conecte-se conosco


Política e Governo

Empresa que vai fazer gestão do FIP do Fundo Soberano participa de encontro empresarial

Publicado

A empresa Trivèlla M3 Investimentos, gestora de venture capital selecionada para administrar o fundo de investimento, que é constituído, exclusivamente, por recursos do Fundo Soberano (Funses), participa de um encontro empresarial nesta terça-feira (07). O gestor Marcel Malczewski, representante da Trivèlla M3 Investimentos, vai falar sobre o cenário de investimento para o próximo ano durante a 6ª edição Encontro Folha Business e apresentar aos empresários o modelo e a proposta de atuação do novo fundo.

Esse fundo será um dos maiores da categoria no País, com aporte inicial de R$ 250 milhões. O mecanismo financeiro vai permitir, a partir do investimento de receitas provenientes da indústria do petróleo e do gás natural, buscar o aumento da competitividade do parque fabril capixaba, com a atração de novos negócios, gerando emprego e renda para população.

A Trivèlla M3 Investimentos é a empresa classificada em primeiro lugar, no processo conduzido pelo Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), em chamada pública para a seleção da empresa gestora do Fundo de Investimento em Participação (FIP), com recursos provenientes do Fundo Soberano do Espírito Santo.

A empresa tem papel imprescindível em todo o processo, sendo responsável pela análise das empresas, valoração, negociação, investimento, aceleração e desinvestimento. Via de regra, após a análise, negociação e diligências, o Fundo adquire um percentual das ações, ou seja, o FIP prospecta empresas e entra como sócio acionista por um período determinado.

O diretor-presidente do Bandes destaca que o mecanismo está na vanguarda das politicas publicas de desenvolvimento e que potencializa o novo ciclo de desenvolvimento socioeconômico capixaba.

“Com a estruturação desta FIP, com recursos do Fundo Soberano, o Estado tem um mecanismo que possibilita o desenvolvimento de novos negócios no Espírito Santo. É um processo que contribui para a diversificação da economia capixaba, gerando novas oportunidades para as gerações futuras. A gestora de Venture Capital selecionada tem papel importante em todo o processo, sendo responsável pela orientação das empresas, investimento, aceleração e desinvestimento”, destacou o diretor-presidente do Bandes, Munir Abud de Oliveira.

O evento, organizado em conjunto pela Apex Partners e Rede Vitória, reúne empresários e lideranças de diferentes segmentos e áreas de atuação. O objetivo do encontro é fazer uma análise sobre o ano. A 6ª edição Encontro Folha Business tem como participantes Mansueto Almeida, economista-chefe do BTG Pactual; Marcel Malczewski, fundador e CEO da TM3 Capital; Filipe Caldas, sócio-fundador da Carbyne Investimentos; Marcus Buaiz, empreendedor e embaixador da Apex News; e Fábio Faria, ministro das Comunicações.

Na mesa temática, o ministro Fábio Faria vai abordar o recente leilão promovido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a respeito do 5G, a nova geração de internet móvel. A iniciativa deve impactar os serviços de telecomunicações no Brasil, com a instalação pelas operadoras da infraestrutura necessária para que a tecnologia chegue às pessoas.

Leia mais:  Enivaldo quer radar na baía de Vitória contra “racha marítimo”
publicidade

Política e Governo

Deputado Renzo Vasconcelos cria projeto para priorizar saúde mental de agentes de segurança pública

Publicado

Nível de estresse dos servidores que atuam na segurança pública é apontado como fator para criação de política

Tramita na Assembleia Legislativa (Ales) o Projeto de Lei (PL) 852/2021, que cria a Política Estadual de Saúde Mental dos Agentes de Segurança Pública. A matéria, de autoria do deputado Renzo Vasconcelos (PP), é destinada aos servidores que atuam na área da segurança pública.

Entre os objetivos estão assegurar ações preventivas na área da saúde mental e assistência integral aos servidores com algum transtorno com foco na recuperação e reintegração desses indivíduos. A política seguirá, segundo o texto proposto, as diretrizes internacionais da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das Políticas Nacional e Estadual de Saúde Mental e Saúde do Trabalhador.

A matéria ainda prevê a manutenção de um sistema de informação de base epidemiológica articulado com os dados da área de saúde. Na justificativa da matéria, o autor ressalta o trabalho na área da segurança como altamente estressante.

“O nível de estresse tem sido apontado como superior ao de outras categorias profissionais, não só pela natureza das atividades que realizam, mas também pela sobrecarga de trabalho. Especialistas apontam o assédio moral e sexual, a falta de reconhecimento, o estresse, a rigidez hierárquica, as hostilidades sociais, a pressão midiática e a imagem perante a sociedade como fatores importantes para causas de suicídio entre policiais militares”, explica o parlamentar.

O projeto passará pelo crivo das comissões de Justiça, Saúde e Finanças antes de seguir para análise dos deputados em plenário.

Leia mais:  Sedu divulga resultados da Avaliação da Fluência em Leitura 2021
Continue lendo

Política e Governo

Sistema Aquaviário: Começa a concretagem dos píeres em Vila Velha

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, acompanhou, na manhã desta terça-feira (18), o início dos trabalhos de concretagem das estruturas do pier para atracagem de barcos no bairro Glória, em Vila Velha. Esse será um dos quatro pontos de embarque e desembarque previstos para a retomada da operação do Sistema Aquaviário que serão construídos na Grande Vitória.


Além dos píeres para atracagem dos barcos, também serão construídas estruturas para o embarque e desembarque de passageiros, na baía de Vitória. Para o acesso aos barcos, haverá uma interligação, do tipo ponte, que será coberta para o conforto de quem usar o Aquaviário. As obras de construção dos pontos de embarque e desembarque devem ser concluídas ainda este ano. O valor do investimento é de cerca de R$ 1,5 milhão para cada uma das estações. Nos próximos meses, será publicado o edital para contratação da operação dos barcos.


“O retorno do aquaviário é um sonho para muitos que já usufruíram do serviço. Estamos retomando agora para fazer esse sonho se tornar realidade. Estamos concretando os píeres e na sequência iniciaremos os pontos fixos, que serão pontos de integração com o Transcol para facilitar a vida de uma parte da população que mora nessas regiões. Também incentiva o turismo, pois temos uma linda baía. O Aquaviário é uma obra aguardada, pois as pessoas relembram com saudade. Em breve faremos a contratação da empresa que fará a prestação do serviço de transporte de passageiros e, no segundo semestre desse ano, teremos o Aquaviário funcionando”, afirmou o governador Casagrande.


A implantação do novo modal é uma das prioridades do Governo do Estado na área da mobilidade. O Sistema Aquaviário operou na Grande Vitória até a década de 1990, quando foi desativado. A construção dos outros três terminais deve ser iniciada ainda este ano: Prainha, em Vila Velha, e Praça do Papa e Rodoviária, em Vitória.

Também estiveram presentes a vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes; os secretários de Estado, Fabio Damasceno (Mobilidade e Infraestrutura), Marcelo Paiva (Justiça), Lenise Loureiro (Turismo) e Edmar Camata (Controle e Transparência); o deputado federal Neucimar Fraga; o deputado estadual Luciano Machado; além de dirigentes de órgãos, vereadores e lideranças da Região Metropolitana.

Leia mais:  Governador assina Ordem de Serviço para reforma geral do Hospital da Polícia Militar
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana