conecte-se conosco


Internacional

Espanha tem menor registro de mortes por covid-19 em 40 dias

Publicado

Foram registrados 367 óbitos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas; número de casos também cai signficiativamente

A Espanha anunciou, nesta sexta-feira (24), que o número de mortes diárias por covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, no país caiu para o menor nível em mais de um mês, com 367 vítimas fatais nas últimas 24 horas.

O número de novos contágios diagnosticados em um dia também foi o menor desde que o país decretou estado de emergência, em 14 de março.

O total de mortes chegou a 22.524, ante 22.157 no dia anterior, disse o Ministério da Saúde.  Já o número total de casos confirmados é de 219.764, ante 213.024 no dia anterior.

Leia mais:  Indonésios pegos sem máscara são forçados a cavar covas para vítimas da Covid-19
publicidade

Internacional

Casal é suspeito de abusar s€xualmente do próprio cachorro durante 8 anos

Publicado

No imóvel do casal a polícia encontrou uma filmagem dos abusos s€xuais cometidos por eles

Um casal foi preso suspeito de abusar s€xualmente do próprio cachorro durante oito anos, na Flórida. Enquanto Christina Calello cometia o ato criminoso, seu namorado, Geoffrey Springer, filmava toda a ação.

A prisão da mulher de 36 anos e do homem de 39 anos aconteceu na terça-feira (2).

No imóvel do casal a polícia encontrou uma filmagem dos abusos s€xuais cometidos por eles.

Após a prisão, o animal foi encaminhado para um hospital veterinário.

Em entrevista ao Daily Star, o Departamento do Xerife do Condado de Pinellas disse acreditar que Christina Calello “voluntariamente se envolveu em atividade s€xual com o cachorro em várias ocasiões”.

A mulher pagou sua fiança de US $5.000 (R $26.413,93) e foi libertada.

Do RIC Mais

Leia mais:  Unicef ​​alerta que lockdown pode matar mais que o Covid-19
Continue lendo

Internacional

FBI faz busca e apreensão em casa de Donald Trump

Publicado

Ex-presidente dos Estados Unidos confirmou operação em breve pronunciamento, no qual relatou um grande número de agentes

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump confirmou nesta segunda-feira (8) que um grande número de agentes do FBI foi até sua casa em Mar-a-Lago, na Flórida, para cumprir um mandado de busca e apreensão.

Casa de Trump em Mar-a-Lago, na FlóridaSegundo uma filial da emissora americana CBS, Trump divulgou um breve pronunciamento, no qual criticou a ação do FBI, chamando a operação de “não necessária ou apropriada”.

“Após trabalhar e cooperar com as agências relevantes do governo, esta busca em minha casa não é necessária ou apropriada”, afirmou Trump, que atualmente é investigado pelas contribuições à invasão do Capitólio, em 2021.

Até o momento, não ficaram claras as razões pelas quais o FBI tenha realizado uma operação na casa do ex-presidente, que, de acordo com a CNN dos Estados Unidos, não estava na Flórida no momento das buscas.

O Departamento de Justiça dos EUA também está investigando se Trump levou registros considerados confidenciais para a mansão de Mar-a-Lago após o término do mandato de presidente, em janeiro de 2021.

Leia mais:  Reino Unido é o 1º país a aprovar remédio em pílula contra a Covid

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana