conecte-se conosco


Cidades

ES Solidário alcança marca de 100 toneladas de cestas básicas doadas no Estado

Publicado

O ES Solidário atingiu a marca de 100 toneladas de cestas básicas doadas para famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica de norte a sul do Espírito Santo. O programa integra as ações sociais do Governo do Estado, desenvolvidas em decorrência da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

Durante o mês de junho, foram entregues 1.669 cestas básicas e 399 kits de higiene e limpeza nos municípios de Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Fundão, Guarapari, Ibiraçu, João Neiva, Muniz Freire, Serra, Vila Velha e Vitória.

Os donativos são recebidos por meio de doações feitas por empresas e pela sociedade civil. Contribuições em dinheiro são usadas para a compra de alimentos e outros itens essenciais.

A secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, frisou ainda que o ES Solidário também recebe e repassa outros tipos de doações, que são importantes nesta época de pandemia, como fraldas descartáveis, máscaras e álcool 70%.

“Isso faz com que a gente atinja um maior número de pessoas e algumas doações específicas têm permitido que a gente alcance aquelas que possuem necessidades diferenciadas. O ES Solidário é um programa que vem crescendo graças à parceria da sociedade civil e de empresas que abraçam a causa”, explicou Nara Borgo.

Leia mais:  Mais mobilidade: Governo do Estado anuncia Sistema de Conexões para Linhas de Viana

ES Solidário em números

O programa atende às demandas por meio de solicitações feitas por municípios, coletivos, associações e igrejas com ações sociais, que direcionam as doações de donativos às famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. Os repasses são feitos em parceria com o Corpo de Bombeiros, responsáveis pela logística de entrega.

Desde o início do programa, foram arrecadadas e distribuídas 10.484 cestas básicas, 4.595 kits de higiene e limpeza, 351 pacotes de fraldas geriátricas, 210 frascos de álcool em gel, 938 máscaras, além de 4.646 itens avulsos. No total, até o momento, famílias de 39 cidades capixabas foram atendidas pelo ES Solidário.

Como doar

As cestas básicas, kits de higiene pessoal e de limpeza podem ser entregues em uma das 17 bases operacionais do Corpo de Bombeiros Militar em todo o Estado ou nas unidades da Defesa Civil nos municípios. Há também uma campanha de arrecadação em cinco terminais da Grande Vitória:

  • Terminal Ibes
  • Terminal Jardim América
  • Terminal Campo Grande
  • Terminal Carapina
  • Terminal Laranjeiras
Leia mais:  Rio Doce atinge 5,26 metros e Defesa Civil monitora famílias do Olaria

O programa ainda tem uma parceria com o PicPay. Para fazer sua contribuição, basta baixar o aplicativo, procurar o @essolidario e fazer sua doação na quantia que desejar.

É possível também fazer doações em dinheiro, por meio de Documento Único de Arrecadação (DUA) ou depósito em conta bancária do Governo do Estado, além da doação de serviços comuns, bens móveis ou imóveis, licenças de softwares e o comodato em favor de órgãos e entidades da Administração Pública Estadual, enquanto perdurar o Estado de Emergência em Saúde Pública.

Saiba mais informações sobre como doar em: https://coronavirus.es.gov.br/ESsolidario.

publicidade

Cidades

Procuradoria Geral do Município orienta servidores e gestores sobre condutas adequadas em período eleitoral

Publicado

A Procuradoria Geral do Município de Linhares (PGM) iniciou nesta terça-feira (29), uma série de encontros denominados de “Diálogos com os servidores”, para orientar os servidores municipais sobre as restrições eleitorais no período. O primeiro encontro foi direcionado aos profissionais da Secretaria Municipal de Educação, e prossegue no decorrer da semana nas demais secretarias da administração. As orientações são repassadas pela Procuradora Geral do Município, Nádia Lorenzoni, e demais servidores da PGM.

Visualização da imagem

A orientação técnica tem como tema principal as “Condutas Vedadas aos Agentes Públicos em Ano Eleitoral”, em um modelo de diálogo participativo com exemplos e observações que ajudam a distinguir as condutas vedadas daquelas permitidas para melhor compreensão do assunto. Trata ainda de temas como propaganda e prazos eleitorais, desincompatibilização de servidor de cargo público para candidatar-se ao pleito e condutas vedadas em relação a convênios, atos de pessoal, uso de bens públicos, distribuição de benefícios, inaugurações e publicidade institucional.

“Enquanto órgão competente para consultoria e assessoramento jurídico do Poder Executivo Municipal, à Procuradoria Municipal cabe, em caráter preventivo, orientar os agentes públicos acerca da melhor conduta ética a ser adotada, especialmente em período eleitoral. Desse modo, a preocupação da PGM é com o colega servidor, evitando que ele venha a praticar algum ato que possa ser caracterizado como ilícito eleitoral; é com o agir da Administração pautado nos princípios da impessoalidade, da legalidade e da moralidade administrativa; e com a legitimidade das eleições na medida em que contribui para a igualdade de oportunidades entre os candidatos nos pleitos eleitorais, princípio resguardado também na Lei nº 9.504/1997 (Lei Geral das Eleições)”, explica Nádia Lorenzoni, na apresentação da orientação técnica aos servidores da Educação na manhã de hoje.

Leia mais:  Procon aponta diferença de mais de 100% no preço do quilo da banana prata nos supermercados de Linhares

Um canal on-line com acesso a uma cartilha criada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi disponibilizado aos servidores em caso de eventuais dúvidas. Nádia destaca que, além das orientações repassadas de forma presencial, o acesso ao conteúdo on-line poderá evitar eventuais irregularidades cometidas por desinformação. “O período eleitoral restringe atos da administração pública, para garantir a igualdade de oportunidades a todos os candidatos, processo democrático. Nossa intenção é contribuir com o esclarecimento sobre as restrições”, disse.

Segundo ela, é papel da PGM, como órgão de controle da legalidade dos atos administrativos, alertar os servidores públicos sobre as consequências jurídicas e possíveis responsabilizações decorrência de eventuais infrações/condutas vedadas. “Linhares se consolidou como município ético e que age em conformidade com a lei, e queremos manter a integridade da gestão pública”, completou a procuradora geral.

Continue lendo

Cidades

Vitória recebe dois novos CRJs em São Pedro e no Território do Bem

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, inaugurou, nessa terça-feira (28), os Centros de Referência das Juventudes (CRJ) São Pedro e Território do Bem, em Itararé. Os CRJs – principal projeto do eixo de Proteção Social do Programa Estado Presente em Defesa da Vida – já começam a atender aos jovens de 15 a 24 anos nas sedes a partir desta quarta-feira (29).

Os equipamentos vão oferecer gratuitamente cursos, oficinas para geração de renda, passeios, passagens interestaduais, entre outras atividades. Os espaços contam com salas multiuso, laboratório temático, sala de computador e de dança, além de equipe multidisciplinar com psicólogo, terapeuta ocupacional, educador e assistente social.

“Com essas inaugurações, já foram implantados 11 dos 14 CRJs previstos para todo o Estado. Esse é um programa robusto que dá oportunidade aos jovens que mais necessitam. Quando vemos um jovem subir ao palco e se expressar, vemos a importância de políticas públicas na luta dessas juventudes que vivem as dificuldades em seu dia a dia. As políticas públicas podem e devem mudar a vida das pessoas. Os desafios são muitos, mas estamos dando passos adiante”, afirmou o governador Casagrande.

A secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, enfatizou que este é o maior investimento nas juventudes em todo o Estado. “Estamos muito alegres de estar aqui nestas importantes entregas. Quando a gente chegou no Governo, as pessoas não acreditaram que os CRJs eram possíveis de serem implantados. Elas não acreditavam nesse sonho das juventudes. Estamos alegres de voltar aos municípios com os CRJs. O governador acreditou nesse projeto que parecia impossível. Além dos Centros, temos agora o Plano Estadual das Juventudes e o Fundo Estadual”, enfatizou.

Leia mais:  Iema abre seleção para coordenador de projeto de pesquisa na segunda-feira (30)

Com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o CRJ Território do Bem é fruto do trabalho do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Direitos Humanos, em parceria com o Ateliê de Ideias, definido após ampla seleção pública. Já o CRJ São Pedro está sendo executado em parceria com o Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA).

“Essa comunidade do Território do Bem é linda demais. E essas juventudes, o Fórum de Juventudes, os coletivos são impressionantes por suas potencialidades. Essa juventude está chegando com uma garra incrível. Ter um equipamento como o CRJ aqui vai mesmo transformar realidades”, disse a diretora-presidente do Ateliê de Ideias, Leonora Mol.

“A entrega do CRJ São Pedro é uma oportunidade de atuar diretamente na vida dos jovens da comunidade. A política pública implementada pelo governo com este projeto dialoga com as diretrizes do Instituto Brasil de Cultura e Arte, que é fomentar a educação e a cultura, além de oportunizar novas possibilidades para a juventude do Espírito Santo”, comentou a produtora executiva do IBCA, Larissa Delbone.

Leia mais:  Segunda etapa do Inquérito Sorológico tem início nesta quarta-feira (27)

As solenidades contaram com a presença de diversas autoridades, bem como a apresentação de vários artistas locais.

Estado Presente

O Projeto Estado Presente: Segurança Cidadã é uma iniciativa do Governo do Estado do Espírito Santo, que conta com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para a implementação de ações de prevenção e combate à violência. O objetivo é contribuir para a redução dos elevados índices de crimes violentos (homicídios e roubos) entre jovens de 15 a 24 anos, nas regiões de maior vulnerabilidade social e, historicamente, mais atingidas pela violência.

Dentro desse projeto, serão implantados 14 CRJs em todo o Estado. A previsão é de que eles estejam em funcionamento neste ano, atendendo 65 mil jovens por ano.

Estão em funcionamento, os CRJs Terra Vermelha, em Vila Velha; Feu Rosa, na Serra; Cachoeiro de Itapemirim; Aracruz, São Mateus, Guarapari, Linhares, Colatina e Novo Horizonte, na Serra. Em breve, haverá novas unidades em Cariacica e em Vila Velha.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana