conecte-se conosco


Política e Governo

Em quatro meses, Banestes já liberou aproximadamente R$ 230 milhões em crédito emergencial

Publicado

O valor é referente às linhas de crédito criadas para amenizar os agravantes econômicos da pandemia do novo Coronavírus

Mais de 6,5 mil empresários de micro, pequeno, médio e grande porte e indústrias do Espírito Santo já foram beneficiados pelas linhas de crédito com condições diferenciadas oferecidas pelo Banestes, para enfrentamento da crise gerada pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Ao todo, o banco já liberou aproximadamente R$ 230 milhões em operações de crédito emergencial.

Além disso, já foram realizados mais de R$ 632,7 milhões em contratos de reparcelamento de crédito com carência de até 180 dias, o que propicia um importante respiro financeiro, tanto para clientes Pessoa Física quanto Pessoa Jurídica, no atual cenário econômico.

Os dados são referentes ao balanço das operações do período até a última sexta-feira (17). Fazem parte da análise as quatro principais linhas de crédito emergencial operadas pelo Banco, criadas exclusivamente para atender a microempreendedores, empresas de pequeno, médio e de grande porte, assim como o setor industrial.

O Banestes tem atuado como o principal banco credor do Espírito Santo, na oferta de linhas de crédito com condições diferenciadas para atender à população capixaba que sofreu impactos econômicos negativos em decorrência da pandemia.

Leia mais:  Estado libera R$ 214 milhões para reconstrução de cidades atingidas pelas chuvas e prevenção de desastres

Além das opções de crédito, o Banco oferece condições de reparcelamento, cheque especial sem juros, isenção e redução de tarifas no crédito, dentre outras facilidades. As ações estão detalhadas no site www.banestes.com.br/estamosjuntos.

Balanço

Confira abaixo o balanço detalhado das quatro principais linhas de crédito emergencial operadas pelo Banestes para enfrentamento dos impactos econômicos da pandemia do novo Coronavírus. Os dados são referentes ao período de março até 17 de julho de 2020..

1) Linha de Crédito Emergencial Bandes e Banestes:

Para esta linha de crédito, que atende a empresas de todos os portes e do setor industrial, com taxas a partir de CDI + 0,32%, ao mês, o Banestes disponibilizou o montante de R$ 250 milhões. Até o momento, o Banestes já liberou mais de R$ 190,3 milhões em recursos nesta linha, em um total de 1.667 contratos.

2) Linha de Crédito Aderes e Banestes – Nossocrédito Emergencial (Programa Nossocrédito):

A linha Nossocrédito Emergencial, com taxas de 0,65% a 0,95%, ao mês, já liberou mais de R$ 22,1 milhões em recursos, em 1.576 contratos com empreendedores de pequeno porte.

Leia mais:  Governo do Estado anuncia as startups vencedoras do Programa Pitch Gov.ES

3) Linhas do Fundo de Aval – (01) Microcrédito Emergencial Covid-19:

Na linha de crédito de até R$ 5 mil, com taxa zero, cujo foco são microempreendedores individuais (MEIs), já foram liberados o valor total de mais de R$ 15,1 milhões, distribuídos em 3.209 operações de crédito.

4) Linhas do Fundo de Aval – (02) Capital de Giro Covid-19:

A linha de crédito de até R$ 31,5 mil, com taxa de CDI, cujos recursos são destinados especificamente para o pagamento de folhas de pagamentos de pequenas e médias empresas, já teve liberação de mais de R$ 700 mil, distribuídos em 80 contratos com empresas do Estado.

5) Reparcelamento de operações de crédito em até 180 dias:

Condição única no mercado, tanto para clientes Pessoa Física (PF) quanto Pessoa Jurídica (PJ). Ao total, o Banestes já realizou mais de R$ 567 milhões em repactuação de contratos.

publicidade

Política e Governo

Lista do TCU: Guerino Zanon diz que está elegível e que processo já foi julgado a seu favor em 2020

Publicado

Ex-prefeito de Linhares e candidato ao governo do Estado, político consta em lista entregue ao TSE para análise de elegibilidade

O presidente em exercício do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Bruno Dantas, entregou nesta quarta-feira (10) ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, a relação com os nomes de todos os gestores de recursos públicos que, nos últimos oito anos, tiveram as contas julgadas irregulares em definitivo pelo TCU.

No Espírito Santo, 73 gestores de recursos públicos tiveram as contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas da União, e por isso, podem ficar inelegíveis. Entre os nomes está o ex-prefeito de Linhares e candidato ao governo do Estado, Guerino Zanon (PSD). Ele, no entanto, nega qualquer irregularidade apontada e informou, por meio de sua assessoria, que segue elegível. 

Segundo a assessoria de Guerino o processo, que é de 2014, não impediu que ele, por exemplo, disputasse o pleito de 2020, uma vez que a Justiça Eleitoral entendeu pela regularidade de sua candidatura.

Leia mais:  Pazolini, Euclério, Arnaldinho e Vidigal se elegem na Grande Vitória

A defesa do ex-prefeito já entrou com uma ação na Justiça Federal, pedindo a anulação do processo, atestando todas as regularidades de atos praticados por Guerino à frente da prefeitura, de acordo com sua assessoria.

O nome de Guerino integra uma relação de 6.791 nomes que foram entregues ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, e cuja elegibilidade será analisada pelo presidente da Corte eleitoral. 

No balanço divulgado pelo TCU, o Tribunal ressalta que os dados de 2022 referem-se a condenações transitadas em julgado entre 2/10/2014 a 2/10/2022, atualizados até 31/12/2022.

No caso de contas públicas, a Lei da Ficha Limpa prevê a inelegibilidade de todo gestor público que tiver suas prestações de contas rejeitadas “por irregularidade insanável ou que configure ato doloso de improbidade administrativa, e por decisão irrecorrível do órgão competente, salvo se esta houver sido suspensa ou anulada pelo Poder Judiciário”.

Leia na íntegra a nota enviada pela assessoria de Guerino Zanon:

“O ex-prefeito de Linhares Guerino Zanon é elegível, estando totalmente apto para disputar a eleição. O processo no Tribunal de Contas da União (TCU) sobre este tema já foi analisado na eleição municipal de 2020 pela Justiça Eleitoral, que na época julgou pela regularidade da candidatura. Também foi proposta uma ação na Justiça Federal pedindo a anulação do processo, atestando todas as regularidades de atos praticados por Guerino à frente da prefeitura.”

Leia mais:  Sectides realiza Encontro de Formação para Gestores Municipais

Continue lendo

Política e Governo

Magno lidera para o senado com 29,83%

Publicado

A amostragem foi extraída do LEIA PESQUISA. Empate técnico entre Bolsonaro com 42,75% e Lula 40,33%

O instituto LEIA PESQUISA avaliou a vontade do eleitor para o Senado da República no Espírito Santo. Magno Malta (PL) foi apontado com a preferência de 29,83% dos entrevistados. Ouviu 1200 pessoas entre os dias 3 e 5, com margem de erro de 2,82% (para mais ou para menos) e confiabilidade de 95%. A pesquisa está registrada no TSE com o número ES/09833/22.

Logo em seguida, figuram a senadora Rose de Freitas (MDB) com 14,17%, empatada, tecnicamente, com o presidente da Assembleia Erick Musso (Republicanos) que obteve o percentual de 10,08%. Os demais ficaram abaixo de 3%. O Republicano saiu da disputa para o Governo do ES e o seu colega de partido Sérgio Meneguelli, do mesmo partido, foi barrado para disputa do mesmo cargo.

QUADRO COMPLETO

Para o senado da República, o eleitor está mais arredio, por enquanto. Os números inválidos e de indecisos são mais altos do que para o Governo do Estado e para a Presidência da República, vejam:

Leia mais:  Saúde Fácil: Estado oferta mais de 19 mil procedimentos oftalmológicos na região norte

No Espírito Santo, no campo hipotético de um segundo turno entre Bolsonaro e Lula, os dois estariam empatados pela margem de erro de 2,82%.

Metodologia de pesquisa:
Pesquisa quantitativa, não probabilística, com aplicação de questionário estruturado e abordagem pessoal em pontos de fluxo populacional em municípios do Espirito Santo (ES).

 

Fonte: folhadoes.com

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana