conecte-se conosco


Medicina e Saúde

Febre é sintoma de dengue e de outras doenças da época

Publicado

Além dos casos crescentes de contaminação por coronavírus, outras doenças comuns nesta época do ano podem causar transtornos.

A febre, por exemplo, é sinal tanto da Covid-19 quanto da dengue, doença causada pelo Aedes aegypti que já matou seis pessoas no Espírito Santo este ano.

Além disso, também é preciso ficar atendo a outras doenças causadas pelo mesmo mosquito como a Chikungunya, que também já registrou um óbito no Estado, e a zika, que pode deixar sequelas graves.

 

Veja aqui o 16º boletim da dengue.

 

Veja aqui o 16º boletim de zika.

 

Veja aqui o 16º boletim chikungunya.

 

Para evitar que o número de casos dessas doenças continue aumentando, é fundamental não deixar água parada e manter a rotina de limpeza dos quintais, das caixas d’água e de possíveis locais que podem se tornar criadouros do mosquito.

 

Como se prevenir:

– Limpar o quintal, jogando fora o que não é utilizado;

– Tirar água dos pratos de plantas;

– Colocar garrafas vazias de cabeça para baixo;

– Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água;

– Manter os quintais bem varridos, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas e sacolas plásticas;

– Escovar bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, pratos de plantas, tonéis e caixas d’água) e mantê-los sempre limpos.

Leia mais:  Covid-19 abre caminhos para o desenvolvimento de uma vacina contra o câncer
publicidade

Medicina e Saúde

Estadual de Urgência e Emergência ‘São Lucas’ realiza primeira captação de coração da unidade em 2021

Publicado

Na última quinta-feira (21), o Hospital Estadual de Urgência e Emergência ‘São Lucas’, em Vitória, realizou a primeira captação de um coração, que foi destinado para um paciente da fila de transplantes do Espírito Santo.

Além do coração, o mesmo doador ainda pode ajudar a salvar a vida de mais pacientes, já que foram doados as duas córneas e os rins, que ficaram no Estado, e o fígado, que foi enviado a um paciente compatível em Minas Gerais.

A enfermeira da Comissão Intra-Hospitalar para Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT), Karla Coelho, explica que as doações só podem ser realizadas com o consentimento da família, por isso, é de extrema importância que as pessoas manifestem em vida o desejo de serem doadoras.

Quem também reforça a importância de conversar sobre o assunto é a diretora geral do hospital, Cynthia Milanez. “É difícil falar de morte, especialmente quando estamos saudáveis, mas é importante conversar sobre a doação de órgãos e evitar que o tema seja um tabu, afinal de contas, por mais doloroso que seja, a morte é inevitável. Entretanto, a doação é uma forma de transformar dor e sofrimento em esperança e amor para outras famílias”, disse.

Dados sobre transplantes
Segundo dados da Central Estadual de Transplantes do Espírito Santo (CET-ES), até esta segunda-feira (25), a Central contabilizou 1.489 pacientes aguardando por um órgão no Estado, sendo 1.024 para rim, 448 para córneas, 14 para fígado e três à espera de um coração.

Leia mais:  RENOVA: Profissionais de saúde do SUS recebem capacitações em municípios de MG e do ES
Continue lendo

Medicina e Saúde

Veja 5 alimentos que ajudam no processo de aprendizagem das crianças

Publicado

Estudo afirma que alimentos mais leves e saudáveis proporcionam mais disposição e melhor funcionamento do cérebro infantil

Um estudo realizado com 60 pessoas, pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, aponta que quem consome uma quantidade maior de luteína, presente em verduras e frutas como mamão, laranja, pêssego e milho, possui uma memória e raciocínio mais afiados

Alimentos integrais e ricos em fibras proporcionam digestão mais lenta, mais saciedade e energia prolongada. Tanto profissionais, quanto autoridades de saúde afirmam que não é indicado oferecer opções ultraprocessadas para crianças e que a alimentação saudável deve ser uma realidade dentro e fora de casa. 

Para a nutricionista, Dayanna Miranda Camizão, é indispensável que os pais e responsáveis estejam sempre atentos ao que seus filhos consomem e sempre busquem novas maneiras de introduzir bons alimentos na dieta das crianças. 

“Infelizmente, tem se tornado cada vez mais comum o consumo de refeições industrializadas por parte das crianças. Alimentos naturais, como as famosas hortaliças verdes, contém um mix de substâncias que auxiliam no sistema nervoso e consequentemente no rendimento da criança. O espinafre fornece bastante luteína, por isso, deve estar presente no prato dos pequenos. Além dele, o brócolis, a rúcula e a couve também são reconhecidos por atuarem em prol do DNA das células cerebrais. É importante ter consciência que uma alimentação não adequada nessa fase pode causar diversos problemas, como anemia, emagrecimento ou até obesidade”, ressalta a nutricionista.

Veja quais são os alimentos que podem proporcionar melhor memória, aprendizado e concentração para a criança:

Arroz Integral – contém vitaminas do complexo B, essenciais para o bom funcionamento do cérebro. As fibras presentes nos carboidratos integrais liberam glicose no organismo aos poucos;

Castanhas – ajudam na liberação da serotonina, neurotransmissor que atua de forma positiva sobre o humor da criança, além de manter as artérias cerebrais saudáveis;

Banana – a fruta é rica em potássio e triptofano, substâncias que ajudam a relaxar e acalmar as atividades cerebrais. Desse modo, a criança terá uma boa noite de sono e se sentirá mais disposta no dia seguinte;

Frutas vermelhas – contém flavonóides, compostos bioativos com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que são benéficos ao aprendizado e memória, devido a sua capacidade de proteger os neurônios e reverter déficits de memória;

Ovos – são fontes diretas de colina, nutriente ligado à função cerebral que, participa da formação de neurônios, repara as células avariadas e produz acetilcolina, neurotransmissor fundamental para memória e aprendizado

Leia mais:  Moderna anuncia início de vacinas testes e Sanofi interrompe uso de cloroquina
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana