conecte-se conosco


Mundo Cristão

Evangélicos confiam em líderes religiosos e policiais, mas são céticos em relação a jornalistas

Publicado

Pesquisa da Pew Research analisou a confiança dos cristãos.

Um relatório do Pew Research Center mostra que os evangélicos norte-americanos confiam mais em líderes religiosos e na polícia do que o público em geral.

A pesquisa questionou os entrevistados se eles consideravam alguns profissionais empáticos, justos e bons “algumas vezes”, “na maioria do tempo” ou “o tempo todo”, listando profissões como líderes religiosos, policiais, diretores de escolas públicas, líderes militares, autoridades locais eleitas, jornalistas e líderes de empresas de tecnologia.

Os evangélicos têm uma confiança distinta em certos tipos de líderes. Sem surpresa, eles têm uma visão mais positiva dos líderes religiosos, sendo 86% de confiança comparado com 69% dos demais norte-americanos.

Mais evangélicos do que qualquer outro grupo demográfico deram aos líderes religiosos notas altas por cuidar das pessoas, suprir as necessidades espirituais de suas comunidades e manipular seus recursos com responsabilidade.

Uma forte maioria, 83%, diz que os líderes religiosos fornecem informações justas e precisas, em comparação com 63% na população em geral.

Aqueles que frequentam serviços religiosos semanalmente têm opiniões consideravelmente mais favoráveis ​​do clero do que os americanos que frequentam com menos frequência.

Os evangélicos também mantinham uma visão acima da média dos policiais (86% dos evangélicos os consideram atenciosos contra 79% dos americanos).

Eles também são mais propensos a acreditar em informações da polícia (81% dos evangélicos vs. 74% dos americanos) e líderes militares (72% dos evangélicos vs. 66% dos americanos).

Entre as profissões que menos despertam confiança entre os evangélicos está o jornalismo.

A maioria dos americanos (53%), incluindo membros de outros grupos religiosos, diz que os jornalistas se preocupam com os outros e “pessoas como eu”, enquanto apenas 43% dos evangélicos concordam.

Os evangélicos confiam nos membros da mídia a taxas de 10 a 15 pontos percentuais a menos do que o adulto médio quando perguntados sobre a capacidade dos jornalistas de reportar notícias que servem ao público, cobrem todos os lados de uma questão de maneira justa e fornecem informações justas e precisas.

Ainda segundo a pesquisa, católicos e americanos não religiosos são muito menos céticos em relação aos jornalistas do que os evangélicos.

Os membros do Congresso, também examinados no relatório, inspiram menos confiança nos americanos.

Os congressistas foram os únicos líderes sobre os quais menos da metade dos adultos norte-americanos – incluindo os evangélicos – dizem acreditar que às vezes ou na maior parte fornecem informações justas e precisas ao público, ou que lidam com os recursos de maneira responsável.

Leia mais:  Ladrões fogem e pedem desculpas ao descobrir que vítimas se preparavam para batismo
publicidade

Mundo Cristão

“Os cristãos precisam orar, pois o julgamento de Deus está vindo”, diz Franklin Graham

Publicado

O evangelista apontou que a pandemia é um dos sinais dos fins dos tempos.

O evangelista Franklin Graham, filho do mais maior influenciador de todos os tempos, Billy Graham, disse durante uma entrevista na rádio Todd Starnes que os cristãos precisam buscar a interferência de Deus perante a crise que o mundo vive na política, economia e sociedade.

“O que aconteceu politicamente [nos Estados Unidos] é uma vergonha, o que aconteceu nas últimas eleições. Está errado, mas aconteceu. Eu simplesmente acredito que a única esperança para nossa nação é Deus”, afirmou ele.

Continuando ele alerta aos cristãos para que se ajoelhem e orem a Deus para que Ele intervenha de alguma forma e salve o mundo, ou “nos dê mais tempo porque eu acredito que o julgamento de Deus está chegando.”

Graham achou relevante um fato que aconteceu na quinta-feira passada, que um grupo de legisladores propôs aumentar os juízes da Suprema Corte dos EUA de 9 para 13, adicionando 4 membros para acabar com a maioria conservadora.

Jesus está voltando

Ano passado o evangelista liderou um movimento de oração pelos EUA, intitulado “Decision America Tour”, e deseja fazer outro ainda este ano.

Dentre as preocupações de Graham está a de que o mundo não volte como era antes da pandemia da covid-19, principalmente por causa do controle generalizado dos burocratas aproveitando da situação mundial atual.

“Nós vemos o mundo inteiro, nação após nação fechando. É assustador quando você vê o que está acontecendo. Mas, ao mesmo tempo, eu li as últimas páginas da história. Eu sei o que Deus vai fazer e Seu Filho está voltando; e Ele vai estabelecer Seu reino aqui nesta terra”, disse o evangelista.

Por último, o CEO da Samaritan’s Purse, disse que o trabalho missionário não parou, e precisa continuar nesses tempos sombrios: “Estamos ocupados, mas ao mesmo tempo, aconteça o que acontecer, a Bolsa do Samaritano sempre responderá e faremos em nome de Jesus!”, afirmou Franklin.

Leia mais:  Ladrões fogem e pedem desculpas ao descobrir que vítimas se preparavam para batismo
Continue lendo

Mundo Cristão

Cego chora e louva a Deus após ter visão recuperada

Publicado

Idoso se emociona e agradece a Deus pela vida do médico que foi instrumento para recuperar a sua visão.

Depois de quase 20 anos sem enxergar por causa da catarata, um senhor das Filipinas, de 65 anos, cego, se emocionou depois de recuperar a sua visão em uma cirurgia de apenas sete minutos.

A operação ocorreu em 12 de março, no International Eye Center, uma clínica que fica na província de Pampanga, após a cirurgia o paciente voltou a enxergar e agradeceu a Deus por poder ver novamente.

Para que a operação fosse possível, o senhor, teve que contar com apoio de doações e também com uma instituição de caridade.

Noel Lacsamana, o médico que o operou disse que: “Foi um momento muito especial. O paciente conseguiu enxergar novamente depois de todos aqueles anos”, e parabenizou o homem que ficou 19 anos sem poder enxergar.

Um agradecimento especial ao Senhor

O paciente apertou fortemente a mão do Dr. Noel, o abraçou, agradeceu a ele e depois olhou para o seu e disse: “Meu Senhor, obrigado por abrir meus olhos”.

Para o homem que estava cego, ver era uma coisa muito distante, mas ele acredita que Deus usou a vida do médico para que ele pudesse voltar a enxergar novamente.

Sua esposa contou que eles ouviram falar do médico por meio de um programa de rádio, e foi através disso que a esperança acendeu em seu coração.

O médico que está a 16 anos na profissão, disse que abriu a sua própria clínica depois de trabalhar em grandes hospitais e que 60% dos seus pacientes são casos de caridade que ele faz para retribuir a bolsa integral que ganhou para estudar medicina.

 

Leia mais:  Especialistas destacam importância de exercer a fé durante a pandemia

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana