conecte-se conosco


Camisa 10

ES assina Termo de Parceria Técnica para realização dos Jogos Escolares Brasileiros

Publicado

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport), e a Federação Capixaba de Desporto Escolar (Fecade), assinaram, nesta quinta-feira (11), o Termo de Parceria Técnica, que regulamenta a realização dos Jogos Escolares do Espírito Santo (JEES) em 2021. O documento também oficializa a participação dos estudantes capixabas na etapa nacional dos Jogos Escolares Brasileiros (JEB’s), principal competição estudantil do País. A assinatura ocorreu no Palácio Anchieta, em Vitória.


Assinaram o termo que trata das responsabilidades das instituições na execução da competição, o governador do Estado, Renato Casagrande, o secretário de Estado de Esportes e Lazer, Júnior Abreu, o presidente da Fecade, Lidimar Marquêz, e o presidente da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), Antônio Hora Filho.

Após um hiato de 17 anos, a categoria infantil (12 a 14 anos) dos JEB’s voltará a ser realizada pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE). O evento está programado para acontecer entre os dias 29 de outubro e 05 de novembro, no Rio de Janeiro. A etapa juvenil (de 15 a 17 anos) dos jogos, entretanto, seguirá sendo realizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), como nos anos anteriores.

“Sempre digo que o esporte traz disciplina, saúde e ajuda na interação social. Além disso, atletas de alto rendimento podem surgir se destacando em competições como esta. Nosso Estado tem muitos esportistas talentosos, medalhistas olímpicos e jogos deste tipo são fundamentais para atrair nossos jovens para a sala de aula. Ainda mais que tivemos um ano difícil por conta da pandemia, que tirou os alunos de dentro da sala de aula. A realização desses jogos – seguindo todos os cuidados e protocolos de biossegurança – será muito importante para que a gente possa ir retomando nossas atividades”, comentou o governador.

A assinatura do termo também foi celebrada pelo secretário Júnior Abreu, que reforçou os benefícios da parceria entre a Fecade e a CBDE para o Espírito Santo. “Estamos acompanhando, desde que a Confederação assumiu o compromisso de realizar os JEB’s, como a entidade vem trabalhando com seriedade para que a competição seja feita da melhor forma possível. Além da parte esportiva, a parceria também trará coisas boas para o Estado, afinal a CBDE já confirmou que custeará todas as passagens aéreas para o evento, algo que não tínhamos nos anos anteriores”, disse.

Os dois subsecretários da Secretaria de Esportes e Lazer, Weverson Meirelles e Dório Belarmino, e o vice-presidente da Confederação Brasileira de Desporto Escolar, Robson Aguiar, também participaram do ato.

Visita técnica

Leia mais:  Brasil vence o Uruguai, mantém 100% nas Eliminatórias e ganha opções

Além de participarem da assinatura do termo, os membros da CBDE aproveitaram a oportunidade para visitar algumas praias de Vitória, Vila Velha e Serra, locais que podem ser definidos como sede do Campeonato Brasileiro Estudantil de Vôlei de Praia. No município serrano, o encontro contou também com a presença do prefeito da cidade, Sérgio Vidigal.

A competição, que deve ocorrer entre o fim de 2021 e o início de 2022, vai reunir cerca de 400 atletas de todos os estados brasileiros. O presidente da CBDE, Antônio Hora Filho, elogiou os espaços apresentados pela Sesport e colocou o Espírito Santo na disputa para sediar o torneio.

“A vinda da CBDE aqui no Espírito Santo demonstra a iniciativa de se trazer eventos esportivos para o Estado, nacionais e internacionais. Nos reunirmos com o governador Renato Casagrande é de suma importância, porque demonstra o comprometimento que o Governo tem com o desenvolvimento humano, social e o esporte educacional. A assinatura desse termo proporcionará exatamente isso: o acesso dos alunos atletas do Espírito Santo a uma competição nacional, que também dará vaga aos jogos sul-americanos em dezembro”, comentou Antônio Hora Filho.

Os JEB’s

Leia mais:  Libertadores deve retornar ainda em 2020, mas com jogos sem torcida

Os Jogos Escolares Brasileiros de 2021 contarão com disputas em diversas modalidades: atletismo, basquete, futsal, handebol, judô, vôlei, vôlei de praia, natação, tênis de mesa, xadrez, caratê, wrestling (luta olímpica), ginástica artística, ginástica rítmica, badminton, ciclismo e taekwondo.

Dessas 17 modalidades, nove são seletivas para os Jogos Sul-Americanos Escolares, que serão disputados em Brasília, em dezembro deste ano. Entre eles estão: atletismo, basquete, futsal, handebol, judô, vôlei, natação, tênis de mesa e xadrez.

Destinada a atletas escolares nascidos em 2007, 2008 e 2009, os Jogos Escolares Brasileiros são organizados pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), em parceria com a Secretaria Especial do Esporte, do Ministério da Cidadania. A previsão de é que mais de seis mil estudantes participem da competição.

publicidade

Camisa 10

Arrascaeta é convocado e vira desfalque do Flamengo no Cariocão 2021

Publicado

Além do uruguaio, outros jogadores do rubro-negro tem a chance de serem convocados para defenderem suas seleções

A seleção uruguaia anunciou a convocação oficial para os próximos compromissos, diante de Argentina, dia 26 de março (fora), e Bolívia, dia 30 (em casa), pelas eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo de 2022. Como já esperado pela diretoria do Flamengo, o meio-campista Arrascaeta foi convocado e será o primeiro desfalque do time no mês.

Assim como o restante do elenco principal, Arrascaeta se reapresentará no clube no dia 15 de março, após o recesso do final da última temporada. Dessa forma, o uruguaio deve ser baixa no rubro-negro nos jogos contra Botafogo (dia 23), Boavista (27) e Bangu (31), pelas 5ª, 6ª e 7ª rodadas do Cariocão 2021, respectivamente. O anúncio da convocação foi nesta sexta-feira (5).

Pode ser até que o meia se reapresente após o clássico contra o Botafogo ou antes de enfrentar o Bangu, mas pelo curto espaço de tempo a tendência é que ele seja desfalque mesmo nas duas partidas.

Além de Arrascaeta, o Flamengo deve perder Maurício Isla, do Chile, nome carimbado em sua seleção. E o risco de perder brasileiros também é grande, já que as convocações podem ser apenas de jogadores que atuam no continente sul-americano. Entre os rubro-negros que já foram chamados em outras oportunidades, estão Everton Ribeiro, Gabigol e Pedro.

Ainda sem o time principal e o técnico Rogério Ceni, o Flamengo de Maurício de Souza e dos garotos do Ninho volta à campo neste sábado, às 18h, contra o Macaé, no Maracanã, em duelo válido pela 2ª rodada do Cariocão 2021.

Leia mais:  Holyfield afirma acreditar em novo duelo contra Mike Tyson e desafia: "Vamos fazer isso, baby"
Continue lendo

Camisa 10

Ministério Público recomenda que CBF suspenda o futebol no Brasil

Publicado

Presidente da Comissão Nacional de Combate e Prevenção à Violência nos Estádios, do MP, quer a suspensão de todas as competições nacionais como medida para conter o avanço da Covid-19

O Ministério Público vai recomendar à CBF a suspensão de todas as partidas de futebol no Brasil. A carta deverá ser assinada em conjunto pelos presidentes das comissões estaduais que tratam da segurança nos estádio.

– A Comissão Nacional decidiu emitir uma nota técnica recomendando à CBF a suspensão de toda e qualquer competição por ela organizada, em face da situação que hoje o Brasil atravessa, com o crescente número de pessoas falecidas e contaminadas. (Valberto Lira)

– Todos os colegas que integram a comissão entendem que se não houver o acatamento dessa recomendação, serão ajuizadas ações em todos os estados. Vivemos uma situação que preocupa a todos e esses deslocamentos de equipes de um estado para outro trará mais possibilidade de contágio – explicou o presidente da Comissão Nacional de Combate e Prevenção à Violência nos Estádios do Ministério Público.

Mais cedo, Valberto Lira já havia se posicionado contra a realização de partidas de futebol na Paraíba. Em ofício que será enviado à CBF, ele recomendou que a partida entre Treze x Altos, pela Copa do Nordeste, marcada para sábado, seja cancelada. O mesmo vale o jogo Campinense x Bahia, na próxima terça-feira, pela Copa do Brasil.

– Futebol não é atividade essencial. As atividades essenciais estão elencadas no decreto do governo do estado. Nós estamos dizendo à CBF que não poderão acontecer esses jogos. Estamos recomendando também à Polícia Militar para impedir esses jogos no estado da Paraíba – disse Valberto, que também é presidente da Comissão de Combate e Prevenção à Violência nos Estádios da Paraíba.

Valberto Lira, presidente da Comissão Nacional de Prevenção e Combate à violência nos estádios, pede a suspensão do futebol no país — Foto: Lucas Barros / GloboEsporte.com

Valberto Lira, presidente da Comissão Nacional de Prevenção e Combate à violência nos estádios, pede a suspensão do futebol no país

Leia mais:  Campeão Olímpico, Thiago Braz é demitido pelo Clube Pinheiros
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana