, que irão garantir uma experiência ainda melhor aos clientes, que visam suas necessidades reais. A transformação digital faz parte desse processo, mas o centro da inovação permeia também o contato humano, as necessidades primordiais dos clientes, as facilidades e benefícios que podemos agregar ao dia a dia dos capixabas”, disse Lugon.

Leia mais:  e-Docs supera a marca de 115 mil processos digitais

Também realizaram apresentações a gerente de Dados e Inovação do Banestes, Camila Zacche, e Francisco Carvalho, um dos criadores do Base 27. Camila Zacche apresentou detalhes dos projetos e principais iniciativas que serão desenvolvidas com o início das atividades. “É importante olharmos para dentro, para incentivarmos a cultura de inovação, mas também é importante reforçarmos o nosso olhar para fora, para as necessidades dos clientes, com foco na transformação inovadora vinculada ao digital. A utilização de dados propicia tomadas de decisão que geram valor e, portanto, aperfeiçoamento do relacionamento com o cliente. Com isso, vamos desenvolver projetos como digitalização de documentos, desburocratização, faq inteligente, novos canais de comunicação interna com foco em inovação, e outros. Estamos inseridos no ecossistema de inovação e temos excelentes parceiros para o desenvolvimento das iniciativas”, enfatizou a gerente.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana