conecte-se conosco


Cidades

EDP alerta sobre cuidados com a energia elétrica em residências com crianças

Publicado

Segurança do ambiente doméstico pode evitar acidentes durante a quarentena

Por causa da quarentena, as crianças têm passado mais tempo em casa, e é essencial tomar alguns cuidados para evitar acidentes. Com relação à energia elétrica, há ações simples de prevenção que, se adotadas, podem deixar sua casa muito mais segura para os pequenos, orienta a EDP, distribuidora de energia do Espírito Santo.

“A garotada é muito curiosa e busca novidade o tempo todo. Para evitar riscos desnecessários, toda a fiação elétrica da residência deve estar devidamente protegida e muito bem instalada. O uso seguro e eficiente da eletricidade deve ser uma constante no convívio familiar, para prevenir acidentes e também combater o desperdício”, afirma Vilmar Abreu, gestor executivo de excelência ao cliente da EDP.

Vale destacar que, neste período de quarentena, a EDP observou um aumento significativo de casos relacionados a pipas na rede elétrica comparado ao mesmo período do ano passado. Somente entre março e junho, foram atendidas 928 ocorrências, que afetaram mais de 200 mil clientes com interrupção da energia. Com isso, a Companhia reforça a necessidade da prática segura desta brincadeira, principalmente realizando a soltura longe das redes elétricas e nunca utilizando cerol, linha chilena e outros materiais condutores de energia.

“Neste contexto de pandemia, em que a energia elétrica se tornou ainda mais essencial para unidades de saúde, hospitais, mercados e residências, o impacto da interrupção no fornecimento é muito preocupante. Além disso, o aumento das ocorrências com pipas traz o risco de graves acidentes. Em período de isolamento social, é recomendável priorizar brincadeiras em que não seja necessário sair de casa”, diz Abreu.

Confira orientações sobre segurança com energia elétrica em casas com crianças:

  • Instale protetores plásticos nas tomadas (para evitar que sejam introduzidos objetos metálicos);
  • Nunca deixe aparelhos elétricos em locais com água ou umidade e oriente as crianças sobre nunca os manuseá-los com mãos ou pés molhados. O risco de choque é grande e pode levar à morte;
  • Equipamentos eletrônicos como videogames e computadores somente devem ser ligados ou desligados da tomada por um adulto, sempre utilizando o plugue e jamais puxando diretamente o fio;
  • Não utilize o celular quando estiver carregando na tomada;
  • Mantenha as instalações elétricas internas da residência em bom estado. Não use fios emendados, velhos ou danificados;
  • Evite o uso de plugs elétricos tipo “t” (benjamins) e nunca ligue diversos equipamentos na mesma tomada, pois pode causar sobrecarga e curto-circuito;
  • Não permita que as crianças brinquem por perto enquanto passa roupas nem deixe o ferro elétrico ligado sem vigilância. Cuidado com os fios dos eletrodomésticos também é necessário. Sempre que possível, mantenha-os no alto, longe do alcance dos pequenos;
  • Caso algum aparelho esteja dando choque, mesmo que seja de baixa intensidade, pode ser defeito no equipamento ou na rede elétrica interna da residência. Nesse caso, a dica é não pôr a segurança em risco e recorrer a um eletricista capacitado para fazer uma avaliação da fiação elétrica de sua residência e/ou levar o aparelho para o conserto;
  • Fora de casa, oriente a criança sobre os cuidados ao empinar pipas – sempre longe da rede elétrica e nunca com cerol ou linha chilena. Estas linhas são cortantes e condutoras de energia;

Leia mais:  Aprendizado prático em contato com a natureza
publicidade

Cidades

EDP e Prefeitura lançam programa Comunidade IN em Jabaeté

Publicado

A Prefeitura de Vila Velha, em parceria com a EDP lançou, na manhã desta sexta-feira (14), em cerimônia híbrida, o programa Comunidade IN, que irá realizar ações para promover o desenvolvimento sustentável do bairro Jabaeté, na região da Grande Terra Vermelha.
 
O prefeito Arnaldinho Borgo, acompanhado da secretária de Planejamento e Projetos Estruturantes, Menara Cavalcante, recebeu no gabinete Fernando Saliba, diretor da EDP no Espírito Santo, para assinatura do acordo. 

“ O trabalho que a EDP vai realizar em parceria conosco é essencial para reduzir as desigualdades na cidade, somando expertise da concessionária com nosso time, que vai levar ações sociais, inovações para consumo de energia ou implantação de ideias para que essas pessoas tenham acesso à energia. É um conjunto de esforços para cuidar de quem mais precisa”, comentou o prefeito.
 
O programa tem como eixo central a inovação social, com uma participação ativa da comunidade para o levantamento de temas prioritários e execução de projetos que atendam as necessidades locais.  

O Comunidade IN se baseia no conceito de cidades inteligentes, que propõe realizar intervenções que possam despertar um processo de transformação e consolidação da comunidade. O papel da EDP, por meio do Instituto EDP, entidade responsável pelas iniciativas socioculturais da EDP, vai desde executar ações alinhadas com sua estratégia e expertise, até a mobilização de parcerias para a realização das iniciativas propostas. 

“Na EDP temos o propósito de ‘usar nossa energia para cuidar sempre melhor’ e isso envolve contribuir para o bem-estar social das localidades onde a empresa atua. O projeto poderá impactar a vida de mais de 640 famílias da comunidade e terá a participação ativa dos moradores e liderança comunitária responsáveis por planejar as ações de forma colaborativa, para melhorar a qualidade de vida no bairro”, afirmou Fernando Saliba, diretor da EDP no Espírito Santo. 

Ao longo de três anos, o programa Comunidade IN promoverá ações sobre o consumo responsável de energia, destinação correta do lixo, reformas de moradias, aceleração de propostas locais de geração de emprego e renda, além da atenção à educação básica e profissional, tendo como protagonista dessas mudanças a própria comunidade.

Leia mais:  Período para solicitação de rematrícula e transferência interna da EJA termina nesta terça-feira (22)
Continue lendo

Cidades

Prefeitura e Corpo de Bombeiros entregam cestas básicas às famílias ilhadas de Areal

Publicado

Linhares – A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC), da Prefeitura de Linhares, tem dado prosseguimento às ações que visam mitigar os impactos da cheia do rio Doce sobre a população ribeirinha e as famílias que vivem em áreas rurais, que estão inundadas.

Visualização da imagem

Nesta sexta-feira (14), a Prefeitura de Linhares, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Defesa Civil, e o Corpo de Bombeiros realizaram a entrega de 100 cestas básicas – doadas pela instituição militar –, destinadas às famílias que estão ilhadas em Areal, distrito de Regência, e demais comunidades da região.

Visualização da imagem

“Hoje, recebemos 100 cestas básicas doadas pelo Corpo de Bombeiros, que estão sendo entregues às famílias que estão ilhadas em fazendas e comunidades rurais. Já nos abrigos do bairro Conceição e Araçá, estamos oferecendo, além da alimentação, material de higiene, colchão, roupa de cama e banho. Também recebemos doações de roupas, que serão distribuídas às famílias acolhidas”, informa a secretária de Assistência Social, Luciana Mantovaneli Amorim.

Visualização da imagem

A operação contou com o apoio do helicóptero do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo da Secretaria da Casa Militar (Notaer), que continua dando suporte às ações de resgate e socorro aos moradores das comunidades rurais inundadas pela cheia do rio Doce. Na tarde desta sexta, o nível do rio recuou para 5,40 metros e a tendência é diminuir nas próximas horas, conforme a Defesa Civil.

“Estamos reforçando o suporte que o Município tem oferecido, desde o início da cheia do rio Doce, através do empenho de todas as nossas secretarias. A princípio, damos assistência e proteção às famílias impactadas para, posteriormente, recuperarmos as estradas que dão acesso às comunidades do interior”, destaca o prefeito de Linhares, Guerino Zanon.

No momento, cinco famílias estão abrigadas no ginásio poliesportivo do bairro Araçá, sendo 15 adultos e oito crianças – duas famílias resgatadas preferiram permanecer na casa de parentes. Já no ginásio do bairro Conceição, há 13 famílias, que totalizam 25 adultos e 10 crianças.

Leia mais:  Mais uma barreira sanitária é instalada na divisa com Minas Gerais
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana