conecte-se conosco


Entretenimento

Ex-Ministro diz que Carlinhos Maia pode responder por crime sanitário

Publicado

‘É uma irresponsabilidade sem tamanho’, disse Alexandre Padilha sobre os supostos casos de covid-19 na festa do humorista

Nesta sexta-feira (25), o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT-SP) disse, em suas redes sociais, que Carlinhos Maia pode responder por “crime sanitário” caso os supostos casos de covid-19 decorrentes da festa de Natal do humorista se confirmem.

“Confirmada a relação entre fonte de infecção e evento. É uma irresponsabilidade sem tamanho. E, dependendo de quais eram as regras sanitárias locais estabelecidas, pode sim ser classificado como um crime sanitário”, escreveu o deputado federal no Twitter.

De acordo com o jornalista Erlan Bastos, 47 funcionários que trabalharam na festa de Natal de Carlinhos Maia, em Penedo (AL), estão infectados com o novo coronavírus. O colunista disse ainda que “não foi feita testagem nos convidados e que em nenhum momento foi exigido o uso de máscara dos participantes”.

Ainda nesta sexta, o humorista disse que as afirmações sobre os supostos casos de covid-19 eram falsas.”Todas esses 47 pessoas que estão dizendo que estão infectadas é tudo mentira. Todos estavam de luvas, máscaras e fazendo outros eventos além do ‘Natal da Vila’. Não acreditem nessa notícia fake”, disse o artista em seu Instagram.

Carlinhos Maia deu uma festa para amigos e famosos em plena pandemia do 
novo coronavírus e foi duramente criticado nas redes sociais. Dias 
depois do evento, Mileide Mihaile, uma das celebridades que participou 
do 'Natal da Vila', revelou que teve o teste positivo para covid-19 e 
passou o Natal isolada. Segundo o jornalista Erlan Bastos, 47 
funcionários que participaram da festa também foram diagnosticados com a
 doença. Confira, a seguir, os famosos que foram à ao evento promovido 
por Carlinhos Maia

Além dos supostos casos dos trablhadores da festa, os famosos Mileide Mihaile e Victor Hugo foram diagnosticados com a doença logo depois de comparecerem a festa do influenciador.

Leia mais:  Coluna Social - Por Angela Gusmão
publicidade

Entretenimento

Influenciadora é internada em estado grave após lipoaspiração

Publicado

Em comunicado, família de Liliane Amorim revelou que a jovem sofreu complicações após o procedimento e agora está na UTI

A influenciadora Liliane Amorim está internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) após complicações em uma cirurgia de lipoaspiração. 

Em comunicado no perfil de Liliane, a família deu detalhes sobre a situação da jovem: “Desde domingo (17), ela está na UTI. Seu estado é grave, mas estável. Entendemos e agradecemos a preocupação de todos, mas pedimos que tenham mais cautela com as informações que estão passando! A família não está acostumada com essa exposição, e o que pedimos é que orem por ela”. 

Segundo informações dos familiares, após a lipoaspiração, Liliane precisou passar por outra cirurgia e então foi internada na UTI. 

A última foto publicada por Liliane, que tem mais de 67 mil seguidores no Instagram, mostra a influenciadora de biquíni, posando em uma piscina. 

No final de 2020, ela escreveu um texto em seu Instagram: “Foi um ano de isolamento, ensinamento e pensamento. Tudo o que passei me fez mais forte. Em 2021, a renovação há de ser feita”.

Leia mais:  Abaixo-assinado pede veto de especial do Porta dos Fundos
Continue lendo

Entretenimento

Whindersson Nunes envia 217 cilindros de oxigênio a Manaus

Publicado

Engajado com os problemas da saúde no norte do Brasil, Whindersson Nunes compartilhou uma foto mostrando que enviou mais cilindros de oxigênio a Manaus, no Amazonas.

“Embarque de 217 cilindros feito hoje às 6h30, chegam hoje às 10h30 em Manaus. Já acordei suave, man”, postou o humorista. “Estamos engajados em salvar vidas”, completou.

Whindersson já havia iniciado as ações na semana passada. No sábado (16), ele mostrou que 60 respiradores seriam distribuídos em seis hospitais. “Mandei pra Manaus pra garantir que nenhum arrombado desvie os aparelhos, hoje em dia está difícil confiar”, postou.

A capital amazonense entrou em colapso em meio à pandemia do novo coronavírus por conta do aumento de pacientes infectados pela Covid-19. Até o balanço divulgado em 16 de janeiro, o Amazonas havia contabilizado 229.367 infectados e 6.123 mortes causadas pelo coronavírus.

Leia mais:  Projeto em Guaçuí cria mini shopping em atividade do curso de Vendas
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana