conecte-se conosco


São Mateus

Entrevista com o vereador eleito Paulo Fundão

Publicado

JN – Quem é PAULO FUNDÃO?

Paulo Fundão – Um cidadão mateense, casado com Shelley Barbosa Fundão, pai de Matheus Cunha Fundão Neto e Ana Paula Vignoli Fundão, Advogado a mais de 20 anos, apaixonado por essa maravilhosa cidade que se chama São Mateus.

JN – Tem experiência no Poder Público? 

Paulo Fundão – Tenho inúmeras boas experiências na seara pública, ainda jovem fui Diretor de Esportes da Secretaria de Turismo – ano de 1987/1988 -; Após me formar em Direito e me especializar em Direito Público e eleitoral, ocupei diversos cargos de relevante importância, Procurador do Legislativo Mateense, Procurador do Legislativo Barrense, Assessor Parlamentar na Assembleia Legislativa, Assessor Parlamentar na Câmara dos Deputados, Assessor Jurídico no Município de São Mateus, Procurador Geral do Município de Conceição da Barra e fui Coordenador Chefe do Procon de São Mateus na gestão do atual Prefeito Daniel, portanto sinto-me preparado para exercer meu múnus público agora legitimado pelas urnas e pela soberana vontade popular na pia batismal do voto. E é preciso também explicitar, que por onde passei, deixei inúmeros amigos, pois nunca tive vaidade, e sempre procurei aprender com todos por onde passei, e induvidosamente, usaremos esses links – amizades – para ajudar e muito nossa amada cidade.    

JN – A campanha foi o que o senhor esperava?

PAULO FUNDÃO – Eu só tenho a agradecer a população mateense pelo carinho e respeito a minha pessoa, porquanto onde andei sempre fui bem recebido, mesmo naqueles lugares que já tinham candidatos, e isso é fundamental, ser bem recebido em todos os lugares foi o combustível que eu necessitava para perseverar em busca de nosso objetivo, que sempre foi semear uma nova forma de fazer política, sem ataques, mas sim com ideias e ideais, e principalmente de forma propositiva. Obter mais de mil votos sem ter um reduto eleitoral não é tarefa fácil, e ainda mais obter essa votação por duas vezes consecutivas – 2016 e 2020-, e só tenho a agradecer a DEUS por ter me guardado e protegido, pois sem ELE nada somos, a JESUS CRISTO toda honra e toda glória, pois sempre acreditei na minha vitória, mesmo enfrentando gigantes, assim como Davi venceu Golias, eu sempre cri na vitória, então respondendo a sua pergunta, essa campanha foi a que eu esperava. 

JN – Como deverá ser sua conduta em relação ao governo municipal?

 Paulo Fundão – Será excelente. Na minha campanha, andei muito, visitei muitos lares, e a pergunta número 1 era: se vc for eleito, e o Prefeito eleito for de outro partido que não o seu, qual será sua relação com ele? Respondia na ponta da língua, sendo eleito, independentemente de quem seja o Prefeito eleito, trabalharei incansavelmente pela união dos Poderes em prol da sociedade – inclusive dei entrevista a um Jornal da Cidade expressando justamente isso -. Portanto estou muito tranquilo quanto a esse tema, tenho certeza que poderemos ajudar muito São Mateus, com nossas amizades e conhecimentos em Vitória e em Brasília, e por isso sempre expressei que faremos história na política mateense, pois sou uma pessoa da convergência, da união, e juntamente com os nossos companheiros eleitos vereadores, e o Prefeito eleito, nos próximos 4 anos, colocaremos nossa cidade no patamar que ela merece, e São Mateus vai virar um canteiro de obras. 

JN – Como analisa a nova formação de vereadores?

 Paulo Fundão – Essa pergunta é muito interessante, e estou rindo porque sou a pessoa mais suspeita para falar de alguns dos eleitos. DEUS quando faz a obra ele sempre faz completa, e nesse próximo mandato vou ter ao meu lado pessoas que já são de meu convívio habitual há muito tempo, e posso citar aqui o Gilton Gomes de Jesus (Pia), o Isael Aguilar (Isael do SAAE), Delermano Suin (somos da mesma Congregação), Robertinho (lutamos juntos em 2016 por um objetivo), Cristiano Balanga, e tenho o maior carinho e apreço pelo Lailson, Kacinho, Adeci de Sena e Carlinho Simião,  tendo a humildade de mencionar que eu não conheço a digníssima Professora e agora Vereadora eleita Ciety, a quem terei a honra de conhecer quando da nossa diplomação, pela importância de sua eleição pois sempre defendi a presença da mulher nos Parlamentos brasileiros.    Sob a minha ótica, todos foram excelentes escolhas da nossa população, acredito que é uma boa formação, e a população estará bem servida nos próximos 4 anos.

JN – Como o senhor pretende atuar em relação às comunidades?

Paulo Fundão – Eu vou responder com a mesma resposta que dei a todas as pessoas que me perguntaram sobre esse tema na campanha: Serei a voz de São Mateus, não apenas de um bairro, de uma comunidade, de um distrito, fui eleito para ser Vereador de todo Município, e vou trabalhar incansavelmente para mudar essa prática de que se guriri não elegeu alguém de lá vai ficar 4 anos sem cuidados, isso não pode existir, eu sou de São Mateus, e vou atuar em toda São Mateus, portanto se algum lugar precisar da voz desse Parlamentar, só vai ser preciso entrar em contato conosco que atuaremos de forma exemplar para solucionar o problema da comunidade.

JN – O que São Mateus pode esperar do vereador Paulo Fundão?

Paulo Fundão – Muito, muito trabalho. Estarei nos bairros, na periferia, nos distritos e na zona rural, ouvindo a população. Conforme falei anteriormente, andei muito, me reuni muito com inúmeros cidadãos de nossa terra natal, e vi e escutei que a maior obra que o eleitor exige é atenção, respeito e dignidade. O eleitor precisa ser ouvido, a partir disso podemos fazer muita coisa que contemple a população. Quero fazer um trabalho, junto com meus colegas de Parlamento para ficar marcado na história mateense, quero leva-los em Vitória e em Brasília para buscar emendas parlamentares que venham ajudar São Mateus, pois não podemos ficar fazendo um mandato adstrito apenas no nosso Município – como foi feito nos últimos 20 anos -, é preciso avançar e buscar meios de trazer benefícios para nossa cidade independentemente do orçamento municipal. Temos alguns Projetos que induvidosamente assim que sair do papel, o nome do Prefeito Daniel e de todos os Vereadores Eleitos entrarão para a história da política mateense, podem confiar, um novo tempo na política mateense está surgindo, haja vista não nos faltar vontade e perseverança de ir em busca de dias melhores para nosso povo. 

JN – Para finalizar, algum agradecimento?

Paulo Fundão – Prefacialmente quero agradecer a DEUS por tudo, repito, sem ele nada somos, a minha família, esposa e filhos, familiares – mãe, irmãos, Tios, Tias, primos e primas-, aos amigos, apoiadores e a cada eleitor que me confiou o voto, saibam que irei honra-los com muita dedicação e trabalho em prol do povo mateense. Quero aqui também, de forma pública, agradecer a todos aqueles que não votaram na minha pessoa mas que torceram imensamente para nossa eleição – número incalculável -, aos colegas candidatos do Progressistas, e não poderia deixar passar in albis, o agradecimento pelo magnífico trabalho da Justiça Eleitoral nas pessoas da Juíza Eleitoral, Dra. Aline Moreira Souza Tinôco, e da Chefe de Cartório Dra. Fernanda Wagmacker Santiago Fidelman e dos demais zelosos servidores dessa importante justiça especializada , do ínclito e digno representante do Ministério Público Eleitoral, Dr. Márcio Augusto Gonçalves Cardoso, de igual forma a respeitável instituição da Polícia Federal e da Polícia Militar, meu singelo agradecimento pelo profícuo e dedicado trabalho para que essa eleição ocorresse de forma tranquila, ordeira e na paz, prevalecendo o lídimo espírito democrático, advindo das urnas o desiderato do povo.

Paulo Fundão e sua família.

  

Leia mais:  Carlinhos e Cássio fecham acordo e formam chapa que poderá ter apoio do governo
publicidade

São Mateus

São Mateus segue em risco alto e aulas continuam suspensas

Publicado

Além de São Mateus outras 33 cidades permanecerão no risco alto para a covid-19 na semana que vem, segundo o Mapa de Risco. Nesses municípios, há uma restrição um pouco menor em relação aos do risco extremo, como, por exemplo, a possibilidade de as atividades não essenciais funcionarem de segunda a sábado.

RISCO ALTO: Afonso Cláudio, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Aracruz, Atílio Vivácqua, Bom Jesus do Norte, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Fundão, Governador Lindenberg, Guaçuí, Ibiraçu, Irupi, Itaguaçu, Itapemirim, Iúna, Jaguaré, Laranja da Terra, Marechal Floriano, Marilândia, Montanha, Mucurici, Ponto Belo, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, São Domingos do Norte, São Mateus, São Roque do Canaã, Sooretama e Vila Valério.

Confira as regras de cada região:

RISCO EXTREMO

Transporte público

– Os ônibus do sistema Transcol voltarão a circular a partir de terça, dia 13 de abril. 

– O horário de circulação será, na próxima semana, de terça a sexta-feira, das 5h às 22h. Sábado e domingo não haverá ônibus para a população em geral. O atendimento nesses dois dias será para trabalhadores da Saúde.

– Ônibus interestaduais (viagens entre Estados) e intermunicipais passam a circular na segunda-feira (12) com 50% da capacidade dos veículos. Rodoviárias serão reabertas.

– Transporte ferroviário: viagens de trem voltam a ser liberadas com 50% da capacidade. Estação ferroviária em Cariacica volta a funcionar. 

Atividades essenciais

Supermercados, farmácias, indústria e atividade de assistência à saúde e lotéricas podem funcionar até as 20h de segunda-feira à sábado, no entanto ficarão fechados aos domingos e feriados.

Comércio

Comércio de rua, centros comerciais e galerias funcionarão em três dias na semana (quarta, quinta e sexta-feira) das 10h às 18h para atendimento presencial. Além do funcionamento de serviços das 9h às 20h.

Atividades de ensino

As atividades educacionais com a presença de estudantes ficam suspensas, sendo permitidas aulas remotas.

Restaurantes

Atendimento ao público de quarta à sexta-feira até às 16h. Após esse horário, somente delivery.

Shopping centers

Poderão funcionar três vezes na semana (quarta, quinta e sexta-feira) das 12h às 20h.

Bares e academias

Vão continuar fechados.

Agências bancárias

Funcionamento de bancos apenas para saque de benefícios assistenciais.

RISCO ALTO

Medidas sociais

– Suspensão da realização de eventos;

– Suspensão da visitação de unidades de conservação ambiental e do funcionamento de todos os parques municipais;

– Suspensão do funcionamento dos cinemas, teatro, circos e similares, exceto em formato drive-in;

– Suspensão de funcionamento de espaços de lazer e recreação infantil, parques de diversões e similares.

Ensino

– Suspensão das atividades com a presença de alunos em todos os estabelecimentos de ensino, da rede pública e privada, com exceção de cursos relacionados à saúde e segurança pública.

Trabalho remoto

– Trabalhadores que atuam na área administrativa, independente do ramo da atividade, inclusive no ramo da administração pública direta e indireta, deverão atuar prioritariamente em trabalho remoto.

Agências bancárias

– Poderão funcionar para saque de benefícios assistenciais

Academias

– Vedada realização de atividades aeróbicas;

– Limitação de número de alunos por área do estabelecimento conforme Portaria SESA nº 226, Art. 11, §2º. Limitação de até 20 alunos por horário de agendamento, respeitando o limite de 15m² por aluno.

Comércio, Bares e Restaurantes

– Funcionamento de comércio de rua, centro comerciais e galerias das 10h às 18h de segunda à sexta-feira, e aos sábados até às 14h;

– Funcionamento de shopping centers, de segunda à sexta-feira das 10h às 20h e aos sábados até às 16h;

– Funcionamento de restaurantes das 10h às 16h;

– Distribuidoras de bebidas e lojas de conveniência podem funcionar das 10h às 16h, sem consumo presencial;

– Suspensão do funcionamento dos bares.

Sem restrições

– Farmácias, comércio atacadista, distribuidoras de gás de cozinha e água, supermercados, minimercados, hortifrutis, padarias, lojas de produtos alimentícios, lojas de cuidados animais e insumos agrícolas, postos de combustíveis, borracharias, oficinas de reparação de veículos automotores e bicicletas, estabelecimentos de vendas de materiais hospitalares e casas lotéricas.

RISCO MODERADO

Comércio, Bares e Restaurantes

– Funcionamento dos estabelecimentos comerciais com 1 cliente por 10m², obrigatoriedade do uso de máscaras para funcionários e clientes, distanciamento social em filas;

– Funcionamento de bares, lojas de conveniência e distribuidoras de bebidas alcoólicas de segunda à sábado até às 22h e aos domingos até às 16h.

Academias

– Vedada realização de atividades aeróbicas coletivas;

– Limitação do número de alunos por área do estabelecimento conforme Portaria SESA nº 226-R, Art. 11 §2º.

Ensino

– Permitidas atividades com a presença de alunos no estabelecimento de ensino.

Matriz de Risco

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. A estratégia de mapeamento de risco teve início em abril do ano passado.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) e da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

Leia mais:  Encontro de negócios de São Mateus reúne empresas dos setores de petróleo, gás e celulose
Continue lendo

São Mateus

São Mateus – Assistência Social leva atendimento para famílias da zona rural

Publicado

Com a pandemia, a busca da população pelos serviços socioassistenciais do Município cresceu, por isso a Prefeitura de São Mateus está levando o atendimento para perto da das comunidades também nos lugares mais remotos. Esta semana os atendimentos foram intensificados na zona rural, na Região dos Quilômetros, que tem como referência o CRAS Zé de Ana (Quilombola), em Nestor Gomes (KM 41), onde tem acontecido ações de Proteção Social Básica.

As equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social fizeram os atendimentos dos serviços de Cadastro Único e Central de Benefícios, com a entrega do auxílio alimentação, que são as cestas básicas. 

CRAS NA ESTRADA

Para a secretária municipal de Assistência Social, Marinalva Broedel, o objetivo principal é levar os serviços ofertados para perto da população. “A fragilidade do momento está fazendo com que a gente disponibilize um maior número de atendimentos nas comunidades do Campo. Nosso intuito é garantir maior acessibilidade, um atendimento mais rápido, humanizado e acolhedor para as comunidades”.

POPULAÇÃO ATENDIDA

As equipes da Assistência Social têm atendido cerca de 70 pessoas diariamente em Nestor Gomes. Joelton Luiz de Abreu, por exemplo, está desempregado e sempre procurou a Assistência Social nos momentos de dificuldade. “Esse auxílio tem ajudado muito. No momento estou desempregado, e as coisas ficam mais difíceis. Tenho certeza que muitas outras famílias estão agradecidas com essa assistência” – destacou.

Leia mais:  Carlinhos e Cássio fecham acordo e formam chapa que poderá ter apoio do governo
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana