conecte-se conosco


Política e Governo

Estado apresenta indicadores sobre a economia do turismo e do Réveillon capixaba

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, apresentou, nesta sexta-feira (10), os indicadores relativos à economia do turismo no Espírito Santo e os dados da pesquisa com turistas do Réveillon Capixaba. A pesquisa aponta que 96,3% dos entrevistados recomenda o Espírito Santo como destino turístico. Durante os festejos de Réveillon, o Espírito Santo recebeu turistas de cinco países e 22 estados nas praias de Vitória, Vila Velha e Guarapari.

Durante a solenidade realizada no Palácio Anchieta, em Vitória, foram apresentados os indicadores relativos à economia do turismo no Espírito Santo, que estão disponíveis em um painel interativo, que é de acesso gratuito na internet. Os dados são de interesse de empresários, investidores e pesquisadores da área, além de toda a população capixaba. O painel é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Turismo (Setur), o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (FAPES).

A atualização das informações estatísticas será realizada a cada três meses, permitindo mensurar e monitorar a atividade econômica do turismo de forma conjuntural, por meio de indicadores do setor, como geração de renda, número de postos de trabalho, remuneração média dos trabalhadores, entre outros indicadores ligados ao turismo para o contexto capixaba.

O governador Casagrande comemorou os resultados da pesquisa e acredita que o Espírito Santo possa crescer ainda mais em relação ao turismo:

“São dados importantes que mostram o número de pessoas ocupadas vivendo do turismo no Espírito Santo. Conhecer os turistas que venham para o nosso Estado é muito importante para nossa política de trabalho. Temos que dar a condições de infraestrutura e serviços essenciais. Sempre digo que não trabalhamos para os turistas, mas para os capixabas. Quanto mais satisfeitos estiverem os capixabas, melhor vamos recepcionar os turistas. O Espírito Santo é a bola da vez por ser um Estado equilibrado economicamente e que dá segurança a quem vem nos visitar. Estamos aumentando os investimentos em infraestrutura, que é fundamental para aumentar a atividade turística”, frisou o governador.

Os dados agora estão reunidos em um só banco de informações sobre o segmento do turismo.  “Este é um grande avanço para o segmento. Estes indicadores servirão de subsídio tanto para o poder público quanto ao setor privado”, explicou o secretário de Estado de Turismo, Dorval Uliana.

Um boletim informativo, com análise descritiva dos dados, também será lançado trimestralmente pelo IJSN. Os dados mais recentes disponíveis são relativos ao 3º trimestre de 2019. O documento aponta que, naquele trimestre, segundo o Indicador da Atividade Turística (Iatur), as atividades do setor no Espírito Santo registraram variação positiva de +4,3% na comparação com o trimestre imediatamente anterior, e de +6,8% na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior.

O diretor-presidente do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), Luiz Paulo Vellozo Lucas, destaca ainda a sinergia do produto desenvolvido com o projeto de Desenvolvimento Regional Sustentável do Governo do Estado, além da compatibilidade com outros estudos já realizados pelo instituto.

“O IJSN já faz o monitoramento trimestral dos indicadores das atividades vinculadas à Economia Criativa no Estado, como gastronomia, artesanato, audiovisual e outros. E o setor de turismo é um dos principais ativos a serem despertados nas microrregiões do interior capixaba. Monitorar estes setores nos ajuda a pensar o desenvolvimento regional sustentável do Estado, com geração de oportunidades e de renda para os capixabas e o desenvolvimento da qualidade de vida das microrregiões”, ressaltou.

“A Fapes tem a satisfação de participar desta parceria exercendo o tipo de trabalho que é a expertise do órgão: fomentar pesquisa. Este tipo de estudo é responsável por entregar algo de muito valor para a sociedade capixaba, que é a informação de qualidade, e este tipo de dados ajuda a efetivar melhorias reais no setor de turismo do Espírito Santo”, declarou o diretor-presidente da Fapes, Denio Rebello Arantes.

Aproximadamente 166 mil pessoas estão ocupadas no setor de turismo no Espírito Santo, em atividades de alimentação, transporte, alojamento, culturais, desportivas e outras. Desses, 43.156 vínculos são celetistas, o que corresponde a 6,1% dos postos de trabalho celetistas do Estado. O rendimento médio real habitual dos trabalhadores das atividades turísticas no Espírito Santo foi estimado em R$ 1.894,71 no 3° trimestre de 2019.

Acesse aqui o painel interativo e os boletins trimestrais Economia do Turismo no Espírito Santo

Resultados do Réveillon Capixaba

Leia mais:  Casagrande diz que há possibilidade do ES entrar em consórcio para comprar vacinas

Turistas de cinco países e de 22 estados brasileiros escolheram o Espírito Santo para passar o Réveillon. Este é um dos muitos dados coletados na pesquisa realizada pela empresa Qualitest, contratada pela Secretaria de Turismo (Setur), no Réveillon 2019/2020. A abordagem ocorreu no dia 31 de dezembro nas praias de Vitória, Vila Velha e Guarapari. Dos 600 entrevistados, 96,3% recomendam o destino para outras pessoas.

Os resultados, disponíveis no www.observatoriodoturismo.es.gov.br, mostram que os turistas no período foram em sua maioria homens (53,5%) na faixa etária de 16 a 30 anos, acompanhados de familiares e amigos. A principal motivação da viagem foi lazer e visita a amigos.

A maioria ficou hospedado em casa de amigos (53,1%), 18,4% em casas alugadas e 17,0% em hotéis. O gasto médio foi de R$ 117,81/dia e o meio de transporte utilizado para chegar ao estado foi carro próprio (59,1%), ônibus (24,2%) e avião (21,2%).

Questões relativas a infraestrutura, segurança e limpeza pública foram avaliadas como boas. O transporte também teve avaliação positiva, apesar de a maioria não ter respondido por não ter utilizado os modais. Sobre os shows pirotécnicos organizados pelas administrações municipais 57,8% considerou ótimo, 32,4% bom e 6,2% regular.

A pesquisa de demanda turística permite que os gestores obtenham informações dos turistas a respeito de seu perfil socioeconômico, hábitos de viagem e avaliação dos destinos capixabas, permitindo assim detectar oportunidades de melhoria. “Com estas informações, este perfil, temos condições de planejar de forma mais eficiente as ações do poder público. Para as empresas que compõem o segmento, é um subsídio importante para qualificação seus serviços”, avalia o secretário de Estado de Turismo, Dorval Uliana. 

Pesquisa Verão

Leia mais:  Governo entrega títulos de legitimação de terras devolutas no Espírito Santo

Além da pesquisa realizada no Réveillon, a Setur está realizando a pesquisa verão em Anchieta, Conceição da Barra, Guarapari, Linhares, Marataízes, Piúma, São Mateus, Serra, Vila Velha e Vitória. As pesquisas estão sendo realizadas pela empresa Qualitest Ciência e Tecnologia Ltda., vencedora da licitação feita pela Secretaria de Turismo (Setur). A coleta de dados é realizada eletronicamente, com registro automático das coordenadas do local visitado por meio de GPS e da gravação do áudio das entrevistas.

publicidade

Política e Governo

Deputado Renzo Vasconcelos cria projeto para priorizar saúde mental de agentes de segurança pública

Publicado

Nível de estresse dos servidores que atuam na segurança pública é apontado como fator para criação de política

Tramita na Assembleia Legislativa (Ales) o Projeto de Lei (PL) 852/2021, que cria a Política Estadual de Saúde Mental dos Agentes de Segurança Pública. A matéria, de autoria do deputado Renzo Vasconcelos (PP), é destinada aos servidores que atuam na área da segurança pública.

Entre os objetivos estão assegurar ações preventivas na área da saúde mental e assistência integral aos servidores com algum transtorno com foco na recuperação e reintegração desses indivíduos. A política seguirá, segundo o texto proposto, as diretrizes internacionais da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das Políticas Nacional e Estadual de Saúde Mental e Saúde do Trabalhador.

A matéria ainda prevê a manutenção de um sistema de informação de base epidemiológica articulado com os dados da área de saúde. Na justificativa da matéria, o autor ressalta o trabalho na área da segurança como altamente estressante.

“O nível de estresse tem sido apontado como superior ao de outras categorias profissionais, não só pela natureza das atividades que realizam, mas também pela sobrecarga de trabalho. Especialistas apontam o assédio moral e sexual, a falta de reconhecimento, o estresse, a rigidez hierárquica, as hostilidades sociais, a pressão midiática e a imagem perante a sociedade como fatores importantes para causas de suicídio entre policiais militares”, explica o parlamentar.

O projeto passará pelo crivo das comissões de Justiça, Saúde e Finanças antes de seguir para análise dos deputados em plenário.

Leia mais:  Casagrande diz que há possibilidade do ES entrar em consórcio para comprar vacinas
Continue lendo

Política e Governo

Sistema Aquaviário: Começa a concretagem dos píeres em Vila Velha

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, acompanhou, na manhã desta terça-feira (18), o início dos trabalhos de concretagem das estruturas do pier para atracagem de barcos no bairro Glória, em Vila Velha. Esse será um dos quatro pontos de embarque e desembarque previstos para a retomada da operação do Sistema Aquaviário que serão construídos na Grande Vitória.


Além dos píeres para atracagem dos barcos, também serão construídas estruturas para o embarque e desembarque de passageiros, na baía de Vitória. Para o acesso aos barcos, haverá uma interligação, do tipo ponte, que será coberta para o conforto de quem usar o Aquaviário. As obras de construção dos pontos de embarque e desembarque devem ser concluídas ainda este ano. O valor do investimento é de cerca de R$ 1,5 milhão para cada uma das estações. Nos próximos meses, será publicado o edital para contratação da operação dos barcos.


“O retorno do aquaviário é um sonho para muitos que já usufruíram do serviço. Estamos retomando agora para fazer esse sonho se tornar realidade. Estamos concretando os píeres e na sequência iniciaremos os pontos fixos, que serão pontos de integração com o Transcol para facilitar a vida de uma parte da população que mora nessas regiões. Também incentiva o turismo, pois temos uma linda baía. O Aquaviário é uma obra aguardada, pois as pessoas relembram com saudade. Em breve faremos a contratação da empresa que fará a prestação do serviço de transporte de passageiros e, no segundo semestre desse ano, teremos o Aquaviário funcionando”, afirmou o governador Casagrande.


A implantação do novo modal é uma das prioridades do Governo do Estado na área da mobilidade. O Sistema Aquaviário operou na Grande Vitória até a década de 1990, quando foi desativado. A construção dos outros três terminais deve ser iniciada ainda este ano: Prainha, em Vila Velha, e Praça do Papa e Rodoviária, em Vitória.

Também estiveram presentes a vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes; os secretários de Estado, Fabio Damasceno (Mobilidade e Infraestrutura), Marcelo Paiva (Justiça), Lenise Loureiro (Turismo) e Edmar Camata (Controle e Transparência); o deputado federal Neucimar Fraga; o deputado estadual Luciano Machado; além de dirigentes de órgãos, vereadores e lideranças da Região Metropolitana.

Leia mais:  Casagrande diz que há possibilidade do ES entrar em consórcio para comprar vacinas
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana