conecte-se conosco


Cidades

ES está entre os estados com menor tempo de espera para abertura de novas empresas

Publicado

Dados da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (RedeSim) mostram que o processo para abertura de empresas no Espírito Santo está cada vez mais rápido. Entre os meses de janeiro e abril deste ano, a demora para a abertura de novos negócios registrou queda de três a cinco dias, para apenas três dias.

Em todo o País, até abril, apenas 12 estados e o Distrito Federal registraram tempo similar ao do Espírito Santo para a abertura de novos empreendimentos. O levantamento mostra ainda que 3.030 empresas foram abertas no Estado, entre os meses de janeiro e abril, sendo que o mês de março registrou o maior número de solicitações, com 989 novos empreendimentos.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, a melhoria do índice reflete os resultados de esforços e iniciativas do Governo do Estado para a desburocratização de processos e consequente melhoria no ambiente de negócios do Espírito Santo.

“O Simplifica-ES, que é o Programa Estadual de Desburocratização do Ambiente de Negócios, facilita e agiliza o atendimento aos empreendedores, reduzindo, consideravelmente, o tempo de abertura de novos negócios em solo capixaba. A desburocratização é uma das metas previstas no planejamento do Governo do Estado e a Secretaria de Desenvolvimento está empenhando esforços para que esse tipo de resultado seja alcançado cada vez mais rápido, atraindo os empreendedores que desejam investir em nosso Estado e garantindo a geração de mais emprego e renda”, destaca Kneip.

O presidente da Junta Comercial do Estado do Espírito Santo, Carlos Roberto Rafael, fala da importância desta agilidade neste momento de pandemia. “Nesta semana, fomos ranqueados como o Estado da região sudeste do País com melhor resultado de prazo de registro para a abertura de empresa, e isso nos orgulha muito, pois mesmo diante dos desafios impostos pela pandemia do novo Coronavírus, temos realizado um volume expressivo de abertura de novas empresas. Hoje com o trabalho de desburocratização protagonizado pela Junta Comercial, alinhado com a facilidade do ambiente digital, conseguimos propiciar para o empreendedor um ambiente de negócios competitivo em nosso Estado”, afirma.

Já o subsecretário de Estado de Integração e Desenvolvimento Regional, Paulo Menegueli, destaca que a adesão dos municípios à plataforma do Simplifica-ES também contribui para o incremento da atividade econômica e melhoria dos resultados. “A participação dos municípios, sobretudo, quanto à adesão da plataforma do Simplifica-ES, é fundamental para que a abertura de empresas se torne cada vez mais ágil no Estado. Para isso, estamos realizando diversas reuniões com as prefeituras para que, num futuro próximo, todos os 78 municípios capixabas estejam utilizando os recursos do programa em benefício dos empreendedores”, comenta.

Rosilene Sant’Anna, uma das coordenadoras do Simplifica-ES, faz coro às palavras do subsecretário. “Realizamos reuniões com os municípios e órgãos licenciadores para incentivá-los a melhorar os procedimentos, extinguindo as exigências redundantes. Desta forma, alcançamos medidas inteligentes para resultados cada vez mais satisfatórios”,pontua.

Simplifica-ES

O Simplifica-ES é integrado à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (RedeSim). Fazem parte do programa, além da Sedes e da Jucees, a Secretaria da Fazenda (Sefaz); o Corpo de Bombeiros (CBMES); o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema); o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf); a Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh), e a Secretaria da Saúde (Sesa).

A Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), o Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor do Espírito Santo (Sincades), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes) são parceiros do programa.

Pelo Simplifica-ES, o empreendedor consegue acesso ao número de registro, emitido pela Junta Comercial; ao CNPJ, de responsabilidade da Receita Federal; à inscrição estadual, concedida pela Secretaria da Fazenda (Sefaz); à certidão do Corpo de Bombeiros; à inscrição municipal, ao alvará provisório, ao alvará sanitário e à licença ambiental e ao alvará de funcionamento, cuja responsabilidade é dos municípios; ao alvará sanitário, da Vigilância Sanitária Estadual; e à licença ambiental, emitida pelo Iema.

RedeSim

A RedeSim criada pela Lei nº 11.598, de 3 de dezembro de 2007, é composta por diversos órgãos que integram o processo de registro e de legalização de pessoas jurídicas.

Leia mais:  Palestras promovem capacitação de empresários e empreendedores no ES
publicidade

Cidades

Parceria entre PMVV e FINDES melhora ambiente de negócios em Vila Velha

Publicado

Com o interesse comum de promover o desenvolvimento econômico e apoiar o segmento empresarial, a Prefeitura de Vila Velha e a Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) celebraram uma parceria de trabalho intitulada Acordo de Cooperação, onde juntas irão implementar ações para fortalecer o ambiente de negócios em Vila Velha.

A Findes tem muito a contribuir nas áreas de inovação, empreendedorismo, capacitação profissional, desburocratização, produtividade, educação tecnológica, atração de investimentos, estudos e pesquisas, que são muito relevantes para a competitividade das empresas. Por representar as demandas do segmento empresarial, irá promover um alinhamento importante no ambiente de negócios.

A expectativa é melhorar a competitividade das empresas, a capacitação dos trabalhadores, aumentar o número de empregos, atrair novas empresas ou manter as empresas operando no município. 

Para isso, estão previstas as seguintes entregas, que beneficiarão diretamente nossas empresas:

• Criação de um espaço em Vila Velha que acolherá atividades de inovação;

• Articulação das demandas para conectar com empresas altamente inovadoras, como as startups. Esta ação terá o apoio técnico do Findeslab, que auxiliará na modelagem e na gestão do ambiente;

• Atividades de educação tecnológica nas escolas públicas municipais, para formar uma nova geração de empreendedores, voltados para solução de problemas nesta nova era da economia digital. Através do SESI/SENAI, serão realizadas oficinas de maker, robótica, programação e empreendedorismo para inovação;

• Cursos de formação profissional de trabalhadores, de acordo com as demandas das indústrias, e interlocução com o segmento empresarial, para incentivar a contratação de mão-de-obra local. Esta ação terá a participação direta do SENAI;

• Atividades para auxiliar as empresas quanto à transformação digital e Indústria 4.0, com implantação de métodos e tecnologias que as tornem mais ágeis, modernas e produtivas. Com o apoio do IEL e do SENAI, cursos e capacitação serão oferecidos para as empresas do município; 

• Apoio na atração de empresas com a promoção do Município de Vila Velha, considerando sua vocação econômica e encaminhamento de empresas para se beneficiar do programa municipal de incentivos fiscais para realização de investimentos. 

A gestão municipal também irá se beneficiar desta parceria, por contar com informações socioeconômicas do município e também estudos e análises da economia de Vila Velha. O IDEIES ajudará no planejamento governamental e na avaliação de políticas públicas.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Everaldo Colodetti, considera a parceria um grande avanço: “Mais um passo fundamental para que tenhamos um melhor ambiente de negócios em Vila Velha “, disse.

A Findes vem contribuindo com a gestão dos municípios, implantando metodologias contemporâneas para simplificação e desburocratização dos serviços.

Leia mais:  Palestras promovem capacitação de empresários e empreendedores no ES
Continue lendo

Cidades

Projeto da prefeitura de Barra de São Francisco garante alimentação para mais de 8 mil pessoas

Publicado

Em 12 dias servindo alimentação as famílias carentes de Barra de São Francisco, desde de seu início em 29 de março de 2021, até esta sexta-feira (09), 8.213 pessoas se alimentaram no Centro de Apoio Alimentar da prefeitura de Barra de São Francisco.

A iniciativa de oferecer alimentação as famílias carentes, é da prefeitura de Barra de São Francisco. O alimento (marmitex), é fornecido de segunda a domingo, inclusive feriados.

É obrigatório o uso de máscaras ao chegar no local para pegar o alimento. É feito higienização nas mãos das pessoas que chegam para pegar o marmitex.

Pessoas atendidas até o presente momento:

Segunda feira (29/03/2021) 440 pessoas

Terça Feira (30/03/2021) 612 pessoas

Quarta Feira (31/03/2021) 750 pessoas 

Quinta feira (1º/04/2021) 750 pessoas 

Sexta feira (02/04/2021) 610 pessoas 

Sábado (03/04/2021) 760 pessoas 

Domingo (04/04/2021) 720 pessoas 

Segunda Feira (05/05/2021) 728 pessoas 

Terça feira (06/04/2021) 700 pessoas 

Quarta feira (07/04/2021) 764 pessoas

Quinta feira (08/04/2021) 819 pessoas  

Sexta feira (09/04/2021) 560 pessoas 

Leia mais:  Faça de casa: Detran|ES oferece mais de 40 serviços digitais para os capixabas

Total: 8. 213

 

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana