conecte-se conosco


Camisa 10

Ex-jogador Branco lembra internação por COVID: ‘Me amarraram na cama’

Publicado

Um mês depois de receber alta, o ex-jogador Branco, campeão do mundo pela seleção brasileira em 1994, ainda se recupera das consequências da Covid-19, que o deixou internado por 17 dias, sendo cinco deles intubado, numa clínica na Zona Sul Carioca. Aos 57 anos, ele conta que segue fazendo fisioterapia para a reabilitação total dos pulmões e dos músculos, e também faz um alerta sobre o perigo da doença.

“Estava muito acima do peso, e ainda estou, mas deixei o hospital 20 quilos mais magro e vou me empenhar para manter isso, ficar com a saúde em dia, porque agora eu sei: sem ela, você não é nada. Não estou 100% recuperado. Faço fisioterapia para a recuperação plena do pulmão e para os músculos. Caminhar ou subir escadas dá um tremendo cansaço. Depois de tudo o que eu sofri com essa doença perigosa, que pega a pessoa de jeito, de uma hora para outra, sem dar aviso, digo de todo o coração: cuidem-se”, disse Branco em depoimento em primeira pessoa à “Veja”.

Ex-jogador Branco fala um mês após receber alta

O ex-jogador falou também sobre o horror vivido durante sua internação e que seu estado de saúde era considerado de “alta gravidade”. “Estava muito agitado, às vezes acordava aos berros, dizendo que queria fugir do hospital. Por isso, me amarraram na cama, para que não me machucasse… Atado à cama, eu gritava com médicos e enfermeiros, totalmente fora de mim. Conforme fui acordando e melhorando, voltei à consciência e só aí entendi o que tinha me acontecido”, contou Branco, que chegou a desmaiar duas vezes a caminho do hospital, antes da internação: “Mal conseguia respirar”.

Hoje coordenador das seleções de base da CBF, Branco acredita que seu passado de atleta tenha contribuído para sua recuperação: “Não só pela boa memória física que o corpo traz, mas também pelo hábito de se impor metas e controlar o psicológico diante de uma adversidade. Já estava melhor, respirando sem o tubo de oxigênio, quando ia mentalmente de um objetivo para o imediatamente seguinte: se me tiravam uma sonda, eu me concentrava na próxima; um bom raio X era uma alegria, e já me preocupava com o resultado do que viria depois. Essas pequenas e gradativas vitórias foram essenciais para que eu recobrasse o ânimo e o vigor”.

Branco enquanto esteve internado com Covid-19

Leia mais:  Goleiro Bruno assina contrato com time do Acre que disputa a série D
publicidade

Camisa 10

Com 3 gols do capixaba Richarlison, Brasil vence a Alemanha na estreia em Tóquio

Publicado

O primeiro gol do atacante brasileiro foi marcado no início do jogo, aos sete minutos do primeiro tempo

Com um toque capixaba, o Brasil estreou com o pé direito no futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Mais especificamente, com o pé direito de Richarlison. Em partida que reeditou a decisão da última Olimpíada, o capixaba de Nova Venécia deu show, marcou três vezes e foi decisivo na vitória por 4 a 2 sobre a Alemanha no estádio de Yokohama, no Japão.

Em um primeiro tempo avassalador, o Brasil não deixou a seleção alemã ter tranquilidade com a bola no pé. Em noite iluminada, o Pombo então aproveitou a fragilidade defensiva adversária e começou o show a parte.

Inspirado com a camisa 10 da seleção, o capixaba Richarlison abriu o placar em Yokohama, no Japão logo com sete minutos. Após entrar no campo da Alemanha, ele recebeu um passe de Antony e finalizou duas vezes para abrir o placar. 

Logo depois, o jogador ampliou o marcador para o Brasil. Após cruzamento de esquerda de Guilherme Arana, atleta do Galo, o atacante brasileiro fez o segundo gol da partida.

Motivado, não demorou muito para o atacante do Everton, da Inglaterra, fazer seu terceiro gol em uma jogada com Matheus Cunha, centroavante brasileiro do Hertha Berlin. O capixaba recebeu do camisa 9 pela esquerda, cortou para o meio e soltou a bomba sem chances para o goleiro alemão. 

No final da primeira etapa, a seleção brasileira até teve a oportunidade de fazer o quarto gol, mas Matheus Cunha perdeu cobrança de pênalti e o primeiro tempo da partida terminou em 3 a 0.

SUFOCO NO SEGUNDO TEMPO

Na etapa final, a seleção alemã voltou melhor e equilibrou as ações do jogo. Não atoa diminuiu o placar, com Amiri que finalizou de fora da área e contou com o quique da bola para enganar o goleiro Santos.

No entanto, o time brasileiro seguia criando bastante oportunidades no ataque, mas o time de André Jardine não conseguiu matar o jogo e foi empilhando chances perdidas. Até que aos 38 minutos, os alemães fizeram o segundo com Ache de cabeça e colocou pressão na partida.

Mas já nos acréscimos, o atacante Paulinho, que entrou no lugar de Richarlison, partiu em velocidade e bateu no ângulo para marcar um golaço e pôr fim ao sufoco brasileiro, fechando o marcador na estreia.

INESQUECÍVEL

Dono da partida e jogando pela primeira vez com a camisa 10 da seleção brasileira, Richarlison não escondeu a emoção para falar sobre o momento que classificou como inesquecível.

“É uma sensação que não tem como explicar. Estou feliz, com sonho realizado. Espero continuar assim e essa foi uma noite inesquecível na minha vida”, disse o camisa 10 da seleção brasileira, que também mandou um recado à família, reunida em Nova Venécia, norte do Estado. 

“Quero mandar um abraço à eles que estão me acompanhando lá, meus pais, sobrinhos e todos que estão lá. Infelizmente não pude estar por muito tempo com eles, mas foi o suficiente para recarregar minhas energias”, concluiu.

Leia mais:  Coronavírus mata técnico de futebol na Espanha
Continue lendo

Camisa 10

São Francisco Master estreia na Copa Norte Master de Futebol neste sábado (24)

Publicado

Terá início neste sábado (24), mais um grande evento esportivo em Barra de São Francisco e região noroeste capixaba, abertura da Copa Norte Master de Futebol 2021, com a participação das cidades de Jaguaré, Vila Pavão, São Mateus, Conceição da Barra, Pinheiros, Boa Esperança, Montanha e Barra de São Francisco.

Barra de São Francisco será representado pela equipe do São Francisco Master, através do Avelino, que montou uma grande equipe afim de representar nosso município com entusiasmo e esportividade.

A equipe do São Francisco Master terá os seguintes atletas inscritos: Vaguinho, Talis, Avelino, Arione, Fabão, Geraldo, morte, Clebinho, Lia Paca, Xuru, Sandro Galo, Neguinho, Carlito, Fernando, Del, Flavinho, Jurubeba, Ivan, Naldinho, Jandinho, Geovane, Negão, Franklin, Roninho, Adriano e outros.

A estréia do São Francisco Master será neste sábado, 24/07(sábado), as 15 horas, no Estádio Municipal Joaquim Alves de Souza, de Barra de São Francisco, contra a equipe da Associação Master de Boa Esperança.

A equipe campeã receberá troféu e medalhas e R$ 5.000,00(cinco mil) reais e o vice-campeão troféu e medalhas e R$ 3.000,00(reais). O evento é organizado por Iglo Silva Oliveira, da cidade de São Mateus.

Tabela dos jogos do São Francisco Master: 24/07 – Sábado – 15h. – Estádio Joaquim Alves de Souza, São Francisco Master x Boa Esperança.

31/07 – Sábado – Pinheiros x São Francisco Master

07/08 – Sábado – 15h. – Estádio Joaquim Alves de Souza São Francisco Master x Vila Pavão.

14/08 – Sábado – Montanha Montanha x São Francisco Master Toda as precauções contra o combate da Pandemia de COVID-19 estará sendo tomadas pela direção da equipe do São Francisco Master, com a presença de torcedores e atletas fazendo o uso de máscara e álcool em gel, e ainda, uma equipe da direção do clube com medidor de temperatura e burrifidor no portão de acesso no estádio.

O prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD) e a Secretária Grasiele Marques, estão dando total apoio a mais esse grande evento futebolístico em Barra de São Francisco.

Leia mais:  Dupla capixaba avança às oitavas de final do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia Feminino
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana