conecte-se conosco


Política e Governo

Enivaldo pede ao Instituto Butantan 100 mil doses da vacina contra Covid-19

Publicado

O prefeito eleito de Barra de São Francisco, Enivaldo dos Anjos (PSD), anunciou que nesta sexta-feira (17) enviará ao Instituto Butantan a proposta de assinatura de um memorial de entendimento para que seu município possa adquirir 100 mil doses da vacina contra a Covid-19, a fim de garantir a imunização da população, caso atrasem os programas a serem implementados pelos Governos Federal e Estadual.

“É uma medida preventiva. Precisamos nos antecipar e garantir que nossa população fique protegida. Não podemos ficar esperando. Estamos fazendo essa reserva técnica junto ao Instituto Butantan, em função do adiantado estágio de desenvolvimento da vacina em parceria com a Sinovac Biotech, para distribuição na América Latina e licença tecnológica para produção local”, disse Enivaldo.

A proposta será enviada na condição de deputado e prefeito eleito para ser firmada após a sua posse, dia 1º de janeiro. De acordo com o documento já preparado pela sua assessoria, Enivaldo salienta que a prioridade é “prestigiar a Campanha Nacional de Imunização e o próprio Sistema Único de Saúde”, mas é, segundo ele, uma forma de garantir ação proativa em defesa da população.

O fornecimento da vacina deve ser tempestivo, com plena disposição, tanto do Instituto quanto do município, de ter uma quantidade disponível da vacina a partir de janeiro de 2021, com probabilidade de entregas adicionais em fevereiro, e com maior volume a partir de maio, e que as duas partes devem trabalhar juntas para concluir, em tempo oportuno, um acordo vinculante com os termos e condições definitivas para aquisição, fornecimento e aplicação da vacina, por meio de contrato de compra e venda. O termo de entendimento não implica em exclusividade.

“O Butantan é uma instituição acreditada internacionalmente e já fez ao Ministério da Saúde a oferta das vacinas que produzirá. Outros municípios brasileiros já estão tomando a mesma iniciativa nossa e queremos assumir esse protagonismo porque o vírus não espera a boa vontade de quem quer que seja. As pessoas estão morrendo e o poder público precisa agir. A hora é agora de salvar vidas”, disse Enivaldo.

Embora tenha dito que somente anunciará seu secretariado no dia 2 de janeiro, Enivaldo dos Anjos tem conversado com o futuro secretário de Administração, Elcimar de Souza Alves, que terá status de “homem forte da administração”, para que comece a articular com futuros colaboradores um plano emergencial de vacinação, caso o município tenha que assumir esse papel.

O futuro prefeito também conversou com o seu vice, Gustavo Lacerda, que tem experiência em gestão de saúde, por ter dirigido o Hospital Estadual Dr Alceu Melgaço Filho, em Barra de São Francisco, para que esteja junto com Elcimar na discussão desse plano para atender à população. A iniciativa de Enivaldo deverá ser acompanhada por outros municípios em torno de Barra de São Francisco.

Em Ecoporanga e Mantenópolis, por exemplo, os prefeitos foram reeleitos e já podem assinar os termos, diferente de Água Doce do Norte, por exemplo, Vila Pavão e Águia Branca, todos limítrofes, onde os eleitos são novos e ainda não podem assinar.

De acordo com informações do Instituto Butantan, a vacina de estudo foi desenvolvida pela Sinovac Life Science Co., Ltda, sendo uma preparação feita com o novo coronavirus (SARS-COV-2)(cepa CZ02) cultivada em células Vera (um tipo de célula de rim de macao).

Para produzir a vacina, o vírus é inativado, ou seja, que se colocam substâncias químicas para que o vírus não seja capaz de infectar, ficando “morto”, sem poder causar doença. Depois, é acrescentado a ele o hidróxido de alumínio, que é uma substância já bem conhecida como coadjuvante para que a vacina gere anticorpos nas pessoas vacinas.

O esquema de vacinação do estudo é de duas doses de vacina com um intervalo de 14 dias (duas semanas) entre elas. A vacina é aplicada por via intramuscular.

Leia mais:  Governador e ministro discutem apoio federal na reconstrução de cidades atingidas pelas chuvas no ES
publicidade

Política e Governo

Casagrande tenta agendar vacina em Vitória contra covid-19, mas não consegue vaga

Publicado

Nesta sexta-feira, a prefeitura da Capital abriu 5.100 vagas para agendamento de idosos de 60 a 64 anos, mas as vagas foram preenchidas em três minutos

O governador Renato Casagrande tentou, mas não conseguiu fazer o agendamento no site da Prefeitura de Vitória para tomar a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. 

Nesta sexta-feira, a prefeitura da Capital abriu agendamento para idosos entre 60 a 64 anos, mas as vagas foram preenchidas rapidamente. Casagrande tem 60 anos e é morador de Vitória.

A assessoria de imprensa do governador confirmou que ele tentou fazer a marcação nesta sexta-feira, sem sucesso, e que Casagrande vai se vacinar seguindo o agendamento no site da Prefeitura de Vitória.

“O Governador irá vacinar seguindo o agendamento no site da Prefeitura de Vitória. Tentou agendar hoje (nesta sexta), porém não conseguiu”, informou por nota. 

Vagas esgotadas em minutos

O agendamento para a faixa etária de 60 a 64 anos, na Capital, começou às 15 horas desta sexta, mas acabou rapidamente. Ao todo, foram disponibilizadas 5.100 vagas. As marcações puderam ser feitas por meio do link agendamento.vitoria.es.gov.br ou pelo aplicativo Vitória On-line.

A Prefeitura de Vitória informou que foram contabilizados 17 mil acessos simultâneos ao sistema. Todas as vagas foram esgotadas em três minutos.

“A plataforma não apresentou instabilidade em momento algum. Isto porque a Sub-TI tem realizado alterações no sistema a fim de proporcionar aos usuários melhor navegabilidade, mesmo diante de um volume maior de acessos”, informou a prefeitura.

A aplicação das doses da vacina contra o novo coronavírus na Capital começam neste sábado (10). A vacinação acontecerá em oito unidades de saúde e em três postos volantes.

Neste momento estão sendo imunizados em Vitória, com a primeira dose, idosos com 65 anos ou mais. Também está sendo aplicada a segunda dose em idosos com 75 anos ou mais e trabalhadores da saúde que receberam a primeira dose da vacina Coronavac entre os dias 19 de janeiro e 16 de março.

Leia mais:  Deputado Freitas é o novo líder de Casagrande na Assembleia Legislativa
Continue lendo

Política e Governo

Governador Casagrande se reúne com Lula. ‘Aceno para 2022 está claro’, diz presidente do PT

Publicado

Segundo a assessoria do governador, a reunião, realizada na última terça-feira (06) foi da executiva do PSB e Casagrande participou apenas do início

Há pouco mais de um mês, o governador Renato Casagrande (PSB) foi anunciado como pré-candidato à Presidência da República para 2022. Especialistas entenderam o movimento como uma estratégia do PSB para ganhar musculatura nas discussões do cenário nacional. 

Afinal, é praticamente unânime a percepção de que o governador está muito mais inclinado à reeleição do que a uma aventura – difícil e arriscada – rumo ao Palácio do Planalto.

A candidatura à presidência é pouco provável. Entretanto, Casagrande não deve ficar de fora das discussões. Ele ocupa o cargo de secretário-geral do PSB Nacional e é uma voz importante dentro do partido. Além disso, ganhou projeção durante o combate à pandemia sendo, por diversas vezes, crítico à condução da crise sanitária pelo governo federal.

Lula e Casagrande

Ao que parece, a jogada do PSB já está surtindo efeito. No início desta semana, PT e PSB abriram caminho para o diálogo, com Lula e Casagrande conversando em reunião virtual organizada pelos dirigentes da executiva nacional das siglas.

Com Lula elegível, o PT ganhou fôlego nas últimas semanas e tem se movimentado no tabuleiro eleitoral sob a direção de seu maior líder. O principal objetivo, segundo integrantes da legenda, é dialogar com os partidos de esquerda e centro-esquerda em busca de apoio, principalmente, para um eventual segundo turno nas eleições.

“Temos que ter posições contrárias ao governo Bolsonaro e, neste sentido, PT e PSB têm muita convergência e, com isso, conseguem apresentar uma agenda comum. Então, o tom da conversa é um pouco isso. Se a gente tem convergência no agora, tudo sinaliza que a gente possa ter uma convergência para 2022. O diálogo foi de extrema importância, e pode render frutos para o futuro e começar a trazer um pouco mais de luz diante do cenário que a gente tem. O aceno para 2022 está claro”, disse a presidente do partido no Estado, Jackeline Rocha.

O governador evitou dar detalhes sobre o assunto. Segundo a sua assessoria, a reunião, realizada na última terça-feira (06), foi da executiva do PSB e Casagrande participou apenas do início do encontro. 

Já o PSB do Estado, informou que “a cúpula do PSB nacional, PT, PDT e outros partidos de esquerda, centro e centro-direita têm estabelecido diálogos no sentido de preparar ações para impedir o projeto de ultradireita de Bolsonaro à reeleição em 2022”.

Para o cientista político Aloísio Krohling, a aliança entre os partidos para as próximas eleições é uma possiblidade clara. Entretanto, apesar de o governador participar das discussões, não deve se colocar como protagonista no cenário nacional. 

“Existe um início de conversa, um movimento de aproximação. Casagrande deve tentar a reeleição, ainda mais que perdeu para Hartung da última vez. Apesar das críticas que se faz a ele na condução da pandemia, tem grande apoio aqui no Estado”, opina.

Leia mais:  Coronavírus leva TRE a suspender eleição suplementar em Conceição da Barra
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana