conecte-se conosco


Cidades

Estado anuncia investimentos em infraestrutura urbana e faz doação de armas de fogo para Guarda Municipal de Vila Velha

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, esteve, na manhã deste sábado (06), no município de Vila Velha para a realização de entregas nas áreas de segurança pública e nos sistemas penitenciário e socioeducativo, além do anúncio de novos investimentos na área de infraestrutura. Na primeira agenda do dia, o Governo do Estado, por meio da Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), fez uma doação de 340 armas de fogo para a Prefeitura de Vila Velha, que serão empregadas na atividade ostensiva da Guarda Civil Municipal.

Em sua fala, o governador Casagrande destacou o excelente trabalho que vem sendo desempenhado pela Guarda Municipal, que faz parte do conjunto das forças de segurança pública que vem combatendo a criminalidade no Espírito Santo. “Esse é um ato importante, com a doação dessas 340 armas. Recentemente, o Governo adquiriu mais de 1500 armas para nossas corporações, o que nos dá a oportunidade de fazer essa doação. A Guarda também conta com o serviço de guincho e pátio, contratado pelo Estado, nos ajudando a disciplinar o trânsito. Outro serviço que a Guarda também está usando é o aplicativo Radar, que é uma parceria do Estado com a Prefeitura para ordenar a cidade de Vila Velha”, pontuou.


O contrato de doação engloba 300 pistolas da marca Taurus, modelo PT 840, 20 espingardas Taurus, calibre .12 CBC, e 20 carabinas Taurus, CT.40 FEMAE.  Em fevereiro de 2021, o Governo do Estado realizou a entrega de 580 pistolas novas, de marca Glock 22, calibre .40, para a PCES, destinadas a todos os policiais civis interessados e capacitados pela Academia de Polícia Civil (Acadepol). Após este investimento de R$ 1,4 milhão, que se somou aos R$ 2 milhões relativos à entrega de outras 920 pistolas novas, de marca Glock, calibres .40 e 9 mm, bem como de 100 espingardas Taurus, calibre 12, realizada em dezembro de 2019, a Polícia Civil pode ceder o armamento seminovo à Guarda Municipal de Vila Velha.


O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho, destacou a parceria entre o Governo e as prefeituras no combate à violência. “É uma importante doação para auxiliar no trabalho da Guarda Civil de Vila Velha, que é parceira na luta contra a criminalidade. Essa doação só foi possível após a Polícia Civil receber um investimento, dentro do programa Estado Presente em Defesa da Vida, com a aquisição de 1500 pistolas Glock. É o exemplo de integração total entre os entes federativos”, comentou.

O delegado-geral da PCES, José Darcy Arruda, lembrou que a integração entre a Polícia Civil e a Guarda Municipal de Vila Velha tem sido exitosa. “A doação desses equipamentos fortalecerá as ações em Segurança Pública no município. Buscamos sempre o melhor para a população e é importante as forças de segurança estarem alinhadas no combate ao crime”, afirmou.

O deputado estadual Luiz Durão, presidente da Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa, destacou que a Guarda Municipal de Vila Velha não é exemplo só para o Espírito Santo, mas para todo o Brasil. “São profissionais competentes, parceiros da polícia em todos os momentos, bem treinados e agora ainda mais preparados para trabalhar com eficiência na preservação da vida. Quero parabenizar o governador Renato Casagrande e toda equipe que atua no programa Estado Presente pelas estratégias tão bem planejadas de enfrentamento à criminalidade”, destacou o parlamentar.

Sistema penitenciário

Leia mais:  Edital Doce ES divulga resultado da primeira fase de classificação de projetos

O governador Casagrande também fez a entrega de 16 veículos à Secretaria de Justiça (Sejus), que serão utilizados na movimentação carcerária. O Estado investiu R$ 750 mil na aquisição de cinco viaturas, do tipo caminhonete cabine dupla adaptadas com cela. Além disso, a Secretaria recebeu 11 veículos do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), órgão vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, sendo nove furgões e dois ônibus adaptados para o transporte de presos.

Com capacidade para transportar 28 internos, os ônibus possuem compartimentos de cela, sistema de CFTV e sinalização acústica e visual, além de adaptações no compartimento de escolta. Essas viaturas permitem maior comodidade e segurança para os servidores responsáveis pela escolta de presos. Já os furgões têm capacidade para transportar oito internos e oito inspetores penitenciários. No ano passado, o Depen investiu R$ 106 milhões em veículos para transporte de presos para aparelhamento das unidades federativas.

Para o secretário de Estado de Justiça, Luiz Carlos Cruz, as entregas otimizam o trabalho realizado pelos inspetores penitenciários. “Além de oportunizar melhores condições de trabalho aos nossos servidores, tornamos mais seguras as escoltas realizadas, com viaturas mais modernas e estruturadas.  Essa já é a terceira leva de veículos que trazemos para renovação da frota em dois anos. E o processo de melhorias se entende com a reforma de unidades prisionais, qualificação dos servidores, entre outras ações” ressalta Cruz.

Durante as agendas no município, o governador Casagrande também fez a entrega de materiais pedagógicos, esportivos e equipamentos que serão distribuídos nas unidades do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases). O investimento total é de mais de R$ 2 milhões. A entrega deste sábado aconteceu na Unidade de Internação Metropolitana (Unimetro), em Vila Velha.

“A vinda do governador do Estado para nos entregar esses materiais demonstra o comprometimento da gestão dele com a socioeducação. Esta entrega é inédita para o Iases, pois, até então, nunca havíamos recebido um investimento tão alto. Acreditamos que a educação e o esporte são ferramentas importantes para ajudar na nossa missão constitucional. Para este ano, ainda temos previsão de compra de mais de R $1 milhão em equipamentos”, destacou o diretor-presidente do Iases, Fábio Modesto de Amorim Filho.

Foi a terceira unidade do Iases a receber os materiais. As duas primeiras foram as Unidades de Internação Provisória Norte (Unip Norte) e de Internação Norte (Unis Norte), ambas em Linhares, no último dia 26, com a presença da vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes, além de integrantes da diretoria do Instituto e servidores.

A secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, citou outros investimentos previstos para o sistema socioeducativo. “Vamos fazer a pavimentação interna da unidade e já colocamos a energia solar. Aqui no Iases, estamos entregando material pedagógico. Vamos estruturar melhor nossas unidades e dar novas oportunidades a esses jovens”, explicou.

Infraestrutura

Leia mais:  Suzano registra geração de caixa operacional de R$ 3,4 bilhões, maior resultado trimestral desde a fusão

Casagrande também anunciou a publicação dos editais para a reconstrução das pontes sobre o Rio Aribiri (travessa Arara, no bairro Jardim Marilândia) e da Ponte da Estrada entre os bairros Cobilândia e Rio Marinho. A obra será realizada pelo Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES). “Vamos fazer essas duas pontes para dar dignidade às pessoas que vivem nessas regiões, qualificando as moradias e o comércio, além de ampliar o sentimento de pertencimento”, disse o governador.

A ponte sobre o Rio Aribiri terá 12 metros de comprimento e 6,80 metros de largura. Já a Ponte da Estrada terá 15 metros de comprimento e largura de 10,44 metros. Ambas as pontes terão investimento estimado de R$ 1,5 milhão cada. “A reconstrução dessas pontes impacta diretamente na vida da comunidade local, vai trazer mais segurança e dignidade à população”, avaliou o diretor-presidente do DER-ES, Luiz Cesar Maretto.

O prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo, agradeceu o Governo do Estado pelos investimentos no município. “Queria agradecer o governador pela reconstrução dessas pontes que estão caindo, do qual somos muito cobrados. A parceria entre o Estado e Município é longa e tenho certeza que o governador Casagrande nos ajudará a realizar entregas. A gente quer ver o governador toda semana, já que sempre que ele vem traz boas notícias. Vila Velha tem muita coisa a se fazer e está de portas abertas para quem quer ajudar”, disse.

Entre as solenidades, o governador do Estado também visitou as obras da Rodovia ES-388, no trecho entre Xuri, em Vila Velha, e a BR-101 em Amarelos, em Guarapari. A obra está sendo executada pelo DER-ES. São 17,5 quilômetros da rodovia que estão passando por intervenções, entre implantação de pista dupla e simples. A via liga duas importantes zonas rurais da Grande Vitória, com destaque também para o turismo. Está prevista ainda a construção de 27 abrigos de ônibus.

“É uma rodovia importante, pois abre uma nova área de expansão empresarial ligando a Região V até a BR-101. Tenho certeza que essa obra irá ajudar no desenvolvimento de Vila Velha, Viana e Guarapari. Uma área que pode e deve ser ocupada de forma ordenada pelas prefeituras. Essa é mais uma obra estruturante que estamos fazendo na Região Metropolitana, trazendo desenvolvimento e gerando oportunidades para os capixabas”, destacou o governador.

Para o prefeito Arnaldinho Borgo, a nova rodovia vai atrair novas empresas e indústrias para o município. “Em breve, estaremos aqui para entregá-la à sociedade. Vila Velha está ganhando este presente, que irá proporcionar o desenvolvimento da cidade, gerando emprego e renda”, asseverou.

Estiveram presentes nas agendas, a vice-governadora Jacqueline Moraes; os secretários de Estado, Gilson Daniel (Governo) e coronel Jocarly Aguiar (Casa Militar); o diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), Givaldo Vieira; o presidente da Junta Comercial do Estado do Espírito Santo (JUCEES), Carlos Roberto Rafael; o deputado federal, Neucimar Fraga; os deputados estaduais Marcelo Santos, Rafael Favatto e Coronel Alexandre Quintino; os prefeitos Fabrício Petri (Anchieta) e Wanderson Bueno (Viana); além de vereadores e lideranças do município.

publicidade

Cidades

Após Justiça manter suspensão das aulas presenciais no ES, pais voltam a protestar em Vitória

Publicado

Os manifestantes se reuniram na frente do TJES, onde colocaram cadeiras escolares, com balões pretos amarrados, além de faixas e cartazes

Um grupo de pais de estudantes voltou a se manifestar, nesta quinta-feira (22), em Vitória, a favor do retorno das aulas presenciais no Espírito Santo. Os manifestantes se reuniram na frente da sede do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES), na Enseada do Suá, onde colocaram carteiras escolares, com balões pretos amarrados, além de faixas e cartazes pedindo a volta das aulas.

Na última terça-feira (20), a juíza Sayonara Couto Bittencourt, da 4ª Vara da Fazenda Pública de Vitória, concedeu uma liminar que considerava como atividades essenciais as aulas presenciais e permitia o retorno delas em todos os municípios, mesmo os classificados no risco extremo e alto, onde essa atividade não está permitida.

No entanto, o governo do Estado recorreu, por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), e, na quarta-feira (21), o desembargador Ronaldo Gonçalves de Sousa, presidente do TJES, suspendeu a decisão da magistrada.

A manifestação desta quinta-feira é promovida pelo Movimento Pais Pela Educação ES, que, na última segunda-feira (19), já havia realizado um protesto semelhante, dessa vez em frente à sede da Assembleia Legislativa. Segundo Bárbara Campos Fernandes, que faz parte do movimento, o ato teve início por volta das 15 horas e durou cerca de duas horas e meia.

“Hoje o intuito foi mostrar nossa indignação com o Tribunal de Justiça, que derrubou a liminar que a juíza deu, permitindo o retorno às aulas. Vamos realizar uma nova manifestação no sábado (24), a partir das 9 horas, quando sairemos em carreata da frente da Praça do Papa”, disse.

Leia mais:  Mulher dá à luz em carro com ajuda de agentes da PRF
Continue lendo

Cidades

Suzano lança programa de Mudanças Climáticas na Cadeia de Valor focado nos fornecedores  

Publicado

Primeira etapa do projeto contará com a parceria do CDP 

Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, acaba de lançar o Programa de Mudanças Climáticas na Cadeia de Valor, cujo foco será engajar os fornecedores na mensuração, transparência de dados, definições de metas e avaliação de riscos e oportunidades relacionados às mudanças climáticas. 

Como parte da estratégia de Mudanças Climáticas, a Suzano possui metas de longo prazo que preveem a captura de 40 milhões de toneladas equivalentes de carbono da atmosfera e a redução, em 15%, das emissões específicas das operações nos escopos 1 e 2 até 2030. E embora já capture da atmosfera mais CO2 (carbono) do que emite com suas operações, a Suzano entende que é necessário um amplo esforço colaborativo para que se possa superar os desafios impostos pelas mudanças climáticas. Dessa forma, é natural e primordial envolver os fornecedores neste esforço. 

 “Reduzir as emissões de gases do efeito estufa é essencial para o planeta e acreditamos que é nosso papel olharmos além das nossas operações. Por essa razão, auxiliaremos nossos parceiros na identificação de oportunidades para conseguirem resultados ambientais ainda mais expressivos”, afirma Viviane Danemberg, Gerente Executiva de Suprimentos da Suzano. 

Como parte desta iniciativa e com o objetivo de apoiar os fornecedores nessa jornada, foi firmada parceria com o CDP, uma organização internacional independente que fornece o maior e mais completo sistema de avaliação de impacto e divulgação de dados ambientais.  

O projeto Mudanças Climáticas na cadeia de Valor foi lançado no dia 16 de abril. A primeira etapa é o engajamento de parceiros para que acessem a plataforma do CDP e reportem os dados relacionados a clima. O mapeamento dessas informações é essencial para que as empresas possam medir o impacto de suas atividades e, posteriormente, estabelecer metas para melhorar seu desempenho. Para além da mensuração de impactos, o programa também possibilitará a ampliação do conhecimento no tema dentro da cadeia de valor, com consequente amadurecimento da gestão de emissões e da estratégia climática por parte dos fornecedores. 

“Essa parceria ressalta o compromisso da Suzano em ser agente protagonista e transformador no desenvolvimento de soluções sustentáveis​, que contribuam para solucionar os desafios da sociedade. Temos certeza que nossos parceiros estarão ao nosso lado no combate à crise climática”, complementa Cristiano Resende de Oliveira, Gerente Executivo de Sustentabilidade na Suzano. 

Além desta iniciativa, a Suzano também está desenvolvendo outras ações voltadas para práticas sustentáveis na cadeia de fornecedores, que serão divulgadas no decorrer de 2021.  

Sobre a Suzano 

A Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 97 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br 

Leia mais:  Procon-ES orienta sobre pagamento de mensalidades escolares durante o distanciamento social
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana