conecte-se conosco


Política e Governo

Fapes lança Edital Bolsa Pesquisador Capixaba com investimento de R$ 1,8 milhão

Publicado

As bolsas são destinadas a pesquisadores vinculados a instituições de Ensino Superior e/ou pesquisa, públicas ou privadas, localizadas no Espírito Santo

Os pesquisadores do Espírito Santo já podem comemorar: foi lançada uma nova chamada pública destinada a ajudar os projetos desenvolvidos por eles, o Edital 06/2021 – Bolsa Pesquisador Capixaba. A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) abriu, nesta quarta-feira (30), a chamada pública que oferece bolsas para pesquisadores vinculados a instituições de Ensino Superior ou pesquisa, públicas ou privadas, localizadas no Estado. 

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, falou sobre a relevância da Bolsa Pesquisador Capixaba (BPC). “Este é um importante instrumento de avanço do Espírito Santo no cenário científico-tecnológico. Editais como este incentivam a produção de conhecimento e o aprimoramento da pesquisa, da ciência, da tecnologia e da inovação. Esta é uma missão do nosso governador: garantir estímulo e aprimoramento aos nossos pesquisadores e pesquisas inovadoras, o que refletirá diretamente no desenvolvimento do nosso Estado”, destacou. 

O Edital oferece a concessão de 50 bolsas, com duração de até 36 meses, no valor individual de R$ 1 mil. O total investido pela Fapes nesta ação é de R$ 1,8 milhão, oriundos do Fundo Estadual de Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Funcitec). A BPC é uma ação do Governo do Estado que visa a valorizar e estimular a produção científica e a atuação do pesquisador como agente do desenvolvimento técnico-científico no Espírito Santo. O edital busca consolidar o crescimento do número de pesquisadores capixabas bolsistas de produtividade no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). 

A diretora-presidente da Fapes, Cristina Engel, comentou sobre as novidades no Edital. “O BPC é uma reprodução da bolsa produtividade do CNPq que contempla a pesquisa e a inovação. É uma forma de valorizar os nossos pesquisadores, sendo fundamental no momento atual, em que há muitos cortes de verbas no âmbito nacional e falta de incentivo ao desenvolvimento de novos conhecimentos. A grande novidade desta vez é que a Fapes separou as modalidades das bolsas e tornou a disputa justa e de forma igual dentro de cada categoria”, afirmou. 

Leia mais:  Justiça determina que deputado Carlos Von retire fake news sobre o presidente do Bandes em 24h

A Bolsa Pesquisador Capixaba (BPC) será concedida nas seguintes modalidades: 

  • BPC-Pq: Pesquisadores com Produtividade em Pesquisa – destinada a pesquisadores que se destaquem entre seus pares no que tange à produção científica e tecnológica;
  • BPC-DT: Pesquisadores com Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora – destinada a pesquisadores que se destaquem entre seus pares no que tange à produção em desenvolvimento tecnológico, na transferência de tecnologia e na inovação.

Novidades do Edital 

Três pontos do edital se destacam como avanço em relação ao último lançado em 2018: 

  • Estabelecidas duas modalidades com avaliação de pontuação diferentes e com itens específicos;
  • Ampliação de contemplados que abrange também o interior do Estado;
  • Implantação da pontuação diferenciada para a maternidade conforme estabelecida na Resolução 278/2020

Quantidade, duração e valor da bolsa

Estimulando a interiorização das atividades de pesquisa, desenvolvimento tecnológico, de ações de inovação e extensão, 30% dos recursos financeiros serão destinados, prioritariamente, a propostas de pesquisadores vinculados a instituições localizadas fora da Região Metropolitana da Grande Vitória, conforme tabela abaixo. 

Leia mais:  Da sede do Sistema OCB/ES, deputado Evair de Melo participa de Live sobre Reforma Tributária

O valor da Bolsa está disponível na tabela de Valores e Bolsas e Bolsas da Fapes. Recursos financeiros não utilizados em uma categoria poderão ser utilizados em outra
modalidade. 

Cronograma do Edital

 

publicidade

Política e Governo

Ramalho decide disputar a Câmara Federal

Publicado

Após ser rifado pelo partido na disputa do Senado e ter desabafado que o “sistema” tinha retirado o seu sonho, o ex-secretário da Segurança Pública Coronel Alexandre Ramalho (Podemos) vai disputar uma vaga de deputado federal. Ele vai se somar à chapa que já tem o ex-prefeito Gilson Daniel e o vice-prefeito de Vila Velha, Victor Linhalis, entre outros.

A decisão foi divulgada em nota na tarde desta quinta-feira (11), por sua assessoria. O comunicado diz que a homologação da candidatura foi deferida pelo prefeito de Viana, Wanderson Bueno, que representou a Executiva estadual.

Nos bastidores, a ida de Ramalho para a chapa federal do Podemos dá mais tranquilidade aos candidatos que temiam não alcançar nenhuma das 10 vagas. Agora, os cálculos dão conta da possibilidade de conquistar até duas cadeiras, segundo analistas políticos. O Podemos faz parte da base aliada do governo e vai apoiar a senadora Rose de Freitas (MDB) à reeleição.

Leia a nota na íntegra:

“Nesta quinta-feira (11), após refletir sobre a negativa da homologação da sua candidatura ao Senado, o Coronel Ramalho, ex-secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Espírito Santo, decidiu continuar na disputa eleitoral de 2022, agora como candidato a deputado federal.

Sua candidatura foi homologada pelo prefeito de Viana, Wanderson Bueno, que representou a Executiva estadual do Podemos, que também o orientou e motivou a permanecer com seu nome à disposição da sociedade capixaba.

A decisão foi tomada após ouvir sua família, amigos e principalmente as pessoas que o incentivaram a continuar lutando por uma vaga no Congresso Nacional. A deliberação final foi pautada ainda na possibilidade concreta de ser o único candidato com experiência e propostas efetivas no campo da segurança pública.

Ramalho continuará defendendo a modernização e adequação da Legislação Penal Brasileira, que no seu entender, não atende aos anseios dos operadores de segurança pública e das famílias brasileiras, que sofrem nas mãos dos criminosos e não são devidamente alcançados e punidos”.

Leia mais:  Ex-senador será vice de Casagrande e Rose candidata ao Senado
Continue lendo

Política e Governo

Profissionais da Educação do ES vão receber bônus de até um salário a mais este mês

Publicado

Segundo a Sedu, recebem o Bônus Desempenho todos os profissionais da Educação (efetivos, comissionados e de Designação Temporária)

Conforme divulgado pelo governador do Estado, Renato Casagrande, por meio das redes sociais, nesta quarta-feira (10), o “bônus desempenho”, benefício pago aos profissionais ativos da educação, referente ao exercício de 2021, será pago na folha de pagamento de agosto deste ano.

Sobre o assunto, a Secretaria de Educação (Sedu) informou, em nota, que a concessão do bônus por desempenho para profissionais ativos da Educação é um direito e um reconhecimento do trabalho dos professores e servidores, regulamentado pela Lei Complementar nº 504 e pelo Decreto nº 2761-R, alterado pelo Decreto 3949-R e Lei Complementar 887, que concede aos profissionais ativos no âmbito da Secretaria da Educação (Sedu), sendo que o período de avaliação é de acordo com o calendário escolar.

Leia mais:  Estado autoriza obras em escolas da Rede Estadual

Também segundo a Sedu, recebem o Bônus Desempenho todos os profissionais da Educação (efetivos, comissionados e de Designação Temporária). Ao todo, serão beneficiados 12.975 profissionais neste ano.

A bonificação é concedida anualmente aos profissionais que atuam em escolas e outras unidades da Sedu e é calculada com base em indicadores coletivos e individuais. Desse modo, o profissional pode receber até um salário a mais, conforme os resultados apurados pela unidade de ensino onde exerce suas funções.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana