conecte-se conosco


Brasil

Doutor Peludo: médico do ES será investigado por filmar sexo em consultório e divulgar na internet

Publicado

O médico é infectologista, natural do Espírito Santo, mas atuava em uma clínica no Distrito Federal

Um médico capixaba, natural de Vila Velha, está sendo investigado pelo Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF) por divulgar imagens de sexo na internet, supostamente, filmadas em consultórios, envolvendo pacientes e colegas de trabalho.

Numa rede social, ele mantinha uma conta aberta ao público, com conteúdos descritos para maiores de 18 anos. Cenas explícitas de sexo eram publicadas em fotos e vídeos, sempre em ambientes que lembravam um consultório. Ele ainda usava jaleco e um estetoscópio nos vídeos. As informações são do portal Metrópoles.

O médico é infectologista e atuava em uma clínica em Brasília, no Distrito Federal. Ele possui registro no CRM ativo na Capital Federal, no Espírito Santo, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Na quarta-feira (25), o perfil dele no Twitter já está desativado. Identificado como “PeludoAN” (sendo “AN” uma abreviação para “Asa Norte”, bairro de classe média alta de Brasília), ele publicava os vídeos explorando fetiches com direito a legendas provocativas: “Consultório me dá tesão da p*”, escreveu em uma postagem.

Leia mais:  Banco Central apresenta nova nota de R$ 200

Vídeos incluiam de sexo oral a fetiches com homens casados

Nos vídeos, bastante explícitos, o infectologista registrava de cenas de sexo oral a relação sexual completa, ou “happy end”, como ele dizia.

Os homens que faziam sexo com ele eram de perfis variados: loiros, morenos, cabeludos, carecas. 

O médico tinha um fetiche especial por homens casados. Ter uma aliança dourada na mão esquerda fazia do parceiro da filmagem uma atração especial. “C* de casado é bom demais pra cair de cara”, escreveu numa das legendas.

“Consultório, já viu: tesão na certa, com o tanto de macho gostoso que passa comigo”, diz ele em outra postagem. 

Entre os posts, há também registros de sexo grupal com outros homens. Estes, porém, feitos em ambiente doméstico.

Ele é especialista em tratamento de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). Apesar disso, em diversos vídeos, preservativos não eram usados. Todas as relações foram supostamente consentidas.

Segundo apuração do Metrópoles, a clínica onde ele atendia em Brasília informou que ele não faz mais parte do quadro de funcionários desde terça-feira (24). 

Leia mais:  Publicada portaria que reajusta em 4,48% os benefícios do INSS

No entanto, a conta do Instagram segue aberta, mas com postagens comuns, que mostram viagens e o dia a dia do especialista.

Médico pode perder registro profissional em todo o Brasil

Procurado, o Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal informou que o profissional denunciado será investigado por meio de uma sindicância. “O procedimento correrá em sigilo para verificar se há indícios de infração ética”, afirmou.

Já o Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo (CRM-ES), informou que, como o caso teria acontecido em Brasília, somente o CRM-DF deve apurar. “No caso de alguma penalidade, ela é aplicada em todos os Regionais em que o infectologista estiver inscrito”.

publicidade

Brasil

Preço médio da gasolina cai 3,5% nos postos com efeito do ICMS

Publicado

Segundo a ANP, litro do combustível foi de R$ 7,390 para R$ 7,127; já o diesel tele leve queda, de R$ 7,568 para R$ 7,554

Os preços dos combustíveis registraram queda nos postos na semana, segundo levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis), divulgado nesta sexta-feira (1º). Os valores já refletem a redução de tributos do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) nos estados.

O valor médio da gasolina caiu 3,5%, de R$ 7,390 para R$ 7,127. O etanol recuou 3,07%, passando de R$ 4,873 para R$ 4,723. Já o preço médio do diesel teve leve queda, de R$ 7,568 para R$ 7,554 (0,18%). 

Na semana anterior, os combustíveis havia registrado aumento, com o diesel superando o preço da gasolina pela primeira vez, após reajuste nas refinarias, de 5,2% na gasolina e de 14,2% no diesel, no último o dia 17. 

Numa tentativa de abaixar os preços nos posto, os impostos federais foram zerados, e o ICMS (tributo estadual) passou a ser limitado a 18%. Lei sancionada no dia 23 de junho pelo presidente Jair Bolsonaro fixou um teto para a cobrança do imposto sobre combustíveis, energia elétrica, telecomunicações e transporte urbano. 

Leia mais:  Chineses doam US$ 300 mil para sindicatos brasileiros

Alguns estados constestaram, alegando que a lei federal prejudica o orçamento estadual, dada a importância do ICMS para a arrecadação, e por isso esperam reverter a determinação no STF. Outros já anunciaram a redução, como São Paulo, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Continue lendo

Brasil

Suzano Bens de Consumo lança ação para fomentar o ciclo de produção sustentável de seus produtos

Publicado

Como parte da iniciativa, a companhia disponibilizará ao mercado uma nova versão do papel higiênico Mimmo Folha Dupla com embalagem feita de papel

A Suzano Bens de Consumo, unidade de negócios da Suzanolança a partir deste mês uma ação que visa ressaltar o ciclo de produção sustentável de seus produtos de higiene e limpeza. Além de renovar a identidade visual das embalagens de todos os produtos do segmento, a companhia desenvolveu uma nova versão da embalagem do papel higiênico Mimmo Folha Dupla 12 rolos feita com papel produzido a partir de matéria-prima de fontes renováveis, em substituição ao plástico.

Uma das etapas para a construção do projeto foi a realização de uma pesquisa de mercado qualitativa feita com mulheres, mães, da classe C, para entender a melhor forma de comunicar sustentabilidade para a consumidora média brasileira. A escuta ativa identificou que elas são conscientes da temática, já praticam algumas ações sustentáveis no dia a dia, mas entendem que a conscientização ainda é um caminho a ser percorrido e buscam informações claras e simples por parte das empresas.

O resultado contribuiu para a Suzano Bens de Consumo renovar as embalagens de seus produtos de higiene e limpeza com uma identidade visual mais aderente às necessidades dos consumidores e consumidoras e alinhada ao conceito da inovabilidade, que é a inovação a favor da sustentabilidade, presente em todos os processos e produtos da companhia. No final de 2021, a Suzano Bens de Consumo alcançou um market share de 11,4% no mercado de papel higiênico do Brasil, segundo a Nielsen, consolidando-se como a 3ª maior empresa do segmento a nível nacional.

Leia mais:  Desemprego cai a 11,2%, mas ainda atinge 12 milhões no Brasil

“A sustentabilidade é intrínseca ao nosso negócio nesses quase 100 anos de história. A partir desse novo projeto, queremos que os consumidores se identifiquem com o nosso compromisso com o meio ambiente e tenham a consciência de estarem adquirindo produtos de fontes renováveis, feitos a partir da árvore plantada”, afirma Débora Pinto Bertolozzi, gerente executiva de Marketing da Unidade de Bens de Consumo da Suzano. A companhia completou 98 anos em 2022.

As novas embalagens contêm a assinatura “Juntos, nós plantamos o futuro” para reforçar que a Suzano acredita que o consumidor faz parte desse ciclo sustentável, o selo “Árvores que Renovam” com dados sobre o ciclo produtivo dos produtos Suzano, além de um QR Code que leva o consumidor à aba de Sustentabilidade no site da companhia.

Além da renovação visual das embalagens, uma das novidades do projeto é o lançamento do Mimmo Eco Pack, nova embalagem do papel higiênico Mimmo Folha Dupla, com 12 rolos, feita de papel e produzida na unidade de Cachoeiro do Itapemirim (ES). A inovação é fruto de um desenvolvimento conjunto com a Unidade de Papel e Embalagens da Suzano e utiliza o Greenpack®, papel feito especialmente para embalagens flexíveis.

Leia mais:  MJ determina investigação sobre vazamento de dados de Bolsonaro

A nova linha de produtos Greenpack® é uma solução versátil e sustentável para donos de marca que querem substituir o plástico de suas embalagens. Tratam-se de papéis mais resistentes e que possuem barreiras biodegradáveis, contribuindo para agregar diferentes funcionalidades ao papel. Para a nova embalagem do Mimmo, foi utilizado o papel Greenpack® S da Suzano, uma versão termoselável. Além disso, a Suzano contou com a tecnologia de conversão e impressão da Inapel Embalagens Ltda.

A iniciativa está alinhada a um dos “Compromissos para Renovar a Vida” da Suzano, um conjunto de 15 metas de longo prazo da companhia. Entre eles está o objetivo de disponibilizar 10 milhões de toneladas de produtos de origem renovável que podem substituir plásticos e derivados do petróleo até 2030.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana