conecte-se conosco


Política e Governo

Evair de Melo entrega respirador em Alto Rio Novo

Publicado

A Unidade oferece a população local atendimento ambulatorial que até́ então, não tinha nenhum respirador.

A luta contra o coronavírus não para. Em Alto Rio Novo, o deputado federal e vice-líder do governo na Câmara, Evair de Melo, visitou a Unidade de Saúde ‘Santa Bárbara’ e oficializou a entrega de um (1) respirador móvel. O equipamento foi enviado pelo governo federal, por meio do Ministério da Saúde.

Alto Rio novo recebeu do governo federal R$1,1 milhão em recursos neste período de pandemia. “Somos gratos as autoridades, nossos governantes por conseguirem oferecer esse importante equipamento aos nossos moradores de Alto Rio Novo”, relatou o prefeito da cidade, Luiz Américo Borel.

O secretário de Saúde da cidade explicou o funcionamento da Unidade de Saúde Santa Bárbara. “A unidade, além de atendimentos, realiza exames e pequenas cirurgias. Contamos com duas (2) ambulâncias para o transporte básico”, disse João Elquemines.

Estiveram presentes o prefeito da cidade, Luiz Américo Borel, o vice-prefeito, Matheus Oliveira, o secretário de Saúde municipal, Elquemines Marques da Silva, representando o Incaper Tiago, o presidente da  Câmara Municipal vereador Obedes, o vereador Bidim e demais vereadores.

“Enquanto vice-líder do governo na Câmara, continuarei trabalhando para os municípios capixabas. Muito bom ver nossos investimentos aplicados em boa gestão para a melhoria na qualidade de saúde de todos os cidadãos”, declarou o parlamentar Evair de Melo.

Além dos R$ 1,1 milhão para o enfrentamento à Covid-19, o governo federal tem viabilizado outros R$ 4,2 milhões para áreas de saúde, desenvolvimento regional, educação, agricultura e outros.

Leia mais:  Presidente Bolsonaro convida Meneguelli para almoço em Brasília
publicidade

Política e Governo

Manato participa de filiação de Bolsonaro ao PL

Publicado

O ex-deputado Carlos Manato, que participou do encontro estadual do PL e inclusive formou a mesa de autoridades, viaja nesta segunda-feira (29) a Brasília para participar da filiação do presidente Bolsonaro ao PL.

Questionado se vai aproveitar a viagem e se filiar também, Manato desconversou. Ele disse que ainda não conversou com Magno Malta sobre sua entrada no partido e nem sobre disputar a candidatura ao governo do Estado. “O evento não foi para falar de filiação, foi sobre ter união entre os conservadores”.

Depois do evento, Manato levou a deputada Bia Kicis para almoçar num restaurante de Vitória. Ela ficou hospedada na casa dele e Manato ficou responsável em fazer o jantar: moqueca de peixe e mariscada.

Leia mais:  Deputado Renzo Vasconcelos inicia diálogo no DER-ES para restauração da ES-379 em Irupi
Continue lendo

Política e Governo

CCJ do Senado marca sabatina de Mendonça para quarta-feira

Publicado

André Mendonça será sabatinado para assumir vaga deixada pelo Ministro Marco Aurélio no Supremo Tribunal Federal

Está marcada para a próxima quarta-feira (1), a partir das 9h, a sessão extraordinária semipresencial na CCJ do Senado para a sabatina de André Mendonça para o STF (Supremo Tribunal Federal). O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), já havia anunciado na última quarta-feira (24) que iria pautar a sabatina para a próxima semana. Alcolumbre acrescentou que os parlamentares devem também votar outras nove indicações pendentes de deliberação no colegiado.

Relatoria da indicação

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) anunciou neste sábado (27) que será relatora da indicação. Ela publicou em uma rede social que recebeu uma ligação de Alcolumbre para convidá-la para a relatoria.  “Eu vejo que o convite vindo a mim por parte do presidente [da CCJ] Davi é um prestígio à bancada feminina do Senado e também aos evangélicos e demonstra claramente o seu respeito pela diversidade religiosa no Brasil. É um momento importante de vida brasileira,” afirma. “Eu como relatora, vou me pautar por informações e também pela boa técnica legislativa sem qualquer preconceito político e ideológico e muito menos religioso”, garante.

Indicação estava parada

A indicação de Mendonça estava paralisada na CCJ há quase cinco meses. A demora de Alcolumbre em pautar a sabatina gerou críticas por parte de Bolsonaro e de senadores governistas, que cobravam uma definição por parte do presidente do colegiado. Mendonça, que foi indicado por Bolsonaro, teve sua sabatina congelada por Alcolumbre em meio a uma crise entre os Poderes que se desenhou à época da indicação. André Mendona tem apoio quase unânime entre os atuais ministros do Supremo.

Leia mais:  Presidente Bolsonaro convida Meneguelli para almoço em Brasília
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana