conecte-se conosco


Camisa 10

Em visita técnica ao Kleber Andrade, Governo confirma nova capacidade oficial do estádio

Publicado

O Estádio Estadual Kleber Andrade, em Cariacica, já está liberado, oficialmente, para receber públicos de até 21,8 mil pessoas. A informação foi confirmada pelo governador do Estado, Renato Casagrande, em visita técnica ao estádio, realizada na manhã desta quinta-feira (15). Desde sua inauguração, em 2014, o estádio só possuía autorização para receber jogos para até 9,6 mil pessoas e, para eventos com público acima desse número, era necessário um alvará provisório do Corpo de Bombeiros.


Durante a visita, foram apresentadas as intervenções concluídas este ano no Klebão, entre elas a instalação das escadas rolantes, que ligam os vestiários ao gramado; dos elevadores, utilizados para uso comum e transporte de materiais das equipes; a construção das escadas de acesso às arquibancadas localizadas atrás da concha acústica, além do revestimento do piso das rampas e escadas externas.


“É uma alegria visitar o estádio quase todo pronto. Entregamos o Kleber Andrade em 2014, pois precisávamos receber a seleção de Camarões para a Copa do Mundo do Brasil. Não estava totalmente pronto, mas estava adequado para receber partidas e os treinos. E o estádio ficou como estava. Assumimos o Governo com a missão de terminar as obras. Instalamos o telão, as escadas rolantes, os elevadores e todas as melhorias na infraestrutura”, citou o governador.

A visita técnica ao Klebão também contou com a presença da vice-governadora Jaqueline Moraes; do secretário de Estado de Esportes e Lazer, Júnior Abreu; do secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Walter Feldman; do presidente da Federação de Futebol do Espírito Santo (FES), Gustavo Vieira; do diretor-presidente da Rádio e Televisão do Espírito Santo (RTV-ES), Igor Pontini; além de outras autoridades.

“Esse alvará definitivo nos dá mais segurança. Temos uma estrutura adequada e é bom que você (Walter Feldman) registre ao Tite [treinador da Seleção Brasileira] como está o nosso gramado. Sabemos que um jogo da seleção masculina, quando voltarmos à normalidade, talvez não seja suficiente pela capacidade de público, mas neste período de excepcionalidade poderia ser uma possibilidade. Gostaria que levasse nosso pedido ao presidente da CBF, Rogério Caboclo. Mas, também queremos receber a Seleção Brasileira Feminina. O estádio está à disposição da CBF e do futebol capixaba. O que ainda não está pronto, ficará até dezembro” garantiu Casagrande.

Para Feldman, os olhos do Brasil devem se voltar para o Espírito Santo. “É um exemplo de gestão pública e não aconteceu por acaso. Tem honestidade e trato com a coisa pública, algo que o Brasil deve aprender. Tanto honesta quanto competente e qualificada. Vou levar o recado do governador que o Espírito Santo está preparadíssimo para receber a Seleção Brasileira. Agora que não tem público, o Tite se preocupa com gramado e ele tem que dar uma olhada aqui em Cariacica, pois realmente está maravilhoso.  Um estádio que dá orgulho seja pela sua estética, o gramado, a acessibilidade e da parte técnica não perde para nenhum estádio do Brasil. Queria finalizar brincando que Kleber Andrade é só felicidade”, disse o secretário-geral da CBF.

Reiniciadas em março de 2019, as obras no Kleber Andrade estão estimadas em R$ 15 milhões e servirão para finalizar as intervenções no principal palco esportivo do Estado.

Durante o evento, também foram apresentadas duas novidades que serão benéficas para o futebol e os clubes capixabas nos próximos meses. Publicada nessa terça-feira (13), a Portaria N° 052-S isenta todos os clubes capixabas do pagamento da taxa de utilização do estádio, no valor de R$ 1.185,71, para partidas oficiais até o dia 31 de dezembro deste ano. A medida visa a auxiliar os clubes nesse momento de enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), sem a presença de público nos estádios.

Caminho certo

Leia mais:  'Estão preparando os contratos', diz agente de Torrent sobre o Flamengo

Satisfeito com o avanço das obras no local, o secretário de Estado de Esportes e Lazer, Júnior Abreu, celebrou a presença do secretário-geral da CBF no evento e confirmou que as obras no estádio estão perto de acabar.

“A presença do Feldman é importante para que a CBF também veja como estão avançadas as melhorias que estamos fazendo no Kleber Andrade. Agora, com o alvará definitivo autorizando públicos de até 21 mil pessoas, o estádio se apresenta como um dos principais de porte médio do Brasil e a nossa expectativa é de trazer para cá outros eventos importantes como a Copa do Mundo Sub-17, realizada aqui no ano passado. As obras estão na reta final e os capixabas vão receber um estádio bonito, funcional e moderno”, completou.

Obras

Desde 2019, diversas intervenções já foram feitas no Kleber Andrade para entregá-lo, de forma definitiva, aos capixabas. As melhorias, inclusive, possibilitaram que o Estado recebesse pela primeira vez uma competição de futebol internacional, a Copa do Mundo Sub-17, realizada em novembro de 2019.

Leia mais:  Libertadores deve retornar ainda em 2020, mas com jogos sem torcida

Além das obras apresentadas nesta visita, já foram concluídas no estádio a instalação do placar eletrônico, o rebaixamento dos bancos de reserva, a instalação de vegetação nos taludes para evitar erosão, a troca do gramado do estádio, além da instalação da energia fotovoltaica, entre outras.

TVE, a Casa do Futebol Capixaba

No evento, foi anunciada a aquisição pela Rádio e Televisão Espírito Santo (RTV-ES) dos direitos de transmissão e comercialização junto aos clubes e à Federação de Futebol do Estado, permitindo que a TV Educativa do Espírito Santo (TVE) tenha exclusividade na transmissão e na comercialização dos jogos do futebol capixaba.

Além dos jogos dos campeonatos profissionais, o projeto “TVE, a Casa do Futebol Capixaba”, também transmitirá as finais dos campeonatos estaduais Sub-20, Sub-17 e Sub-15. São 48 times e aproximadamente 1.200 jovens atletas que, através da prática esportiva e da visibilidade dada pela transmissão destes campeonatos na TVE, ganharão uma nova perspectiva de oportunidade profissional.

“A TVE, no papel de emissora pública, possui como missão dar visibilidade e estimular o talento e o potencial do esporte e da cultura capixaba. Vamos replicar na TVE a experiência bem-sucedida que a Rádio ES tem na cobertura de nosso futebol. Não se trata apenas das transmissões dos jogos, mas toda a cobertura, a divulgação e todos os conteúdos que serão gerados diariamente durante a programação da emissora”, disse o diretor-presidente da RTV-ES, Igor Pontini.

Outro destaque do projeto será a transmissão do futebol feminino, com a transmissão dos jogos do campeonato da categoria, que aumentará a visibilidade e o potencial do esporte capixaba. O projeto prevê a transmissão de 40 jogos por temporada das seguintes competições: Campeonato Capixaba série A e série B, Copa Espírito Santo, Campeonato Estadual Feminino, Campeonato Interligas e Campeonatos Estadual Sub-20, Sub-17 e Sub-15. Devido à pandemia no novo Coronavírus, em 2020, serão transmitidos apenas 20 jogos, dos Campeonato Capixaba série A e série B.

O Governo do Estado é um dos maiores incentivadores do desenvolvimento do futebol local. “Outra ação importante, pois o futebol capixaba está na Série D e sempre sonhamos em dar um passo adiante, é a ajuda do Governo. Chegamos e colocamos o Banestes como o principal patrocinador do futebol capixaba e agora estamos dobrando esse recurso com a parceria da rádio e televisão. Também é preciso uma gestão profissional nos clubes e que a gente sensibilize os empresários a também investirem no futebol capixaba”, acrescentou o governador Casagrande.

publicidade

Camisa 10

PSG oferece três anos de contrato para Sergio Ramos

Publicado

De acordo com o “Onda Cero”, o zagueiro espanhol pode ganhar 15 milhões de euros por temporada

A renovação de Sergio Ramos com o Real Madrid ainda não foi definida. Com isso, surgem interessados no zagueiro espanhol. De acordo com o “Onda Cero”, o Paris Saint-Germain já enviou uma proposta ao jogador no valor de 15 milhões de euros por temporada e três anos de contrato.

O Real Madrid não conseguirá chegar aos valores propostos pela equipe francesa. O clube merengue segue firme na proposta oferecida de dois anos de contrato e redução salarial de 10%, algo que o zagueiro não está disposto a aceitar.

Manchester United, City e Liverpool também demonstraram interesse em Sergio Ramos. Desde 2005 no Real Madrid, o espanhol atuou em 668 partidas, marcou 100 gols e deu 40 assistências com a camisa do clube merengue.

Leia mais:  FIFPro lamenta demissões de jogadores e reduções unilaterais de salários por parte dos clubes
Continue lendo

Camisa 10

McGregor revela dor inédita por chutes de Poirier na panturrilha

Publicado

“Nunca senti algo assim na vida”, disse o irlandês que reconhece superioridade do rival, diz que precisa se reagrupar e cita trilogias contra o próprio Poirier ou Nate Diaz como as suas mais prováveis próximas lutas

O novo Conor McGregor vem surpreendendo a todos. Menos agressivo, mais tranquilo e respeitoso com seus rivais, o irlandês vem mostrando uma postura completamente diferente das que os fãs se acostumaram a ver ao longo de sua carreira no UFC. Na coletiva de imprensa após o UFC 257, no último sábado, o lutador reconheceu a superioridade de Dustin Poirier na luta, e atribuiu o seu nocaute à estratégia do americano de aplicar chutes na panturrilha da sua perna de apoio, o que comprometeu não só o local, como toda a sua luta.

Clima amistoso entre Poirier e McGregor — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

– É muito triste e difícil de aceitar. O topo é muito alto, e o fundo do poço é muito fundo nesse esporte. Minha perna está completamente morta. Mesmo que eu sentisse que estava defendendo os chutes, os golpes estavam entrando com vontade e ela está muito comprometida. Sinto como se tivesse uma bola de futebol dentro dela agora. É uma lesão no músculo, não é nada ósseo ou nos ligamentos. Dustin fez uma tremenda luta, executou tudo o que deveria fazer. Eu tinha na minha cabeça que eu o nocautearia, porque estava melhor que ele no clinche. Mas não deu tempo. A perna estava comprometida e eu não consegui ajustar o meu jogo. Foi isso. Parabéns para Dustin, estou feliz por ele e por eu conseguir lutar em tempos como os que estamos vivendo, e voltar para fazer a minha 11ª luta principal no UFC. Dustin mostrou muita experiência nessa luta. Ele esteve aqui mais que o dobro das vezes que eu estive. Mas estou feliz e orgulhoso por dividir o octógono com ele.

Conor McGregor reconheceu a superioridade de Dustin Poirier durante a coletiva do UFC 257 — Foto: Getty Images

McGregor revelou que já esperava que Dustin Poirier fosse usar os chutes nas pernas, porque viu o brasileiro Thiago “Pitbull” Alves, um especialista no golpe, entre os seus córneres.

– Eu já esperava que ele viesse com os chutes nas pernas, porque ele treina com Thiago Pitbull, que é um especialista nesse golpe. Quando ele acertou um dos chutes, Thiago gritou: “É isso, esse foi bom!”, e eu pensei: “Filho da p***. Foi bom mesmo.” Mas eu não vou ficar me lamentando. Aceitei a derrota como um homem, dei tudo de mim lá dentro e vou me reagrupar com certeza. Cada adversário tem um estilo diferente.

O irlandês admitiu que a dor que sentiu ao ter a perna chutada na altura da panturrilha foi algo que ele jamais havia sentido na vida.

– Eu aguentei o quanto pude. Foi algo que eu nunca vivi. Normalmente eu defenderia os chutes e ergueria a perna o máximo que pudesse. Mas em algum momento o impacto acertou alguma região na parte da frente e comprometeu muito a perna. E Dustin mostrou uma defesa muito sólida, que não me permitiu pressioná-lo. Não tenho o que dizer. Os chutes na panturrilha não foram brincadeira. Nunca senti algo assim na vida. Eu lembro de estar golpeando-o junto à grade, e também conseguia travar a sua perna quando ele chutava na linha de cintura. Meu erro foi não conseguir me ajustar ao ter a perna machucada.

Perguntado sobre quais seriam seus próximos passos, McGregor citou as possíveis trilogias contra Nate Diaz ou Dustin Poirier como as suas lutas mais prováveis, mas deixou claro que seus planos agora são descansar um pouco com a família e se recuperar antes de pensar em retornar ao octógono.

– Não tenho desculpas. Foi uma performance fenomenal de Dustin. Não sei mais o que dizer. Agora vou voltar para casa e tentar digerir essa derrota, mas não está sendo fácil. O que eu preciso fazer é me reagrupar. Catar os meus pedaços do chão e me reconstruir. Estilos fazem lutas, e há grandes estilos de lutas disponíveis. Dustin é um deles, Nate (Diaz) é outro. Nate é a escolha mais fácil, mas eu e Dustin também estamos empatados em 1 a 1. Os dois são canhotos, o que é interessante. Vamos ver o que acontece. Não é que eu não tenha as ferramentas para me ajustar. Tenho muitas armas que não usei, mas não era a minha noite. Tiro o meu chapéu para ele. Mal posso esperar para voltar para os meus filhos e curtir um pouco eles. Esse esporte é muito duro. Para ser sincero, não sei em que ponto estou agora. Estou feliz, com certeza. Desapontado, mas feliz. Vim até o Oriente Médio dar um show para as pessoas e fiz o meu melhor. As coisas não acontecem como você quer às vezes, mas tenho muitas coisas boas acontecendo comigo. Vou manter a cabeça erguida e seguir em frente.

Leia mais:  Brasil vence o Uruguai, mantém 100% nas Eliminatórias e ganha opções
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana