conecte-se conosco


Camisa 10

“Ele não estava normal”, diz Cuca sobre live em que Danilinho

Publicado

Ex-jogador o acusou de cobrar por escalações. Em entrevista à RB, o treinador disse que o jogador vai ter que responder na justiça pelo que disse

Durante uma live em seu Instagram, o atacante Danilinho, ex-jogador do Atlético-MG, que hoje atua pelo Central-PE, acusou o treinador Cuca de cobrar dinheiro para escalar os atletas Neto Berola e Guilherme. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o técnico negou as acusações e disse que vai tomar atitudes cabíveis na justiça.

“Não gosto de polêmica, isso tem que ser perguntado pra ele. Diversos órgãos me ligaram, e hoje o celular é uma arma, ele é uma pessoa pública. O que ele falou, ele tem que ser responsável pelo que faz. Acusou dois jogadores, o Berola e o Guilherme, é uma leviandade muito grande, lamentável, tentou justificar um êxito que ele não teve, foi infeliz de citar dois reservas do time. Tenho que defender mais os jogadores do que a mim”, disse o treinador.

Comandante do Galo entre 2011 e 2013, Cuca negou veementemente as acusações de Danilinho e garantiu: “Ele vai responder judicialmente isso aí, não tenha dúvida”.

Danilinho teve duas passagens pelo Atlético, a primeira entre 2006 e 2008, e a segunda, quando trabalhou com Cuca, em 2012. Após oito meses, uma rescisão contratual colocou fim à relação com o clube mineiro após o jogador cometer atos consecutivos de indisciplina.

“A gente nem deve dar muita importância a isso, se você olhar o vídeo, é melancólico. Dá pra ver que não está no normal dele, mistura as coisas, são coisas muito confusas, não tem nada claro do que ele fala. Pra mim não muda nada, vou dormir hoje tranquilo”, finalizou Cuca.

 

Leia mais:  Gabriel Menino é novidade na lista de convocados da seleção brasileira

publicidade

Camisa 10

Professor Anselmo que está percorrendo o estado a pé e alerta sobre o sedentarismo em Pedro Canário

Publicado

A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Pedro Canário, recebeu na tarde de segunda-feira (29), o atleta do projeto Corre ES, Anselmo José Perez, de 61 anos. Com o foco de percorrer todos os municípios do Estado, Anselmo já passou por 63 cidades capixabas.

Visualização da imagem

O atleta foi recebido na entrada da cidade pelo secretário de Esportes e Lazer e alunos da escola Marcos Brunelli. Rogério Moura, destacou a importância do projeto Corre ES. “Estamos felizes em receber o professor Anselmo em nosso município. Um homem de garra que nos ensinou o verdadeiro sentido da vida. Aos 61 anos com muita disposição e coragem para percorrer o estado falando de sustentabilidade e dos cuidados com a saúde, isso é louvável e parabenizamos pela iniciativa” – disse o secretário.

“Eu me inspirei em um amigo que percorreu o estado de Santa Catarina, andando e também pedalando, quase 5 mil quilômetros, vi que o Espirito Santo merecia isso. Como professor sempre me preocupei com o sedentarismo e eu queria conhecer a realidade das cidades e levar essa mensagem de que o sedentarismo é um problema seríssimo e acho que a corrida, caminhada e o pedal, são meios tão importantes e legais de você vencer o sedentarismo. Outro ponto importante que eu sempre levo para as cidades que passo é a questão ecológica. Precisamos estimular a população a cuidar do meio ambiente, fico muito triste em passar por lugares e visualizar lixos em locais impróprios, não podemos viver mais assim, precisamos mudar essa realidade e transformar o nosso ambiente” – disse Anselmo.

Experiente e em boa forma física, o professor aposentado, já participou de diversas provas de corrida, maratonas e três ultramaratonas em Nova Yorque (EUA).

O atleta segue nesta terça-feira (30) para a cidade de Pinheiros e pretende finalizar a sua expedição no dia 18 de dezembro em Vitória.

Leia mais:  Pressionada, diretoria do Flamengo anuncia demissão do técnico Rogério Ceni
Continue lendo

Camisa 10

Atlético-MG depende de tropeço do Flamengo para ser campeão nesta terça-feira; veja as contas

Publicado

Caso Flamengo não vença o Ceará, nesta noite, Galo garante o título nacional; vitória na quinta-feira, diante do Bahia, também faz o time mineiro assegurar o título, independentemente do rival

Na liderança do Brasileirão, a torcida do Atlético-MG pode soltar o grito de “É campeão” na noite desta terça-feira. Para isso o Galo depende de um tropeço do Flamengo diante do Ceará, no jogo de logo mais, às 20h (de Brasília), no Maracanã.

Com a vitória sobre o Fluminense, no último domingo, o Galo chegou a 78 pontos na ponta do Campeonato Brasileiro (confira a tabela atualizada). O time mineiro abriu 11 de vantagem para o Flamengo, que tem 67 e um jogo a menos.

Se não vencer o Ceará, o Flamengo poderá fazer no máximo 77 pontos, e o Atlético, primeiro colocado com 78, será o novo campeão nacional!

Caso o Flamengo derrote o Ceará, uma vitória do Atlético diante do Bahia, na próxima quinta-feira, ou em cima do Bragantino, no domingo, dia 5 de dezembro, no Mineirão, garante o título ao time mineiro, independentemente dos resultados do rival rubro-negro.

Ainda faltam três jogos para Atlético no Brasileirão 2021 (Bahia, Bragantino e Grêmio). Se somar mais dois pontos nessa reta final, o Galo chega a 80 e também assegura a conquista. Dessa forma, mesmo que o Flamengo vença as quatro partidas restantes, poderá atingir, no máximo, 79 pontos e não conseguiria superar o time mineiro.

Leia mais:  Pressionada, diretoria do Flamengo anuncia demissão do técnico Rogério Ceni
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana