conecte-se conosco


Cidades

Empresas capixabas que participam do PEIEX-ES começam a exportar

Publicado

Com o andamento do Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX-ES), empresas capixabas concluíram suas participações e já começaram a enviar seus produtos para o mercado internacional. Um desses casos é o da empresa Cordis Paramentos e Objetos Litúrgicos, fabricante de vestimentas religiosas, localizada no norte do Espírito Santo, em Colatina.  

O programa é uma iniciativa da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento (Sedes) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), que tem como objetivo auxiliar as empresas na expansão de seus negócios para o mercado externo.

Com 27 anos no mercado, a empresa Cordis Paramentos e Objetos Litúrgicos já ocupa espaço no mercado nacional e tomou a decisão estratégica de começar a atender às demandas do mercado internacional. Com o auxílio das capacitações e oficinas do PEIEX-ES, a marca colatinense iniciou, neste mês de agosto, o processo de exportação, enviando seus produtos para a Colômbia. “Estamos muito animados com o processo de exportação dos nossos produtos. É um momento muito importante para nós”, disse o gerente administrativo, Marcos Cassoti.

A empresa utiliza como recurso para vendas uma plataforma on-line, que já está em funcionamento e na fase final de aprimoramentos. Com o site, a marca busca expandir os negócios para novos mercados, passando a atender a todos os países. “Nós decidimos apostar no ambiente digital para impulsionar as vendas. A plataforma virtual está quase pronta, com ela nós temos a facilidade de vender para outras regiões, além de vários benefícios, como oferecer esclarecimentos aos clientes com os detalhes dos produtos e a facilidade no pagamento on-line”, afirmou Cassoti. 

Ele conta que a empresa participou dos dois ciclos do PEIEX-ES. “Durante a nossa participação no programa, nós fomos muito bem atendidos pela equipe técnica. No primeiro ciclo do PEIEX-ES, nós aproveitamos para ganhar conhecimento nos assuntos relacionados ao processo de exportação e, agora, no segundo ciclo, adquirimos experiência e amadurecemos a ideia de exportar”, destacou. 

O empresário também garante que a marca voltará seus esforços comerciais e de marketing para os mercados do Equador e do Peru, onde foram identificadas vantagens tarifárias e comerciais. “Pretendemos focar a divulgação de forma on-line dos nossos produtos nos mercados equatoriano e peruano, mas o campo de exportação vai atingir todos os países, até porque nós estamos falando sobre vendas no varejo”, pontuou

O técnico Daniel Sardenberg Lins, um dos responsáveis pelos atendimentos aos empresários na região norte do Estado, explica que o objetivo da marca é ir muito além, pois ela também planeja focar na divulgação de novos destinos na América Latina até o final de 2024, conforme validação das operações. “O direcionamento é justificado pelo fato de este ser um dos continentes onde o catolicismo mais cresce e conta com relevantes mercados neste setor, como Colômbia, Argentina e Chile, ainda com demandas parcialmente desatendidas”, ressaltou.

O subsecretário de Estado de Atração de Investimentos e Negócios Internacionais da Sedes, Gabriel Feitosa, que coordena o programa, destaca a importância do PEIEX-ES para o aumento da visibilidade da produção capixaba, voltada ao mercado internacional. “Queremos estruturar e aumentar a cultura da exportação das marcas capixabas. Sabemos que a produção das empresas no Estado tem grande potencial de vendas internacionais e o programa possibilita novas oportunidades”, explicou.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, o programa tem sido bem recebido no Espírito Santo. “Notamos boa receptividade dos empresários capixabas em relação ao programa. O Estado tem vocação para o comércio exterior e é imprescindível que os empreendedores pensem no mercado internacional como uma boa alternativa para a ampliação dos negócios.”

Sobre o PEIEX-ES
 
O programa oferece às empresas, de forma gratuita, orientação técnica sobre as melhorias que a organização deve implementar para comercializar produtos e serviços no mercado internacional.
 
Sobre a Apex-Brasil
 
A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover produtos e serviços brasileiros no exterior
e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. Atualmente, a Agência apoia cerca de 15 mil empresas em 80 setores da economia.

Leia mais:  Oficinas estruturam novos arranjos produtivos para recuperação do rio Doce
publicidade

Cidades

Parceria entre PMVV e FINDES melhora ambiente de negócios em Vila Velha

Publicado

Com o interesse comum de promover o desenvolvimento econômico e apoiar o segmento empresarial, a Prefeitura de Vila Velha e a Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) celebraram uma parceria de trabalho intitulada Acordo de Cooperação, onde juntas irão implementar ações para fortalecer o ambiente de negócios em Vila Velha.

A Findes tem muito a contribuir nas áreas de inovação, empreendedorismo, capacitação profissional, desburocratização, produtividade, educação tecnológica, atração de investimentos, estudos e pesquisas, que são muito relevantes para a competitividade das empresas. Por representar as demandas do segmento empresarial, irá promover um alinhamento importante no ambiente de negócios.

A expectativa é melhorar a competitividade das empresas, a capacitação dos trabalhadores, aumentar o número de empregos, atrair novas empresas ou manter as empresas operando no município. 

Para isso, estão previstas as seguintes entregas, que beneficiarão diretamente nossas empresas:

• Criação de um espaço em Vila Velha que acolherá atividades de inovação;

• Articulação das demandas para conectar com empresas altamente inovadoras, como as startups. Esta ação terá o apoio técnico do Findeslab, que auxiliará na modelagem e na gestão do ambiente;

• Atividades de educação tecnológica nas escolas públicas municipais, para formar uma nova geração de empreendedores, voltados para solução de problemas nesta nova era da economia digital. Através do SESI/SENAI, serão realizadas oficinas de maker, robótica, programação e empreendedorismo para inovação;

• Cursos de formação profissional de trabalhadores, de acordo com as demandas das indústrias, e interlocução com o segmento empresarial, para incentivar a contratação de mão-de-obra local. Esta ação terá a participação direta do SENAI;

• Atividades para auxiliar as empresas quanto à transformação digital e Indústria 4.0, com implantação de métodos e tecnologias que as tornem mais ágeis, modernas e produtivas. Com o apoio do IEL e do SENAI, cursos e capacitação serão oferecidos para as empresas do município; 

• Apoio na atração de empresas com a promoção do Município de Vila Velha, considerando sua vocação econômica e encaminhamento de empresas para se beneficiar do programa municipal de incentivos fiscais para realização de investimentos. 

A gestão municipal também irá se beneficiar desta parceria, por contar com informações socioeconômicas do município e também estudos e análises da economia de Vila Velha. O IDEIES ajudará no planejamento governamental e na avaliação de políticas públicas.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Everaldo Colodetti, considera a parceria um grande avanço: “Mais um passo fundamental para que tenhamos um melhor ambiente de negócios em Vila Velha “, disse.

A Findes vem contribuindo com a gestão dos municípios, implantando metodologias contemporâneas para simplificação e desburocratização dos serviços.

Leia mais:  Detran estabelece medidas para retorno dos procedimentos de habilitação para candidatos com deficiência
Continue lendo

Cidades

Projeto da prefeitura de Barra de São Francisco garante alimentação para mais de 8 mil pessoas

Publicado

Em 12 dias servindo alimentação as famílias carentes de Barra de São Francisco, desde de seu início em 29 de março de 2021, até esta sexta-feira (09), 8.213 pessoas se alimentaram no Centro de Apoio Alimentar da prefeitura de Barra de São Francisco.

A iniciativa de oferecer alimentação as famílias carentes, é da prefeitura de Barra de São Francisco. O alimento (marmitex), é fornecido de segunda a domingo, inclusive feriados.

É obrigatório o uso de máscaras ao chegar no local para pegar o alimento. É feito higienização nas mãos das pessoas que chegam para pegar o marmitex.

Pessoas atendidas até o presente momento:

Segunda feira (29/03/2021) 440 pessoas

Terça Feira (30/03/2021) 612 pessoas

Quarta Feira (31/03/2021) 750 pessoas 

Quinta feira (1º/04/2021) 750 pessoas 

Sexta feira (02/04/2021) 610 pessoas 

Sábado (03/04/2021) 760 pessoas 

Domingo (04/04/2021) 720 pessoas 

Segunda Feira (05/05/2021) 728 pessoas 

Terça feira (06/04/2021) 700 pessoas 

Quarta feira (07/04/2021) 764 pessoas

Quinta feira (08/04/2021) 819 pessoas  

Sexta feira (09/04/2021) 560 pessoas 

Leia mais:  Iniciada obra de pavimentação e drenagem do bairro Padre Gianni, em Nova Venécia

Total: 8. 213

 

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana